História Quem são os Winchesters? - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Abaddon, Ash, Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Ellen Harvelle, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Jo Harvelle, Personagens Originais, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Dean Winchester
Exibições 100
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mores <3
Boa leitura!

Capítulo 40 - Pedido


Fanfic / Fanfiction Quem são os Winchesters? - Capítulo 40 - Pedido

Amylee POV

 

Abri meus olhos lentamente e percebi que eu estava em um lugar estranho. Sentei-me e me apoiei na parede para ficar em pé. Olhei em volta e vi que tinha um garoto de mais ou menos quinze anos desacordado no outro canto da espécie de cela em que estávamos.

- Mas que merda é essa? - falei e resolvi me aproximar do garoto mas parei ao perceber algo estranho em mim. Meu corpo estava menor. Meus braços, minhas pernas e até meus seios estavam menores. Olhei minhas mãos, ainda tentando entender o que estava acontecendo. Olhei para trás e vi uma espécie de espelho. Fui até ele e fiquei surpresa ao perceber que eu voltei a ter quinze ou quatorze anos. Passei a mão pelo meu rosto sem acreditar no que eu via refletido no espelho - meu Deus.

- Ah… Oi - ouvi o garoto dizer e me virei para ele - quem é você?

- Eu… - comecei a dizer mas não consegui terminar a frase.

Vi o garoto se aproximar e congelei.

- Você tá bem? - ele perguntou encostando em meu braço. Havia algo familiar nele. Eu não sabia exatamente o que, mas havia. Olhei para os olhos dele e num passe de mágica, tudo fez sentido.

- Dean? - falei e ele me olhou assustado.

- Como você sabe meu nome?

- Dean - eu disse e me afastei dele.

- Olha pra mim - ele disse segurando meus braços - como você… - ele parou de falar assim que viu sua imagem refletida no espelho - mas que diabos…?

Eu não consegui dizer nada, apenas fiquei olhando para ele.

- Espera - ele disse - Amylee?

Assenti e ele passou a mão pelo rosto.

- O que tá acontecendo? - sussurrei para mim mesma e ele se aproximou de mim.

- Eu saí do bar e…

- Uma luz - completei - um velho também.

- Isso - ele disse.

- Ótimo - falei e me encostei na parede.

- Tudo bem - ele disse - só temos que ficar calmos.

- Calmos? - indaguei - eu sou uma adolescente com os hormônios alterados e você parece um One Direction que não deu certo. Estamos presos sabe se lá aonde e somos crianças, não temos força física e muito menos armas para nos defender. Sam não sabe onde estamos e eu não sei se vamos conseguir sair daqui vivos. Eu…

- Vamos sair daqui vivos - ele disse e pegou minha mão - eu não vou deixar nada de ruim acontecer com você.

Suspirei e fechei meus olhos. Eu estava com medo, cansada. Senti Dean passar seus braços ao meu redor e eu me aconcheguei nele. Eram sensações estranhas. Qualquer movimento de Dean me arrepiava. Tudo havia ficado mais intenso.

Dean beijou minha cabeça e eu abracei-o mais forte.

- Ei - ouvi alguém dizer e me virei, notando dois olhos nos espiando por um buraco que havia na parede.

- Oi - eu disse, me desprendendo de Dean.

- Quem é você? - Dean perguntou.

- JP - o cara respondeu.

Fiquei conversando com JP enquanto Dean procurava alguma saída. JP me contou que havia mais um garoto ali, mas foi levado algum tempo antes.

- Consegui - Dean disse e ouvimos um barulho na tranca da porta.

- Saiam vocês - JP disse - vão!

- O quê? - eu perguntei e JP começou a gritar como se estivesse sentindo muita dor.

- Amy, vamos - Dean disse e me puxou, ajudando-me a escapar pela janela.

- Rápido - Dean disse enquanto segurava minha mão e corríamos para longe dali.

Conseguimos resolver o caso?

Sim.

Voltamos ao normal?

Sim.

Vou pular essa parte porque aconteceu algo inesperado e eu preciso falar sobre.

Era o último dia do ano. Dean e eu estávamos em uma espécie de penhasco que nos propiciava uma vista da cidade toda,  ou seja, um belo lugar para assistir a queima de fogos.

Sam estava pra chegar, ele havia ido comprar algumas cervejas e champagne.

Eu estava sentada no capô do Impala observando o mar de luzes da cidade e Dean estava na minha frente com a cabeça encostada em meu ombro, eu podia sentir sua respiração em meu pescoço.

- Vem - ele disse e pegou minha mão, levando-me até uma parte mais ampla do local.

- O que você vai fazer? - perguntei.

- Eu nunca me apaixonei por ninguém como eu me apaixonei por você - ele começou a dizer - eu sinto que você é a mulher da minha vida e eu não vou ignorar isso.

- Dean - eu disse e ele ergueu a mão para que eu não falasse.

- Eu sei que nossa vida juntos é turbulenta e bagunçada, mas eu quero fazer pelo menos uma coisa certa.

- Do que você tá falando? - eu perguntei, confusa, e ele me deu um beijo rápido no rosto.

- Eu quero que você seja minha, quero que você seja a pessoa que eu vou poder amar pelo resto dos meus dias, quero que você seja a pessoa que esteja me esperando quando eu for dormir, quero que você seja a pessoa que sorri pra mim quando eu acordo de manhã, quero que você seja a pessoa que me proporciona os melhores momentos, quero que você seja minha namorada para sempre, da forma certa.

Eu ouvia Dean dizer tudo aquilo com o coração acelerado. Eu senti lágrimas se formando em meus olhos e minhas mãos tremiam levemente. Ele se ajoelhou na minha frente e pegou uma caixinha do bolso, mostrando-me um anel com brilhante.

- Amylee - ele disse e pegou minha mão - casa comigo?


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...