História Rain Sound - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Kibahina, Minakushi, Naruhina, Nejiten, Sasosaku, Shikatema
Visualizações 99
Palavras 1.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


YOOOO! Como vocês estão, queridos?
Antes de mais nada, gostaria de agradecer pelos favoritos, amo vocês.

Boa leitura! <3

Capítulo 2 - Abordagem


Fanfic / Fanfiction Rain Sound - Capítulo 2 - Abordagem

──── 〈✿〉 ────  

— Hinata, acorda! AGORA! — A azulada abriu os seus olhos perolados e pulou da cama. 

— O que foi?! — Indagou, mantendo sua destra pressionada contra o peito, tentando se acalmar. 

— Nós estamos atrasadas.. — Disse a morena, arrumando seus devidos pertences. — Hoje é o primeiro dia de aula, deveríamos chegar mais cedo para arrumar as coisas no dormitório. Mas pelo visto, não vai rolar. 

— Ah, só isso... — A pequena Hyūga apenas enrolou-se nas cobertas e deitou-se outra vez. 

— Levanta! Você é surda? — Berrou a melhor amiga, chacoalhando o corpo acomodado no colchão. — Eu não quero arrumar as minhas coisas de madrugada! 

— Eu tô acordada... Super acordada... — Levantou-se pela segunda vez, mostrando-lhe a língua em descrença após bocejar. 

— Você não está mais em Busan, Hinata! Pelo amor de Deus, entenda... — Ela encarava a mesma com um olhar preocupado.

— Relaxa, eu vou me comportar. 

— Ah, vai? — Tenten arqueou suas sobrancelhas, um tanto surpresa com o que acabará de ouvir. 

— Vou! — Sorriu travessa. 

〈✿〉

Japão, Internato de Konoha. 

Em questão de longos minutos, ambas as garotas haviam chego por entre os corredores do colégio. De fato, nada estava muito amontoado por conta do horário, apenas alguns estudantes que caminhavam na esperança de encontrar suas respectivas salas. 

Hinata encarava tudo a sua volta, percebendo que ao mesmo tempo em que tudo mudou, nada mudou. Por mais que o ambiente agora fora diferente, a nostalgia e a saudade que permaneciam amarradas em seu peito ainda encontravam-se ali. Na verdade, estas nunca foram embora. Recordava-se da maneira pela qual suas vestimentas largas se arrastavam pelo chão, sujando-se com a demasiada poeira que importunava o tecido claro. Também lembrava-se dos gritos de seu pai logo após este notar a falta de vaidade que sua filha sempre teve. Na maioria das vezes, optava por ignorar, sabendo que nenhum resultado seria sobreposto pela criança; Em outros, realmente buscava conversar com a pequena, perguntando o motivo do desinteresse por coisas femininas. 

Naquele mesmo corredor, a azulada dividia os seus sentimentos entre o ódio e o amor. 

──── 〈✿〉 ────  

24 de Maio, 2011.

Todos do grupo corriam à deriva de suas posições, encarando com precisão a bola do jogo que iria decidir os placares finais da partida. A Hyūga — vista como atacante — estava com a esfera pouco aprisionada em seus pés, tocando a bola com leveza para Shino, que em poucos segundos, recebeu uma marcação rigorosa de Shikamaru. Porém, em um passe rápido, a criança chutou a bola em direção ao gol nos últimos segundos de jogo, marcando a vitória para o time que neste momento, pulava dado a comemoração. Estes foram felicitados até mesmo pela equipe de amigos oposta, os quais admitiam que aquele fora realmente um belo golaço.

Todos estes caminhavam em direção ao bebedouro da quadra, ainda comentando sobre a determinada partida enquanto formavam uma fila pelo caminho. Hinata era a única menina do grupo, talvez nunca tenha parado e pensado nisso, mas aquilo deixava-lhe confortável. Seus pequenos dedos apanharam um dos copos de plástico e os da outra mão, encarregavam-se de pressionar o botão para que a água saísse e enchesse a quantia até onde bem desejasse. Contudo, apenas saiu do caminho, bebericando tudo num só gole. 

