História Quem vai ficar com Shina? - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~SrtaWeStoll

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Saga de Gêmeos, Shaina de Cobra, Shaina de Ofiúco, Shaka de Virgem, Shura de Capricórnio
Tags Cavaleiros, Cavaleiros Do Zodiaco, Saint, Saint Seiya, Seiya, Shaina, Zodíaco
Visualizações 129
Palavras 3.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo-Ai
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, galera! Eu tinha esquecido do Saga, já estava imaginando a História com o Mask e esqueci do Geminiano. Ele é outro que me deu trabalho! Mas fiz uma história, espero que gostem.

Capítulo 4 - Gemini no Saga


Fanfic / Fanfiction Quem vai ficar com Shina? - Capítulo 4 - Gemini no Saga

Shina amanhece em seu quarto novamente, porém, quando acorda, percebe que não está sozinha, pois há uma mulher dormindo ao seu lado em sua cama. A amazona rapidamente se levanta sem entender o que está acontecendo. Era uma mulher muito bonita, com roupas bem curtas. Essa mulher desperta do sono, se espreguiça, se levanta despreocupadamente. Quando a jovem mulher estica seus braços, brotam de suas costas asas de borboleta. Ela abana as asas, as abaixa, e sobre o seu ombro, olha para Shina com um sorriso provocante.

- Bom dia, Shina! Sua pele está ótima, amazona! Deve ser as duas noites de amor seguidos que você teve, sexo faz muito bem para a pele, sabia?

- Quem é você? O que está fazendo aqui?

- Não fique preocupada, só vim aqui a mando de meus pais, Eros e Psiquê.

- Então você é Hedonê, a filha de Eros?

- Sim, exatamente, neta de Afrodite, Filha de Eros e Psiquê, muito prazer, sou Hedonê, a deusa do prazer e da Luxúria!

- Mas por que seus pais te mandaram aqui?

- Porque aqueles dois são muito distraídos! Te ajudaram dando a oportunidade de “conhecer” todos os seus pretendentes, mas esqueceram de te dar energia suficiente para isso.

- Como assim energia?

- Minha querida! Você só saiu com dois dos doze e já transou com os dois! Nesse ritmo, no décimo terceiro dia você não consegue nem andar, garota!

- Como você sabe que eu tive intimidade com os dois? Vocês estão me vigiando? – Pergunta Shina envergonhada.

- Eu sou a deusa do prazer, minha linda! Eu vejo todos os humanos em seus momentos de prazer e, por isso, fiquei preocupada com você! Considerando que todos esses doze Cavaleiros que servem a tia Athena são muito bem dotados, não sei se isso é algum critério de seleção para ser cavaleiro, mas enfim, a não ser que você tenha sua região íntima feita de algum material muito resistente, você não vai dar conta de desfrutar dos prazeres da carne com esses homens maravilhosos! Nem eu, que sou a deusa do prazer, não conseguiria andar quando chegasse no sétimo!

- Mas eu não sou obrigada a ter intimidade com todos!

- Não é, mas seria uma idiota se não desfrutasse deles! Essa oportunidade que você está tendo, muitas mulheres daqui gostariam de ter! São doze homens incríveis atrás de você, querida! Já que você só pode escolher um, então tem que ver se te agrada em tudo.

Shina abaixa a cabeça envergonhada.

- Não fique com vergonha, Shina. Estamos falando de um assunto muito natural entre adultos. Sexo faz parte da vida, e é muito bom! Eu não sei como a Tia Athena consegue se manter virgem no meio de tantos homens e mulheres maravilhosos ao redor dela!

- Você é bem direta, não, Hedonê?

- Sou, por que não seria? A vida é tão curta para perder tempo, apesar que sou imortal, mas, enfim, eu só me preocupei com sua saúde. Trouxe isso para você, são romãs nascidas nos jardins do Olimpo. Tem um toque especial meu, coma uma por dia e estará com seu corpo restaurado.

- Obrigada, mas, por que está me ajudando?

- A história de amor de meus pais é uma das mais belas da mitologia, eles são a união da alma e da carne, com minha mãe representando os sentimentos e meu pai os prazeres da carne. Se eles quiseram te ajudar, é porque você também merece viver uma linda história de amor. Se meus pais não tivessem recebido ajuda, eu nem existiria, então, quando me falaram sobre você, logo quis vir ajudar. Estou torcendo para que você encontre alguém digno do seu coração, você é uma boa mulher.

- Obrigada, Hedonê. – respondeu Shina com um doce sorriso de gratidão

- Só mais uma coisa, não sei se meus pais te avisaram. Você está juntando lindas lembranças com cada um, eles não lembram do que aconteceu, mas você lembra, porém, quando você fizer sua escolha, você ficará apenas com a lembrança partilhada com o homem que você escolheu.

