História Quero uma vida nova - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alem, Amor, Bts, Céu, Drama, Drogas, Espírita, Espírito, Espiritualidade, Inferno, Jimin, Morte, Prostituição, Reencarnação, Romance, Sexo, Vida, Violencia
Visualizações 54
Palavras 2.813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu havia terminado o cap mas ele acabou ficando muito grande então eu vou postar em partes menores para ficar mais fácil pra todo mundo.
Espero que gostem e Boa leitura ^^

Capítulo 19 - Eu te amo


S/N ON:

- Por favor eu te imploro… vem comigo para Busan?

- Ok… agora eu vou com você para Busan - Jimin suspira de alívio e me beija na bochecha.

- Você não vai se arrepender pequena, eu prometo… Agora vamos temos que sair daqui antes de anoitecer.

QUEBRA TEMPO

Já era noite, todos estavam em carros separados, eu estava no carro junto com Jimin e Taehyung, Jin no mesmo carro com Namjoon, Yoongi com Hoseok e Jungkook.

Um de cada vez saiu da mansão acelerando ao máximo, as ruas estavam vazias devido ao horário tarde da madrugada. Até que depois de algumas horas na estrada todos se separam e cada carro vai para um lugar diferente.

- Jimin o que eles estão fazendo? - Pergunto sentada no banco de trás, Taehyung dirigia com uma atenção na estrada notável, Jimin suspira e olha o GPS que tinha alguns pontos azuis piscando.

- Eles notaram que alguém estava nos seguindo então nos separamos para confundir o nosso querido amiguinho stalker - Jimin mexe no GPS e uma luz vermelha pisca freneticamente, Jimin arregala os olhos e sua face fica apavorada - Taehyung…

- Eu.

- Estão atrás do Namjoon e do Jin…

- DROGA!! - Ele bate no volante com força - E se pegarem eles?

- Calma o Jin dirige bem lembra - Tae ainda parecia incomodado (Autora: lógico que o Jin dirige bem né? Ele nem bateu o ônibus no clip "No More Dream" né? Kkkkk), depois de mais alguns minutos finalmente chegamos em Busan e já estava amanhecendo - Graças a Deus chegamos!!!

- Eeeeeee e inteiros ainda!!! - Comemora Tae e Jimin no banco da frente - Só falta chegar no esconderijo planejado - Mais alguns minutos depois o céu já estava claro com o tempo nublado, passamos por um portão de ferro grande e mais para frente tinha uma casa quase tão grande quanto a mansão do Jimin - Jimin… você realmente não vive sem luxo não é seu milionário desgraçado?

- Não… e também não quero hehehe - Taehyung estaciona na frente da casa onde o carro do Yoongi já estava estacionado também, entramos com as malas e logo vemos Jungkook, Yoongi e Hoseok sentados no sofá da sala conversando - Cheguei suas aberrações!!! - Jimin grita fazendo todos notarem que chegamos, Kook pula para abraça-lo - Namjoon e Jin já chegaram? - Ele pergunta se soltando do abraço.

- Não, desde a separação na estrada ninguém mais viu eles.

O clima ficou tenso, o silêncio apareceu e todos sentiram a falta dos sumidos, Jimin tentou me alegrar falando que eu podia escolher meu quarto, subi as escadas e escolhi um que a decoração me agradou muito, desfiz minhas malas sem pressa, logo que terminei desci as escadas dando de cara com os meninos conversando na sala, pareciam melhores e menos tensos, isso era bom.

- Finalmente chegou minha linda - Disse Jimin sorrindo, me sentei em seu colo e ele me envolveu com seus braços.

- Acho que vai chover olha só o tempo fechado lá fora, desde manhã está assim - Falou Jungkook olhando pela janela.

- Será que neva também? - Perguntou Taehyung se sentando no sofá na frente do Jimin e consequentemente na minha frente também - Está na temporada de neve pelo o que ouvi da previsão do tempo na televisão.

- Talvez… - Falou Hoseok colocando mais lenha na lareira para fazer o fogo se tornar mais útil pois ele tremia de frio - Só sei que se nevar esse foguinho mixuruca não vai adiantar… Yoongi!!

- Que foi caramba!! - Ele diz coçando os olhos pois já estava quase dormindo na poltrona perto da janela que Jungkook tanto se apoiava de cotovelos nela olhando para fora focado - Eu estava quase dormindo, o que foi Hope?

- Você bem que podia né…? Dar uma ajudinha aqui no fogo da lareira não é? - Ele diz fazendo bico.

