História Quirky Girls (Camren) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Exibições 73
Palavras 1.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Madrugada bolinhos!
Olha, eu sei que havia prometido capítulo antes mas não deu, peço mil desculpas 💙
Boa leitura..

Capítulo 2 - Hello


Fanfic / Fanfiction Quirky Girls (Camren) - Capítulo 2 - Hello

~POV Camila


Depois de ter treinado horas seguidas ontem e ter a total certeza de que minha coreografia está maravilhosa e que a Srta. Jauregui iria se surpreender, tomei um banho rápido e coloquei meu pijama de bananas e me deitei para dormir.

Acordei hoje com o meu celular tocando e por conta do sono não atendi na primeira chamada. A pessoa estava ligando denovo e eu atendo sem nenhuma vontade de vida, sem olhar no visor quem era.

*CHAMADA ON*

.: Mas que porr...

.: Isso é hora de estar dormindo, Chancho?

.: Mas é claro que sim!

.:Então fiquei ai dormindo e perca o teste.

.: Mani, o teste ainda são as 8:00 e...

.: E já são 7:30!

.: Claro que não são 7:30!

.: Estou na porta de sua casa te esperando para irmos juntas!

.: Espera! Mani, como você sabe que fui escolhida?

.: Chancho, você é gostosona e até eu te escolheria mesmo você não sabendo dançar... Agora abra a porta para mim antes que eu dê um chute nessa merda!

.: Sempre bem humorada, não?

*CHAMADA OFF*


Me levanto e faço minha higiene matinal. Depois de alguns minutos arrumando meu cabelo desço e abro a porta para Normani que me olha de cima a baixo e entra com a cara fechada.

-Desculpa a demora Manibear, eu estava escovando os meus dentes. -Eu disse enquanto abria os braços para abraçar Mani.

-Por que sempre que eu venho aqui você tem que estar com seus pijamas de banana? Você me prometeu um Kaki! -Mani disse fazendo biquinho enquanto me abraçava.

-Eu vou mandar fazer um para você Mani! -Eu disse enquanto apertava mais a cintura de Normani.

-Tudo bem então! Agora vá se arrumar que já estamos atrasadas. -Normani disse contra o meu pescoço.

-Okay então, agora deixe-me ir! -Eu disse enquanto desfazia o contato com Normani e selava nossos lábios.

Eu tinha essa mania de dar vários selinhos em Normani e sempre foi assim durante a nossa amizade inteira, mesmo antes dela saber que eu prefiro as meninas.

Subo e tomo um banho rápido. Coloco uma regata preta que valoriza bastante minha cintura e meus seios, juntamente de um short preto acompanhado de um tênis cano alto vermelho que eu tanto amo.

-CHANCHO! JÁ SÃO 7:45, VAMOS? -Normani grita lá debaixo.

Pego o meu celular que estava em cima do criado mudo ao lado da minha cama e ele logo acende o visor com um simples toque que eu dou no mesmo, mostrando a foto que tirei com minha irmãzinha Sofia que mora em Nova York junto de meus pais.

Sinuhe e Alejandro Cabello são meus pais e Sofia é minha única irmãzinha, a mesma tem 8 anos e acho ela muito inteligente para a sua pouca idade.

Vim fazer faculdade de jornalismo em Londres e acabei me apaixonando pelo lugar, e por fim moro aqui sozinha e sem ninguém.

Desço as escadas correndo e vejo Normani impaciente com a porta aberta para sairmos, lhe dou um sorriso fraco que não foi retribuido e saio de minha casa acompanhada dela.

Passamos o caminho inteiro cantando e rindo de nós mesmas. O bordel Quirky Girls fica perto da minha casa, por isso fomos as primeiras a chegar no lugar que me parece ser muito bem organizado e administrado, porém era escondido e não parecia um bordel.

-Não se acostume! -Normani disse enquanto abria a porta de seu Volvo prata para mim descer.

-Estou boba com tanto cavalheirismo! -Eu disse ironica e Normani apenas revirou os olhos em resposta.

Caminhamos até a entrada do bordel e tocamos o interfone, logo o grande portão se abriu. Entramos e o lugar era maior do que eu imaginava e muito bem organizado e bonito (como eu pensava).

-Sejam muito bem-vindas ao Quirky Girls! Vocês devem ser as novas dançarinas, certo? -Uma mulher alta com o cabelo preso em um rabo de cavalo, que tinha o corpo maravilhoso disse enquanto nos cumprimentava.

-Certo! -Normani disse fazendo-me desviar a atenção para ela, e pude ver o olhar que ela tinha sobre a moça a nossa frente.

-O meu nome é Dinah e como vocês chegaram primeiro, podem se sentar aqui e eu já chamo uma de vocês. -Ela disse enquanto abria uma porta com uma pequena sala, que tinha uma iluminação fraca e vários puff's para sentar. - A Srta. Jauregui deve estar esperando por vocês, vou perguntar qual da duas ela quer primeiro e já lhes chamo, tudo bem?

