História Querido canalha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 117
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, bjuu

Capítulo 1 - Hoje eu tô suave


Fanfic / Fanfiction Querido canalha - Capítulo 1 - Hoje eu tô suave

Acordei as oito horas da manhã, mas não me importei, primeiramente por que era feriado, e segundo que hoje é sexta feira muleke.

Me levantei e fui ao banheiro, fazer minhas higienes, olhei no espelho e fiquei observando o meu rosto, confesso que tenho uma beleza bem clichê, cabelo liso demais, maior que a maioria, olhos castanhos claros, bem claros, umas sardas, eu gosto delas, nariz fino, e boca... uma boca normal.

Tomei um banho, lavei o cabelo, depois de uns minutos eu saí e desci pra tomar o café da manhã, amo café.

Eu moro com meu irmão mais velho, em São Paulo, meus pais moram no Rio de Janeiro, é uma longa história.

- Bom dia irmãozinho - disse enquanto o abraçava por trás .

- Bom dia Gatinha - falou enquanto se virava pra me abraçar - ta animada assim por hoje ser sexta né ?

- Claro, sexta dia de maldade - falei e rimos juntos.

- Vou te levar em uma balada hoje muito Boa, tenho uns amigos que quer te conhecer - dei risada

- Vish, já tenho contatinho demais, não quero conhecer ninguém nao

- Acho bom, meus amigos são todos cachorros

- Ah então vai dar certo, por que eu também sou - rimos juntos

(...)

Já estava na hora da baladinha, era exatamente 23:30, eu tinha dormido a tarde toda, pra ter muita disposição agora a noite, eu estava com um croped branco, uma saia preta curta e rodada, um salto preto, maquiagem bem trabalhada, mas o que destacava é o batom vermelho, desci as escadas e fui em direção ao Hiago.

- Uau, ta linda - disse pegando minha mão e me rodando - vai dar trabalho

- Que nada, todos me querem, mas eu não quero ninguém.

- Ui, a concorrida né - Dei risada.

Quando chegamos na baladinha ja tava lotada, o lugar era muito agradável, vou aderir esse lugar.

- vic os meninos já estão ali, vamos - ele saiu andando e eu fui atrás dele, quando a gente chegou na rodinha avistei um cara mais gato que o outro, Mas me indignei com um que estava de boné laranja - Gente essa é minha irmãzinha Victória, e não é mpro bico de vocês, Vic esses São Christian Figuereido, T3ddy, mauro nakada, Igão Underground, e Júlio Cocielo, e Dani Russo - Que nome é T3ddy Jesus ?

- Aaaaee muleke, finalmente uma menina pra me acompanhar no rolê - levantou e me abraçou - seja bem vinda - retribui o abraço.

- Obrigada Dani, Oi meninos - eu disse acenando.

- Prazer Gatinha, você é solteira ? Porque eu sou - Disse Christian e todos os meninos gritaram "eu também" menos um, acho que o Júlio, que ficou me encarando, eu que nao sou boba, encarei de volta - sou solteira - eu disse e eles comemoraram.

Eu comprimento todos, depois de um tempo conversando me levantei e pude sentir os olhares sobre mim, e o Hiago reclamando com eles, não vou mentir, adoro. Cheguei ao bar e pedi uma caipirinha, avistei o menino do boné laranja se aproximando.

- Opa - ele disse sorrindo, sorriso lindo inclusive.

- Oi, Júlio ?

- Sim, e você Victoria.

- Vic - eu disse sorrindo - posso perguntar uma coisa ?

- Claro que pode, tudo o que que quiser - começou às cantadinhas batatas

- Por que desse boné laranja ? - perguntei e ele riu alto

- então não conhece o canal ?

- Não conheço, você tem um ?

- Mais de 10 milhões linda

- Uau, parabéns, mas o que o boné tem a vê com isso ?

- Tem a vê que o boné é minha marca

- hmmm - eu disse e rimos - tenho outra pergunta

- iiiiih cheia das perguntas, você tem sorte de ser gata por que eu odeio conversar na balada

- Eu posso ir embora se quiser - eu disse provocando

- Naaaao, pode perguntar

- canalha também é sua marca - dei um sorriso safado e ele retribuiu, mas quando ele iria responder a Dani chegou

- Eai Vic, vamos pra pista ?

- Acho que ela não dança Dani - Júlio disse rindo, ele não sabia o quanto estava errado. Não falei nada, apenas puxei a Dani, quando chegamos na pista estava tocando "conto do pescador" era uma das minhas preferidas, dancei, dancei demais mesmo, queria deixa-lo babando,e foi o que aconteceu, enquanto eu rebolava olhei pra ele e a baba quase que escorria, sorri safada e dancei mais ainda até que Hiago veio falar comigo

- Se queria chamar atenção da balada toda, conseguiu. - ele disse e eu sorri

- Não era essa a minha intenção - rimos alto

- Sabe o Chris ?

- Sei sim

- Se interessou em você

- ah serio ? - Eu disse olhando pro Júlio e ele me encarava com desejo

- vai lá na mesa, só ta ele.

- Nao sei se quero ficar com alguém hoje, da o meu número pra ele depois

- Nossa, é a Vic que eu conheço mesmo ?

- Eu mesma

- Então tá.

Depois que ele saiu Júlio veio falar comigo

- Você dança DEMAIS

- Eu sei - eu disse e rimos juntos

- Então gatinha vamos desenrolar ? - confesso que eu queria mesmo, mas ele era canalha, nem a pau que eu ficaria com ele fácil assim, não sou como as outras.

- Hoje tô suave Gatinho

- É isso mesmo ? Victoria está me dando um fora ? - disse pegando na minha cintura e me encarando, senhor cadê o ar ?

- Não é um fora, pelo ao contrário, tô mais que dentro, mas hoje to suave. - Ele deu risada como se não estivesse acreditando naquilo

- então ta bom Gatinha

- Blz, Agora vamos dançar por que se fosse pra conversar ficaria em casa no whatsApp.

Dançamos até o fim da balada.


Notas Finais


É isso galerinha, se vocês estiverem gostando, comente e favorite bjuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...