- Afsss Jung Hoseok, estou sem vontade de brincar de explodir coisas hoje… não estou afim.

- Do que adianta ter um amigo Bultaoreune se ele sempre está com preguiça de explodir coisas? É o mesmo que ter uma piscina congelada Afsss - Bufa Hoseok se encolhendo para se aquecer.

- Um açúcar azedo - Resmungou Jungkook ainda olhando pela janela.

- O que você disse Jeon Jungkook? - Yoongi parecia irritado.

- Deixa ele Yoongi - Disse Taehyung rindo - Até parece que isso não deixa de ser verdade - Todos riem.

- Eu vou dormir que ganho mais - Yoongi fecha seus olhos de novo emburrado, Jimin aproxima sua boca do meu ouvido e cochicha para que só eu ouvisse.

- Um açúcar mal feito hehehehe - Nós dois rimos.

- CARALHO!!! - Jungkook grita desesperado enquanto olha pra a janela com os olhos marejando - ABRE A PORTA!!! ABRE A PORTA!!! ABRE A PORTA!!! - Todos até o Yoongi que antes dormia estavam assustados com a reação do Kook, ele mesmo correu e abriu a porta sozinho e saiu para fora correndo, todos nos olhamos sem entender nada até que ele volta com o Namjoon mancando apoiado nele sangrando muito, Jungkook deita Namjoon no sofá e vemos que ele havia sido baleado no abdômen, ele tossia sangue e suava frio.

- Cadê o Jin? O que aconteceu com vocês ?- Perguntou Jimin preocupado, ele se ajoelhou ao lado do sofá onde estava Namjoon.

- Eles nos seguiram até Busan… - Namjoon diz com dificuldade, e tosse mais sangue pela boca - O Jin dirigia o mais rápido que podia mais não deu para fugir… - Ele tosse freneticamente sujando sua boca ainda mais, seus dentes já estavam completamente manchados de vermelho e seu cabelo loiro estava ensopado de suor - Eles nos cercaram depois que entramos em Busan, o Jin acabou batendo o carro contra um dos deles, saímos do carro e corremos para fugir mas…

NAMJOON ON:

(Algumas horas antes… )

- Jin estamos sendo seguidos olha!!

- Eu vi, vamos nos separar avisa os meninos.

- Ok - Peguei meu comunicador e alertei os outros, nos separamos cada um para um lado, e o carro continuou nos seguindo - Jin ele ainda está atrás de nós...

- Vou acelerar, vamos ver se esse trouxa é bom de volante.

- Pior de volante que você Jin… não tem!!

- O que você está dizendo hein? "Deus da destruição"?

- Eu sou desastrado… É DIFERENTE!!! SER RUIM DE VOLANTE E SER DESASTRADO SÃO DUAS COISAS COMPLETAMENTE DIFERENTES KIM SEOKJIN!!! - Um silêncio fica presente enquanto Jin ainda acelera tentado fugir do Senhor Stalker ali atrás.

- Vocês nunca mais vão parar de me zoar por causa da batida com o ônibus não é? - Eu sorrio (Autora: sim é a batida do clip "No More Dream" que ele está falando kkkkk), não aguento ao me lembrar do Jin atropelando aquelas caixas acabando com o ônibus, só ele mesmo para ser tão ruin para dirigir.

- Calma Jin, aposto que se fosse o Yoongi dirigindo naquele dia, o ônibus teria explodido com a gente dentro dele - Começamos a rir como duas hienas que aspiravam o gás do riso. Quando chegamos em Busan o chato ainda nos perseguia na mais alta velocidade, até que mais carros apareceram e começaram a nos dar tiros - Filhos duma… égua.

- Atira neles também Namjoon - Peguei minha arma e comecei a colocar minha cabeça para fora e disparei vários tiros, um tiroteio intenso acontecia enquanto Jin dirigia em desepero, até que senti uma dor enorme no meu abdômen, uma ardência e uma dor insuportável tomaram conta do meu corpo, eu não aguentava mais ficar ali, me encolhi para dentro do carro e me sentei no banco quando olhei para baixo notei que estava sangrando, Jin me olhou e logo sua respiração ficou pesada ao ver minha blusa manchada de vermelho, eu tinha tomado um tiro no abdômen.

