História Rascunhos - Interativa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa
Visualizações 58
Palavras 337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá! Obrigada por me dar uma chance. A ficha estará nos comentários, e qualquer dúvida deve ser tirada comigo.

A escrita no prólogo está de certa forma bem simples, certo? Isso ocorre porque é narrado por Anna... Enfim, vocês entenderão isso mais para a frente. Espero que gostem e participem!

Capítulo 1 - Rascunhos - Fichas


Eu sou Annabel. Não é um nome difícil de se aprender, mas, por favor, prefiro que quando for referir-se a mim, me chame apenas de Anna. Sim, Anna, esse é meu nome.

Não que eu achei Annabel um nome feio. Pelo contrário, ele soa muito bem, embora eu nunca tenha pesquisado o significado. Annabel é a junção dos nomes das minhas tias, Anna e Isabel, irmãs mais velhas da minha mãe, ambas falecidas em um acidente de carro quando eu tinha cerca de sete anos.

Eu não gostava da tia Isabel. Ela me tratava mal, não me agredindo de forma verbal ou física, mas era fria comigo… Não gosto de quem é frio comigo, por isso, como eu já disse, exclua a parte dela do meu nome.

Então, eu sou Anna.

Desculpe, acho que estou enrolado demais apenas no meu nome. Isso é porque não quero dizer o que está acontecendo agora comigo. Sinto que não temos intimidade o suficiente para que eu exponha assuntos tão pessoais da minha vida para você.

Você irá ficar sabendo de qualquer jeito mesmo...

Eles estão brigando. É uma briga feia, diferente das outras que costumam ter. Há uns trinta minutos, tive a impressão de ouvir uma cadeira sendo quebrada e logo depois minha mãe gritando ofensas para meu pai. Não tenho coragem de descer as escadas e ver o que está acontecendo.

Mamãe diz que não tenho que me preocupar com isso, só tenho treze anos e para ela sou uma criança. Mas me preocupo.

Minhas mãos trabalham rapidamente em uma folha, fazendo com que aos poucos um rosto feminino surgisse em meio ao mar branco. O desenho ainda não está completo, até agora só é possível identificar os olhos e um pouco do nariz. Modéstia parte, está ficando muito bom.

Mais gritos, dessa vez quem gritava xingamentos era meu pai.

Aumentei o volume dos fones de ouvido que usava, e continuei trabalhando.

Aquela era minha vida.

Enquanto o mundo desaba ao meu redor, eu crio outro através de desenhos. 


Notas Finais


Modelo da ficha nos comentários.
Fichas deverão ter entregues por jornal ou comentário.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...