História Querida Pervertida - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Exibições 22
Palavras 694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, Minna-san! Essa é a minha primeira fanfic que estou compartilhando, eu realmente espero que vocês gostem. Sou muito fã de Kuroko no Basuke e tirei a ideia dos meus devaneios que tenho com os personagens e também me inspirei um pouco no mangá, que virou anime, Watashi Ga Motete Dousunda. Para quem é fujoshi super recomendo esse manga porque vai rir muito assim como se identificar com a protagonista também. Enfim, espero que gostem e até as notas finais.

Capítulo 1 - Prólogo


- Ne, Shin-chan. - Takao disse caminhando apressadamente para ficar ao lado do mais alto que caminhava de maneira rápida. 

Midorima o ignorou e devido ao clima tenso, o moreno optou por deixá-lo quieto por enquanto. Pela primeira vez Midorima errara todas as suas jogadas, na verdade o esverdeado esteve estranho desde que acordou e nem ele próprio sabe dizer exatamente o motivo. Naquela manhã havia acordado com uma sensação estranha após ter tido um pesadelo, sentia um leve desconforto e ao mesmo tempo um alívio, mas não sabia dizer o motivo disso e nem sequer conseguia lembrar-se com o que havia sonhado. Midorima passara a manhã toda inquieto tentando descobrir por que estava daquele jeito, o que resultou em um esverdeado completamente distraído. 

Ambos caminhavam em direção a um parque que tinha perto do Maji Burguer, onde encontrariam o restante da Geração dos Milagres. Takao estava um pouco preocupado com o amigo, pois raramente o via daquele jeito, irritado e frustrado. O caminho todo havia sido feito em silêncio, mas o mesmo fora quebrado quando chegaram na quadra do parque onde encontraram os rapazes jogando uma partida.

- Oe, finalmente chegaram. - Aomine disse chamando a atenção dos demais para Takao e Midorima. 

- Desculpem pelo atraso. - disse Takao colocando uma expressão sorridente e tranquila, escondendo sua aflição para com o esverdeado.

- Hum. 

Midorima desviou-se dos amigos e caminhou até o outro lado da quadra onde pretendia se sentar. 

- O que ele tem? - questionou Kagami estranhando o comportamento do arremessador. 

- Midorima-kun parece preocupado. - comentou Kuroko, que embora estivesse intrigado com o comportamento do mais alto, continuava com o mesmo rosto inexpressivo. 

- Não sei, Shin-chan não disse nada. Esteve assim o dia todo. 

Após um breve debate sobre o que poderia ser, Kagami saiu do meio da conversa e juntamente com Kuroko foram chamar Midorima para entrar no jogo. Este por sua vez negou o convite, mas após uma breve discussão e uma ajudinha de Takao e Akashi, o esverdeado mesmo que a contra gosto aceitou participar.  Inicialmente estava desajeitado e distraído como no treino, o que pegou seus amigos de surpresa, mas com as provocações de Kagami e Kuroko aos poucos o lançador da geração milagrosa entrou no clima esportivo e logo estava jogando razoavelmente bem. 

Todos estavam deveras entretidos com o jogo que estava empatado, o clima tenso inicialmente havia sumido dando lugar a empolgação. Mesmo que aquilo não fosse um jogo para valer, ainda assim ambos os times ansiavam por vencer. Como estavam concentrados no jogo, os rapazes nem notaram quando uma presença feminina se fez presente e só deram-se conta da garota quando a mesma correu invadindo a quadra na hora que Midorima estava prestes a fazer um arremesso, a jovem jogou-se com força no esverdeado abraçando a cintura do mesmo.

Com o susto e impacto Midorima acabou por errar a jogada e de quebra perdeu o equilíbrio caindo com um peso em cima de si. Demorou alguns segundos para todos assimilarem o que havia acabado de acontecer ali e Midorima principalmente, que olhava perplexo para o aro. Quando desviou o olhar da cesta para a pessoa em cima de si, sua perplexa havia sido multiplicada ao vê-la. 

- Mi-Mi-Miyuri? 

A garota que agora estava sentada no colo de Midorima possuía 1,65 de altura, pele branca e sem marca alguma, seus traços eram delicados, possuía cabelos com madeixas curtas e repicadas tingidas pela cor verde, olhos grandes com íris cor de mel e acompanhados por um brilho doce e alegre. A jovem em cima do rapaz que gargalhava pelo tombo que haviam levado, parou de rir e levantou o olhar para Midorima abrindo um sorriso radiante. 

- NEE, SURPRESA! ESTOU DE VOLTA, NII-CHAN! 

Silêncio. Esse era o som que ecoava pela quadra, a única coisa que se era ouvida era o vento, os pássaros em cima das árvores e os carros que passavam ao longe. Os rapazes da geração milagrosa olhavam boquiabertos para a cena inusitada a sua frente. Nii-chan? Eles não sabiam que Midorima possuía uma irmã, mas quem parecia ainda mais abismado com a presença da jovem era o próprio esverdeado. 


Notas Finais


Então, o que acharam do prólogo? Deixou a desejar, estava bom, podia melhorar mais? Conte-me que impressão teve da Miyu, deixe sua opinião que eu não mordo :3 Bem, obrigada se leu até aqui e nos vemos em breve no primeiro capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...