Jogou o plástico no lixo, agora puxando a barra de sua camiseta para cima, levando-a até seus lábios e limpando o resto do líquido que escorreu levemente por sua boca. Aproveitando a secura, apenas rumou a camisa em direção à sua testa, secando-a do tenebroso suor que escorria pelo seu rosto. Quando suas ações finalmente tiveram fenecimento, abaixou a camisa, voltando a andar calmamente com a peça molhada. Tal ação fez com que as meninas presentes na arquibancada a olhassem com estranheza, dirigindo-lhe comentários maldosos sobre sua aparência. Por mais que não quisesse, a azulada percebeu tal coisa, mas apenas deu de ombros, seguindo seu caminho até o corredor

Hinata parou bem em frente ao seu armário, retirando sua chuteira com o auxílio dos próprios pés, logo apanhando-as e guardando-as em seu devido espaço. Em compensação, retirou o seu tênis preto-e-branco de lá, calçando-o sem dificuldade alguma. Suas ações finalmente acabaram, resultando num estalar pequeno que seu armário obteve ao ser fechado. 

A pequena virou-se, dando de cara com um grupo de meninas que a encaravam de forma impertinente enquanto lhe cercavam. 

— Olha só, Ino! É a Hina Sapatão. — Disse Sakura, acarretando gargalhadas de todas as garotas ali presentes.

— Olha só! Ela veio de tênis. — Comentou Karin, apontando. — É um milagre ela não ter vindo com aqueles chinelos estranhos, parece até uma menina agora.

— Uma menina?! — Rebateu Ino. — Por favor, ela se parece com tudo no mundo, menos com uma menina. — Sorriu, aproximando-se da de olhos perolados, a qual manteve-se encolhida no mesmo canto, encarando o chão. — Vamos começar com esse cabelo, que nem corte tem... 

Encarou a azulada da cabeça aos pés, analisando-a em desdém. Sorriu de modo maldoso, balançando a sua cabeça para os dois lados, negativamente. 

— E essas suas unhas sem base? São todas roídas! Sem falar nas suas roupas, você vai pro lixão depois da aula? — Riu, sendo acompanhada pelo grupo. — Nenhum garoto vai gostar de você desse jeito... Mas todos sabem que você é lésbica, não é? 

Todos presentes no corredor paravam e observavam a cena, ainda mais depois dos falatórios que formavam um uníssono, com todas concordando. 

— Eu fico me perguntando que tipo de menina é louca de a querer, Ino... Ela é tão estranha que parece um Alien. — A rosada murmurou num tom audível, fazendo com que boa parte da formação arregalasse os olhos, notando que Sakura havia começado à passar dos limites. 

— A-As pessoas... Devem gostar das outras pelo caráter e não pela aparência. — Hinata respondeu quase num sussurro, atraindo a atenção de todos dali, assim como um silêncio. 

O silêncio fora quebrado com um estalo formado pela mão da rosada indo de encontro com o rosto da menor. Um grito ecoou pelo local, assim como Ino que puxava Sakura para longe de Hinata, dizendo que isso já bastava. 

— Ei, Naruto! O que é que tá acontecendo ali? — Kiba apontou após chegar com o loiro no local, notando um grupo de pessoas em frente aos armários. 

Os olhos azuis se semicerravam, tentando enxergar o que estava acontecendo ali. Um suspiro escapou de seus lábios na medida em que notou a gravidade da situação, puxando imediatamente o pulso do moreno ao seu lado, que o fitava de modo confuso. Entretanto, a carranca fora desmoronada assim que ambos viram a figura azulada sentada no chão, abraçando os seus joelhos enquanto chorava. 

— Leva a Hinata para longe daqui, Kiba. — Ordenou com certa dificuldade. — Eu cuido disso. 

Receoso ao pensar que o amigo poderia se meter em confusão, apenas ignorou e tocou o ombro da garota ao se aproximar, pensando que sua segurança era a prioridade do momento. Passou um de seus braços por entre as pernas da mesma, enquanto o outro apanhava delicadamente suas costas, levantando-a e mantendo-a em seu colo, o que no momento, era o lugar mais aconchegante do mundo. 

— Quem vocês acham que são para julgar alguém dessa forma? — Berrou Naruto, alterado. — Quem deu o direito de vocês rotularem ela assim? 

Kiba apenas encarou a situação, decidido por fazer tudo à base das ordens do amigo, levando-a para longe dali. Recebia alguns olhares conforme caminhava, mas não se importou, desde que a garota estivesse segura. A mesma se encolhia diante de seus braços, passando a soluçar baixinho contra a camiseta já trocada do maior.

O garoto nem fez questão de perguntar o motivo de tamanha tristeza, afinal, era a milésima vez que aquilo se repetia. 

— Você é maravilhosa, Hinata... — Beijou a testa da menina, sentando-se num banco próximo com a menina ainda envolvida em seus braços. — Uma verdadeira princesa. — Sorriu de canto, acariciando suas pequenas mechas azuladas.

