História Quer dormi lá em casa? - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amigo, Gay, Melhor Amigo
Exibições 26
Palavras 434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Domingo esta quase no fim


Fanfic / Fanfiction Quer dormi lá em casa? - Capítulo 10 - Domingo esta quase no fim

<<Domingo, noite, casa de Classios>>

Classios desligou o celular de seu novo hospede, deu-lhe um bom banho e medicamento, o colocou para dormi em sua própria cama, apagou as luzes da casa, e voltou para dormi. A luz que entrava pela janela era o suficiente para que pudesse fitar Lucas:

Classios: - Seu rosto é tão calmo, me sinto feliz por você esta aqui. – tocou a face do adormecido com sutileza, a febre havia cedido.

Classios: - Boa noite Anjo. – beijou a testa dele.

Horas se passaram, classios se mexia bruscamente, transpirava, segurava os lenções com força. Em seu sonho revia a memória de quando foi esfaqueado na prisão por seu companheiro que não pretendia dividir a sela, nas duas ocasiões estava dormindo, porem agora não conseguia acordar ou gritar, a dor aumentava cada vez mais, momentos eternos no pesadelo equivaliam a segundos no mundo real...

Lucas: - Ei...onde estou? – disse ainda confuso... - Acorda! Ei acorda! – Empurrou o que dormia para fora da cama, finalmente seu anfitrião havia despertado, assustado conferiu a propria barriga a procura de sangue. Lucas estava com raiva por estar pelado dormindo na mesma cama que um estranho.

Classios: Ei calma, eu não tive culpa você desmaiou sozinho! – Tentava se defender dos socos. Finalmente conseguiu segurar os pulsos do impaciente e abraça-lo sem machuca-lo ou permiti que fosse agressivo.

Lucas: - Me larga seu pervertido! Eu vou gritar!

Classsios: - Eu não fiz nada enquanto estava dormindo, te dei remédios para que a febre abaixasse! Calma ok? Se eu destampar sua boca promete que não vai gritar? – Assentiu com a cabeça de modo afirmativo, mas bastou soltar sua boca para que ele tentasse chamar a atenção dos vizinhos. Sem permitir isso, Classios o beijou até que ele ficasse sem folego e com o membro visivelmente ereto.

Classios: eu sei que parece confuso, mas não te trouce para machucar. Eu gosto de você! No início tive raiva, por ser tão próximo de meu irmão, faze-lo sorrir tão facilmente, mas depois eu percebi que não conseguiria ficar longe de você, precisava descobrir quem era, se era gay e conquista-lo.

O coração de Lucas pulsou mais forte, não podia negar ao corpo que se sentia excitado estando tão perto daquele homem.

Lucas pensou: - Ele é um assassino. Mas mesmo assim não sinto medo, será que estou ficando louco? – teve seu corpo jogado na cama, classios tomou o controle da situação, fez Lucas sentir seu corpo esquentar a cada toque, beijou as pernas do branquelo, subiu aos poucos tirando gemidos que se intensificaram aos poucos, Classios havia aprendido muitas coisas na prisão.


Notas Finais


Sempre usem camisinhas!!! bjs ate o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...