-Tudo bem! -Eu disse empolgada e lhe dei um sorriso, que logo foi retribuido.

-O que achou dela? -Normani perguntou para mim enquanto se sentava do meu lado.

-Dinah, a empregada da Jauregui? -Eu disse enquanto arrumava minha blusa, deixando mais amostra meus seios.

-Sim! Ela é demais, não acha? -Normani disse em meio a sorrisos.

-Dinah não fez nada demais além de nos mostrar o caminho Mani! Isso é amor a primeira vista? Que fofo... -Eu disse ironica enquanto apertava a bochecha de Normani, que agora estava com o semblante fechado por ter entendedo a ironia em minhas palavras.


[...]


Já se passaram 10 minutos e Dinah não voltou para nos chamar, será que sua chefe desistiu de nós? Eu me interesso bastante por Lauren ser minha "jurada" e pretendo surpreende-la de um jeito que nenhuma dançarina fez antes.

-A primeira a dançar para nós vai ser, ãhn.. Normani Kordei! -Dinah disse enquanto vinha em nossa direção com a boca totalmente vermelha e logo me veio pensamentos perversos dela com sua chefe.

Normani se levantou e foi para a sala onde o teste aconteceria. Espero que minha amiga se dê bem nesse teste e trabalhe comigo nesse bordel.

Minutos depois de Normani ter entrado lá, chega uma garota bem jovem dos olhos azuis e cabelo castanho claro acompanhada de um belo rabo de cavalo.

-Olá! -Ela disse sorrindo, me fazendo desviar a atenção para ela.

-Olá, como vai? -Eu disse em meio a um sorriso fraco de lado.

-Estou bem. Sou Keana, e você é? -A garota disse enquanto se sentava do meu lado.

-Eu sou Camila, Camila Cabello! -Eu disse mais nervosa do que o normal, e fui salva por uma Nomani saltitante saindo da sala com Dinah.

-Mila, vou levar a Dinah para um café! Tenha um bom teste... -Normani disse e não me esperou responder, apenas saiu puxando Dinah para fora do local.

-Camila Cabello! -Uma voz rouca soou de dentro da sala ao lado da nossa, me fazendo arrepiar.

Isso foi completamente estranho, até mesmo porque acontece só com pessoas especiais para mim. E o meu plano não está conforme o meu desejado, até mesmo porque isso teria de ser ao contrário e vai ser!

~POV Lauren


Minha manhã estava sendo mais cansativa do que o normal. Antes de eu escolher minhas novas dançarinas, Dinah e eu tivemos um momento "cute" e acho que nunca me imaginei assim com alguém, talvez ela seja a primeira.

Depois de uma bela morena chamada Normani ter feito o teste e conquistado o pequeno coração de Dinah, a mesma levou a minha socia preferida para longe de mim e eu não protestei, até mesmo porque eu já me acostumei a sempre as escolher sozinha.

-Camila Cabello! -Eu disse e minha voz saiu bem rouca. Senti a presença de mais alguém na sala e logo desviei minha atenção para a porta, me levantei e fui cumprimenta-la.

Uma morena de mais ou menos 1,57 de altura, com longos cabelos e um belo corpo se levantou e veio em minha direção, estendendo a mão para mim.

-Sente-se a minha frente! -Eu disse enquanto pegava a pasta azul na gaveta que se encontra ao meu lado e tirando do mesmo vários documentos.

-Achei que fosse um tes... -Interrompi.

-Latina? -Perguntei um pouco curiosa.

-Sim! -Ela respondeu em meio a um sorriso.

-Faculdade de jornalismo? O que faz aqui em um bordel? -Perguntei ironica e a mesma me olhou intensamente acompanhada de um sorriso amarelo.

-Eu prefiro a dança Sra. Jauregui! -Camila disse e pude perceber que ela me daria trabalho nas danças.

-Me chame de Lauren! -Eu disse enquanto desenhava algo indescritível no papel ao meu lado.

-Okay, Lauren! -A latina disse, acompanhada de um sorriso bobo.

-Okay... Coloque o seu pen drive aqui. -Mostrei a caixa de som ao meu lado e a mesma logo caminhou em minha direção para colocar o pen drive. -Me surpreenda Srta. Cabello!

-Tem como você me ajudar? Eu não estou conseguindo colocar. -Ela disse e apoiou seus antebraços na mesa que se encontrava o som, dando-me uma visão de sua bela bunda.

A Srta. Cabello me parecia ser uma boa menina, e a impressão que eu tive de Normani foi semalhante a impressão que estou tendo de Camila.


Notas Finais


Até o próximo 💙
(Sai em breve)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...