História Quero Você Do Meu Lado - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Gay, Yaio
Exibições 126
Palavras 1.786
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieee então o próximo capítulo vai demorar pois eu me mudei então eu já estou adiantando

(Collin aí em baixo)

Capítulo 17 - Preciso de um Óculos


Fanfic / Fanfiction Quero Você Do Meu Lado - Capítulo 17 - Preciso de um Óculos

P.O.V Collin.

 
  Estávamos Abel, Rayane e eu caminhando até a arquibancada, todos estavam olhando para nós e cochichando algo, eu e Abel ignoramos, fomos para um canto isolado da arquibancada, lá não tinha ninguém, sentamos lá e deitei entre suas pernas e me aconcheguei em seu peito.

  - Mas então Abel, eu estava pensando, sabe aquela sua amiga Rafaela ? Então eu estou interessada nela, sabe, eu gostaria de saber se ela gosta de mulher também, ela gosta ?

  - Bom, ela já pegou algumas.

  - Que ótimo você me ajuda a ficar com ela.

  - Tá bom, quer que eu vou chamar ela ?

  - Eu adoraria !

  Abel se desgarrou de mim e foi chamar a Rafaela, ele voltou acompanhado da mesma e ele se sentou e voltamos a posição de antes.

  - Oi Collin.

  - Oi Rafaela.

  - Oie ! Meu nome é Rayane.

  - Oi Rayane, meu nome é Rafael.

  - Prazer te conhecer.

  - Mas então Abel, o novo assunto da escola é você e o Collin, estão comentando sobre a briga de ontem na frente da escola - Deve ter sido o Marcus que espalhou isso.

  - Só pode ter sido o Marcus aquele...Imbecil ! - Falou Abel.

  - Não só ele mas também deve ter sido os amigos deles que estavam lá na hora - Falei, Abel suspirou lentamente e balançou a cabeça negativamente.

  -  Me desculpa Collin, foi tudo minha culpa, se eu não tivesse batido nele, nada disso teria acontecido.

  - Não culpa sua Abel, ele mereceu todos os socos que você deu nele - Ele riu e me deu um selinho demorado.

  - Bom, mas então Rafaela, o que você passa no seu cabelo para ele ficar lindo desse jeito - Disse Rayane tentando arranjar assunto, apenas tentando.

  - Bom, eu passo shampoo e um creme, só.

  - Nossa mas esse cabelo seu é muito bonito - Disse Rayane mexendo no cabelo da Rafaela -Mas então eu queria comprar um negocio ali na lanchonete da escola, você vêm comigo Rafaela ?

  - Tá bom.

  - Que ótimo ! Vêm - Disse Rayane puxando a Rafaela.

  Ficamos lá sentados na arquibancada apenas observando a movimentação das pessoas na arquibancada e ouvindo música até que momentos depois chegou um menino, baixinho, usando óculos, parecia ser do ensino fundamental, ele fez um ideograma com as mãos para que nós tirássemos os fones de ouvido.

  - Vocês são Abel e Collin ?

  - Sim somos nós, por quê ? - Questionou Abel.

  - Estão chamando você lá na diretoria - Eu e Abel nos encaramos confusos e nos levando.

  Fomos até a diretoria e lá estavam a Pedagoga Natália e a diretora e o Marcus, entramos e eu e Abel sentamos nas cadeiras que haviam em frente a mesa da diretora, a Natália estava sem expressão, Marcus estava com os braços cruzados e expressão fechada, a diretora estava lendo alguns papéis, ela guardou os papeis na pasta e olhou para mim e para Abel.

  - Bom, Abel, por que você bateu no Marcus ? - Perguntou a diretora em um tom sereno.

  - Porque ele me ofendeu e ofendeu o Collin, contou mentiras sobre mim para o Collin.Aliás diretora, por que veio nos chamar atenção sobre a briga se ela nem aconteceu dentro da escola ?

  - Mas aconteceu no portão da escola.Isso é um comportamento inacessível, tanto de você quanto do senhor Marcus, eu deveria da uma bela suspensão para os dois, mas prefiro resolver de outro jeito - Ela aumentou seu tom de voz - E você Marcus não deve também falar mentiras sobre os outros.

  - Diretora, por que me chamou aqui ? - Questionei, pois eu não briguei com ninguém.

  - Porque, você indiretamente está envolvido nessa briga, o Abel bateu no Marcus por causa de uma mentira que Marcus contou para você e você contou a tal mentira para o Abel fazendo com que causasse a briga, e também o Abel bateu nele porque o Marcus ofendeu você.

  - O Collin não tem culpa diretora - Falou Abel.

  - Calado Abel ! Eu estou falando com ele, não quero saber mais de brigas entre vocês - Ela fez uma pausa e olhou o relógio - Daqui a pouco o sinal vai bater então vão direto para a sala, vocês três estão liberados.

  Nós três saímos da sala e fomos para a arquibancada e nos sentamos no mesmo lugar, depois de um tempo, o sinal bateu e fomos para sala, a aula era do professor Phillipe.

  - Turma eu tenho um recado para dar, vocês sabem que nesse mês é o Halloween, então a escola está planejando uma festa a fantasia, neste sábado às sete horas.

  - Vai ter bebida ? - Perguntou um aluno no fundo da sala.