- Então esquecerei tudo que vivi com cada um? Mas por que? Estão sendo momentos tão lindos!

- Justamente por isso, são muito lindos e preciosos, por isso podem mexer com seus sentimentos depois que você fizer sua escolha, então, por isso, é melhor que você guarde consigo apenas a lembrança do dia que passou com o homem que você escolheu. Isso é ruim?

- Entendo, não é ruim, o motivo é bom, mas eu gostaria de guardar comigo a lembrança de cada um, mas vocês tem razão, não se pode abalar os sentimentos. Realmente, ficaria abalada ao ver cada um deles. Até agora só estive com Mú e Aldebaran, e conheci um lado deles que nunca imaginei existir. São pessoas maravilhosas.

- Muito bem, Shina! Ah, mais uma coisa, essas romãs, além de restaurar seu vigor, são afrodisíacas, e nas primeiras três horas do primeiro dia que você as come o efeito é bem forte, então você vai ficar cheia de fogo na periquita hoje de manhã!

- O que? Mais! – Respondeu Shina envergonhada e Hedonê cai na gargalhada

- Sim, hoje você vai subir pelas paredes. Mas a tarde já fica próximo da normalidade. Vou indo, Shina de Ofiúco! Boa sorte com seu encontro de hoje!

Hedonê então simplesmente desaparece. Shina come a romã, como a Deusa ordenou, e sente mesmo muito desejo, o que vai obrigá-la a ter que se controlar para não atacar o primeiro cavaleiro de ouro que aparecer. Ela então vai tomar um banho frio para acalmar seus ânimos, se veste, coloca a armadura e segue para a arena de treinamento, porém, um mensageiro a procura e pede para ela se dirigir à casa do grande mestre, e ela segue a ordem. Quando ela chega lá, vê todos os cavaleiros de ouro reunidos, seu corpo queimava de ver todos aqueles homens juntos, mas ela se controlou. A ajuda de Hedonê serviu com uma forma de Shina trabalhar seu auto-controle. Shina se ajoelha e ouve as ordens do Mestre.

- Shina de Ofiuco, temos um problema em um vilarejo não muito distante do santuário e precisamos de você. Uma criatura está atacando moradores do Vilarejo, acreditamos que seja um Basilisco.

- Um Basilisco! Mas como?

- Também não sabemos, Shina. Não sei se essa criatura aparecer seja o presságio de algum novo inimigo a caminho ou se simplesmente ela se perdeu e apareceu por esse vilarejo, mas, independentemente do motivo, essa criatura precisa ser eliminada, pois está colocando em risco a vida das pessoas que residem ali. Como você tem uma ligação especial com a constelação de Serpentário, acreditamos que será útil nessa missão. Mandarei um dos cavaleiros de ouro junto com você.

- Quero ir nessa missão, Mestre, se o Senhor permitir. – Se prontificou Saga de Gêmeos

- Tem preferência por algum outro Cavaleiro, Shina?

- Não, Mestre, Saga é muito forte e seus poderes extradimensionais podem ser úteis nessa tarefa. Sem nenhuma objeção.

- Muito bem, então, Saga, acompanhe Shina nessa Missão, e levem quantas pessoas acharem necessário. Os demais, todos podem voltar a guardar suas casas. Shina e Saga, partam imediatamente.

Shina e Saga então partem para a missão, somente os dois, a pedido de Saga, que achou desnecessário arriscar a vida de mais pessoas por conta de um basilisco. O Vilarejo ficava apenas umas duas horas de caminhada do santuário, era estranho uma criatura tão perigosa aparecer tão próximo. Como Shina ainda estava com os hormônios a flor da pele por conta da Romã dada por Hedonê, não parava de imaginar Saga nu, então, depois de alguns minutos caminhando em silêncio, Shina tenta puxar assunto com o geminiano para tentar não pensar naquele espetáculo de homem sem roupa, como já viu acidentalmente várias vezes, pois Saga adora andar nu pela casa de gêmeos.

- Saga, por que você se ofereceu para vir?

- Minha presença te incomoda, Shina? – Perguntou ele olhando sério para a Amazona.

- Não, só achei interessante você se oferecer para uma tarefa que, para um cavaleiro como você, deve ser fácil demais.

- Desde que Athena nos ressuscitou e estamos vivendo esse período de paz, tenho ficado entediado. Por isso me ofereci para vir, até caçar um Basilisco me interessa.

- Entendi. Realmente, não há tantas missões mais desde que Hades foi derrotado.

- Temos que aproveitar esse período de paz para nos preparar e nos fortalecermos para uma nova batalha, caso necessário.

A voz de Saga era muito máscula, Shina estava com os hormônios tão aflorados que estava quase tendo um orgasmo só de ouvir a voz de Saga.

- (Vou matar aquela deusa Hedonê) – Pensou a Amazona.

