História No name... - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lemon, Mutilação, Yaoi
Visualizações 22
Palavras 906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


,-,

Capítulo 34 - Haru


Fanfic / Fanfiction No name... - Capítulo 34 - Haru

Lui 

Cheguei na escola e estava tudo mundo me olhando um pouco estranho,provavelmente por causa das minha roupas,entrei na sala e entrei na bad ao sentar na minha cadeira e não ter Theo la para falar comigo... Nem a bela,nem o gabe,nem o Leo nem a gi  nem.... a aula começou então sai de meus pensamentos que tinham começado a ficar doentios,na hora do lanche fui para os excluidos e lanchei sozinho,na volta para minha sala esbarrei em alguem enquanto subia :

??? - olha por onde anda garoto - disse o rapaz irritado me dando um empurrão

Continuei subindo as escadas e fui subindo com o dedo do meio virado para trás como se nada tive se acontecido e logo senti uma forte pancada na parte de trás da minha cabeça e voei para frente batendo a cara na parede 

Logo ouvi alguem falando 

Haru - ei harry,calma.

Harry - este moleque é muito folgado esbarra em mim e ainda tem coragem de me insultar ? Aff. 

Me levantei e vi haru falando com o cara que me bateu,logo o chão estava com sangue que caia do meu nariz e um pouco da parte de trás de minha cabeça,como a calça que haru me emprestou estava muito larga eu estava com uma que peguei emprestada do diretor da escola,e mandei entregarem a calça ao haru,haru me olhou meio assustado e confuso por ser eu quem estava "contra" o seu amigo,desabotoei ali mesmo a camiseta de haru e deixei ela la no meio da escada e subi andando sem olhar para trás mesmo ouvindo ele me chamar. Fui até a sala de gabe e peguei uma camisa emprestada dele,como sempre muito chamativa,ela era verde água com a estampa de uma claquete de cinema,gabe usava roupas que só combinavam com ele mesmo,o resto das aulas passaram normal,tirando a minha tontura e dor forte atrás da cabeça e o nariz que não parava de sangrar,fiquei sabendo que gabe e Leo tinham se resolvido e o grupo de Kayo havia faltado,estava voltando para casa normalmente até que sinto alguem me segurar pelo ombro,olho para trás e vejo haru meio ofegante,provavelmente correu até aqui para me alcançar,olhei para ele com indiferença e continuei andando,ele novamente me segurou :

Haru - EI!!!Eu quero falar com você.

Lui - eu não falo com delinquentes- disse isso e continuei andando e antes dele me alcançar entrei em casa.

Subi para meu quarto e me tranquei la tomei um banho e minha cabeça ainda estava sangrando,meu Deus eu só me ferro os meus machucados da outra briga nem estão perto de se curar e aínda tem mais esse,acho que vou no hospital,quem sabe não encontro Theo lá...

Cheguei no hospital e os médicos re fizeram os curativos apesar de terem ditos que os últimos estavam muito bem feitos,eu estava com aquelas faixas que ficam na cabeça quando você machuca,tipo aquelas de anime,e meu cabelo ficou meio para cima,perguntei se tinha algum Theodor Persson de Oliveira lá e descobri que Theo estava lá também,corri até a sala dele,vi Theo dormindo calmamente na cama cheio de aparelhos ligados à ele,aquela cena doeu tanto em mim,minha mãe ligou pedindo pra mim voltar para casa sem dizer o por que.

Fui ate a cama de Theo e dei um beijo em sua testa e fui embora.

Cheguei em casa um pouco preocupado,abri a porta e da li mesmo gritei :

Lui - mãe oq aconteceu ? - gritei da porta.

Logo ela apareceu e disse :

Mãe -  ah nada demais só que um amigo seu veio entregar suas roupas ai pedi para ele te esperar para você agradecer pessoalmente.-disse ela apontando para o sofá,logo haru se levantou e veio me entregar as roupas,logo fechei a cara,aaaaah que raiva eu podia tá lá com o Theo,mas to aqui com esse Mérda delinquente falso.

Lui - Obrigado - disse de cara fechada.

Haru - ei luigi,Humm,podemos conversar a sós ?

Lui - nem a sos,nem acompanhados,já deu sua hora de ir embora não acha? 

Mãe - Luigi,não fale assim com Ele!e que machucado é esse na sua cabeça? 

Lui - nada não mãe,só algo que um babaca fez por eu ter esbarrando nele sem querer- disse olhando para haru e logo em seguida olhando para minha mãe .

Mãe-  como assim ? É sério?  Temos que falar com a diretoria .

Lui - não eu também provoquei depois...- disse colocando minha toca da blusa e subindo para meu quarto ignorando ela dizendo algo sobre eu não deixar visitas sozinhas e blábláblá.

Espero que aquele Mérda nunca mais volte.

Tomei um banho e finalmente vesti minhas roupas normais,vesti uma bermuda jeans rosa pastel,uma camisa branca com a estampa de uma rosa,meu all star preto e uma touca branca.

Voltei para o hospital e fiquei até 8 : 00 vendo Theo dormir,depois disso dei uma caminhada pelo parque e fiquei pensando em tudo que aconteceu e acabei lembrando do meu jogo,fui para casa,abri meu PC e entrei no jogo

*chat on*

Gabriel - oi pequena tudo bem ? Você tá meio sumida.

Hello/eu/lui - ai,ta acontecendo tanta coisa na minha vida que nem sei mais oque é estar bem.

Gabriel - pode contar tudo pra mim ,você sabe que sempre vou tá aqui pra te ajudar ne? 

Disse abraçando meu avatar com o dele.

Hello/eu/lui - to com muito sono,floquinho de neve,tchau, Boa noite,durma com os deuses e sonhe com os anjos.

Gabriel - você também linda :)

*chat off*

Tomei outro banho e vesti apenas um blusão que era do meu pai,branco com listras pretas e fui dormir.




Notas Finais


Esqueci oque eu ia falar ,-,

Bjs no kokoro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...