──── 〈✿〉 ────  

Despertou-se de seus devaneios conforme Tenten lhe puxava pelo pulso, guiando-a até à um painel fixado na parede. Bateu os seus olhos perolados nas devidas informações, percebendo do que estas se tratavam.

— Parece que nós não vamos ficar no mesmo quarto... — Comentou a morena, fitando o mural de duplas. — Tomara que essa Temari seja legal. 

Quarto 328: Tenten Mitsashi e Temari no Sabaku. 

Pressionou o indicador contra o painel, buscando o seu nome fugazmente enquanto era acompanhada pela a amiga. Suas ações simplesmente cessaram à partir do momento em que se depararam com tal coisa: 

Quarto 325: Sakura Haruno e Hinata Hyūga.

— Sinto muito, Tenten... — Murmurou, fazendo a morena arregalar os seus olhos ao se recordar das histórias que a azulada lhe contava. — Eu não vou me comportar tanto assim. 

— Não se desculpe por isso... — Comentou baixinho, encarando-a de canto. 

— Nem é necessário, não é? — Sorriu, buscando amenizar a tensão do momento. — Eu sei me cuidar! 

— Qualquer coisa me mande uma mensagem! — Reforçou. — Venho correndo para separar a briga. — Arrancou um riso da amiga, que assentia com uma expressão brincalhona em seu rosto.

Hinata beijou-lhe a bochecha, segurando suas coisas com mais firmeza após se afastar em busca de seu quarto. 

— Pode deixar! — Murmurou para si mesma.

〈✿〉

Fitou a porta com o determinado número citado anteriormente, relutando e idealizando qualquer tipo de problema que poderia acontecer ao entrar naquele dormitório. Sem muitas opções, apenas adentrou-se no devido cômodo, sem bater ou fazer menções de que havia chego. 

O ambiente estava claro graças à janela que reluzia toda a luz que o sol transmitia, também sendo auxiliado pelas lâmpadas que estavam ligadas. Hinata revirou os seus olhos, se perguntando qual era a verdadeira intenção de tanta claridade sendo que estavam no período da manhã.

— Você deve ser a minha nova colega de quarto! — Uma voz se fez presente, revelando grandes olhos esmeraldas. — Meu nome é Sakura Haruno, espero que possamos nos dar bem...

O pequeno diálogo fez com que o estômago da azulada se revirasse, talvez pela frustração contida, mas de qualquer forma, aquilo não era bom. Sua única vontade era de vomitar no rosto alheio de Sakura ao invés de descontar alguma raiva contida. Seus punhos se fechavam conforme sua respiração se tornava mais densa, resultando em uma carranca na face delicada da garota.

— Hm.. Oi. — Respondeu secamente, desviando o seu olhar e rumando os seus passos até a cama pela qual deduziu ser sua, já que estava totalmente vazia. 

Naquele momento, Hinata estava totalmente confusa. Sakura esqueceu-se do passado? Ou apenas não lhe reconheceu? Ambas as questões inundaram os seus pensamentos, fazendo com que seus ombros se retraíssem de imediato. 

— Você ao menos sabe quem eu sou? — Não hesitou em perguntar, mantendo o seu timbre mais sério do que o esperado.

— Eu estava para te perguntar o mesmo! — Sorriu de canto, passando seus dígitos por entre as madeixas rosas longínquas. — Não tive muito tempo para ver com quem eu ficaria, apenas vi o número e vim correndo. 

— Se você não faz ideia de quem eu sou, então por favor, não faça questão de ser simpática. — Umedeceu os seus lábios, logo prosseguindo. — Se poupe disso. 

Sakura entreabriu os lábios para responder-lhe algo, mas nada saiu. Estava um tanto surpresa pela audácia da menor. A garota de olhos perolados largou suas coisas na cama, apanhando apenas a sua mochila que continha os materiais para a próxima aula, andando fugazmente em direção à porta por onde acabará de entrar há alguns segundos. 

— À propósito... — Parou ao abrir a porta, olhando repentinamente para trás. — Talvez você se sinta à vontade para me chamar de Alien Sapatão.

Comentou após soltar um riso sem humor, revirando os olhos após sair do dormitório batendo levemente a porta, deixando ali dentro uma rosada sem reação alguma. 

— H-Hinata... — Murmurou para si mesma, tapando sua boca em desdém, sentindo os seus olhos marejarem. 

E era disso que Sakura tinha medo. 
Parece que o seu pesadelo está se tornando realidade. 


Notas Finais


Eu ainda não revisei, portanto, peço desculpas se o capítulo possuir erros gramaticais!

O que vocês acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...