História Querido diário (interativa) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Diário, Drama, Drogas, Interativa, Lesbicas, Original, Sexo, Violencia
Exibições 98
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Querido diário (interativa) - Capítulo 3 - Capítulo 3

    Eu realmente estava me sentindo muito mal, então contei tudo o que tinha acontecido. Minha irmã ficou calada e seu olhos encherem-se de lágrimas. Ela queria chorar mais tenho certeza que ela não iria fazer isso na minha frente. Ela me perguntou se foi a Mary que me beijou, eu disse que sim
_e você gostou!?

    Quando ela falou eu meio que travei, não sabia o que deveria dizer então eu disse que não. Mesmo que eu poderia ter gostado, eu não queria magoar mais do que eu já magoei ela.

   Depois disso minha irmã me deu alguns papéis e saiu do quarto. Eram os papéis que eu devia entrega na escola. Fui tomar um banho pois tinha que ir para a escola.

   Quando sai do banheiro comecei a me arrumar no meu quarto. Eu não estava mais me sentindo tão culpada, mais estava um pouco triste por ter deixado minha irmã magoada. Talvez se eu não tivesse contado para minha irmã eu ainda estaria me sentindo culpada.

    Eu me arrumei e quando sai do quarto me deparei com um homem na frente da porta do meu quarto. Ele me disse que era um amigo da minha irmã e que iria me levar para a escola

   Nos fomos no carro do homem que se chamava Lucas. Ele é muito educado e gentil até abriu a porta do carro para que eu entra-se. Foi muito bom ter ido para a escola com ele, pois ele me fez esquecer por alguns minutos a tristeza que eu estava sentindo. Ele me deixou muito feliz

   Quando eu cheguei na escola estava muito nervosa e meio que isso me ajudou a esquecer a tristeza.

   Entreguei os papéis para a diretora e fui direto para minha sala. Ela estava vazia então eu fui me sentar. Me sentei na ultima carteira que ficava do lado da janela.
Algumas pessoas iam chegando, e se sentando. Eu meio que estava muito distraída e nem percebi que uma garota estava se aproximando de mim
_você é a novata não é?
_sim, meu nome é Vitória
_prazer, eu me chamo Bianca

    Eu e a Bianca ficamos conversando até que o professor chegou. Ele disse para eu me apresentar a sala. Eu fique meio tímida mais acho que não fiz nada de errado

   A aula foi bem legal, eu adorei o modo que o professor ensina e me simpatizei muito com ele. Ele nos passou um livro para nos lemos se chamava a “As flores nunca cantam”, eu achei muito curioso o título e me animei depois de ler a sinopse era incrível,. É sério perfeita tomara  que o livro seja tão bom quanto a sinopse.

   Eu conversei bastante com a Bianca no intervalo, e ela me apresentou a suas duas amigas. Uma era super legal e tinha um visual muito legal e a outra era muito engraçada e muito bonita. A garota de visual legal se chamava Jessica e a outra Maria.

    Elas me convidaram para matar aula mais eu não aceitei pois era meu primeiro dia. A Bia (ela me disse para eu chama-la assim) e eu fomos para a aula, mais ela teve que ir embora por que a irmã mais nova dela passou mal na escola.

    A aula foi tranquila até o professor mandar que agente fizesse um trabalho em duplas, era para começar na sala e terminar em casa. As pessoas começaram a chamar as outras para formar duplas, e eu me senti meio deslocada. Mais um garoto veio me perguntar se eu já tinha formado dupla com alguém eu disse que não
_posso me sentar com você?
_claro

    Eu me senti muito feliz, por ele se sentar comigo
_eu posso ir na sua casa para agente terminar? Ou você quer ir na minha?
_na sua casa

     O sinal bateu depois de alguns segundos e eu peguei meu material e estava indo embora, até que o garoto que eu estava fazendo o trabalho me chamou
_agente podia ir....lá em casa agora, se você quiser?

    Eu não queria ir para minha casa agora, mais eu realmente não sei se vou poder ir na casa do garoto (ele me disse seu nome, mais eu esqueci)

[ ] ir para casa
[x] ir para a casa do garoto 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...