História Radioactive - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Chandler Riggs
Exibições 80
Palavras 1.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI GENTEEEEEE
PRIMEIRO: Perdão pela demora, vou tentar não demorar tanto no próximo capítulo, estou terminando de escrevê-lo.
SEGUNDO: ESSE CAPÍTULO TÁ MUITO BOM SLSJSKSJS, EU TO MORRENDO
TERCEIRO: Postarei a roupa que cada personagem usou nesse capítulo, os personagens são os da foto, então está de acordo com cada personagem, NOTAS FINAIS
QUARTO: LEIAM PORQUE TEM TRETAAAAA KAJSKSJS

Capítulo 7 - Festa, bebida, tremenda confusão.


ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Porra! ─ Exclamei, começando a sentir dor no braço. Aubrey me olhou assustada, pegou um pano que havia por ali e eu o amarrei no meu braço. Estava sangrando tanto.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Como essa porra aconteceu com você, Louise? ─ Questionou ainda de olho na pista, ele acelerava demais.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Presta atenção nessa merda! ─ Exclamei irritada. Comecei a pensar em como iríamos revidar aqueles tiros. As rodas! Recarreguei o revólver e respirei fundo, tenho apenas 4 balas. Voltei a colocar a cabeça para fora da janela do carro, respirei fundo novamente e mirei naquelas rodas. Minhas três tentativas falharam. ─ Droga! ─ Exclamei novamente. Eu não podia errar ou estaríamos fritos. Respirei fundo novamente e mirei. Apertei o gatilho e em questão de segundos o carro capotou. Sentei-me normalmente no banco. Demos sorte que o carro era blindado ou estaríamos mortos agora.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Olhei para Aubrey e a mesma se mantinha estática.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Aubrey, olha para mim. ─ Falei calma, apesar de estar sentindo meu braço queimar com aquela bala alojada. Aubrey olhou-me. ─ Lembra do que eu te disse? Sobre o perigo que corremos? Céus, eu não deveria e nem queria ter te metido nisso. ─ Murmurei, cabisbaixa.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não quero feri-la, Aubrey. Eu me odiaria tanto se você se machucar por minha causa. ─ Cameron se pronunciou então. Eu realmente não queria ter de colocá-la nisso tudo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu te disse que estaria com você em qualquer momento, não disse? E, por você eu corro o risco que for. ─ Aubrey falou, erguendo meu rosto, abri um sorriso enorme. Pensei que ninguém se arriscaria por mim. Mas ela é diferente. A abracei e logo voltei a me sentar direito. Meu braço começou a latejar de dor e eu gemi.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Tenho que levá-la no hospital mas não posso entrar lá. Provavelmente você fique por lá hoje e vá para casa só amanhã. ─ Cameron falou, droga! Ele me levou no hospital e Aubrey ficou lá comigo. Assim que cheguei, logo fui para a sala de cirurgia e eles aplicaram uma anestesia. Não me lembro quando fui para o quarto só acordei nesse instante naquele local.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Está melhor? ─ Indagou Aubrey, olhei para o lado e percebi que ela estava sentada em uma cadeira ali.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Sim, não tô sentindo tanta dor. ─ Falei olhando para os vários curativos e gazes que enfeitavam meu braço. ─ Quantas horas são?

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ São 9:56 AM, o médico já já virá para lhe dar alta. ─ Falou. Nossa, já era aquele horário?

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu dormi tanto assim? Caramba. ─ Falei surpresa, eu realmente havia dormido mais que o normal.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Sim e, Cameron mandou alguns segurancas para ficar aqui caso aconteça algo novamente. ─ Aubrey encostou sua cabeça no sofá, aparentava estar muito cansada. ─ Ah, você recebeu duas ligações...

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Bom dia! Como se sente Louise? ─ Indagou o médico que acabara de entrar naquele quarto.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu estou muito bem, eu só quero sair daqui logo. ─ Falei, soltando algumas risadas.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Está tudo ok com você então vou assinar sua alta agora mesmo, já pode ir embora. ─ E saiu do quarto, graças a Deus. Me levantei daquela cama e troquei de roupa rapidamente.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Vamos? ─ Indaguei e Aubrey se levantou do sofá. Saímos daquele hospital e um carro nos esperava ali fora. Entramos no mesmo e finalmente, Fui para casa.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ...

