História Quer namorar comigo? - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Tags Drama, Romance, Taeny
Exibições 323
Palavras 5.615
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá <3

Capítulo 53 - Capítulo 53: Quer Namorar Comigo?


Sábado foi o dia combinado para Tiffany e Taeyeon passarem o tempo inteiro juntas aproveitando apenas a companhia uma da outra. A loira estava tão ansiosa na sexta-feira que fitava o relógio do computador de sua mesa de minuto em minutos contando até os segundos. No fim do dia teria algumas coisas para comprar, não queria nenhum imprevisto de última hora quando estivesse com a castanha.

Mas também, sua mesa estava repleta de relatórios para fazer e isso a estava deixando extremamente cansada, torcia para conseguir terminar tudo até a hora de ir embora, não queria precisar ficar fazendo hora.

Suspira e uma batida leve na porta a faz erguer o olhar na direção.

- Entre! – pede de modo alto para que a pessoa do outro lado pudesse lhe ouvir.

- Tae? – é Joeyon, a loira sorri e resolve deixar o trabalho um pouco de lado, dando atenção ao pai. – Como você está querida? – abraça a pequena e beija seus cabelos.

- Hm – ela resmunga e aponta com o braço para a mesa ainda sem tirar o rosto do peito do pai. O Sr. Kim ri da atitude manhosa da filha.

- Precisa de ajuda? – oferece. – Posso pedir para Hyo vir lhe ajudar! – a loira se afasta do pai e suspira mais uma vez.

- A Hyo está ajudando Victória, não quero ser um estorvo ou dar mais trabalho para minha irmã! – dá de ombros, volta para a mesa e o pai se acomoda a sua frente. – Pai, eu preciso de sua ajuda! – murmura. Joeyon já começa a pegar as pilhas de papeis e Taeyeon ri segurando a mão do mais velho. – Não pai, é outro assunto! – escorra-se para trás na cadeira e aperta os lábios.

- Se precisar fugir com Tiffany, o meu carro está na garagem lá em baixo! – brinca arrancando uma risada de ajumma da filha.

- Hahaha não vou negar que seria uma ótima ideia, mas infelizmente na nossa última tentativa, nevou e Mi-Young ficou doente! – lembra.

- Tentar fugir no inverno dá nisso querida! – se inclina afagando a mão da loira. – Então o que seria? – volta a seriedade.

- Hm. Essa semana eu fui até a casa dos Hwang pedir a mão de Tiffany em namoro para os pais! – explica e vê os olhos do pai crescer de surpresa por sua atitude. – Eu sei que é brega, mas ela vai gostar sendo que está negando por tanto tempo o meu pedido, que resolvi tomar essa atitude meio drástica! – além do combinado sobre as cores dos cabelos, mas isso o Kim não precisava saber.

- Sua mãe e irmãs vão achar fofo! – faz expressão pensativa. – Claro que Yoona e Hyoyeon não vão perder a oportunidade de zoar com a sua cara! – ri.

- Pai! – joga nele a bolinha de papel que tinha feito enquanto explicava. – Enfim, justamente por isso eu quero a sua ajuda! – limpa a garganta de um jeito nervoso. – Eu quero comprar um anel de namoro. Tipo aqueles de compromisso sério que são só a aliança sem muito enfeite, talvez escrever algo dentro, sei lá! Eu só preciso de sua ajuda para compra-lo!

- E por que não pede ajuda para sua mãe? Não desdenhando o seu pedido feito para mim, estou feliz pela confiança. Mas eu sou um homem, não sei escolher essas coisas!

- Hm! – Taeyeon infla as bochechas de um jeito fofo e depois solta o ar de vagar. – Mamãe está ajudando Tiffany com os preparativos do aniversário de Mi-Young. Você sabe que ela não vai aguentar guardar segredo, ainda mais para Tiffany!

- Tem razão! – ri. – Mas ainda acho que você devia ir comprar o anel, assim vai poder escolher o que mais lhe agradou e lembra a história de vocês duas!

- Tem razão! – repete e faz bico com os lábios. – Obrigada pai! – sorri agradecida.

- Precisa de ajuda com algo? – oferece pegando uma pilha de papeis a sua frente novamente.

- Eu agradeceria muito! – sorri amarelo.

(...)

