História Rapper Summer - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~pamela

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Chanyeol, J-hope, Kai, Rap Monster, Sehun, Suga
Exibições 12
Palavras 1.566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTAMOS!!!!!!! Desculpem pelos erros ortográficos, sem mais delongas...VAMOS PRO CAP!!!

Capítulo 10 - Capitulo 10 - Impedidos de amar


Pov’s Naho on

Acordo no outro dia com os pequenos raios de sol contra meu rosto, olho para a cama ao lado e vejo uma garota encolhida na cama. (Na noite anterior enquanto a mesma dormia, resolvi vir fazer companhia, caso ela precisasse de ajuda). Me levanto na ponta dos pés para não acordar a Jim e saio do quarto. Vou em direção ao meu quarto, entro no mesmo, mas não encontro Chanyeol na cama dele,(Chanyeol acordando cedo?). Entro, pego uma roupa e vou para o banheiro, tomo um banho, faço tranças no meu cabelo, boto minha roupa e faço o restante de minhas higienes matinais. Volto para o quarto da Jim, abro ainda mais as cortinas fazendo com que as frestas por onde passavam o sol se aumentassem fazendo a luz adentrar o quarto por completo.

Naho: Hey – falo cutucando a garota – estou descendo.

Jim: Aham – fala a garota sonolenta. Ela se vira para o lado e continua a dormir, apenas reviro os olhos e saio do quarto. Ainda me sentia meio vazia, volto para o meu quarto, passo um pouco de maquiagem (bateu a vontade de se rebocar). Acabo de me arrumar e vou para a cozinha. Coloco meus fones e deixo tocar “Paradise” da Hyolyn, uma música boa que descobri recentemente. Pego justamente os fones do Chanyeol emprestado por que os meus estragaram. (O que eu fiz? Simples, eu fiquei roendo eles e pah! Eles estragaram) Eu estou pedindo pra morrer usando os fones dele? Talvez. Continuo cantando e saltitando pela cozinha enquanto preparo o MEU café, pois a escravidão já acabou e eu não sou obrigada a nada. Tomo meu café.

Naho: Que tédio. – falo apoiando o cotovelo na bancada – Vou dar uma volta! – falo animada, subo as escadas, pego minha bolsa, boto meu celular dentro, minha carteira e o necessário para a minha sobrevivência. Porém sou notada por um ser no cômodo.

Namjoon: Vai aonde? – fala o mesmo parando o que estava fazendo. Me viro, me girando com o apoio do calcanhar.

Naho: Dar uma volta. Mais espere...o que você está fazendo no meu quarto com as coisas do Chanyeol na mão? E por que está colocando elas em uma bolsa? – pergunto confusa.

Namjoon: A-ah... é-é q – interrompo o garoto.

Naho – Ah, tanto faz. – falo virando as costas e saindo no quarto. Pego as chaves da casa e saio da mesma. Estou próxima a uma praça que também não ficava muito longe da casa, quando escuto alguém me chamando, alguém gritando escandalosamente o meu nome. Me viro e vejo uma garota com um vestido extremamente curto, (MUITO CURTO).

???: Espere! – fala a garota parando ao meu lado – Você é surda por acaso? Não me ouviu? – que atrevida.

Naho – Escuta aqui garota... – se controle Naho – Aish, o que você quer? E quem é você?

???: Sou a Tay... Ah você não me conhece. Apenas me chame de Tay.

Naho – Okay Tay, o que você quer?

Tay : Quero saber por que o Hobizinho e o Chanyeol estavam sendo levados a “força” por uns caras e logo após sendo jogados em um carro preto.

Naho: ELES FORAM SEQUESTRADOS!? – digo desesperada.

Tay: Não parecia um sequestro, eles até estavam numa boa. O carro continha um adesivo da BigHit e um da SM – solto um suspiro me acalmando, era o carro das empresas. Mas, o que eles queriam com o Chanyeol e com o Hobi...Hobizinho?

Naho: Hobizinho? – falo rindo

Tay – Longa história.

Naho – Tenho que ir, tchau Tay – falo acenando para a garota e me direcionando as pressas para a casa. Chego empurrando a porta a força e assustando o pessoal que se encontrava na sala – Se expliquem! – vejo Namjoon soltar um suspiro – É PRA HOJE OKAY! – falo avançando na direção dos garotos, assustando os mesmos.

Suga: Calma garota! Precisamos que você fique calma.

Naho: Eu to calma! – falo jogando a bolsa no sofá e me sentando – Agora...expliquem!

Pov’s Jim on

Assim que Naho saiu de casa resolvi ficar deitada por mais um tempo. Consegui tirar um pequeno cochilo. Levantei, arrumei as camas. Abri as janelas, fazendo o ar fresco da manhã entrar no cômodo. Vou ao banheiro, lavo meu rosto. Pego meu vestido favorito de dentro da mala e o visto. Assim que fiquei pronta, me sentei na cama do J-Hope. Pendurado na cabeceira da mesma vejo um casaco do garoto. O pego, o abraço, sentindo o bom aroma do garoto que ainda estava vivo no casaco.

