História Querido Daniel.( Imagines Harry Potter e Gina). - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Gina Weasley, Harry Potter
Tags Gina, Harry Potter, Romance
Exibições 111
Palavras 1.836
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 32 - Penúltimo capitulo


-Corta!-David Gritou. -Perfeito!

-Exatamente como imaginei!- J.k disse emocionada.

-Parabéns Daniel!- Foi em direção cenário.

- Posso te ajudar com isso? -Daniel pegou o roupão que estava com um dos câmeras e vestiu em Bonnie.

-Obrigado. -Disse séria.

-Parabéns Bonnie!- David a abraçou carinhosamente. - Você esteve incrível! -Vamos comemorar! -Disse em alto tom.

- Vamos fazer um jantar, com a presença de todos, o que acha David? -J.k disse ao se aproximar deles.

- Ótima ideia J.k! -Temos muito que comemorar! - Sorriu ainda agarrado a Bonnie.

Narrativa por Daniel: Vesti meu roupão, e sai do cenário.

Bonnie estava desviando o olhar do meu o tempo todo, e isso me deixava mal.

Enquanto estivemos em cena, sua entrega foi total, e senti em cada beijo, em cada toque que não estava apenas se despedindo de Gina e Harry, estava se despedindo também de mim.

Me troquei, e tive que ir para casa e fazer minha mala antes do jantar de comemoração.

 

Narrativa por Bonnie: Foi mais fácil do que imaginei!

Me despedir da Gina foi dolorido, porém necessário. Saber que ela teve um final feliz com o amor da sua vida me confortou, pois eu não tive a mesma sorte.

Talvez meu destino seja ficar sozinha, talvez eu não mereça ser amada!

Minha mãe também teve este destino, e dizem que a história se repete, não é?

Ela se apaixonou perdidamente por um companheiro de classe da faculdade, tiveram um romance breve, mas ele a deixou para seguir seu sonho. Ele nunca soube que deixou minha mãe grávida. Mas ela foi valente, me teve sem apoio de um marido, me criou e sempre me deu todo amor do mundo! Um amor que ele não teve dele e nem de ninguém.

Chegou a hora de eu ser valente como ela, e encarar essa despedida como algo natural da vida.

Daniel sempre estará comigo, no meu coração! E eu sempre o amarei! Assim como minha mãe ama meu pai, e ainda espera por ele até hoje.

O tempo pode esfriar o amor mas sempre o mantem vivo!

 

Narrativa autora: Bonnie minha querida, Deus escreve certo por linhas tortas.

Aquela noite não seria apenas para comemorar e se despedir de todos que fizeram parte desse projeto, tinha algo por traz e vamos descobrir algumas linhas a seguir. 

David esperou por este momento por exatos 9 anos.

O grandioso jantar foi em um restaurante no centro de Londres, totalmente reservado para o elenco e produção. 

Alguns atores da saga confirmaram presença, apesar do convite ter chegado de última hora, Rupert acompanhou Daniel, Emma foi sozinha,  pois havia ligado para Bonnie e ela não atendeu. Daniel estranhou quando viu Emma chegar sozinha, quase todos já haviam chegado menos a ruiva. 

David estava ansioso, e quando sentiu a falta de Bo, também se preocupou, pensou que a ela  não iria, J.k tratou de acalma-lo. 

Bonnie estava terminando de se arrumar, e notou que estava atrasada, pegou o sapato e saiu correndo com ele nas mãos, e desceu para tomar um táxi, e infelizmente todos que passavam em frente seu prédio não paravam. 

 

- Merda! -Bufou e jogou os sapatos no chão. 

 

- Nossa ruivinha! -Riu Nícolas ao se aproximar . 

 

- Nícolas???- Virou-se e agarrou sua jaqueta. -Você está de carro? -Nícolas se assustou com o gesto de dela e deu passo para trás. 

 

- Sim! -Respondeu de imediato.

 

- Ótimo, então vamos! -Disse ao sair caminhando rápido. 

 

-Vamos aonde? -A seguiu 

 

- Temos um jantar para ir! -Ele sorriu. 

 

 

O carro dele estava a poucas quadras dali, Bo nem questionou ele por estar próximo ao seu prédio, não tinha tempo para isso, estava atrasada e com os sapatos em mãos. 