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Dormi praticamente a tarde toda junto a Aubrey, estávamos cansadas. A noite logo chegou e me lembrei que tinha a festa de Hana para ir. Começava 9:30 PM, e eram, exatamente, 9:00 PM. Estávamos atrasadas mas eu pouco me importei com isso. Tomei um banho pouco demorado, lavei meu cabelo e passei o sabonete lentamente sobre meu corpo, eu não estava com tanta pressa assim. Saí do banheiro e Aubrey estava sentada na cama.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Pode ir. ─ Sorri.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Tá toda cheirosa, pra quem será em? ─ Indagou Aubrey pensativa. Ri e bati em seu braço. Aubrey entrou no banheiro.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Peguei apenas uma calcinha, já que o vestido não me permitia usar sutiã. Me enrolei no roupão e fui para a maquiagem, preparei minha pele e passei uma sombra bem clara e básica, uma cor meio pêssego e em seguida passei uns brilhos só para não ficar tão simples. Passei um batom vermelho. Aubrey tinha terminado de banhar e também foi fazer sua maquiagem. Deixei os meus cabelos naturais mesmo e fui colocar o vestido. Assim que o vesti fui me olhar no espelho e eu fiquei maravilhada com o que via. Calcei os sapatos, peguei a bolsinha e coloquei uma pulseira. Estava pronta. Aubrey colocava o vestido.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Cameron deve estar agoniado, já são 10:30 PM. ─ Falei olhando as horas, peguei meu celular.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Estou pronta... ─ Assim que Aubrey me olhou e eu a olhei ficamos surpresas.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Você tá maravilhosa! ─ Exclamamos em uníssono. Passamos perfume e finalmente descemos. Cameron esperava impaciente no sofá, resmungando algo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Que demora... ─ Cameron disse, assim que nos viu, ele sorriu. ─ Estão lindas.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Você também está. ─ Aubrey disse toda boba.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Então casalzinho, vamos? ─ Indaguei sorrindo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Saímos de casa e fomos para o carro, Cameron sabia exatamente o caminho. Chegamos lá rapidamente, não era tão longe de casa. Dava para ouvir a música tocando, já me deu uma certa adrenalina. Saí do carro.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Vê se não faz besteira. ─ Sussurrei perto do ouvido de Cameron. Puxei Aubrey para dentro da festa e avistei Hana.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Poxa, vocês estão lindas! ─ Exclamou Hana, sorrindente.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Você é que está maravilhosa! ─ Exclamamos em uníssono novamente.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Aproveitem a festa ─ Falou sorrindo, ela estava muito feliz pela festa. Fomos até o barman e pedimos duas doses de tequila. Engoli ligeiramente e desceu rasgando, soltei uma risada.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Vamos dançar ─ Aubrey sussurrou no pé de meu ouvido e eu assenti, fomos para a pista de dança e tocava Cheap Thrills, eu gostava demais daquela música.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Eu e Aubrey começamos a dançar, passou um garçom ao meu lado e eu peguei um copo vermelho, bebi o líquido que havia ali, estava bem forte. Do jeito que eu gostava. Quando olhei novamente para Aubrey, ela estava encostada na parede aos beijos com meu irmão.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Te liguei e você nem me atendeu né? ─ Indagou Mingus se aproximando de mim, sorri e o abracei.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu me esqueci! Aconteceu uns imprevistos, Aubrey tinha me avisado que alguém tinha me ligado mas eu acabei esquecendo. Perdão. ─ O soltei, ainda não podia contar sobre tudo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Então, queria te apresentar a Lola. ─ Falou ele, apontando para uma garota de cabelos ruivos.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Oi! Prazer! ─ Exclamei sorrindo, ela parecia ser legal. ─ Então meu bem, eu vou ir ali, ok? Se cuida, não beba muito.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu que deveria te dizer para não beber muito! ─ Falou, risonho.