Jim: Ah Jim, porque você gosta tanto de se castigar? – falo para mim mesma, já colocando o casaco no lugar onde peguei. Eu havia acordado disposta a ir falar com ele. Não queria ficar com esse clima ruim na casa e muito menos no meu coração. Não vale a pena carregar mágoas, mas sim aproveitar os momentos perto de quem gostamos. Apenas esquecer o ocorrido não iria machucar ninguém, não é mesmo? Vesti meus tênis brancos e saí do quarto com um grande sorriso no rosto. Quando chego na escada, vejo lá no sofá Suga, Namjoon e Sehun se entreolhando sérios. Pensei que fosse um jogo, já que eles são cheios de criatividade. Ainda quando eu estava na metade da escada, entra a Naho desesperada pela casa pedindo explicações.

Pov’s Naho on

 Vejo a Jim descendo as escadas passando os olhos pelo cômodo.

Naho: Ta procurando o J-Hope?? Ele não está. Pergunta para os garotos onde ele foi.

Jim: Não estou procurando ninguém... okay, talvez. Com assim ele não está? Garotos? Há... meninos, onde ele está?

Namjoon: Ah...ah...

Naho: FALA LOGO!

Namjoon: A BigHit e a SM vieram buscar os dois durante esta noite. – o garoto fala em um sopro só.

Jim: VIERAM BUSCAR ELES?! Então foram esses os barulhos que eu ouvi no meio da noite. Eu deveria ter vindo ver o que estava acontecendo...

Naho: Mas por que vieram buscar eles??

Sehun: Eles não estão na casa?! – vou até o garoto e estapeio sua testa.

Naho: Tá ainda dormindo?!

Namjoon: Nem a SM e nem a BigHit aprovam eles “namorando” – fala o garoto fazendo aspas com os dedos – com vocês.

Jim: Eles não podem proibir os garotos de terem sentimentos. O amor apenas acontece. – fala a garota já com água nos olhos. Me jogo no sofá e apenas suspiro. Sinto meu celular vibrar e uma mensagem...do Kai chegar.

MENSAGEM ON KAI:

Kai: Hey amiga, acabei de chegar no alojamento. Avise para todos que eu estou bem.

Naho: Okay

MENSAGEM OFF

Aviso o pessoal que o Kai chegou no alojamento em segurança, pois ele tinha ido embora ontem as 14:00 (foi tão corrida sua saída da casa e ainda com o ocorrido da Jim, não conseguimos nos despedir dele). Volto ao assunto principal e pergunto:

Naho: Quando eles voltam?

Namjoon: Depende da decisão das empresas.- Suspiro e caio no chão causando um estouro pela casa.

Pov´s Jim on

Me levanto em disparada, indo em direção ao corpo esticado no chão. Suga corre escadas a cima para pegar a caixa de medicamentos, enquanto eu e o Sehun colocávamos a garota no sofá.

Pov´s J-Hope on

Depois que fomos levados da casa, nos levaram para uma outra casa que ficava a umas 4 cidades de onde estávamos. Fiquei com a cara fechada o tempo todo. Chegamos, fui o primeiro a sair do carro e fui direto em direção ao representante da BigM (foi assim que preferimos chamar a parceria das empresas).

J-Hope: Me tiraram de lá por eu ter sentimentos? Por eu ser um humano e amar? Vão estragar um projeto por causa disso? Não sei se você sabe, mas eu tenho 22 anos e sei muito bem o que faço da minha vida. – falo indignado.

???- O projeto não irá acabar, vocês dois vão fazer as coisas aqui e eles lá, vai ser o mesmo projeto, só que a distância. Eu teria tirado as garotas de lá, mas nós infelizmente assinamos uma autorização para elas. Sabemos que você já é um adulto, mas você ainda faz parte da nossa empresa. Se quer ser visto como um adulto, aja como um. – dou de ombros. Vejo Chanyeol indo na direção do mesmo com quem eu estava conversando e o puxo para o quarto, pois senti que aquilo não daria certo. – Vamos, esqueça isso.

Chegando no quarto, bato a porta com força.

Chanyeol: Sério mesmo que vamos ficar aqui? Achei que estávamos de férias e achei que fossemos seres independentes e que pudéssemos fazer o que bem entendermos.

J-Hope: Eu também pensava isso. Achei que iriamos nos divertir. Que finalmente poderíamos ser nós mesmos, sabe? Sermos pessoas normais, que curtem com os amigos, que namoram. Eu realmente estava feliz lá, mesmo com todos os ocorridos – solto um riso baixo.

Chanyeol: Acredite amigo, eu sei o que você está sentindo. Eu não vou ficar aqui. O que eu sinto e o que eu quero viver são mais fortes do que um cara que acha que pode mandar em mim! – Ele senta em sua cama, para, apoia o cotovelo nos joelhos e o rosto sobre as mãos. Depois de breves instantes, ele ajeita a coluna, mira o olhar em minha direção e abre um sorriso “maligno”.

J-Hope: Então quer dizer que não foi só em minha cabeça que passou a hipótese de montarmos um plano?

Chanyeol: Não. Não foi só na sua. Senta aqui, vamos começar! – Fala o mesmo esfregando as mãos. Sento em seu lado e nosso plano começa ganhar forma.

 


Notas Finais


EAE? O QUE ACHARAM AMORES? Espero que ttenham gostado, eeeee até o proximo cap!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...