História Quem vai segurar Do Kyungsoo? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Chansoo, Kaibaek, Outra Doidera, Reino Chansoo
Visualizações 209
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOOOOOOOOLTEEEEEEEEEI

não sei se lembram, mas antes o nome do cap era "feto" kjnkjnsd enfim, agora está tomando um ruminho melhor, mas se alguém ainda se incomodar, é só dizer que eu corrigo!!

Capítulo 1 - Bebê


 

Há duas semanas, mais ou menos, eu vinha sentindo uns enjoos estranhos, até tomei remédio para gripe, achando que seria um resfriado. Eu fico meio enjoado quando estou resfriado, ok?

 

Até aí, tudo bem. Mas o problema foi quando eu comecei a vomitar, então, putz… Tinha algo muito errado.

 

Eu um dia desses, aproveitei que Chanyeol estava no trabalho, e comprei exames de farmácia. Fiz de boas, com convicção que não aconteceria nada, se fosse para alguém engravidar, esse alguém não poderia ser eu.

 

Comprei quatro, corri pra casa e fiz tudo direitinho, o resultado: Três positivos, e um negativo.

 

Não sabia se ficava triste ou alegre.

 

Mas aí, no domingo, vomitei novamente e deixei o Yoda preocupado. Tomei um banho depois daquilo, e peguei um exame dentro do armário, eu havia comprado para testar em Chanyeol… Enfim, deu positivo novamente.

 

— Você furou aquela merda, isso é a sua cara! — acusei, não querendo acreditar na situação. Chanyeol estava vermelho, acredito que em parte, seja vermelhidão de felicidade, se é que é possível.

 

— E-eu?

 

— Não, minha avó — peguei a toalha pendurada no negócio lá de pendurar toalhas, vocês sabem… — Tenho certeza que você fez isso!

 

— Eu juro que não furei nada, eu nunca faria algo assim!

 

— Então… — minha fala se findou quando a ficha caiu, eu realmente estava esperando um bebê.

 

(...)

 

— Parabéns, é uma gestação de quase seis semanas! — o médico confirmou sorrindo.

 

— Ah, obrigado, doutor! — Chanyeol estava todo sorridente. — Amor, sorria, é a nossa criança!

 

— Eu preferia que ela estivesse em você! — me levantei da maca, vesti meu casaco e saí do quarto. — Não venha atrás de mim, vou pra casa do Baek!

 

— Mas, Soo… — o olhei, ele fazia bico, é um crianção mesmo. — Você está muito zangado comigo?

 

— Por que eu estaria? Só quero esvaziar um pouco a mente — falei. — Me espera em casa...

 

(...)

 

— AAAAAAAAAAAAA somos a dupla de prenhos! — Baekhyun é um viado escandaloso, pense.

 

— Amor, não pule, vai machucar o bebê! — olhei com nojo para Jongin, não mereço essas frescuras!

 

— Jongin, deixa de besteira, o bebê também está feliz com o papai, né, neném? — Baekhyun tocou a barriga e fez aquela voz fininha.

 

— Kyung, não sei porque faz essa cara… — Jongin disse rindo. — Quero ver daqui à algumas semanas, quando estiver mais acostumado, vai estar falando igual ao Hyunnie…

 

Revirei os olhos. Eu vim aqui para falar com meu melhor amigo, mas ao invés disso, tenho que ficar vendo ele em cima do marido trocando beijinhos nada castos.

 

— Baekhyun, querido, amor da minha vida, você tem que me dar atenção! — falei sério, ele riu.

 

— Do que precisa, Soo? — perguntou antes de morder os lábios de Jongin, olha não sou obrigado a ver essas pornografias não!

 

— Como eu vou lidar com isso? Quem estava fazendo curso para aprender a ser grávido era o Park, e não eu! — ele me olhou incrédulo.

 

— Chanyeol fez curso para aprender a ser o pai grávido? — perguntou, confirmei. — Meu Jesus… Ok, Soo, vamos lá!

 

— Não assuste ele, Bae… — Jongin suspirou.

 

— Tudo bem… — O Byun me sorriu cheio de malícia. — Primeiro, você vai ficar, extremamente, sensível! Tudo será exagerado, raiva, tristeza, tesão…

 

— Tesão?

 

— Hormônios a flor da pele, Kyung! — Jongin respondeu rindo. — Vai querer estar com o Chan o tempo todo…

 

— Ai, ai… — suspirei. — Qual a parte boa nisso?

 

— Bom, você tem que fazer o pré-natal…

 

— Natal é no fim do ano, Baekhyun, estamos em abril… — revirei os olhos. Os dois se encaram e riram.

 

— Depois pergunte ao Chanyeol, ele vai saber responder melhor. Enfim, você vai saber mais sobre o bebê, e vai se apaixonar por ele… — Baekhyun sorriu tocando a barriga, que já estava grandinha.

 

— E, então, vai dar mais atenção pro bebê, e vai acabar esquecendo o Chanyeol… — Jongin disse, me pareceu uma indireta, já que Baekhyun revirou os olhos.

 

— Okay, Soo, se precisar de alguma coisa, procura a solução no google! — se levantou e começou a me empurrar pra fora da casa. — Coma o que tiver vontade, inclusive o Yoda, beijos e tchau!

 

Eita, educação mandou lembranças, amigo…

 

Eu: Yoda, vem me buscar, tô no BurgerKing!

 

Cuzão: Estou indo, amor <3

 

Eu: Chan, o que porra é pré-natal?

 

Cuzão: É acompanhamento médico dedicado para gestantes, amor.

 

Eu: Eu vou ter que fazer isso?

 

CuzãoQueMeAma: Claro, temos que cuidar do nosso bebê!

 

Eu: Entendi!

 


Notas Finais


bai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...