História Rabbit - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Rabbit, Rap Monster, Suga
Visualizações 11
Palavras 951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um.. eu estou sem criatividade.
Mas espero que gostem, vou tentar posta com mais frequência..
ps - erros ortográficos. ME PERDOEM

Capítulo 3 - Proposta


La estava eu, deitado sob efeito do fumo que Taehyung havia me dado, o mesmo estava vendo seu querido "amor" pelas câmaras, eu estava  delirando, meus dias são monótonos de mais, assim não dá para viver, eu desde minha última vítima, fiquei muito pensativo sobre a suposta proposta que nos fizeram. 

Alguém havia nos descoberto e gostou do nosso trabalho, ofereceu uma boa quantia para descobrir quem havia matado o "pai" do indivíduo, se descobrirmos e matá-lo, estaríamos ricos. Todavia, eu estava incomodado, não mato por dinheiro, e sim por justiça, por coisas as polícia não sabe dar conta, eu e taehyung sempre trabalhamos assim. Ele havia gostado da proposta, e ficou me enchendo para aceitarmos, fiquei de mandar a resposta na sexta à noite, e aqui estamos. Sexta-feira 18:30 da noite. -Ainda pensando?- taehyung se manifestou girando a cadeira e me encarando. - por que tão inseguro? Sei que nunca fiemos isso, mas vai ser bom nos sairmos da nossa zona de conforto, tentar coisas novas, vai que gostamos. - e novamente ele usou o mesmo argumento pela quinta vez. - Ok! - ele sorriu virando e digitando algumas coisas, no final de tudo acabei aceitando, será divertido. - como ele consegue ser tão sexy usando somente uma camiseta branca? - ri de sua pergunta, taehyung havia uma certa queda por Park Jimin, uns dos vizinhos dele, o mesmo teve a cara de pai de entrar na casa de jimin e estalar câmeras para poder "apreciar".  Eu não podia negar ele era realmente lindo, porém para mim outra pessoa não saia da cabeça. A menina do café, os cabelos pretos e a pele branca, um sorriso um tanto tímido e um olhar sedutor. 

 

Imagino ela totalmente nua, em sua pela a cor avermelhada destacaria, e eu a sugaria até ouvir seu último gemido, eu temia por isso, vigiava a mesmo quase todas as noites, seguia em quase todos as lugares, já sabia como era a rotina da jovem menina, havia algo nela que me atraía de uma certa forma que é impossível de explicar. 

Sai dos meus pensamentos quando  ouso alguém bater na porta, eu e taehyung nos entre olhamos, nunhum esperava ninguém, ambos levantaram, peguei minha arca e fui atras da porta taehyung logo após abriu a porta. - pois não? - frio e seco como sempre. - Ola sr. Taehyung, eu sou o posta voz do sr.Jung Hoseok. Ele quer saber a resposta da proposta. - taehyung suspira e disfarçadamente me olha. - Sim! Aceitamos, porém temos que marca uma reunião para acertar algumas coisas, e se por gentileza, o mais rápido, não gostamos de enrolação. - eu só escutava, o porta voz ao falou um "certo" e "mandaremos por e-mail o endereço de encontro" e saiu. - preciso ver meu arsenal, e você pesquisa sobre esse tal de Jung Hoseok, temos que nos manter informados, eu vou embora tenho que fazer algumas coisas. - mas você está bem? O efeito já passou? - com esse porta voz aí, já! - assim saindo da casa de taehyung, pego meu celular e vejo a hora, vamos começar o show. 

 

 

Já se passava das 21:00 e a garota dos cabelos vermelhos estava em um bar, bebendo sozinha, ela parecia angustiada, eu me atrevi a sentar perto dela, mas não tão, pedi um drink, e a garota me olhou, mas logo parou quando outro cara aparentava ter seus 40 anos sentou ao lado dela, e começou a conversar, eu bebia meu drink só observando de relance, ele queria levada dali, porém ela não queria sair. 

So 5 minutos se passaram e ela já estava nervosa, saiu da bar o homem foi atras, esperei um pouco, e sai. Não havia ninguém na rua, -o tempo passou rápido - comentei sozinho seguindo a procura da jovem, eu andava mas nenh vestígio dela, até passar em um beco um pouco distante do bar, ouvi alguns gemidos e choro no fundo, andei sem "prestar atenção" parei de frente a o beco e lá estava ela, sendo estuprada por aquele nojento, seu desespero era nítido, falava para o homen parar, só que ele não parava, ele a segurava com força. Não aguentando aquilo, pegue minha arma da cintura e entre no beco. 

Dei  um murro em rosto assim parando, e caindo no chão, a garota está chorando desesperadamente no chão agarrada a suas pernas, e eu estava dando murros, até me encher e dar dos tiros, após aquilo, eu me encontrava com o rosto com um pouco de sangue e a roupa, e ela, me encarando incrédula, ela parecia tão indefesa, me aproximei e ela recuou, ainda soluçando. - qual o seu nome? - ela olhou em meus e eu pude ver o quão bonitos são, negros e grandes. - não vou falar! Você, mesmo me salvando, é um estranho que matou uma pessoa. - ela se levantou um pouco bamba e franca se arrumou. - Obrigado mesmo assim, sou grata a você, agora eu tenho que ir para minha casa me recompor, amanhã vou dar queixa. - não! Você acabou de ser estuprada. Vou levar você, e não se preocupe eu vou chamar a polícia. - ela estava tão franca, que nem sequer discutiu, apenas aceitou. Peguei meu celular e liguei para taehyung o mesmo atendeu ofegante. - o que você quer a essa hora? - revirei os olhos, já sabia o que ele estava fazendo. - preciso que venha até aquele beco perto do bar lisparty! Explico depois. - nisso desliguei não estava com cabeça para explicar, estava de costa para a garota, que me olhava um tanto estranho, mas ao mesmo tempo preocupada, aquela noite seria longa. 

 

O que eu estava fazendo ?


Notas Finais


Twitter- LinoYoongi
Insta - kim_lino07


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...