História Radioactive - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Chandler Riggs
Exibições 96
Palavras 1.406
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Muito obrigada por lerem, fiquei bastante feliz com os comentários. Nesse capítulo tem mais treta, hmmmmm! Leiam!!!

Capítulo 2 - Mais problemas.


ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ E assim se passava segunda-feira. Esse dia foi incrivelmente chato. Vim embora com Aubrey, Mingus morava a alguns quarteirões longe da escola então seu pai sempre ia buscá-lo e Mingus sempre insistia em me levar em casa... Eu não aceitava porque seria um incômodo. Então sempre vinha com Aubrey e hoje não foi diferente.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Então foi isso, hoje foi muito cansativo para mim. Então, tchau! ─ Disse e dei um abraço em Aubrey. ─ Até amanhã, deixa eu ir logo porque é perigoso demais.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Tchau, toma cuidado viu? Quando chegar me manda mensagem só pra mim saber que você chegou bem. ─ Assenti. Aubrey sabia o que eu passei então ela sempre me ajudava e sempre estava comigo. Ela se preocupa comigo. Ela é a minha melhor amiga, é a única que sabe sobre o passado da minha família.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Segui meu caminho sozinha como sempre, meio desconfiada. Comecei a andar em passos rápidos mas assim que passei por um beco escuro meu braço foi puxado com força. Quando olhei para ver quem era, me surpreendi.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ O que você quer? ─ Indaguei para Chandler que estava ali na minha frente sem expressão e apertava meu braço com força. ─ Você está me machucando, Chandler. Solte-me.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Você acha que é quem para falar alto comigo daquele jeito? ─ Questionou em um tom rude. O olhar de Chandler estava a me assustar. Chandler apertava tanto meu braço que pensei que iria quebrar meus ossos. ─ Louise, você não vai querer ver meu lado obscuro. Isso é só um aviso.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Assim que Chandler me soltou eu saí correndo. Eu estava com medo agora. Assim que cheguei em casa subi correndo para meu quarto sem falar com ninguém, tranquei a porta para não ser pertubada. Vi várias mensagens em meu celular, eram de Aubrey, Mingus e um número desconhecido.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Mensagem Aubrey: Chegou em casa?
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Louise?

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Já era para você ter chegado estou preocupada! Aconteceu algo?

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Respondi a mensagem de Aubrey dizendo que estava bem, só vim andando devagar.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Mensagem Mingus: Próxima vez aceite minha carona! ;)
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Meu pai quer conhecê-la.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Sorri ao ler aquela mensagem, Mingus era um amor de pessoa. Ah, pena que ele não sabe sobre algumas coisas ainda... Na verdade eu não queria que ele corresse perigo por mim, preciso contá-lo toda a verdade sobre mim. Mas não agora... Respondi a mensagem de Mingus. A mensagem do número desconhecido me intrigava e como sou curiosa estava me remoendo para ver o que é.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Mensagem xX: Cuidado com o que você faz, lembre-se: isso é só um aviso.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Mas não é possível! Aquele idiota... Ah que ódio! Incrível como ele consegue me perseguir tanto, Chandler ainda terá seu troco. Olhei as horas e ainda estava tão cedo, coloquei uma roupa qualquer, não estava com cabeça para isso. Destranquei a porta do meu quarto e desci as escadas, indo para a cozinha. Parecia não ter ninguém em casa. Coloquei comida em um prato.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Porque entrou correndo dentro de casa? ─ Meu pai questionou, me fazendo levar um susto.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Ai pai, que susto! Nada ué, só estava com pressa. ─ Respondi com narutalidade tentando o fazer acreditar em mim.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Louise, se estiverem atrás de você me avise! ─ Exclamou. Eu assenti, entendia a preocupação do meu pai e assim meu pai saiu da cozinha anunciando que estava voltando ao trabalho. Peguei meu prato, os talheres e me sentei na mesa. Comecei a comer tranquilamente.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Onde será que Cameron estava? Bom, acho melhor ele não estar em casa assim fico livre de questionamentos desnecessários. Comecei a pensar sobre o que aconteceu hoje mais cedo... Eu realmente não entendo como Chandler consegue ser um babaca tão possessivo, só de pensar nesse nome já me dá nos nervos. Terminei de comer e subi para o quarto, tranquei a porta, peguei meu Notebook. Não tinha nada para fazer então fui assistir algumas séries e desenhos. Todos os dias são tão tediantes depois que chego da escola, não tem nada para fazer em casa. Quando fui perceber já era bem tarde, deixei meu Notebook de lado e fui dormir, amanhã seria um grande e péssimo dia.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ...