Infelizmente a loira teve que levar grande parte do trabalho ainda para o apartamento, mas não deixou de ir comprar o que era necessário para o dia com Tiffany, ao chegar apenas trocou de roupa por algo confortável do tipo moletom, preparou macarrão instantâneo e já se instalou no tapete da sala cercada de papeis por todos os lados.

Tinha sorte que hoje Tiffany iria com Haeyeon ver da decoração para o aniversário de Mi-Young que seria dali um mês, então não precisava se preocupar da castanha aparecer por ai, estava sentindo muita falta da futura namorada, e adoraria uma surpresa dessas, mas queria mesmo terminar todos aqueles trabalhos de uma vez.

Quando sua barriga ronca mais uma vez de fome, Taeyeon se dá de conta de como já estava tarde, olha o celular e tinha uma mensagem de Tiffany enviada duas horas atrás, já era quase uma hora da madrugada.

 

“Boo como foi seu dia? Sinto sua falta. Chu ~ “

 

Sorri toda boba e resolve responder antes de ir procurar alguma coisa para comer, e Tiffany devia estar preocupada.

 

“Desculpe não ter respondido antes Fany-ah. Argh meu dia foi tão cansativo, amanhã quero muitos beijinhos pra compensar! ”

“Como foi o seu? Chu ~ “

 

Está terminando de cortar algumas frutas para uma salada quando ouve o celular no sofá da sala começar a tocar, limpa as mãos numa toalha e segue correndo até o mesmo. É uma ligação de Tiffany.

- Boo! – atende à ligação voltando para a cozinha. – É muita saudade? – brinca.

- Está tarde Tae, por que ainda não foi dormir? – questiona com sua voz sonolenta.

- Eu tive que trazer trabalho pra casa. – suspira. – E você parecia já estar dormindo!

- Sim, mas o som de chegada de mensagem me acordou! – murmura. – Vá dormir e amanhã eu te ajudo com o que for necessário!

- Amanhã é o nosso dia e vamos aproveita-lo namorando muito, não quero desperdiçar com trabalho! – faz careta, mesmo a castanha não podendo vê-la.

- Kim Taeyeon, nós vamos ter uma vida inteira para aproveitar uma com a outra, perder um dia lhe ajudando com o trabalho não vai ser nada! – a loira quase derrete tamanha fofura.

- Então você vai aceitar logo meu pedido? – joga.

- Eu não falei isso! – brinca. – Mas é sério Boo, eu posso te ajudar, apenas vá dormir!

- Não quero te sobrecarregar com coisas minhas! Além do mais, faz quase duas semanas que não transamos! – sorri pois sabe que Tiffany está vermelha agora.

- Yah Taeyeon! – esbraveja. – Até parece que íamos passar o dia inteiro numa cama! – ri. – Não somos coelhos!

- Não existe só a cama, podemos variar, existe o sofá, o tapete, a mesa novamente! – escora-se no balcão da cozinha olhando para a caixa no canto da sala contendo a surpresa para a castanha.

- Vá dormir agora! Não é um pedido, é uma ordem Taeyeon! – sua voz volta a ser séria. – E amanhã eu te ajudo, por favor amor, não quero que fique doente! – faz voz manhosa.

- Okay. Estou cansada mesmo! – suspira olhando para o monte de papeis na sua sala. – Só vou terminar o meu lanche da madrugada. Boa noite Fany-ah!

- Não coma algo pesado. Boa noite Boo!

(...)

Quando Taeyeon disse que tinha trabalho, realmente não estava mentindo. Tiffany chegou pela manhã e encontrou a loira sentada no tapete da sala e a mesinha de centro a sua frente repleta de papeis.

- Fany! – ela leva um susto por não ter percebido a porta do apartamento sendo aberta, estava tão concentrada no que fazia. Começa a juntas os papeis na intenção de dar atenção a castanha. Tiffany deixa a bolsa no sofá e se inclina o suficiente para deixar um selinho nos lábios dela.

- Você já comeu? – olha para a cozinha procurando alguma louça suja sobre a pia. Taeyeon faz sinal negativo e Tiffany finge de brava. – Fique ai que vou preparar algo para nós então!

- Obrigada! – sorri e volta a atenção para as coisas.

Taeyeon escuta os barulhos dos movimentos de Tiffany na cozinha e quando o cheirinho gostoso de café invade o apartamento inteiro seu estomago ronca. Deixa o papel que está lendo de lado tirando os óculos e esfregando os olhos cansados. Levanta e segue para a cozinha afim de comer e conversar com a castanha.

