História Rain ^_^ MarkBam - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, Mark
Tags Jackson Crush, Markbam, One-shot
Exibições 159
Palavras 1.330
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oppaaa olha eu de novo, okay, eu já tinha essas 1S prontas, então eu só postei. Caso você que só leu essa fic, eu quero dizer que tenho uma 1S Jackbam postada, de uma olhada lá. Obrigada.

Capítulo 1 - He kissed me and went out ^_^ MarkBam


Fanfic / Fanfiction Rain ^_^ MarkBam - Capítulo 1 - He kissed me and went out ^_^ MarkBam

Eu sempre gostei do Jackson o meu hyung mais legal. Só que ele nunca gostou de mim, ou até mesmo notou alguma das olhadas que eu dava pra ele na hora do intervalo quando estavam todos os nossos amigos juntos.

Porque eu tenho que gostar de um hyung tão lerdinho @/deus? 

Tenho que parar com essas gírias de twitter urgente! ~ Pensei

뱀 뱀

Agora eu estava sentado do lado do Mark hyung, o mesmo já sabia sobre a minha pequena -lê se grande- queda pelo o Jackson hyung. Ele sempre falava pra mim tomar uma atitude e essa coisas todas que eu nunca ouvia, não porque ele falava sem parar, mas sim porque Jackson estava conversando com uma putiane bem na minha frente.

E isso não estava me agradando nem um pouco...  NÃO PERA! O QUE ELA TA FAZENDO? ELA TA ENCOSTANDO NO MEU HYUNG?

- Bambam respira! Você está ficando vermelho!  - Mark disse

Eu respirei e soltei o ar pelo os meus lábios. Olhei novamente, ela sorria enquanto falava com o MEU hyung e tocava em seu braço. Ah mas eu vou matar ela!

Sei que voltei a ficar vermelho quando Mark apareceu na minha frente e se ajoelhou no chão, ele olhou em meus olhos e eu olhei em seus olhos.

Nós estavamos perigosamente próximos, isso estava me deixando nervoso.

Mark hyung nunca, repito NUNCA, ficou tão próximo assim de mim, isso deixa meu coração acelerado e minha respiracão sai do padrão mais uma vez.

E talvez, só talvez, eu estivesse loucamente apaixonado por Jackson para não perceber os olhares que Mark hyung lançava constantemente para mim.

Aigoo, por que sou tão lerdo?

O sorrisos, os abraços, os beijos na testa ou na bochecha que ia perigosamente para o canto dos meus lábios, as aulas particulares que eu nem precisava mas ele alegava que eu tinha que ser um menino ótimo em todas as matérias.

Aigoo Bambam, por que tão lerdo? 

Mark hyung parou

Meu olhou

Sorriu

Se aproximou vagorosamente, passou as mãos em meus cabelos pretos, passou a ponta dos dedos em minhas bochechas cheinhas e por fim, passou os dedos por meus lábios, os olhando com toda atenção do mundo. 

Agora nesse momento, o mundo todo tinha parado para ver o que aconteceria comigo e com Mark. A escola parecia estar em silêncio, acho que foi a primeira vez que eles calaram a boca.

Até eu estava nervoso com o que ia acontecer. E eu nunca esperaria por isso, ainda mais vindo de Mark. Ele sempre foi tão quieto, não fala muito com os outros além de mim e Jackson, não gostava de festas, não saia com meninas ou meninos, dava fora nas pessoas todas os dias. Mark é a verdadeira incógnita.

Os lábios de Mark se colaram nos meus em segundos que fechei os olhos para piscar, foi tão rápido.

A língua dele pediu passagem e eu cedi tão rápido quanto ele pediu. As mãos dele estava em minhas coxas por ele estar de joelhos na minha frente, as minhas mãos se encaixaram perfeitamente em seus cabelos.

O osculo estava calmo, nunca poderia imaginar que beijar Mark hyung seria tão bom, tão prazeroso, tão único, tão Mark de ser.

O beijo era em si mais calmo que Mark quando estava irritado. As mãos dele fazia carinho em minhas coxas coberta pela a calça skinny jeans preta com rasgos.

Quando o beijo por fim, 'teve que ser finalizado.

Mark passou os dedos em meus lábios inchados e vermelhos, por ficar muito tempo com ele grudado aos lábios do mesmo.

Eu suspirei. Isso foi melhor do que algum dia eu já pensei.

Mark hyung tirou os dedos de meus lábios, olhou em meus olhos mais uma vez e saiu.