Quando chegaram ao restaurante, todos já estavam jantando , procurou um lugar e sentou-se com Nícolas. Rupert olhou para ela, e com um gesto mostrou o casal a frente. 

 

 

- Melhor não olhar! -Disse Rupert ao pé do ouvido de Daniel, que não havia notado a chegada da ruiva ainda. 

 

- A fila anda! -Disse Emma ao olhar para os dois, e Rupert a encarou. 

 

 

Daniel ficou vermelho, claramente estava morrendo de ciumes, e por alguns segundos encarou Bonnie com tristeza, até se dar conta de que ele mesmo quis que as coisas fossem assim.  

Mal sabia ele, que Bonnie estava se sentindo a pior pessoa ao lado de Nícolas, não conseguia sentir nem um tipo de afeto por ele, nem amizade, ele era o pior tipo de cafajeste. 

Tentando manter as aparências jantou, tirou fotos com elenco, produção e convidados. Foram longas horas até que..

 

- Vamos dançar? -Nícolas puxou ela para a pista, onde já havia alguns casais dançando. 

 

Ela foi um tanto contrariada, mas era melhor do que tirar fotos ao lado de Daniel. Já não estava suportando ter que abraçar ele, como ia esquecer-lo assim? 

Nícolas agarrou sua cintura, e aproximou seus corpos com um toque brusco. Bonnie segurou em seu ombro, e por um instante seu olhar cruzou do outro lado da pista, Daniel estava parado observando-os. 

Ela enterrou o queixo no ombro do garoto, e o abraçou carinhosamente e fechou os olhos. 

 

 

- Eu odeio o Rupert! -Disse Emma ao se aproximar de Dan. - Ele é um idiota! -Bufou

 

- Emma, vamos dançar? -Estendeu a mão. 

 

- Vamos! -Sorriu. 

 

Emma e Daniel foram até a pista para dançar, Bonnie desviou o olhar quando viu que eles estavam próximos. 

Dan encarou  ela  a música toda enquanto Dançava com Emma, e quando a musica acabou puxou a mão de Emma e foi em direção a eles. 

 

 

-Permita-me dançar com ela? - Disse olhando para Nícolas.

 

- Melhor não! -Bonnie puxou Nícolas, mas Emma puxou ele de volta. 

 

- Adoraria dançar com seu par amiga! -Sorriu ao olhar para ele. 

 

- Claro que sim! - Soltou a mão de Bo e foi em direção a Emma. - Vamos? 

 

-Vamos! -Emma puxou ele da mão deixando Bo e Dan sozinhos naquele canto. 

 

- Não quer dançar comigo Bonnie? - Disse ao se aproximar da ruiva, mas ela deu as costas a ele, respirou fundo pois não queria demonstra que ele ainda a afetava emocionalmente. - Só esta música, prometo não te perturbar mais. - Adoro esta música. -Sorriu. -A música que tocava era ''Thinking Out Loud '' do Ed Sheren.

 

 

-Ok. -Disse ao se virar. - Você sempre consegue o que quer afinal! - Ele deslizou mão em um de seus braços, fazendo sua pele se arrepiar. Ela não pode evitar, era automático quando se tratava de Daniel. - Vamos acabar com isso logo! -O abraçou, pousou a cabeça em seu peito e deixou-se levar pela música. 

 

- Até parece uma tortura dançar comigo! -Sorriu sarcástico, pós uma das mãos na sua cintura e com a outra envolveu seu pescoço. - Engraçado como as coisas são não é? - Questionou ao encarar-la.

 

- Pois é! -Ela suspirou. 

 

- Até ontem você me amava, e agora parece que me odeia! -Retrucou 

 

- Não te odeio! - Só me deixe assimilar as coisas Dan! - Você vem com um papo de que me ama, que se apaixonou por mim quando eramos crianças e um monte de babozeiras, e depois termina tudo dizendo  que vai embora! - Diz ríspida. 

 

- Tudo que eu disse não é babozeira! - Olhou em seus olhos. -Eu te amo, sempre te amei e sempre vou te amar!- Aproximou o rosto do dela, mas ela se esquivou. 