- Ei! – Tiffany sorri – Nem precisei lhe chamar! – coloca a cafeteira na mesa e vira-se de volta para a pia. Taeyeon pega as xicaras servindo a bebida para ambas.

- Vim guiada pelo cheiro maravilhoso! – beberica do café e a castanha senta ao seu lado.

- Eu sei que minha comida é maravilhosa! – joga os cabelos de um jeito convencido o que faz a loira rir.

- Eu não estava falando exatamente da comida! – aproxima sua cadeira para mais perto de Tiffany a abraçando e cheirando seu pescoço.

- O que exatamente aconteceu para de repente, você ter tanto trabalho assim? – começam a se servir depois que Taeyeon se afasta voltando para sua cadeira.

- Uma das cedes está com um pequeno problema. Ainda bem que estou conseguindo ver tudo daqui, ou teria que fazer uma pequena viagem! – faz careta. – Mas não é nada de muito preocupante, estou apenas refazendo algumas contas do livro caixa. – morde sua torrada.

- Vou lhe ajudar depois! – insiste – E não adianta dizer não, podemos aproveitar juntas mais tarde!

- Então apenas quero que separe os relatórios conforme os anos! Isso já vai ser de grande ajuda! – é premiada com um grande sorriso. – Com que Mi-Young ficou? – muda de assunto.

- Ontem as garotas disseram que alugariam alguns filmes para passar o fim de semana! – tinha contado toda a história da chegada repentina de Krystal. – Seohyun está feliz com a chegada da amiga, e a Kys está feliz com a Seo e pela Mushroom!

- Você contou a Krystal que vamos viajar no fim do ano pros Estados Unidos? – lembra.

- Não, mas acho que de qualquer jeito ela vai querer ir junto! – suspira e olha para o prato de Taeyeon já vazio. – Terminou? – ela assente. – Vou lavar a louça e já vou lá com você! – sela seus lábios no que era para ser apenas um selinho, mas Taeyeon ergue a mão colocando na nuca de Tiffany e a segurando perto de si.

Tiffany suga o lábio inferior da loira tendo passagem para sua língua entrar na boca da mesma e aprofundarem o beijo, se ajeita na cadeira de modo a ficar de frente para Taeyeon e apoiando a mão na coxa dela se inclina para mais perto deixando o beijo mais fácil. Quando ficam sem ar se separam e sorriem.

- Amo você, e amo o fato de você está aqui comigo agora! – Taeyeon murmura e suspira.

- Eu amo você, e amo poder estar aqui com você agora, apesar de ter bastante trabalho nos esperando na sala, ainda vou estar ao seu lado!

- Assim vou ficar ainda mais apaixonada! – ri e lhe dá um selinho rápido.

- Me espere na sala então! – levanta começando a tirar as coisas da mesa, mas Taeyeon fica ainda alguns minutos lá sentada apenas observando a castanha, se sentia tão feliz não apenas por ela estar ali consigo, mas por ter o amor verdadeiro de Tiffany e de ser o amor verdadeiro da castanha, apesar da turbulência no relacionamento de ambas, se amavam o suficiente para passar por isso e começar de novo.

Era uma mulher de sorte por ter encontrado Tiffany um ano atrás.

(...)

Era meio da tarde quando Tiffany terminou de separar todos os papeis e colocado em pastas de seus respectivos anos, Taeyeon já tinha analisado mais da metade dos livros caixa e feitos vários relatórios, estava feliz por estar quase terminando e por ter contato com ajuda.

Com a intenção de não atrapalhar a concentração da loira, Tiffany senta-se no sofá com algumas folhas em mãos e começa a rabiscar nelas, tinham combinado que iriam jantar num restaurante como recompensa pelo esforço e dedicação, então apenas fica ali escrevendo palavras e frases aleatórias no papel, usando o celular para fazer algumas traduções em alguma língua que não sabia, até que uma ideia lhe surge na cabeça.

- Tae? – a loira tira a atenção do papel que tem na mão olhando para si. – Você conhece algum tatuador?

- Tem um na cidade! – franze a testa. – Por que disso agora Tiffany? – a castanha volta a sentar no tapete ao lado dela e mostra o papel com as frases e palavras apontado para uma em especial.

- Eu quero fazer essa! – mostra. – Aqui! – aponta para o corpo.

Toujours Belle – tenta ler – O que significa?

