História Querida Emma. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Lilith "Lily" Page, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swan Queen, Swanmills, Swanqueen
Exibições 70
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura, Mwah😘

Capítulo 6 - Carta 6.



8 de março.

Querida Emma,

Desculpe por ter sumido, sentiu a minha falta?
Estou cansada, minhas bebidas acabaram e Zelena não quis comprar mais, David e Ruby também não. Qual é o problema deles?
Vivem dizendo que isso só está acabando ainda mais comigo. Ainda mais?

Meu cabelo cresceu, está na altura dos ombros, do jeito que gosta. Lembra como amava quando ele estava maior? Ainda dou boas risadas quando lembro de como fez um cena quando cortei eles bem curtos da ultima vez. Você não queria que eu cortasse de jeito nenhum, disse que eu ficava incrivelmente mais linda do que já era com os cabelos mais longos, tentando me convencer em vão, de não cortar. Quando eu apareci em casa com eles bem curtos você fez uma cena daquelas, lembra? Emma Swan era o drama em pessoa, sinto falta de todo o seu exagero.

Emma, eu preciso confessar algo, acho que desmaiei ontem, na verdade não me lembro muito bem. Só lembro de ter tido uma baita briga com Zelena por não aceitar que ela me leve embora. Ela quer me deixar longe de você, amor. Depois disso eu fiquei transtornada e tomei todo o tipo de bebida que encontrei. Eu sei que você não gosta quando eu misturo tudo, mas Emm, eu fiquei com raiva dela. Eu despertei caida na sala, você me acolheria em seus braços e me levaria pra cama, mas eu tive que me levantar e ir andando sozinha até lá.

Talvez eu esteja me acostumando a ficar sem você. Isso é bom? Acho que não. Não quero me acostumar a ficar sem você. O meu mundo sem você é preto e branco, todas as cores se foram quando me deixou. Não gosto desse mundo, Emm. Ele é tão sem graça e sem vida.

Obrigada por ter falado com a sua mãe por mim. Ela me ligou e perguntou como eu estava. Claro que eu me menti, como poderia dizer a ela que não aguento mais essa dor que sinto no peito? Odeio ter que fazer isso, mas sei que me entende. Ela também perguntou se podia vir aqui, desculpe querida, mas eu não deixei. Nós duas conhecemos bem a sua mãe para saber que ela iria enlouquecer se visse o meu estado e o do apartamento. É o certo. Sei que ela também está sofrendo, eu só não quero piorar as coisas, porque se eu olha-la não vou aguentar. Ela tem esse dom de me desarmar, exatamente como você. Talvez seja de familia.

Eu estava mexendo em sua coisas agora a pouco e vi suas roupas, elas ainda tem seu cheiro, me permiti sorri ao poder sentir seu aroma novamente. Estou até usando uma blusa sua como fronha. É tão maravilhoso sentir seu cheiro a noite toda.

Prometo voltar a escrever sempre. Te amo muito, não esqueça, está bem?

Te esperando,

Regina Mills.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...