História Rachel Fox Castellan? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Exibições 9
Palavras 638
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, td bem? Espero que gostem.

Capítulo 2 - Cap.1


Mais uma aula chata e cansativa de história. E a professora linda do meu coração ( S.Q.N) passou tema e uma prova para semana que vem. Só que ela esqueceu que vamos ao museu. Esqueci de mencionar que tenho dislexia e imperatividade, não consigo parar quieta não eu não tenho o bicho carpinteiro, eu fico conversando com meu amigo Fred, e as professoras acham que sou uma má influência. Eu não! Continuando a minha dislexia não deixa eu ler em português. Como assim? Leio em outra língua pelo que entendo é grego. Tentei fazer o tema mas sem conseguir ler era difícil, minha mãe diz que é normal pessoas como eu não conseguirem ler. Mas que coisa eu tenho deficiência? Quando perguntei para ela, ela sorriu e disse mas claro que não, você é especial. Se a senhora diz. Chamei Fred para me ajudar, quando ele chegou, disse algo do tipo não fez o tema de novo engraçadinha. Confirmei com a cabeça. Vamos então. Na semana seguinte peguei as coisas de história e um livro antigo grego, para ler quando não tivesse o que fazer. O museu estava repleto de esculturas de deuses gregos e romanos. Reconheci Juno, Hera, Zeus, Atena, Hermes e meu favorito Poseidon. O guia era um senhor de cadeira de rodas. Quando paramos na estátua de Poseidon que avistamos de longe. O guia pediu a todos que identificassem a estátua prontamente levantei a mão.
—Sim, senhorita...
—Fox, senhor.
—Quem é o deus representado senhorita Fox?
—Poseidon, deus grego das águas.
—Correto. E quando um deus tem filhos com uma mortal como se chama o filho?
—Meio-Sangue, senhor.
Fred parecia querer aplaudir. Tudo bem eu sou um gênio. Fred quase caiu de suas muletas. Ajudei-o.
—Está bem?
—Sim, estou.
Instantes depois senti uma sede. Desejei que a água viesse até mim, afinal não poderíamos sair de perto de nosso guia e também professor. E o mais estranho foi que a água veio. E por coincidência atingiu a garota que me empurrou quinta-feira, se bem que eu queria isso também.
—Quem fez isso? - perguntou a miss (trago o dia)
—Fui eu, por que?
—Sua...sua filha de chocadeira, nem sabe quem é o pai.
Todos riram.
—E você? Você é o que? Sua filha de garota de programa, você só é rica porque sua mãe deu o golpe da barriga no seu pai. Ela começou a chorar e correu para o banheiro.
Foi aplausos para todo lado, eu sei que usei um argumento 'baixo'. Mas ela pediu. Continuando o guia chamou Fred, deixando a turma sozinha. Depois ele chamou a mim.
—Rachel, você deve saber que você tem algo que outros não tem, tenho certeza que sua mãe disse isso a você algo como você é especial, correto?
—Sim.
—E você faz coisas que pessoas da sua idade não fazem?
—Sim.
—E você acreditaria se eu dissesse que você é filha de um deus grego?
—Talvez. Depois de tudo que aconteceu, acho que algo mais não tem problema.
—Você é diferente, isso pode ser bom ou ruim.
Após a conversa voltamos, mas ele parou e disse:
—Tenho algo pra você.
Voltei e peguei o que estava na mão dele. Era um grampo de cabelo, estranho não sei a utilidade disso.
Quando o peguei ele estava aberto fechei-o ele se tornou uma espada.
—O que significa isso professor?
A espada obedece você, se você perde-la ela retornará para o seu cabelo. Quando você tirar ela vai se tornar a espada, ela não pode ferir humanos.
—Entendi.
Quando acabamos de vez, voltei com Fred. Ele disse:
—Partimos hoje.
—Ok.
Fui me arrumar, avisei minha mãe, ela pegou o carro, e partimos. Meu 'padrasto' (cansei dele) não sabia que tínhamos saído. Então imagina, a quantia de ligações que minha mãe recebeu. Me desliguei de tudo até ouvir um barulho.  


Notas Finais


«Opa, td bem? Espero que estejam gostando. Até o próximo.»


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...