- Mi-Young em francês! – bate palma animada. A expressão de Taeyeon continua confusa. – Meu nome coreano, só que em francês! – bate no braço da loira – Pra ficar mais bonitinho! – faz bico e a expressão da outra suaviza finalmente entendendo.

- Ah! E como fica serenidade? – pede, Tiffany pega o celular e pesquisa lhe mostrando, a loira faz careta. – Não gostei, é muito acento pra pouca gente! – aponta para si mesma – E em inglês?

Serenity – pronuncia enquanto escreve num canto do seu papel. – Gostei mais! – Taeyeon concorda. – Vem! – levanta deixando o trabalho de lado e seguindo para o corredor que leva para o quarto.

- Ei, onde vai? – Tiffany segue a loira até entrar no quarto da mesma.

- Combinamos um dia só nosso e até agora não fizemos nada! – começa a procurar algo dentro do roupeiro. – Vamos ir à cidade!

- Não precisa Tae – começa, mas é interrompida quando a loira passa por si com algumas roupas na mão.

- Vamos ao menos fazer uma tatuagem, assim não dizemos que não fizemos nada diferente hoje! – argumenta e faz a castanha rir. – Vou tomar um banho rápido! – sela seus lábios.

Enquanto espera, Tiffany percebe uma grande caixa retangular no canto do quarto, mas como a mesma está embrulhada em papel pardo, não tem como saber do que é e não lembrava de Taeyeon ter mencionado que iria comprar algo novo para o apartamento, não que a loira lhe devesse satisfações do que comprava ou não para a própria casa, o problema mesmo era a sua grande curiosidade.

- Você já sabe o lugar que vai fazer a tatuagem? – leva um pequeno susto por não ter visto a loira voltando.

- Pensei em fazer aqui na costela! – aponta, Taeyeon faz careta.

- Dizem que dói pra caralho! – chacoalha o corpo como se tivesse um arrepio.

- Você pretende fazer onde? – observa a Kim secar os cabelos com a toalha enquanto procura com os olhos por algo pelo quarto.

- Não sei! – dá de ombros. – Talvez no ombro!

- Dói do mesmo jeito! – avisa. Taeyeon senta ao seu lado calçando as botas nos pés, quando pronta, ambas levantam da cama.

Ainda antes de saírem, Taeyeon pega um casaco grosso, luvas e touca pois o dia fora do apartamento está frio demais. Descem até a garagem saindo do prédio de carro e não demoram muito para chegar em frente ao estúdio já na cidade, o carro é estacionado e era apenas atravessar a rua e pronto, Tiffany fica encantada com um cachorrinho branco na vitrina do petshop, então enquanto Taeyeon tranca o carro ela fica olhando o bichinho.

- Olha que fofo, não é amor? – aponta para o pequeno filhote que lhes retribui o olhar quando a loira vai ao seu lado.

- Acho que Mi-Young ficaria feliz em ter um bichinho! – concorda.

- Eu não estava pensando na Mushroom na verdade! – confessa.

- Ah não? – Taeyeon finge surpresa e a castanha faz que não com a cabeça. – Que tal então um cachorrinho pra minha Toujours Belle? Vamos entrar na loja!

- Não Tae, não quero que gaste dinheiro comigo! – nega.

- Você está negando nosso filho? Ele tem sua cara! – brinca apontando para o cachorro. Tiffany ri.

- Mas é fofo igual a omma! – segura o rosto de Taeyeon e beija seus lábios. – Okay, mas eu quero ajudar a pagar! – concorda.

- Nops! Ele já vai morar com você então o maior trabalho será o seu, eu banco a comida e veterinário dele! – sugere, a castanha suspira convencida.

Entram na loja e logo uma moça vem lhes atender, Tiffany pede sobre o cachorrinho com a casinha perto da vitrine e muito sorridente a atendente vai buscar o bichinho que abana o rabinho para elas assim que a castanha estende os braços para pega-lo. Seguem até o balcão para ter todas as informações sobre o cachorro e para efetuar a compra.

O sorriso de Tiffany é tão grande quando saem da loja, que até mesmo Taeyeon não contém o entusiasmo, atravessam a rua agora rumo ao verdadeiro motivo de terem saído do apartamento e ido até a cidade, um sinal avisa quando abrem a porta do estúdio e um homem aparece de uma sala atrás do balcão, trocam algumas palavras explicando o que querem e então são guiadas para a sala atrás do balcão, que no caso é o lugar onde são feitas as tatuagens.