Eles passam perto de um pequeno lago cristalino. Shina, não aguentando mais o calor do corpo, corre na direção do lago sem pensar, tira sua roupa e pula no lago. Saga vai atrás da Amazona sem entender o que aconteceu e se depara com a Amazona nadando nua no lago, usando apenas sua máscara.

- Shina, o que você está fazendo?

- Desculpe Saga, não posso explicar, mas eu precisava entrar nessa água! Pode parar de olhar, por favor? Cinco minutos e já estarei com você.

Saga, apesar de não entender nada, sai do local com rosto corado e contrariado, pois não conseguia entender porque Shina, com uma missão a cumprir, para no caminho para mergulhar no lago. Assim como a Amazona disse, cinco minutos depois, ela já estava vestida e seguindo ao lado dele. Ele não ousou mais perguntar o que houve, mas ficou observando discretamente as curvas da Amazona usando roupa molhada. Então eles chegam ao vilarejo e conversam com as pessoas sobre o que tem acontecido. Alguns moradores relataram ter visto o Basilisco em uma caverna ali próximo, então Shina e Saga se dirigiram até lá.

- Saga, sinto a presença de uma Serpente enorme aqui. O Basilisco está por perto.

- Interessante essa sua ligação com as serpentes, Shina. São animais tão peçonhentos e perigosos, não combinam com você, apesar de sua constelação protetora.

- Serpentes são criaturas mal compreendidas, Saga. Não sei no caso do Basilisco, nunca tive contato com um, mas cobras só atacam para se alimentar ou se defender, diferente das pessoas, que as vezes atacam só pelo prazer de matar um inocente.

- Tem razão, são apenas animais, agem por instinto. Está conseguindo sentir algo?

- Tesão.

- O que?

- Pressão, eu disse pressão. A pressão em cima da terra deixou rastro, isso pode significar a presença do Basilisco. – Tentou disfarçar Shina para que Saga não tivesse certeza do que a ouviu falar.

- Como essa criatura pode ter vindo parar aqui?

- Não faço idéia, mas vamos entrar na caverna, a criatura está lá dentro.

Ambos adentram a Caverna, que estava cada vez mais escura, até que percebem uma movimentação no solo, e quando olham para o lado, vêem olhos brilhantes como fogo observando-os e a criatura dá um bote nos dois, então Shina empurra Saga e ambos desviam do golpe da Criatura.

- Obrigada, Shina!

- Não foi nada, Saga! Tome cuidado, os olhos dele são venenosos. Basta um olhar e você pode ser envenenado pelo Basilisco.

- Obrigada por avisar, mas não creio que seja difícil matar essa criatura.

Ambos então correm e tentam certar a criatura, que tinha uma certa vantagem por estar em um ambiente escuro. A criatura não emitia cosmo, então apenas Shina conseguia localizá-la devido a sua ligação com serpentes, mas Saga, mesmo sendo poderoso, não podia ver a criatura e não podia olhar nos olhos dela, que são o único ponto visível. De repente, a criatura vai violentamente para cima de Saga que acaba olhando nos olhos da grande serpente e sendo envenenado.

- SAGA!

- Não se preocupe comigo, Shina, continue atancando, e se esquive de meu Ataque. EXPLOSÃO GALÁCTICA!

Shina desvia da explosão Galactica de Saga, mas o ataque atinge a criatura, que foge e Shina vai atrás dela, até cerca-la, então Shina começa a atacar a criatura, mas antes que ela a abatesse, é impedida por Saga, que segura Shina.

- Saga, me solte, eu estava prestes a matar o Basilisco! Por que está me prendendo?

- Não se preocupe, Shina, não estou traindo o Santuário de novo, se é isso que está pensando. Apenas descobri porque o Basilisico está nervoso e não acho que essa criatura mereça morrer.

- Do que está falando? Venha comigo, e deixe ela nos seguir!

- Porque chamou no feminino? Como sabe que é femea?

Saga então leva Shina no local aonde ele havia caído com o ataque do Basilisco, e percebe que havia um buraco  e lá dentro havia dois filhotes de Basilisco e próximo ao buraco um tipo de portal.

- Acredito que ela vá embora se tirarmos os filhotes dela daí. Ela estava tentando alimentar e cuidar dos filhotes que estão presos.

O grande basilisco segue Shina e Saga e os vê próximos a seus filhotes, então Saga puxa Shina e ambos caem dentro do buraco aonde os filhotes estavam presos. Havia ossos de animais e de pessoas ali.

- Como imaginei, ela estava alimentando os filhotes. Mas eles são pequenos, ela matava e esquartejava as presas para os filhotes cometem. Pegue um dos filhotes, Shina.