- FILHOS DA PUTA!! - Gritou Jin colocando a mão para fora e disparando sua arma enquanto dirigia - EU VOU MATAR VOCÊS!! - Ele volta a prestar toda a sua atenção nas ruas depois que as balas acabaram - Calma você vai ficar bem Joonie... - Pêra… é a primeira vez que ele me chama pelo apelido? MEU DEUS O MUNDO VAI ACABAR!!! Eu sabia… eu cai do carro e fui atropelado ou morri com o tiro e fui para o céu porque… O JIN ME CHAMOU PELO APELIDOOOOOOOOOOO!!!!

- Meu santo Gdragon do céu Kim Seokjin...

- O que?

- É a primeira vez que você me chama de Joonie… - Ele ri - Que fofo… arrisco a dizer que isso foi mais fofo que o Jungkook fazendo cara de coelho que perdeu a cenoura - O Jin cora… tão… fofinho.

- Não se preocupa, eu prometo pela minha vida que eu vou te tirar dessa cara… é uma promessa.

Ele dirigia cada vez mais rápido, e eu me sentia cada vez mais fraco, eu sentia que a minha hora estava chegando… o dia já estava claro com o tempo nublado, e ainda vários carros estavam atrás de nós, Jin começou a entrar em desespero e começou a chorar um pouco.

- Ei cara… eu estou bem, é só despistarmos eles que vamos ficar bem - Digo tentado conforta-lo, ele se acalmou um pouco e voltou sua atenção completa ao trânsito que agora tinha alguns carros nas ruas, afinal já era de manhã. Até que a pior coisa do mundo aconteceu… eles nos encurralaram em um cruzamento, vários carros pretos ao nosso redor, alguns homens desceram com armas nas mãos apontadas para nós, seria esse o nosso fim?

- Namjoon… me desculpa eu não consegui… - Ele dizia tentando não chorar enquanto olhava ao nosso redor.

- Tudo bem… se eu for morto então fico feliz que seja ao lado do meu melhor amigo.

- Eu sempre achei que o seu melhor amigo fosse o Yoongi, vocês passam muito tempo juntos, até dividem a mesma casa - Ele me olha confuso.

- Eu posso até passar mais tempo com ele, mas isso não quer dizer que eu goste mais dele do que de você, você sempre foi o meu favorito Kim Seokjin… - Ele sorri e põe as mãos no volante.

- Eu tive uma idéia Joonie.

- Qual?

- Que tal recriarmos o acidente do ônibus? - Eu sorri e assinto com a cabeça, Jin liga o carro e avança na mais alta velocidade contra o carro de um deles, batemos feio mas isso nos ajudou a escapar o problema é que mais para frente o carro quebrou e não saía mais do lugar, mais ainda sim havíamos nos afastado deles o suficiente para fugir a pé, Jin saiu do carro correndo e foi abrir a porta para mim - Dexa eu te ajudo - Ele me ajuda a descer e envolve meu braço em si me dando um apoio - Vem vamos, só espero que Jimin não fique bravo por termos quebrado o carro dele hehehehe!!

- Ele compra outro - Rimos, mas logo me sinto mais fraco por causa da minha perda de sangue - Eles vão nos alcançar Jin - Digo apontando para alguns homens de preto armados que vinham correndo em nossa direção - Me deixe aqui, eu tomei um tiro… sou um peso morto para você.

- Nunca vou te abandonar Joonie - Ele estava quase me arrastando pela rua tentando fugir.

- Jin… eu não aguento correr, se você ficar aqui comigo vão pegar você também, me deixe aqui e fuja para salvar sua vida - Jin me olhou e depois olhou para os homens que já estavam bem mais perto - Fuja Jin… - Implorei.

- Eu… - Jin me soltou e pegou sua arma mirando nos homens que ainda estavam um pouco longe mas se aproximavam rápido - Namjoon fuja…

- O que?

- Eu seguro eles aqui… fuja você.

- Não vou te deixar aqui sozinho Jin.

BANG!!! Ouvimos um disparo, Jin fez uma cara de dor que partiu meu coração pois logo entendi que o tiro acertou ele, seu peito foi acertado bem no meio por uma bala, sua blusa que antes era branca agora estava vermelha quase por completo.

- Namjoon fuja.

- Não saio daqui sem você Jin.

- Sim… você vai… - Sem eu conseguir reagir Jin me pegou no colo e foi correndo até um beco, ele me escondeu atrás de um latão de lixo, e seu rosto já estava muito pálido.

- Porfavor Jin… não faz isso com você.

- Joonie… eu já sinto que vou morrer… mal me aguento mais em pé, eu já estou com medo então porfavor não me faça ter mais medo do que eu já estou…

- Porfavor Jin podemos ainda fugir, se esconda aqui também talvez eles não nos achem - Ele chora bem na minha cara e isso me faz chorar também, ele estava agachado na minha frente.