Lhes é dado um catalogo para ser escolhida a caligrafia e depois ele faz no papel mostrando para ambas aprovarem o resultado. Tiffany se voluntária para ser a primeira, então deixa o cachorrinho com Taeyeon, nem passou pela cabeça da castanha levar junto a parte de cima de um biquíni para ficar mais confortável, então quando o tatuador pediu para que ela tirasse a camiseta, a Kim quase desistiu da história de tatuagem.

Taeyeon aproveita o momento para olhar um livro onde tem as fotos de várias tatuagens exóticas que ali foram feitas, acaba por encontrar uma em questão que não acha exótica, mas sim uma coisa fofa de casal e que tinha a cara delas. Se aproxima novamente de Tiffany virando o livro de modo que também pudesse ver.

- Isso te lembra alguma coisa? – aponta, os olhos da Hwang brilham.

- São tão bonitas e delicadas! – olha para Taeyeon – Podemos fazer juntas!

- Ficaria bonito na parte do lateral do dedo! – o tatuador sugere, a castanha acena positivo com a cabeça.

- Ótimo, vamos oficializar nosso LockSmith! – se entusiasma.

- Só não esqueça que eu ainda não aceitei ser sua namorada! – lembra.

- Isso é apenas questão de tempo. Eu sou irresistível e agora temos dois filhos! – ergue o cachorrinho para próximo ao rosto, Tiffany revira os olhos e o tatuador ri.

Olha para o relógio e lembra-se da surpresa para Tiffany.

- Hm posso ir ao banheiro? – o tatuador lhe indica e porta e a loira deixa o cachorrinho dorminhoco sobre a cadeira próximo a castanha, verifica se o celular está mesmo no bolso do casaco e entra no banheiro.

A ligação é rápida, apenas dá as instruções para Hyoyeon e Yuri do lugar e logo volta para o lado de Tiffany, e também já era a sua vez de fazer a tatuagem. Ocupa o lugar onde a castanha estava antes e de qualquer jeito tem que tirar a camiseta e baixar a alça do sutiã do ombro direito.

(...)

Depois de – conforme Taeyeon falou – serem oficializadas como LockSmith, vão comprar algo para comer numa barraquinha mesmo, já que com o cachorrinho não seriam permitidas de entrar em nenhum restaurante, estacionam próximo a uma praça e dentro do carro mesmo comem o lanche em assuntos aleatórios, do tipo, um nome para o bichinho.

- Não podemos ficar o chamando de cachorro ou filhote! – Tiffany é contra. – Mesmo ele sendo fofo!

- Hm – a loira bebe um gole de seu refrigerante – Que tal MiniTaeyeon? – sugere.

- Você já é mini, não tem como diminuir isso! – brinca e ela lhe mostra a língua. – Que tal Fluffy? Ele parece uma pequena bolinha de algodão fofa! – aponta para o filhote todo enroladinho deitado em suas pernas.

- Okay!

- Prince Fluffy! – afaga o cachorrinho.

- Não era só Fluffy?

- Não questione o nome do nosso filho Taeyeon! – ameaça com um sache de ketchup.

- Vamos voltar para o apartamento de uma vez! – começa a juntar e colocar numa sacola as embalagens vazias de comida para depois ser colocado no lixo.

- Eu não quero voltar para o apartamento! – Tiffany faz aegyo para tentar convencê-la.

- Eu também não, mas realmente tenho que terminar aqueles relatórios! – lembra e a castanha suspira.

- Podemos aproveitar mais um pouco hoje e eu te ajudo amanhã!

- Mas vamos voltar para o apartamento de qualquer jeito Srta. Hwang, por que o único lugar que eu quero aproveitar com você é a minha cama!

- Aish. Que namorada byun eu fui arranjar! – cruza os braços e faz ainda mais bico, mas Taeyeon não retruca sua frase, o que é de fato estranho.

O carro é deixado na garagem novamente e sobem pelo elevador, a loira procura por duas coisas no bolso de seu casaco e ao encontrar a primeira pega e impede a castanha de prosseguir até a porta do apartamento parando a sua frente.

- Amor, eu quero que feche os olhos! – pede, Tiffany estranha e fica desconfiada, vê um pedaço de tecido na mão de Taeyeon e sua desconfiança fica maior ainda, mesmo assim obedece.

