História Quem manda aqui sou eu - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Kookv, Taekook, Vkook
Exibições 272
Palavras 1.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Policial, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeee peoples!

Finalmente voltei.
Pois é, fiquei muito tempo sem postar né?
Sentiram saudades?
Ksksksks, enfim, realmente me desculpem mais uma vez por ter demorado tanto.
"Ah, e qual é a desculpinha da vez Letícia?"
Desculpinha não hein! Ksksksks

Enfim, como algumas amigas (tudo virtual) sabem, ultimamente eu não venho estado feliz.
Uma risada ali, outra aqui, mas eu realmente venho estado mal.
Fora que tem meus pais que... Bem, quem das minhas amigas virtuais que estiverem lendo isso, vai até se surpreender porque eu realmente não contei sobre meus pais, mas enfim, não vou ficar dando detalhes da minha vida, esses foram dois dos motivos de eu não ter postado, os outros prefiro deixar em off.

Mas voltando, eu já falei bastante, apenas espero que gostem do capítulo e...

OBRIGADO PELOS 95 FUCKINGS FAVORTIOS!
ISSO SIM É UM DOS POUCOS MOTIVOS DE EU FICAR FELIZ!
(Fora o Bangtan hahaha)
OBRIGADO MESMO, DE VERDADE, AMO MUITO VOCÊS!

Agora continuando, aproveitem.

Capítulo 6 - Antes só, do que mal acompanhado!


Fanfic / Fanfiction Quem manda aqui sou eu - Capítulo 6 - Antes só, do que mal acompanhado!

          Taehyung's Point Of View

Sexta-Feira, 12 de Fevereiro de 2016

                     12:30 PM

-Tudo pronto para amanhã Tae? -Namjoon perguntava caminhando ao meu lado em direção as nossas casas, que eram vizinhas.

-Aham - falo enquanto mexo no celular -Preciso arrumar uma roupa bem... - penso -Sei lá, uma roupa que faça a Hyuna notar meus músculos.

-Músculos? - ele ri alto - Que músculos? -continua rindo.

-Aish, você e suas gracinhas -bloqueio meu celular, coloco no bolso e continuo a caminhar.

-Sério, qualquer coisa você me manda uma foto do seu Look no Whatsapp para eu te ajudar amiga! -ele faz uma voz fina de mulher e eu dou risada.

-Sem graça - paro de rir -Enfim, e você, já tem alguém de olho?

-Sabe a Kim Nari? - ele pergunta me olhando e eu assinto com a cabeça. -A própria!

-Vai que é sua, ela é bem gata, mas ela é difícil de ficar, já tentei. -falo olhando pra ele.

-Isso é porque você nunca tentou ficar com a Hyuna, Taehyung. Você vai ter que se esforçar bastante para pegar ela, ela não se ganha apenas se é bonito e tem um corpo legal. -ele ri.

-Aish, mas independente, eu vou conseguir pegar ela antes do Jeon. Ah, por falar nele, até que ele não é tão chato assim viu -falo e rio.

-Oi? Como assim Taehyung? Você tá bem? - ele coloca a mão na minha testa e eu empurro para longe de mim -Você falando que o Jeon não é tão chato? Você bebeu?

-Aigoo, mas você não me deixa em paz hein Namjoon! -bufo.

-Não Taehyung... Não me fala que... -corto ele.

-CALA A BOCA! - olho com raiva para ele -Nada haver isso, nem sei porque você ainda lembra disso. -reviro os olhos.

-Como assim não sabe por que eu ainda lembro disso? - ele pergunta preocupado.

Realmente, quando eu ou o Namjoon tocávamos nesse assunto, acabávamos discutindo, mas sempre voltavamos à nos falar no mesmo dia.

-Sim, eu sei porque Namjoon, eu lembro. Acontece, que eu disse que aquilo nunca mas iria acontecer! Eu sou um homem, não uma criança como eu era à 6 anos atrás e que não sabia nada do que fazia. -falo bravo.

-Não parece que é homem. -ele fala e volta a andar.

-Namjoon não começa, você fala como se fosse machão! -retruco indo atrás dele.

-Eu? Eu sou mais macho que você! -ele fala enquanto continua a andar, me dando as costas.

-Ai meu Deus, essa foi boa, quem foi mesmo que até 3 anos atrás era apaixonado por mim? Ah me poupe né! -explodo e acabo gritando com ele. Ele se vira para mim, chocado com o que eu acabará de dizer.

Não era para mim ter tocado nesse assunto.
Namjoon não gostava nem um pouco de relembrar que um dia fora homossexual e apaixonado pelo seu melhor amigo, eu.
Se é que ele parou de ser, até porque, você não escolhe quando quer parar de ser homossexual.

-VOCÊ NÃO OUSE FALAR ASSIM COMIGO TAEHYUNG! ISSO FOI A QUATRO ANOS ATRÁS - ele da ênfase no "quatro anos" - ISSO PASSOU, EU MUDEI, EU PAREI DE SER IDIOTA E DE CORRER ATRÁS DE ALGUÉM QUE NEM SE IMPORTA COMIGO! -ele grita raivoso, parando de andar e me olhando.

-Sério? Parou de correr atrás de mim mas bem que somos amigos até hoje não é? -falo irônico.