- Do que adiantaria eu fugir se já vou morrer Joonie?

- Não fala assim você não vai morrer Jin eu… - Sou interrompido quando Jin me beija, era um beijo calmo e quente, meu mundo parou por completo, eu não sentia mais dor e não ouvia mais nada só queria que aquilo nunca mais acabasse, paramos o beijo quando ouvimos outros disparos.

- Eu sempre te amei Kim Namjoon… - Ele já chorava ainda mais e eu também.

- Eu também sempre te amei Kim Seokjin… - Sorrimos um para o outro, ele se levantou e se afastou de mim devagar indo em direção a rua ele parou bem no meio dela e apenas esperou os homens chegarem - JIN!! - Chamei ele, o mesmo olhou na minha direção - Não me importa quantos ônibus você destrua, pra mim você sempre será o melhor motorista do mundo - Ele abre um grande sorriso.

- Não me importa se digam que você é o deus da destruição para mim você sempre será perfeito em todos os sentidos - Sorrimos um para o outro…

BANG!!

Quase grito quando outro disparo acerta o peito do Jin, ele cambaleia de um lado para o outro como se estivesse bêbado até que caí de joelhos no chão e abaixa a cabeça olhando para o chão, os homens aparecem e logo o cercam.

- Park Takumi vai nos dar um aumento pela cabeça dele - Disse um dos homens armados - Mãos para cima Kim Seokjin - Ele ergue as mãos mais não muito pois já não tinha força de tão pálido que estava, um dos homens mirou em sua cabeça e o desepero tomou conta de mim, Jin olhou para mim e soltou um sorriso, mas não um sorriso de medo ou dor, mas sim, um sorriso cheio de alegria e pureza, fazia anos que eu não via ele sorrir daquele jeito tão doce e isso me deu uma paz por dentro como se tudo fosse realmente acabar bem, seus olhos brilaram para mim quando também sorri de volta com a mesma pureza, era como se estivéssemos ligados pelo olhar, como se tudo fosse dar certo.

BANG!!

Fechei meus olhos e tremi ao ouvir um disparo, a paz que eu sentia dentro de mim logo se tornou em uma terceira guerra mundial, abri meus olhos lentamente e quase desmaiei ao ver Jin caído no chão já sem vida com um buraco de bala na cabeça.

Ele morreu por mim… ele se sacrificou por mim… ele me amava… e agora… ELE ESTÁ MORTO!!!

Chorei baixinho, voltei a ficar atrás por completo do latão de lixo e chorei um pouco mais alto, depois de alguns minutos ouvi eles irem embora e então notei que não levaram o corpo do Jin com eles, graças a deus, pelo menos deixaram ele em paz.

Tentei me levantar mas estava muito fraco, vi o corpo do Jin morto no chão e voltei a chorar, me arrastei pelo chão até seu cadáver já frio no meio da calçada, usei toda a minha força nos braços que eu não tinha para me arrastar pelo asfalto, até que com muita dor e sofrimento eu consegui.

- Jin… eu não acredito - Me sentei no chão e coloquei sua cabeça no meu colo e chorei ainda mais - Eu juro que vou te esperar pelo tempo que for, nem que eu tenha que morrer para estar ao seu lado de novo… meu lindo motorista que agora dirige meu coração rumo a um lugar chamado saudades - Beijei sua boca gelada e fiquei acariciando seu rosto pálido.

- MEU DEUS SENHOR VOCÊ ESTÁ BEM?? QUER QUE EU CHAME UMA AMBULÂNCIA?? - Perguntou um homem preocupado, ele parecia ser uma boa pessoa.

- Adeus meu amor, em breve nos veremos de novo - Sussurro no ouvido do Jin e me levanto encarando o homem - Não precisa chamar a ambulância, ele já morreu…

- Mas e o senhor? Você está sangrando!!

- Não precisa se preocupar comigo obrigado, eu estou bem - Me levanto com muita dificuldade e começo a correr, ou pelo menos tento, incontáveis minutos dolorosos depois finalmente tive contato visual com a casa onde estaria os meninos, quando me aproximei logo reconheci Jungkook na janela.

- Finalmente cheguei, mas como vou contar isso para eles?


Notas Finais


Porfavor digam nos comentários o que acharam, qualquer erro porfavor me avisem.
Espero que tenham gostado e até o próximo pedaço do final kekekeke ^^ *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...