A partir daí só pode se deixar guiar pelos sentidos, ouve barulho de chaves e logo o click que a porta do apartamento foi destrancada, ouve a respiração de Taeyeon está acelerada o que indica que também está nervosa. É puxada para dentro do lugar e cercada por um cheiro gostoso e floral, isso a faz sorrir, Taeyeon vai a guiando e pelos seus cálculos está no corredor perto do quarto, ali o cheiro não está mais tão marcante o que é estranho.

- Fique aqui só por alguns minutinhos e não vale espiar! – a loira fala enquanto a ajuda a sentar no que percebeu ser a cama da mesma.

Taeyeon caminha pelo quarto, abre e fecha as portas do roupeiro e nada fala com ela, a situação vai deixando a Hwang tensa, até sentir a aproximação da loira novamente que segura sua mão a ajudando a levantar, com cuidado a Kim tira suas luvas e a touca e depois indo para suas costas faz o mesmo com o casaco. Sente os lábios de Taeyeon sobre os seus enquanto a blusa grossa de frio também é tirada de seu corpo, mas quando vai abraça-la e retribuir com mais gosto o beijo, a loira se afasta e só ouve a risada.

Voltam a caminhar pelo apartamento e Tiffany sente a essência floral, estavam voltando para a sala e sua paciência começa a ficar no limite. É deixada em algum ponto e logo uma música começa a tocar no som com uma batida sexy, sente a presença de Taeyeon atrás de si, leva um pequeno susto ao sentir os lábios da loira tocarem seu pescoço e as mãos segurarem sua cintura, e vagarem até a parte da frente encontrando os botões da calça.

Logo está livre da peça assim como a blusa que ainda usava, Taeyeon se afasta e Tiffany sente a venda sendo tirada de seus olhos, abre os olhos de vagar e o ambiente a sua frente está totalmente diferente de quando saíram do apartamento mais cedo.

A sala está com luz baixa deixando toda a parte de iluminação para as velas espalhadas pelo lugar, o sofá, a mesa de centro e o tapete estavam afastados num canto da sala.

- O que é isso Taeyeon? - aponta para a piscina infantil de mil litros instalada no meio da sala.

- Não ria! - exclama, o que causa efeito contrário, pois a Hwang realmente começa a rir. - Não temos uma banheira como na casa de praia, mas ainda podemos nos divertir! - dá de ombros. - A água está quentinha e perfumada, apenas entre e aprecie o show!

Tiffany tira as duas últimas roupas do corpo e com a ajuda de Taeyeon entra na piscina, que tinha mesmo a água bem aquecida. Senta-se e então olha para a loira indicando que o show já poderia começar, a agua cobria boa parte de seu corpo deixando parte do colo a mostra.

Taeyeon mexe no controle do som colocando outra música sexy e vai para sua frente começando a mexer o corpo no ritmo da música enquanto desata o nó do roupão que usa, mas abre apenas o suficiente para deixar apenas parte da pele exposta. Vira-se de costas e espia a castanha sobre o ombro sorrindo e baixa um lado do roupão expondo o ombro e mexe o quadril.

- Uuuhhhuuu! - grita agitando os braços para cima. Taeyeon sente as bochechas ganhar cor, mas não deixaria de fazer a brincadeira.

Ela baixa o outro lado do roupão deixando cair até a cintura mostrando as costas nuas ao gosto da castanha.

- Eu vou morder tudinho! – Tiffany finge gritar. Taeyeon morde o lábio inferior e deixa o roupão cair ao seus pés revelando que apenas usava a calcinha cor de rosa. Olha sobre o ombro novamente e pisca para a amada, vira somente parte do corpo ficando de perfil e Tiffany morde o lábio ao apreciar a nudez a sua frente, Taeyeon rebola uma vez e fica totalmente de frente para a castanha, revelando o objeto surpresa que tinha guardado no elástico da calcinha. – Uuuhhhuu gostosa, vem me fazer gozar!

Sorri de lado e vai para junto de Tiffany, tinham uma “banheira” inteira para aproveitar e um dildo para estrear a brincadeira.

(...)

Um mês e meio depois – aniversario de Mi-Young

Taeyeon olha mais uma vez para Tiffany, na verdade era impossível tirar os olhos da castanha sua áurea emanava felicidade, e estava feliz por ser um dos motivos da felicidade dela, de saber que uma pertencia a outra e assim seria para sempre se dependesse de Taeyeon.