-Você era diferente antes Taehyung, você sabe disso. Depois daquilo, você mudou, ficou assim, todo BadBoy, todo mimado e egocêntrico! Você me pediu para voltar a ser seu amigo,  para não te abandonar! Quando todo mundo te abandonou, eu, estava lá para te ajudar. E agora você nem se importa com isso? Isso é insignificante para você? -o loiro me olhava incrédulo.

-Com certeza! Esse era o mínimo que você poderia ter feito, já que dizia gostar de mim mais do que um amigo. Você sabia que eu não iria gostar de você pois estava namorando a Kim Hyoyeon! -falo.

-Me poupe né? - ele ri alto, irônico
- Você traiu ela com o SeHun! Um MENINO! E vem me falar isso? Para de ser ridículo! -ele falava irritado.

-Fala baixo! Ninguém precisa saber, porra! -retruco.

-O que? Ninguém precisa saber o quê? Que você se paga de macho, mas já pegou um garoto? Que pega uma menina por dia para se pagar de machão e tentar apagar do passado que você já foi apaixonado por um garoto enquanto namorava e iludia uma garota que te amava? - ele já estava passando dos limites, se ele continuasse a falar, eu partiria para cima dele. -Que você fez seu melhor amigo de trouxa, de escravo, tratou ele como tudo, menos como um melhor amigo e só quando precisou tratou ele bem? - E ele voltou a falar. Se segura Taehyung. -Que é um garotinho de 19 anos mimado pelos pais? É isso que ninguém pode saber? Seu verdadeiro eu? -ele falava alto, e eu explodi.

-CALA SUA BOCA SEU MERDA - dou um murro na cara dele fazendo o mesmo cambalear e cair no chão. Respiro fundo e o olho com nojo. -Eu tenho nojo de você Namjoon. Você fala merda para mim e depois quer sair como inocente, sempre, sempre quer ditar o que devo fazer, mas não se esqueça, eu tenho 19 ANOS, eu não sou mas aquele garotinho de antes, que só fazia merda. Eu não preciso de uma babá, não de você. Eu não preciso de você. -cuspi todas as palavras na cara dele, ele apenas se levantou do chão, que pelo impacto do meu soco, acabou caindo, me olhou com seus olhos marejados e não disse nenhuma palavra -Estúpido! Para de chorar, para de se pagar de inocente! -dou mais um murro nele, dessa vez na barriga, ele me olha, já chorando e eu me viro para ir embora.

-Você ainda vai pagar por tudo isso que está fazendo comigo, por tudo que me fez passar Kim Taehyung. Quando você precisar de alguém, novamente ninguém vai estar ao seu lado para te ajudar, porque ninguém te quer de verdade, ninguém te ama de verdade, apenas querem um pedaço de você para usar e joga fora, e você vai correr atrás de mim quando isso acontecer. Mas vai ser tarde demais. -ele apenas fala isso e eu vou embora.

Eu não preciso dele.
Eu faço amizades novas, arrumo amigos novos, amigos melhores do que ele... Mas...
Aquelas suas palavras seriam verdade?
Realmente ninguém me amava e só queria um pedaço de mim para me usar?

Chego na minha casa, adentro a mesma e tranco a porta.

-Oi filho já chegou? -minha omma pergunta com um tom de voz animado e eu apenas a ignoro e subo para meu quarto.

Bato a porta com força e jogo minha mochila na cama.

Ele diz que me ajudou quando eu e a Hyoyeon terminamos, mas na verdade, ele só estava ao meu lado por interesse, ele só estava ao meu lado porque ainda gostava de mim. Mas eu nunca olhei ele mais do que como um mero amigo, nunca!

Me dispo, pego minha toalha e entro no banheiro.
Penduro a toalha, ligo o chuveiro e adentro o box, recebendo as gotas de água quentes e relaxantes correr pelo meu corpo.

Começo a me ensaboar, me enxáguo e desligo o chuveiro. Saio do box, me seco e saio do banheiro com a toalha enrolada na cintura.

-Eu... Eu preciso sair para esfriar a cabeça. -falo para mim mesmo enquanto me troco.

Termino de me trocar, pego meu celular, carteira e saio do meu quarto, descendo para sala e avistando minha noona.

-Aonde o senhor vai Taehyung? -ela perguntava enquanto preparava o almoço.

-Aish, noona, eu não quero ser grosso com você, mas eu já tenho idade suficiente para sair sem precisar dizer para onde vou. Por que todo mundo acha que ainda sou uma criança?! -falo um pouco alto e vou em direção à porta, abrindo a mesma. -Eu só quero esfriar a cabeça. -Falo e saio.

                           ~//~

Me sento num banco qualquer em uma pracinha que tinha ali perto e chamo um Uber pelo aplicativo, logo aguardando a chegada do mesmo.

Abro minha carteira e vejo uma foto minha com o Namjoon (N/A: Imagem do capítulo), pego a mesma, rasgo, jogo no chão e piso.

Eu não sei o que acontece comigo, sempre quando arrumo amigos, eu mesmo arrumo um jeito de afasta-los de mim.
Mas não tem problema, sinto que meus próximos amigos serão diferente.
Eu sinto que logo mais, poderei chamar alguns de amigo, que eu terei amigos.
E mesmo se eu não tiver...

Antes só, do que mal acompanhado!

CONTINUA...


Notas Finais


Eeeee foi isso!

Espero que tenham gostado, não esqueçam de comentarem o que acharam e se precisa melhorar algo.
É claro que a fanfic não é movida a comentários, mas eu pelo menos preciso saber se vocês estão gostando ou não para poder continuar!

Kissus ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...