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Sai dali e me sentei em uma cadeira perto de um balcão, fiquei ali bebendo o líquido que havia em meu copo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Pensei que não viria. ─ Sussurrou Chandler no pé de meu ouvido, o olhei e sorri. Chandler se sentou ao meu lado.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Sim, eu vim para te perturbar um pouquinho. ─ Falei, soltando algumas risadas. ─ E a sua namoradinha? Não vai se incomodar em vê-lo aqui comigo? ─ Questionei.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Eu não estou com ela. ─ Falou, olhando-me no fundo de meus olhos.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Peguei outro copo com bebida e começou a tocar Dangerous Woman, abri um sorriso enorme, eu gostava muito daquela música. Me levantei daquela cadeira deixando Chandler com um semblante curioso. Fui para o meio da pista de dança e comecei a dançar lentamente e sensualmente. Ergui os braços com o copo em minhas mãos e fechei os olhos, sorri.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Está tão cheirosa... ─ Sussurrou no pé de meu ouvido, me fazendo arrepiar. Virei-me para olhar quem era a vi Chandler.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Tá lindo com esse terno, olha só, até parece gente ─ Falei sorrindo, eu já estava meio tonta com aquilo que bebi. Nesses pensamentos peguei outro copo quando um garçom passou perto de nós.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não comparado a você, está linda e tão sexy com esse vestido. ─ Chandler disse, sorri, me virei, voltei a dançar e beber o líquido enquanto dançava. Senti dois braços envolvendo minha cintura, não liguei e continuei dançando. De repente Chandler me virou para ele novamente.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Está me enlouquecendo, Louise. ─ Sussurrou e mordeu o lóbulo de minha orelha. Sua atenção foi voltada aos meus lábios e ele os tomou. Iniciou um beijo intenso, não demorou muito e eu cedi, sua língua dançava perfeitamente em minha boca. Seu hálito tinha gosto de menta.  Céus, eu não sabia direito o que estava fazendo, meu corpo não correspondia aos meus comandos mas sim a minha vontade. Quando pensei que estava tudo bem, puxaram meu braço com força, me separando de Chandler.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Nunca mais ouse triscar nela, entendeu? ─ Cameron apareceu visivelmente irritado.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não a forcei. ─ Chandler disse com um sorriso debochado no canto dos lábios.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Como é? ─ Cameron não conseguiu se controlar, acertou o rosto de Chandler que cambaleou para trás e acabou caindo.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ PARA CARALHO, OLHA O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO! ─ Exclamei irritada, me abaixei ao lado de Chandler e o ajudei a levantar. Aubrey tentava a todo custo segurar Cameron.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Louise, você está agindo feito uma puta. ─ Quando ouvi essas palavras saindo da boca de Cameron o olhei já com os olhos marejados. Me levantei e fui em sua direção. Aubrey o olhava surpresa e decepcionada. Assim que cheguei perto o suficiente de Cameron, lancei-lhe uma bofetada com força. Ele tentou segurar em meu braço mas acabou apertando no local onde eu havia levado o tiro, gemi de dor. Me soltei.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Não ouse triscar em mim. ─ Sussurrei já derramando lágrimas. Quando parei para olhar, todos da festa nos observavam.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ─ Você faz muita merda, vamos embora. Agora. ─ Aubrey puxou Cameron e sumiram dali.


Notas Finais


Louise: http://assets.teenvogue.com/photos/55d788ced2a13520795afc41/master/pass/elle-fanning-fashion-timeline-20.jpg

Aubrey: https://ukvogueleader.files.wordpress.com/2014/10/lily-collins-3.jpg

Chandler: http://www.pkbaseline.com/wp-content/uploads/2016/02/rs_634x1024-151010075936-634.chandler.cm_.101015.jpg

Cameron: http://www4.pictures.stylebistro.com/gi/Freddie+Highmore+Suits+Men+Suit+SMP3gPM_yaxx.jpg

Foi isso gente! Próximo episódio tem Chandler e Louise, kajsksja, vamos ver no que isso vai dar. Ah, IMPORTANTE: Como eu disse, os próximos episódios vão aparecer flashes do passado de Louise e vai ter ação. Até o próximo, beijos! ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...