Agora estavam lado a lado ajeitando os últimos preparativos do aniversário de Mi-Young, a pequena caminhava de um lado para outro em uma animação antecipada pela festa que viria, lá fora tinha começado a nevar então organizavam tudo de maneira a deixar espaço para as crianças brincarem na garagem.

Tiffany percebe mais uma vez a loira lhe olhando e sorri largo se inclinando sobre a mesa o suficiente para selar seus lábios, estava tão feliz por terem se acertado que seu coração acelerava sempre que estavam juntas, mesmo depois de tanto tempo.

- Vou ir tomar um chocolate quente. Quer também? – oferece, a loira faz sinal positivo com a cabeça e a loira segue em direção a saída da garagem para dentro da cozinha.

Entra na casa mas fica observando Taeyeon pela janela, ela rouba alguns doces da bandeja enfiando na boca e ficando com as bochechas infladas, Tiffany ri.

- Você quem devia fazer o pedido! – ouve uma voz atrás de si e dá um pulo de susto virando-se.

- Aish Seohyun! Quer me matar? – respira fundo. – Do que está falando?

- Faz tempo que ela não faz o pedido de namoro. Volte ao assunto, mas faça você o pedido dessa vez! – esclarece, Tiffany percebe que a irmã tem razão, depois que fizeram as tatuagens de casal, realmente Taeyeon não tinha mais tocado no assunto de namoro, e se fosse contar desde a última vez que a loira tocou no assunto, faziam dois meses.

- Talvez você tenha razão! – sorri misteriosa deixando agora a maknae curiosa. Ouvem uma batida na porta da frente e Seohyun se prontifica a ir atender enquanto a irmã serve chocolate quente para todos.

- Ei qual o assunto da vez! – ouve a voz animada de Lee se aproximando da cozinha, Tiffany larga o que está fazendo para cumprimentar os amigos, que tinham feito uma viagem e a pouco retornaram.

- Olá pessoal! – cumprimenta Lee primeiro e depois vira-se para Hee que tem uma garotinha no colo. – É ela? – ele assente. – Olá princesa, qual o seu nome? – se aproxima e envergonhada ela vira-se escondendo o rostinho no ombro do pai. Todos riem. Os amigos tinham feito uma longa viagem até a Coreia para adotar a pequena menina.

- Ei Juniel, diga oi pra Fany-ah! – incentiva a pequena, que apenas volta a olhar rapidamente para a castanha com as bochechas vermelhas.

- Ela é muito lindinha! – sorri. – Quantos anos a Juniel tem? – pergunta mais uma vez para a garotinha que faz três com os dedinhos.

- E cadê Mi-Young? – pergunta. – Juniel está ansiosa para conhecer e nova amiguinha!

- Está lá na garagem com a Tae! – Tiffany aponta. – Vamos todos para lá, eu fiz chocolate quente e logo mais as crianças chegam!

Lá pelo meio da tarde o pessoal começou a chegar para a festa, tinha sido difícil fazer Mi-Young e Juniel dormir um pouco antes da festa, já que as duas adoraram brincar juntas, mas agora estavam ambas juntas atrás de qualquer pessoa que lhes oferecesse doces, um complô perfeito. BoA e Bora eram quem mais mimavam as duas crianças.

- Cadê a aniversariante do dia! – Yoona chega com Seung, a Mushroom logo vai a passinhos tortos até a tia. – Olá meu amorzinho! – pega a sobrinha no colo.

- E como você está? – Tiffany se aproxima.

- Gorda, mas feliz! – suspira e sorri. – Hoje Yoon-Han está agitado! – passa a mão livre pela barriga. Todos riem.

- Você está linda meu amor! – Seung elogia a esposa e beija sua bochecha.

- Seu bobo! – lhe dá um selinho.

Cantam parabéns para Mi-Young que bate palmas ao lado de Juniel ansiosa para meter a mão na torta a sua frente, depois de cada convidado ter sua fatia de torta servida, Tiffany pode sentar-se com a filha no colo e alimentar a pequena também, Taeyeon fica ao seu lado lhe ajudando.

- Acho que nossa filha já encontrou a sua melhor amiga! – aponta para Juniel que está com os pais comendo também.

- Isso é ótimo, vão ser amigas desde crianças e isso quer dizer que vão ter muitos segredos e uma amizade forte! – incentiva. – Pode virar amor! – sorri e Taeyeon faz careta.

- Elas são bebês! – exclama e faz bico. – Não quero pensar nisso!