Simplesmente saiu, me deixou ali, atordoado, com o coração falhando algumas batidas. Eu olhei para onde Jackson estava e ele me olhava abismado.

Olhei para todos os lados e constatei uma coisa, todos do pátio tinham realmente parado para olhar eu e Mark.

E eu jurei que o silêncio todo fosse coisa da minha cabeça.

Quando parei de divagar sobre do porque do silêncio. Eu virei meu rosto para a direita e podia ver a forma de como as pernas do Mark se moviam rápido.

Eu simplesmente não podia o deixar ir, não podia o deixar ir depois que me beijou, assim, do nada. A mas não ficaria assim.

Eu me levantei apressadamente daquele banco que se encontrava em baixo de uma árvore, e corri para onde Mark estava indo.

Quando ele parou e olhou paro o céu que se tornava cinza e com nuvens carregadas. Eu consegui correr mais ainda, iria chover, eu não gosto de chuva.

Mark sabe disso e quando ele olhou para trás, ele me encarou e abriu os braços. Eu carri mais rápido - como se isso fosse possível.

Me atirei em seus braços e ele me abraçou forte quando as gotas da chuva começaram a cair rápidas e pesadas em nós dois, os outros alunos foram para as dependências internas da escola para poderem se esconder da chuva até ela passar ou alguém vir os buscar. 

Mas diferente deles, eu e Mark continuamos ali, abraçados e nos molhando. Eu já poderia imaginar minha Omma e a Omma de Mark nos xingando por pegar um resfriado.

- Bambam me desculpa...  Eu juro que não sei o que me deu... Eu... Eu só pensei que se você não olhasse mais o Jackson com aquela menina, você pararia de ficar vermelho....  Me descul...

Ele estava falando tão rápido e sem respirar que eu tive que o parar com meus lábios. Ele me beijou, mas logo afastou meus lábios do seu.

- Sério Bambam só me...

- Cala a boca, hyung!

- Que? Mas...

- Mas nada! Só me beija!

Ele sorriu de lado e voltou a colar nossos lábios mais uma vez. E eu acho que estou viciado nos lábios do Mark hyung.

Os braços dele me apertaram mais, fazendo nossos corpos molhados e gelado de tocarem mais. Minhas mãos afundaram eu seu coro cabeludo molhado quando ouvimos um pequeno relâmpago que clareou o céu.

Mark riu com os lábios colados ao meu, por eu ter dado um pequeno pulo de susto. Eu parei o beijo e dei um tapa em seu braço o fazendo rir mais ainda.

- Não ri de mim seu babo! 

- Olha o respeito com os mais velhos.

Disse ainda rindo de mim, me separei dele e juntei os braços a frente de meu tórax fazendo biquino e inflando as bochechas.

Ele me pegou no colo e me girou no ar, com isso eu ri, ele parou de nos girar e me largou no chão, entrelacei meus braços em seu pescoço, ele olhou em meus olhos mais uma vez...

Mas como eu me chamo Bambam o estraga clima românticos. ~ Acabei de inventar isso.

Eu meio que virei o rosto para o lado a tempo de espirrar, glória que não espirrei no rosto do Hyung.

Mark riu alto de mim, mas espirrou também.

Ele me abraçou e nós corremos para ficar embaixo de algo que não deixasse a chuva nos atingir.

🌸🌸

É, eu estava certo.

A Omma de Mark me xingou, xingou Mark e a minha Omma fez a mesma coisa com nós dois.

Mas depois de tudo isso, Mark e eu estamos namorando. ~ Eeeeeeeh!

Eu finalmente parei de crushar o Jackson hyung. ~ Mas quando eu parei, ele ligou os pontos de que eu ERA realmente caidinho por ele. ~ Mark não gostou do Jackson dando em cima de mim.

Mas cá entre nós, eu ri muito do Mark todo ciumento e possessivo comigo. ~ Talvez eu tenha provocado um pouco, mas isso é só um talvez.

E como tudo chega ao fim.

Eu e o Mark damos a vocês um feliz e amoroso.

Jalga ~ 뱀 뱀 e 마 크

"Ele parou, me olhou, me beijou e sorriu.

                                        Bambam ~ 뱀 뱀 "


Notas Finais


Babo = Idiota. Você escreve babo, mas se fala pabo, tenderam?
Era só isso mesmo. De início isso era pra ser jackbam, mas quando percebi isso se tornou uma MarkBam, e eu até que gostei do resultado.
Espero que vocês também tenham gostado.

Bjs da Byun e Saranghae. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...