História Radioactive - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber
Exibições 17
Palavras 1.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá peoples, bom só quero que vocês saibam que eu fiz essa fic com o maior carinho, então aproveitem ela. Os capítulos dessa fanfic são enormes, então né, comentem e favoritem se gostarem!
Leiam as notas finais que eu irei esclarecer tudo certinho lá.

Capítulo 1 - The Beginning


Pov's Candice Lewis

Hm, raios de sol.

Me remexi na cama pegando o travesseiro ao meu lado e o colocando sobre meu rosto me fazendo sentir sufocada, mas permaneci daquele jeito. Sem mover um músculo, apenas esperando o som estridente do meu despertador que veio poucos minutos depois me fazendo tirar o travesseiro do meu rosto e me sentar. O som daquele negócio ainda ecoava por todo quarto me deixando nos nervos. Apertei o botão em cima dele fazendo o som parar, soltei um suspiro de alivio. Me levantei lentamente e segui ao banheiro, quando me olhei no espelho levei um leve susto. Olheiras fundas, cabelo parecendo um ninho e algumas marcas de chupões pelo meu corpo. Neguei com a cabeça e retirei minha roupa intima ficando completamente nua. Liguei a banheira e voltei ao meu quarto. Aonde mesmo eu deixei meu celular? Comecei a procurar em meio a bagunça que era meu quarto o encontrando entre minhas cobertas. O peguei e olhei as horas, 08:00 pm. Ótimo, atrasada para o trabalho. Que ótimo Candice. Corri de volta para o banheiro e desliguei a torneira da banheira assim que a mesma encheu. Meu chuveiro estava com problemas, então minha única alternativa era a banheira. Não demorei muito no banho, apenas o suficiente para tirar o cheiro e bebida e cigarro presente em meu corpo e cabelo.

Me enrolei em uma toalha e sai do banheiro. A roupa que eu usaria no trabalho já estava separada, então não demorei muito. Regata branca, um pouco justa de mais para o meu gosto devo admitir, saia social preta um pouco acima do meu joelho e também muito justa para o meu gosto. Nos pés meu salto preto casual. Não sequei meu cabelo, teria de ir com ele molhado mesmo. Não demorei na maquiagem, base e pó para cobrir os chupões e olheiras, rímel, lápis e um batom nude da coleção da Kylie. Peguei minha bolsa colocando tudo o que precisava e a pasta que continha alguns documentos da empresa. Quando percebi que nada faltava sai daquela casa que nem um foguete.

Como não daria tempo de tomar café se eu quisesse chegar antes das 09:30, teria que comprar num Starbucks perto da empresa. Andava rápido até a estação de metrô, minha sorte era que a estação era perto de casa então cheguei a tempo para pegar o metrô das 09:00. Procurei um lugar para sentar e assim que me sentei soltei todo o ar que estava preso e que eu nem mesmo havia percebido. Minha sorte era que o Sr. Bieber chega todo dia às 09:45 e eu esperava que hoje não fosse diferente. Minutos depois o metrô parou e eu sai. Faltava apenas 20 minutos para às 09:30. Droga Candice, por que você teve que acordar atrasada? Eu trabalhava a mais de 3 anos na Bieber’s Entertainment e isso nunca havia me acontecido antes. Quando cheguei no Starbucks entrei o mais rápido que pude e segui direto para o balcão de pedidos que estava vazio para minha sorte.

- Bom dia, senhorita. – o atendente sorriu para mim e eu sorri de volta.

- Bom dia... – olhei seu crachá lendo seu nome – Brian. Vou querer um café expresso e também um café preto sem açúcar. E de comer vou querer um pedaço de bolo de prestigio. Tudo para levar. – assim que terminou de anotar meu pedido, Brian perguntou meu nome e eu respondi dizendo que era Candice. Logo ele foi providenciar meu pedido. 10 minutos depois ele apareceu com uma sacola em mãos, a mesma continha o símbolo do Starbucks.

- Em quanto ficou? – peguei minha carteira dentro da minha bolsa e o olhei.

- Ao todo ficou 20 dólares. – tirei uma nota de 20 dólares e o entrei. Logo em seguida peguei a sacola. – Obrigada e tenha um bom dia.

- Digo o mesmo a você. – sorri e sai do Starbucks a pressas. Eu tinha apenas 5 minutos.

Dois minutos depois eu estava em frente a empresa, ofegante e cansada, mas cheguei a tempo graças a Deus. Entrei na empresa podendo ver o fluxo de pessoas na recepção e fui até Jessica para ela anotar que eu havia chegado. Parei em frente ao seu balcão e ela me ignorou continuando a escrever coisas da empresa na agenda.