- Não vamos pensar nisso! – segura o rosto da loira e lhe dá um selinho. – Vamos pensar em outros bebês! - a expressão de Taeyeon fica surpresa.

- Ei casal! – Hyo aparece na frente de ambas com uma câmera fotográfica em mãos. Taeyeon aproxima sua cadeira para perto de Tiffany abraçando sua cintura, a castanha ajeita Mi-Young e Yuri faz barulho para chamar a atenção da pequena para olhar para frente.  Em outra foto a loira beija a bochecha de Tiffany e Hyo aproveita o momento também.

- Amo você! – sussurra com os lábios ainda próximos ao ouvido da amada.

Mais tarde Tiffany coloca a filha adormecida no berço, o dia tinha sido extenso já que as famílias ficaram ali até tarde para colocar os assuntos em dia, Taeyeon ficou ali para ajudar a castanha a ajeitar a casa então, pois não queria deixar o trabalho todo nas mãos da castanha. Quando Tiffany desce encontra a Kim sentada no sofá com o notebook no colo concentrada em algo que escrevia. Deixa a loira ali sozinha e vai para a cozinha buscar uma garrafa de vinho e as taças.

Volta e senta-se ao lado de Taeyeon, assim que percebe a loira deixa o computador na mesinha de centro e pega a taça que lhe é oferecida.

- Está tentando me embebedar? – brinca.

- Oh! – finge espanto. – Você descobriu meu super plano maléfico! – ri. – O que está fazendo? – aponta para o notebook. Taeyeon bebe um gole do vinho.

- Escrevendo um romance! – a expressão de Tiffany fica tristonha, e logo Taeyeon percebe e fica preocupada. – O que foi? – se ajeita no sofá de modo a ficar virada de frente para ela e ver o seu rosto.

- Não quero que você viaje e me deixe para trás novamente. Se for assim, não vai mais ter voltar! – fala a verdade, não aceitaria mais ficar de lado enquanto a Kim viajava por seus livros.

 - Meu amor! – Taeyeon se aproxima e segura o rosto de Tiffany a fazendo lhe olhar. – Eu já falei com a editora e dessa vez não vai ter viagem nenhuma! – fala, mas a expressão de Tiffany continua impassível. – Eu tenho a empresa da minha família para cuidar, mas acima de tudo, eu tenho você e Mi-Young para cuidar! Escrever é apenas um passatempo.

- Você promete? – murmura.

- Eu juro! – beija seus lábios. Se afasta e senta na beira do sofá alcançando sobre a mesinha de centro o lacre de ferro da garrafa de vinho, e sob o olhar curioso de Tiffany quebra no meio e começa a moldar ambos os objetos. Depois de pronto como desejava, volta-se novamente para a castanha segurando sua mão. – Tiffany, eu prometo que dessa vez vou fazer tudo certo, vocês se tornaram minha família, e a família é o mais importante na vida de alguém. Eu te amo então espero que dessa vez você diga sim ao meu pedido!

Desce do sofá ficando de joelho em frente a castanha.

- Não sei se vai valer de algo essa informação, mas seus pais deram permissão para que eu lhe namorasse! – os olhos de Tiffany crescem em surpresa. – Então, Stephanie Young Hwang, você aceita ser enfim, minha namorada?

- Com uma condição! – abaixa-se até seu rosto ficar na altura da Kim e pega um dos pequenos anéis de ferro na mão de Taeyeon. - Quer namorar comigo?

- É tudo o que mais desejo! - responde sorrindo.

Não eram alianças de compromisso compradas e bonitas como era a intenção de Taeyeon, mas o mais importante era o sentimento ali compartilhado por ambas, o amor verdadeiro que as unia e que não deixou o sentimento acabar, apenas ficar abalado por algum tempo.

Mas que relacionamento não tem seus altos e baixos?


Notas Finais


Eu quero agradecer a todos que acompanharam a história desde o início, a quem chegou a pouco tempo também, aos leitores parceria e aos fantasmas, aos comentarios que me deixaram muito feliz, enfim todos que ajudaram a história de algum jeito, obrigada por não me deixar desistir de escrever.
Estou feliz por amizades que fiz aqui e algumas até foram além do site em si, obrigada de coração.
Esse não é o último mesmo, vou escrever um epílogo por que se deixasse tudo aqui, ficaria muito grande (mais do que já está, mas o epílogo também não tá grande não) e não quero deixar o povo entediado.
Obrigada mais uma vez ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...