História Queens - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 2
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - -A Primeira Fase-


Queens

-A Primeira Fase-

Três dias haviam se passado desde a festa. Estávamos em uma clareira sofrendo sem nada para comer. Rue não havia explicado nada a nós até o presente momento. Agora ela aparecia sobre a sacada do 2ºAndar:

-Bom dia Queens! Vocês sabem por que estão aqui? Não? Pois eu não vou contar!

Hanna se aproximou de mim e disse:

-Essa mulher é doidinha.

-Eu sei.

Rue retomou a falar:

-Vocês não sabem o que vão fazer aqui para passar para a segunda fase, bom eu explicarei. Vocês terão uma tarefa simples! Matar uns aos outros! Se não fizerem isso eu mandarei matar cada pessoa da família de vocês.

A garota de cabelos louros rasos começou a chorar:

-Donna, pare de chorar! –Ordenou Rue.

Donna soluçava de tanto chorar. Quando Rue disse isso, ela começou a chorar mais:

-Então era isso. Adeus Queens!

Quando ela saiu, fui até Donna e disse:

-Donna, certo? Pare de chorar, ela só falou isso para nos amedrontar!

-Mas é que...-Ela começou a chorar mais- Toda minha família morreu na Grande Guerra.- Ela caiu em prantos. Eu abraço-a.

Uma garoto de cabelos medianos negros e soltos se aproximou e disse:

-Deixe Donna em paz, pobre!

Eu me levanto, o manto de Blade se esvoaçando e a minha espada brilhando:

-Do que você me chamou?

-De pobre!- Uma garota de cabelos longos e louros se aproxima e diz para a outra: -Não vê que ela é uma Blade, Anna?

Ela dá um empurrão na outra. Vou para cima de Anna e retiro minha adaga da bainha perto da minha bota e coloco em seu pescoço:

-Repita de novo.

Ela ficou quieta:

-FIQUE QUIETA OUVIU?

Ela assente após meus gritos e sai de perto de mim:

-Se quisermos sobreviver teremos que nos unir! Cada uma fale seu nome.

Donna se levantou e disse:

-Donna Barks

Anna fez o mesmo:

-Anna Barks

A garota que Anna empurrou se levantou:

-Joanne Higgins

Hanna disse:

-Hanna Jacob

E o resto das garotas se apresentaram:

-Vamos seguir juntas para a floresta!

Elas entraram na floresta em busca de comida.

**

Anna avista um cervo e começa a puxar a corda de seu arco, mas eu me aproximo e peço para que ela abaixe o arco. Ela o faz. Eu retiro minha espada da bainha e vou andando até o cervo quando Joanne diz:

-Por que você vai? Você não é a chefe.

Hanna intervém:

-Fique quieta Joanne! Deixe ela ir, ela é a melhor em furtividade.

-NÃO!- Joanne grita e espanta o cervo. Ela pega uma adaga e joga na cara de uma garota que eu já tinha esquecido o nome. 7 garotas.

Anne puxa a corda e solta uma flecha em outra garota. 6 garotas. Anne faz isso de novo com outra garota. 5. 5 garotas. Eu, Anne, Joanne, Donna e Hanna. 5 garotas em três dias.

As três fugiram floresta adentro. Eu e Hanna ficamos na floresta. Corremos. Até acharmos uma grande arvore. Nós a escalamos e dormimos em seus grandes galhos.

***

Acordo com Hanna gritando:

-FOGO!FOGO!

-Hanna, o que houve?

-Fogo. Lançado por Rue. Eu ouvi os gritos dela.

O fogo ia se alastrando muito rapidamente. Ele estava perto de nós:

-Vamos. Fugir. DAQUI!

Saímos correndo de lá. Por sorte encontramos uma clareira. Havia um lago, me joguei direto nele:

-Vem Hanna! É água!

Hanna também pula. Isso me lembrou de Paty e eu nos lagos das florestas. Por um momento pensei ter a minha família de volta. Falando nisso, será que eles estavam bem?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...