História Quem Sou Eu ? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Castelo, Drama, Romance
Exibições 8
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


sim tem um hot no meiio pq a fanfic é minha e faço o q quiser

Capítulo 3 - A menina que virou a casa pelo avesso


Yoongi of

12 on

Durmo por umas duas horas, jem me traz meu almoço, eu como devagar eu me sentia exausta, mas não conseguia dormir bem, minha cabeça zunia tentando me fazer lembrar mas não estava conseguindo, entrego a bandeja para jem que some pelos corredores, eu vou até o banheiro e me olho no espelho, eu me encarava com o fim de conseguir alguma coisa quando uma memoria me acerta

 

Estou sentada au lado de 2 caixoens, meus pais estavao neles, eu era muito nova segurava 2 rosas brancas, o local estava vasiu até uma mulher alta de cabelos moron meio verde em um coque firme, roupas pretas pesadas que ia até o chão para em minha frente, ela se ajoelha para ficar em minha altura

-Eu vou cuidar de você agora

Palavras que seriao doces na voz de minha mae saíram amargas na voz da mulher estranha

-Eu não te conheço

Ela da um soriso sinico

-Não é como se você tive se outro lugar para ir, você não tem familha, se não quer ir para o orfanato venha comigo

Ela se levanta limpando seu joelho e estende sua mao, sinto que não deveria pega la mas não posso mudar uma simples memoria, eu seguro a mao da estranha e ela me leva até um carro preto com um símbolo de um cobra

Saio do desvaneio ao notar que alguém me segurava enquanto me debatia e gritava não varias e varias vezes, quando me acalmo noto quem me segurava, jimin passava sua mao em minha cabeça a fim de me acalmar,lagrimas trilhavam seu caminho em meu rosto, e o menino que não conheço direito me traz conforto. Passa uma hora e jimin não me solta até ter a certeza de eu estar melhor, ele me ajuda a levantar e se senta comigo no sofá de meu grande quarto

-Eu...eu

Minha voz saia roca

-Não precisa se explicar agora

Ele segura minha mao e me da um sorriso

-Quando se sentir pronta você me conta ra

A porta de meu quarto se abre e yoongi entra destraido, quando nota jimin segurando minha mao ele olha para mim preocupado

-As memorias estão voltando?

Antes de responder jimin fala por mim

-Ela surtou, ficou meia hora gritando, quando cheguei ela estava ajoelhada no banheiro

Yoongi mesmo tendo o escutado vem e se ajoelha em minha frente segurando minha mao livre

-Como se sente

Eu olho para o menino de cabelos preto como as rosas e invés de só contar para aquele estranho sobre o que aconteceu e solto a mao de jimin e abraço yoongi colocando minha cabeça em seu ombro enquanto chorava

12 of

Yoongi on

Eu mesmo surpreso por um ato tao repentino eu a abraço, suas lagrimas caiam em meu ombro e sentia seus soluços em meu abraço, e toda aquela imagem de ferro que eu avia atribuído para ela se desmanchou, e meu corpo pulsava dizendo como um alfa deve cuidar de seu beta eu tenho cuidar da menina estranha, jimin saio no silencio de seus pensamentos deixando nos dois a sós, quando 12 para de chorar ela olha para mim e tenta falar com sua voz roca

-Eles se foram juntos me deixando a só

Mesmo com minhares de perguntas em minha cabeça, quem? Quando? Como ? onde? Eu acaricio o rosto molhado de 12 e dou um leve sorriso

-Não me conte agora, descanse amanha conversaremos

Eu a levanto e levo até sua cama onde ela dorme facilmente, eu deveria ter saído para maeu quarto, mas estava receoso que ela tivesse um surto novamente, então durmo alí mesmo no sofá.

Yoongi of

Jim on

Eu pesquisava no computador qualquer coisa que pode se ajudar aquela menina mas eu não achava nada, mon me abraça por traz fazendo meu estomago se encher de borboleta , mesmo depois de nosso casamento ele faz isso comigo, quando estamos em publico ele finge ser frágil e só um bom marido que não mandava em nada, mas quando estamos só ele manda em mim, não do mal jeito ele sempre pede se concordo antes de agir e nunca foi agressivo, eu o amava loucamente e era reciproco, ele começa a distribuir beijos em meu pescoço e eu gemo, como a casa era enorme nunca me preocupei com barulho

-Mon eu tenho que achar isso

Ele lambe meu pescoço e morde de leve o nódulo de minha orelha falando rocamente nela

-Você pode fazer isso depois

Ele vai até a porta de nosso quarto e a tranca, ele vera a cadeira de rodinhas para sua frente

-Eu amo tento quando está concentrado

Ele beija meu pescoço e distribuir pelo meu peito agora nú,

-Eu te amo de qualquer jeito sabe

Ele esfrega sua mao em meu membro ereto por cima da calça, me fazendo arfar

-Eu também te amo tanto mon

Seu sorizo malicioso me deixa loco, tiro sua camiseta e ele me leva até a cama onde tira minha calça distribuindo beijos em minha coxa, eu tiro sua calça sua box era preta e tinha uma grande elevação , ele tira minha box e começa e me masturbar, eu gemia seu nome auto, deus como eu o amava, ele coloca meu membro todo em sua boca não demorou muito até eu gozar e ele engolir tudo, ele olha para mim sorrindo, tira sua box e pega o lubrificante, ele me vira de costa e enfia todo em mim, eu e ele gritávamos de preser, ele goza e sai de mim, nos nos beijamos e vamos dormir.

Jim of

Jimin on

Eu andava de um lado para o outro no meu quarto, eu tinha me apaixonado por ela, sabe que nem um adolesente bobo, eu estava ciente de não ser amor, mas era uma paixão, quando a encontrei machugada com yoongi meu coração se rispedassou, sempre fui muito sensível, yoongi a colocou no cavalo e fomos para casa, enquanto ela dormia eu fui cuidar dela, e ela era linda, parecia tao forte mesmo tao machucada, hoje quando a encontrei surtando, eu queria só ajuda la, eu a abrasei e a chamava tentando fazer voltar, quando ficou nos meus braços já calma eu me acalmei, mas quando yoongi entrou os olhos dela foram direto a ele, quando ela chorou em seus braços o adolescente dentro de mim queroa chorar e espernear, eu sai de la e vim para meu quarto, por que eu quero tanto o bem desta menina? Eu não compreendo minha paixão tá ela é linda, mas complicada e machucada, acho que sempre me atrai por meninas que sofrem, minha ultima nomorada se matou por estar em uma depreçao tao profunda que ela a noite se perdia em pensamentos tristes, eu sempre quero cuidar das pessoas mesmo sabendo que alguém é que deveria cuidar de mim, eu fui o que mais sofri com a perda de nossos pais, a dor me atormenta até hoje, acho que a dor dos outros me distrai.Me sento em minha cama e peço que jonatan meu mordomo me traga minha janta, eu queria dormir logo.

Jimin of

Kook on

A chegada de 12 virou a casa pelo ar, mesmo sendo só se 3 dia jim já estava extremamente cançado de estas pesquisando, jimin e yoongi ou suga como sempre o chamo, brigavam para protege la, hope sumiu ele simplesmente sumiu, e o poir é que não estou com raiva só curioso, como essa menina estranha pode fazer tanta bagunça?

Kook of 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...