  - Óbvio que não - Todos vaiaram - Silêncio ! - Todos se calaram - Mas então preparem suas fantasia para o sábado, agora abram os seus cadernos que eu vou passar dever no quadro.

  - Ei Amor, você quer ir de que fantasia ? - Perguntou Abel.

  - Não sei.

  - Eu posso escolher a sua fantasia ?

  - Pode sim.

  Abri o meu caderno e comecei a copiar, não estava enchergando, estava meio embaçado, o professor olhou para trás e viu que eu estava com dificuldades para enxergar.

  - Collin você consegue enxergar ?

  - Não muito professor.

  - Senta aqui na frente então.

  Eu me levantei e fui sentar na cadeira da frente, eu consegui enxergar melhor.O sinal bateu e e Abel e eu arrumamos nosso material.

  - Collin você poderia esperar um pouco - Disse o professor.

  - Claro.

  - Amor eu vou te esperar lá fora - Disse Abel e eu assenti.

  - Collin eu quero pedir pra que você arranje um óculos, irei até anotar na seu caderno para o seu irmão, você necessita de um óculos senão você não irá conseguir copiar e se você não consegui copiar o seu rendimento vai cair.

  - Claro - Fale entregando meu caderno para ele e ele anotou o recado.

  - Pronto.

  - Okay, tchau professor - Falei saindo da sala.

  - O que que ele queria amor ? - Abel enquanto caminhava até a saida.

  - Ele só falou que eu necessito de um óculos.

  Quando saímos da escola, Jasper e Chris estavam lá fora, nos esperando.

  - Oi Chris, Oi Jasper - Cumprimentei.

  - Oi Maninho, oi Abel

  - Oi Chris.

  - Como foi a aula de vocês - Perguntou Jasper.

  - Boa, terá uma festa a fantasia neste sábado aqui na escola.

  - Que ótimo, já decidiram do que vão ir ? - Perguntou Jasper

  - Eu vou escolher a fantasia dele - Disse o Abel.

  Um carro parou em nossa frente, nós olhamos para o carro confusos, de quem seria aquele Renault Clio vermelho ? A janela do carro foi abaixando lentamente e quando o vidro foi abaixado completamente, vimos que era Luana.

  - Mãe ? - Perguntou Abel perplexo.

  - Tá me vendo aqui não criatura ? Claro que sou eu.Vocês quatros vão ficar parados aí ou irão entrar dentro do carro ?

  - Nós quatro ? - Perguntou Christian.

  - Sim, vou dar uma carona para vocês.

  Jasper deu de ombros e foi o primeiro a entrar dentro do carro,depois foi o Abel, depois eu e Christian, Luana ligou o carro e deu a partida.

  - Mãe como você consegui esse carro ? - Perguntou Abel.

  - Eu ganhei.

  - Ganhou de quem mãe ?

  - No meu trabalho Abel, em um sorteio.

  - E o nosso outro carro ?

  - Vai continuar sendo nosso.Mas então como foram a aula de vocês dois ?

  - Chatas mas neste sábado haverá uma festa a fantasia - Falou Abel.

  - Que legal, vocês já sabem em que fantasia vocês vão ?

  - Eu irei escolher para o Collin.

  Tempos depois,  chegamos em minha casa, me despedi do Abel e da Luana e entrei em minha casa, fui no meu quarto e me troquei de roupa, me lembrei do recado que o professor escrevera em meu caderno, então eu abri a minha mochila, peguei o meu caderno, fui para a sala, entreguei ao meu irmão e ele lei.

  - Poxa Collin, vai ser difícil.

  - O que Chris ? - Perguntou Jasper.

  - Collin está necesitando de um óculos.

  - Eu pago, e ainda levo ele na consulta e mais, eu ainda pago o óculos.

  - Jasper, não, eu que tenho que fazer isso - Jasper o encarou.

  - Você sabe que mesmo que você não concorde, eu vou fazer.

  - Seu teimoso, tá bom.

                         (...)

  - Consegue enxergar melhor Collin ? - Perguntou o oftalmologista aumentando a lente do Refrator Oftalmológico.

  - Muito melhor - Falei e ele foi até a sua mesa e anotou a receita.

  - Aqui está a receita, o seu grau é um e meio.

  - Obrigado doutor.

  Pegamos um ônibus e fomos para uma ótica mais próxima, quando chegamos lá, uma jovem, bonita veio até nós.

  - Boa tarde o que desejam ?

  - Boa tarde, nós gostaríamos de um óculos, para ele - Jasper apontou para mim - O grau é um e meio.

  - Você tem a receita ? 

- Sim - Disse Jasper entregando a receita para a atendente e ela leu.

  - Ótimo, me sigam que eu irei mostrar os modelos.

  Nós seguimos a moça até uma parte da loja, lá tinha óculos de vários modelos e cores.

  - Estes são os óculos um e meio.

  - Pode escolher Collin.

  Eu dei uma olhada nós óculos e um modelo me agradou, eu peguei o óculos na mão e mostrei para o Jasper.

  - Esse.

  - Esse custa cento e vinte.

  - Vamos levar.

  - Cartão ou avista ?

  - Cartão.

  - Débito ou crédito ?

  - Débito. 

  Nós seguimos a atendente até o caixa e o Jasper, ele pagou o óculos e fomos embora.

 

 

 
 

 


Notas Finais


Obrigado por lerem ^w^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...