Então Shina pega um dos filhotes de Basilisco e Saga pega o outro e se teleporta do buraco usando seu ataque outra dimensão. Então eles reaparecem perto da Grande Cobra, que fica encarando os dois humanos com seus filhotes, sem reação, com medo de que os machucassem, então Saga caminha devagar, se aproximando do Basilisco, e liberta o filhote no chão, e Shina faz o mesmo, o grande monstro observa os humanos e vê que eles não querem fazer mal aos seus filhotes. De repente, Saga começa a ter vertigens, o efeito do veneno do basilisco estava começando a fazer efeito. O grande Basilisco então se aproxima dos dois e solta um de seus dentes ao chão, próximo a eles, e coloca sua cabeça perto de Saga, como se quisesse levantá-lo. Saga passa a mão no grande monstro e fala:

- Obrigada, te entendo, grande criatura. Pode retornar para sua terra, ninguém vai incomodar você ou seus filhotes.

O grande monstro então passa pelo portal junto com seus filhotes. Shina pega o dente que o Basilisco soltou e prepara um Antídoto para Saga, pois a cura do veneno do Basilisco está em suas presas. Então ela medica Saga, e este, assim que se sente melhor, usa seu poder e fecha aquele portal por onde o Basilisco passou. Shina cuida de Saga por um tempo até ele se recuperar e, enquanto isso, conversam.

- Saga, por que você se preocupou em salvar o Basilisco, teria sido mais fácil matar ela e os filhotes.

- Não acho que um ser que é capaz de arriscar a vida para proteger quem ama deva morrer. Nem sempre alguém segue o caminho do mal porque quer, mas porque simplesmente aconteceu.

Shina então entende que Saga se identificou com a criatura, pois ele também uma vez seguiu caminhos errados, mas hoje mostra que é uma pessoa boa, com coração tão nobre que foi capaz de poupar a vida de monstros como basilicos. Os erros cometidos por Saga serviram para torna-lo uma pessoa muito melhor do que era antes.

- Sabe, Shina, aproveitando que estou aqui com você, posso te confessar uma coisa?

- O que, Saga?

- Eu me ofereci para a Missão porque queria passar um tempo com você. Me apressei antes que alguém mais fizesse isso.

- Como assim? Por que queria passar tempo comigo?

- Porque você me atrai, Shina de Ofiúco, e estou louco por você! Sempre te amei em segredo, e quero que você seja minha hoje.

Saga então agarra Shina, levanta a mascara da Amazona e a beija ardentemente. A Amazona, que já estava muito atraída pelo Cavaleiro de Gêmeos, corresponde ao Beiijo e começa a tirar a roupa de Saga, que faz o mesmo com a roupa da Amazona e começa a passar suas mãos em todas as curvas do Corpo de Shina. Eles estavam em uma parte mais clara da caverna, então era possível enxergar os corpos um do outro. Saga pega Shina em seu colo, com ela agarrando a cintura dele com suas pernas, então ele começa a beijar o tórax dela e a beijar e lamber os seios de Shina, que agarrava os longos cabelos de Saga e gemia quando Saga começou a sugar seus seios.

- Já passou o efeito do veneno do Basilisco, Saga?

- A cura para o veneno é você, Shina! Que sonho ter você nos meus braços!

Saga então apoia as costas de Shina na parede, ela se firma, então ele segura as coxas dela, e ele se encaixa nela e a penetra, e faz movimentos de ir e vir pressionando o corpo de Shina na parede da Caverna. A Amazona gemia de prazer, abraça seu Cavaleiro e arranhava as costas de Saga até sangrar um pouco.

- Shina, você é muito mais gostosa do que eu pensei! Ahhhhnnnn Que mulher deliciosa você é!

- Mais rápido, Saga, penetra com força, estou louca por você! Sou toda sua, cavaleiro de gêmeos!

Saga então faz movimentos mais fortes e mais rápidos para agradar sua parceira, sempre enchendo ela de carinhos e sussurrando em seu ouvido as declarações de amor que estavam a muito tempo guardadas. Eles fizeram amor até transbordarem de prazer e ficaram ali um tempo contemplando as Estrelas que se mostravam na entrada da Caverna e a luz da Lua iluminava o casal como se abençoasse os dois.

- Shina.

- Sim, Saga?

- Serei eternamente seu se você quiser! Mesmo que você não corresponda, não queira nada sério comigo, quero que saiba disso. Você é a dona de meu coração.

- Você é maravilhoso, Saga! É uma honra ouvir isso de você.

Então eles se vestem e retornam ao Santuário. Saga deixa Shina em sua casa, mas antes que o Cavaleiro partisse, ela o puxa para dentro, o joga na cama, e ambos passam a noite fazendo amor, até caírem no sono nos braços um do outro. De madrugada, pouco antes do amanhecer, Saga volta a casa de Gêmeos, deixando sua amada dormindo á espera do novo dia que se iniciará.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...