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Acordei com aquele barulho irritante do despertador, ah que saco. Me levantei e fui tomar um banho, quando me despia, reparei algo. Meu braço estava muito roxo e doía muito, isso só me fez ficar com mais ódio ainda. Tomei um banho rápido. Penteei meus cabelos e vesti a roupa que me era designada a usar. Mas aí parei para pensar... Como eu esconderia aquele roxo no meu braço? O problema era que estava muito escuro e maquiagem não conseguiria esconder. Tive que vestir uma blusa de frio, e estava fazendo calor. Acho que vão me achar com cara de doente todavia é o jeito ter que vestir isso né... Chandler só me trás problemas. Calcei qualquer sapato, peguei minha mochila e desci as escadas. Assim que cheguei na cozinha meu irmão me olhou com espanto.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Porque está com essa blusa de frio nesse calor? ─ Indagou, apenas peguei uma maçã, joguei um beijo e sai de casa.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Assim que sai de casa o Sol bateu no meu rosto, estava calor lá fora. Comecei a ir em direção a parada comendo tranquilamente minha maçã, cheguei lá rapidamente e Aubrey me esperava, quando me viu ela colocou a mão em minha testa.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Está com febre, Lou? ─ Questionou.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não! Vamos. ─ Respondi rapidamente e fomos para a escola, joguei o resto da maçã no lixo quando terminei. Chegamos na escola rapidamente e fomos para a sala. Subi as escadas e me sentei no último lugar, encostada na parede. Abaixei a cabeça. Mingus chegou e falou comigo, mesma coisa de sempre. Prestei atenção nas aulas e ao longo das aulas eu comecei a suar frio, assim que saímos para o intervalo eu me senti fraca e minha visão ficou turva, eu só ouvi me chamarem mas apaguei.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ...

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Acordei em um lugar estranho, mas eu já conhecia aquele lugar, era a enfermaria. Quando me olhei eu estava sem a blusa de frio, me preocupei logo em tampar aquele roxo com as mãos.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não precisa tampar, Louise. Nós já vimos. ─ Mingus se pronunciou com um tom decepcionado. Ele nem olhou para mim, fiquei cabisbaixa meio decepcionada comigo mesma.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Olá, que bom que acordou. Sua pressão caiu por conta do calor e pela blusa de frio que usava. Não te aconselho a fazer isso ainda mais por estar muito calor hoje. A propósito, o que foi isso no seu braço? ─ A mulher que parecia ser enfermeira falou tão rápido que eu só ouvi a pergunta mas abaixei a cabeça insinuando que não queria falar sobre aquilo. ─ Ok, você está liberada.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Me levantei daquela cama e olhei em volta. Sai daquele lugar cabisbaixa, não teria coragem de olhar para Aubrey ou Mingus.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Porque não nos contou, Louise? ─ Questionou Aubrey me parando ali em meio ao corredor, putz.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Sobre o quê? ─ Retruquei, eu não queria revelar que tinha sido Chandler porque eles dariam um jeito de ir atrás.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Sobre esse roxo no seu braço, quem fez isso? ─ Agora foi a vez de Mingus me questionar, eu não conseguiria segurar.
ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Ah tá bom! Foi o idiota do Chandler, tá legal? Eu não queria contar para vocês porque eu sabia que vocês iriam atrás dele tirar satisfações, mas vocês não vão!


Notas Finais


Eita! Próximo capítulo vamos ver o que Mingus e Aubrey fará sobre isso... Chandler possessivo, haha.
Obrigada por lerem, até o próximo!

× Se gostaram, favoritem. (Isso me ajuda demais)
× Críticas e elogios são bem-vindos, então, por favor, comentem o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...