 

- Pare por favor! - Não te entendo! - Ficou vermelha de raiva. 

 

- Bo por favor, podemos ser amigos! - Suplicou 

 

- Nunca! - Respondeu de imediato. 

 

- Por que? - Tentou mais uma vez aproximar sua face da dela, mas sem sucesso.

 

- Não costume ser amiga de ex! -Virou o rosto. 

 

- Percebi! - Olhou em direção a Nícolas. 

 

- Nícolas é diferente de você! - Completou ainda séria. - Entretanto não posso dizer que você é meu ex! - O que tivemos não podemos chamar se quer de relacionamento! 

 

- O que quer dizer com isso? - As palavras dela começaram a magoar ele. 

 

- Quantos dias durou? - Uma semana! Duas? - Isso não é um namoro Daniel. -Foi algo momentâneo. 

 

 

- Sei que vai dizer que nos deixamos levar pelo clima do filme! -E que apenas transamos algumas vezes! - Que não significou nada, apenas pele! -Apenas sentimentos vazios! - Desabafou. - Repita isso a si mesma todos os dias, enquanto se olha no espelho! - Vai se sentir melhor. - Eu farei isso também! - Durma com outro, se deixe levar por alguma paixão! - Vai gozar sentindo tezão por mim! -Farei isso, também pensando em você! - Tente me esquecer, se afundando em um relacionamento qualquer, sem amor! - Eu farei, mas nunca...-Chacoalhou ela e disse em alto tom. - Nunca! -Ouviu bem! -Gritou frente sua face. - Nunca diga que eu não te amei! - Abaixou o tom antes de começar a chorar, se desprendeu dela e se afastou. - Eu te amei. -Sussurrou e virou as costas e caminhou atravessando a pista, de cabeça baixa saiu do restaurante, e se viu banhado por uma chuva de flaches dos paparazzi que ali estavam. 

 

- Dan! -Bonnie o chamou ao atravessar a porta, correu em sua direção e o beijou intensamente. 

 

 

Narrativa por Bonnie: Foda-se aqueles paparazzi, que exploda o mundo eu só queria beijar-lo, pois seria nosso último beijo. 

Ele correspondeu, agarrou meus cabelos aprofundando, permaneci agarrada ao seu blazer, puxando seu corpo contra o meu. Minha língua foi de encontro a sua em total desespero, dançavam em sintonia frenética. 

A chuva de flaches vinda das câmeras eram como relâmpagos sobre nossas cabeças, me desprendi de seus lábios quando o ar me faltou, olhei em seus olhos marejados e por fim minhas últimas palavras. 

 

-Adeus querido Daniel! - Uma lágrima rolou em seu doce olhar. 

 

- Minha ruiva! -Sua mão tocou seu rosto, e com o polegar limpou a lágrima grossa que rolava. - Adeus! - Sussurrou antes de se afastar. 

 

 

Narrativa por Daniel:  Vou levar este beijo comigo Bonnie, e jamais esquecerei você! 

Com muita dificuldade sai daquele lugar, eram muitos fotógrafos, e pouca segurança.

Quando cheguei ao estacionamento, peguei meu carro e sai o mais rápido que pude. 

 

 

Narrativa por Bonnie:  Meu olhar o acompanhou, saiu em direção a garagem com ajuda dos seguranças, e desabei a chorar sem me importar com a imprensa. 

 

 

-Bonnie???-Gritou David ao ver-la ali parada com todos aqueles fotógrafos, disparando flash em cima dela.  - Vem comigo! - Agarrou seu braço e a tirou dali com cuidado. - Você está bem? -Disse ao abraçar-la. Bo não disse nada, apenas o abraçou forte e chorou. - Não chora minha filha. -Acariciou seus cabelos a consolando. 

 

- Ele se foi...ele me deixou! -Disse chorosa. 

 

- Daria tudo para que você não sofresse! - Me sinto tão culpado! -Destruído! - Se lamentou, Bonnie se afastou. 

 

- Você me chamou...-Disse confusa, e saiu correndo. 

 

- Bonnie???-Gritou. - Meu Deus! -Levou as mãos no rosto e chorou. 


Notas Finais


Desde ontem escrevendo amores..espero que gostem...s2 amo vcs..bjos até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...