História Querido chefe . - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 59
Palavras 571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então gente linda , eu vou dividir em duas partes porque eu ainda estou com problemas pra desenvolver esse capítulo , desculpa , boa leitura nenês

Capítulo 19 - Capítulo 19


Suas mãos deslizam sobre meu corpo , passei minhas pernas pela cintura dele e consegui  ficar por cima , sua mão foram pra minha blusa , não me lembro de ter tirado a jaqueta, ele tentava tirar mas não conseguia, em um único golpe ele rasgou a minha blusa e junto uma peça do sutiã se soltou e o mesmo acabou saindo  , passei minhas unhas por seu abdômen definido, ele me virou ficando por cima de mim , se levantou e meu corpo protestou pela falta de contato com o dele, vi ele voltar com a mesma gravata que eu havia escolhido no dia em que vim ajuda-lo com o Andy:

-Me de as mãos .- o fitei confusa mas dei as mãos, ele as arramou bem firmes e colou na grade da cama ,e arrancou a minha calça.

Deitou sobre mim novamente e foi trilhando beijos do meu pescoço até o Vale dos meus seios ,ele mordiscou levemente e é uma sensação boa se formou em meu ventre , Nathaniel brincava com meus seios a algum tempo , minha intimidade praticamente gritava por atenção:

-Nathaniel ... para de me tor... torturar.- Ele não atendeu meu pedido e continuou, minha calcinha já estava enxarcada .

Ele foi trilhando beijos lentamente :

-Isso vai ter volta .- Iria provoca-lo ate implorar para eu parar.

-Essas suas ameaças não faz bem a você. – Ele pressionou o polegar contra meu clitóris e movimentou arquei as costas, eu queria mais.

Senti o nó ficar frouxo de tanto eu me mexer, ele brincou mais um pouco:

-Nathaniel ... por favor.

-O que quer ?- sua voz estava rouca e sexy.

-Ela quer atenção. -falei um pouco envergonhada.

-Ela quem Anna – ele queria que eu dissesse com todas as palavras que queria que ele me chupasse – se você não falar eu não vou saber o que é.- sua voz carregava ironia e isso já estava me deixando brava e excitada.

-Você sabe ... Ela.

-Eu não sei do que está falando. – E voltou a trilhar beijinhos estalados na parte interna na minha coxa:

-DROGA NATHANIEL ... a minha bu... – Mau terminei de falar e ele rasgou a minha calcinha e atacou , eu me remexia mas ele segurava a minhas coxas.

-Anna quieta .- ele ordenou mas eu não consegui , ele acertou um tapa na minha coxa e gemi ,senti dois dedos , estava no êxtase do meu prazer , me remexi mais uma vez e novamente ele me acertou um tapa , meu gemidos ficavam mais altos , meu ventre formigava e já estava ficando sem fôlego .-Não goze agora .-  eu iria descontar tudo o que ele estava fazendo comigo.

-Nathaniel por favor .-choraminguei.

-Ainda não.

Consegui soltar um dos meus pulsos e consequentemente acabei me livrando da gravata , não sabia o que fazer , apenas deixei minha deusa interior me guiar , o puxei pelo cabelo para parar , seria a minha vez de provoca-lo , tentei procurar por algo que o mantivesse preso e deixasse ele sem qualquer escapatória, achei um par de algemas bem útil, ele sorriu e entendeu o recado , estendeu a mãos e o prendi na cama :

-Acho que o jogo virou não é mesmo .- sorri irônica. 

-Seja boazinha comigo e não irá receber punição. 

-Ah meu amor , você não esta em condições de exigir nada, você está com muita roupa não acha ?

-Então venha tirar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...