- Huh... – fiz um barulho com a boca a fazendo me olhar – Cheguei, será que poderia anotar isso por favor?

Ela revirou os olhos e anotou no sistema do computador que eu havia chegado.

- Senhor Bieber está te esperando, e digamos que o humor dele ao saber que você não chegou antes dele não é um dos melhores. – ela deu seu típico sorriso de vadia enquanto eu me tremia inteira. Ele havia chegado antes de mim, justo no dia em que eu me atrasei. Eu sou uma pessoa morta.

- Obrigada por me avisar. – murmurei e segui para o elevador. Apertei o botão e esperei ele chegar. Assim que as portas metálicas se abriram dei graças a Deus mentalmente por ele estar vazio e entrei apertando o botão do último andar. As portas se fecharam e música de opera lírica se iniciou, era a mesma música desde que eu me conheço por pessoa. As portas se abriram e eu sai do elevador indo até minha mesa.

- Senhor Bieber está um fera com você, Candice. – suspirei e deixei as coisas em cima da minha mesa.

- Eu sei, Em. – murmurei pegando o café expresso de dentro da sacola.

- Boa sorte lá dentro, porque até de inútil ele te chamou. Eu quase dei uma de louca aqui para te defender, mas sei que você ia me matar depois. – eu ri e ela me acompanhou.

- Vou indo lá, se eu morrer quero ver você chorando no meu velório. – brinquei.

- Garota se você morrer eu vou é dar uma festa. – ela piscou para mim e eu bufei.

- Sem graça você Emilly. – ela me fuzilou com o olhar já que odiava quando alguém a chamava pelo seu nome.

- Candice se não quiser ser demitida sugiro que vá logo. – mostrei minha língua para Em e segui para sala do Senhor Bieber. Bati três vezes em sua porta e esperei por sua permissão para entrar.

- Entre. – assim que ouvi sua voz meu corpo inteiro estremeceu. Que Deus me proteja.

Abri sua porta devagar e entrei na sala vendo Senhor Bieber sentado em sua cadeira de couro preto olhando alguns papeis. Ele ergueu seu olhar e largou o papel que estava lendo.

- Feche a porta, Senhorita Lewis. – o obedeci e fechei a porta – Coloque o café em cima de minha mesa e se sente. – novamente fiz o que ele mandou. Coloquei seu café em cima da mesa e me sentei, ele ainda me olhava. Assim como um leão olhava sua presa, apenas aguardando para dar o bote – Por que chegou atrasada?

- E-eu...

- Sem gaguejar, Senhorita Lewis. – ele disse sério me fazendo engolir em seco.

- Eu acabei perdendo o horário pois na noite interior eu fui a uma festa. – abaixei meu olhar com vergonha.

- Olhe para mim. – sua voz foi alta, clara e grossa fazendo novamente meu corpo todo estremecer. Fiz o que ele me mandou encarando seu rosto – Você sabe que eu odeio atrasos, não sabe Senhorita Lewis?

- Sim senhor Bieber. – murmurei. Justin se levantou e veio até mim lentamente. Parou a minha frente ainda me olhando como se estivesse prestes a me atacar.

- Se levante Senhorita Lewis. – engoli em seco e me levantei devagar parando em sua frente. Estávamos a centímetros um do outro, podia sentir sua respiração, totalmente controlada diferente da minha tocar meu rosto. Justin levou sua mão até meu cabelo e os tirou do lado esquerdo do meu pescoço. Aproximou seus lábios do meu ouvido me fazendo fechar meus olhos. – Chegue atrasada mais uma vez e acredite, você irá levar alguns belos tapas em sua bunda como castigo e não apenas algumas broncas. – ele sussurrou me fazendo prender a respiração. – Agora vá fazer seu trabalho Lewis. – se afastou e voltou até sua cadeira se sentando. Me afastei devagar e segui até a porta pensando em uma única coisa: que porra acabou de acontecer?

 

 


Notas Finais


Então, o que acharam? Eu espero que realmente tenham gostado, e caso não tiverem gostado de alguma coisa, comentem para que eu poça ajusta-la. A protagonista (Candice) é feita pela Hailey Baldwin, e a Emilly eu não tenho uma ideia sobre ela. Apenas posso descreve-la como uma ruiva com cabelos bem escuros, olhos verdes mas que algumas pessoas confundem com azul e um pouco mais alta que a Candice. Usem sua imaginação para ela.
Bom, é isso meus anjos, espero que tenham gostado. Nos vemos, talvez, ainda essa semana ok? Comentem e favoritem. Beijos.

Twitter: @pilotsdrauhl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...