História ~°°°Rbd°°°~ - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~klarolineKC

Postado
Categorias Rebelde, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Klaus Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Bonkai, Bonnenzo, Delena, Klaroline, Rbd
Visualizações 41
Palavras 2.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal, olha eu aqui de novo com mais uma fanfic delena/Klaroline😂.
Sei que estou devendo algumas atualizações😔mas é por que eu estava sem internet porém prometo que esta semana ponho tudo em dia.😁
Espero que gostem dessa fanfic pois estou me dedicando bastante a ela então se puderem comentarem em cada capítulo sobre o que acharam eu agradeço.

Suas opiniões são muito importante para mim😘.

Capítulo 1 - Volta As Aulas


Fanfic / Fanfiction ~°°°Rbd°°°~ - Capítulo 1 - Volta As Aulas

Qual o momento exato em que começamos a decidir a nossa vida? Quem testou nossos pais para saberem se seriam capazes de escolher o melhor para a gente? Quando eles escolhem nossos colégios será que tem a consciência que esse lugar vai mudar nossa história para sempre?” 


🔵Casa dos Mikaelson, Nova Orleans 10:20AM...

Pov's Niklaus:

Estava em meu quarto terminando de arrumar as minhas coisas dentro da mala até que encontrei uma foto do meu pai (Ansel). Me sentei na cama olhando a foto e então algumas lembranças começaram a vir em minha mente. Comecei a lembrar do dia em que descobri que ele havia morrido, minha mãe havia ficado arrasada, meu irmão foi o que mais conseguiu se manter forte mas eu nunca superei, eu sabia que aquilo não foi um acidente e eu sabia quem era a pessoa que fez isso a pessoa que causou tanto sofrimento a minha família, a pessoa que tirou tudo o que eu mais amava era...Matt Cohen Forbes...Meu pai trabalhava com ele até que um dia foi demitido e roubado pela empresa que ele ajudou a fundar, meu pai não aceitou isso e voltou lá ele tentou lutar pela nossa família mas ele foi morto e todos aqueles que fizeram isso quiseram fazer parecer um acidente mas eu sei a verdade e eu não irei sossegar até destruir a vida do idiota que fez isso, eu irei tirar a pessoa que ele mais ama da vida dele e quando ele estiver sentindo que perdeu tudo então eu finalmente estarei livre para recomeçar minha história. 

- Eu irei vingar sua morte papai eu prometo...

Sussurrei a mim mesmo enquanto guardava a foto e então ouvi um barulho na porta. Me virei percebendo que era minha mãe e então dei um sorriso tentando disfarçar.

- Tem certeza que quer realmente fazer isso meu filho? Eu não entendo por que você insiste em ir tão longe só para estudar nesse colégio...Existem outros por aqui que também são excelentes...

Ela disse vindo até mim pondo suas mãos em meu rosto.

-Eu sei que existem mamãe mas você sabe que passar nesse colégio será um grande passo na minha vida...Sei que vai sentir saudades e eu também vou mas eu prometo que estarei de volta antes que você possa notar a minha ausência...

Disse segurando suas mãos e dando um beijo nas mesma e então ela sorriu e me abraçou fortemente enquanto as lágrimas percorriam pelo seu rosto. 

- Eu tenho que ir...Meu vôo é daqui a alguns minutos não posso perder...

-Se cuide e volte logo meu amor por favor. Eu te amo.

- Também te amo.

Ela me abraçou novamente se despedindo e então eu peguei minha mala e sai do quarto indo para sala me despedir de Elijah.

- Já está indo irmão?

-Sim, estou atrasado.

- Você não tem que fazer isso Niklaus sabe que nosso pai não gostaria...

-Nosso pai se foi Elijah, por causa dele...Eu tenho que ir e nada do que você disser vai mudar minha opinião então você pode escolher ficar ao meu lado ou contra mim.

Ele balançou a cabeça negativamente e venho até mim me abraçando.

- Sabe que sempre fico ao seu lado mas agora me prometa que vai se cuidar e quando tudo isso acabar você vai voltar e esquecer isso.

- Eu prometo.

- Até mais irmão.

Disse dando um sorriso e então sai de lá e fui até o táxi que já me esperava. Depois de um tempo eu finalmente cheguei no aeroporto encontrando alguns amigos meus que estavam lá.

- Eai, Nik...

Eles vieram até mim me cumprimentar.

- E aí cara, tem certeza que vai mesmo fazer isso?

-Nunca tive tanta certeza em toda minha vida.

- Se você diz nós não vamos insistir...Mas diz aí.. Como pretende fazer isso e o que tem haver esse colégio com a sua vingança contra o Forbes?

Após ouvir ele perguntar isso dei um sorriso.

- Eu andei pesquisando sobre ele e descobri que ele tem uma filha, uma tal de Caroline e sabe ela estuda nesse colégio.

- E como vai se aproximar dela? Ela deve ser dessas garotas mimadinhas nem vai olhar para você.

- Como ela vai me ignorar sendo que estudarei na mesma sala que ela. Sim eu irei voltar para o quarto ano.

- Mas você já se formou vai mesmo querer perder um ano de colégio só por causa disso..

-Eu tenho que fazer isso pelo meu pai...Agora eu realmente tenho que ir pessoal cuidem da minha família e vê se não contém para minha mãe ela não sabe de nada e não quero envolve- lá nisso.

Me despedi novamente e segui em direção a fila de passageiros que aguardavam para entrar no avião.


🔴Casa dos Forbes, México, 10:45...

Pov's Caroline:

Estava em meu quarto terminando de arrumar minha 6 mala com a ajuda da Rebekah e da Selina é claro. Assim que terminei impilhei as malas em um canto e então me deitei na cama pedindo para o Alfred levar as malas para o carro. Olhei as meninas e então dei um sorriso.

- Aiiii meninas eu não vejo a hora de chegar no colégio e rever todos nossos amigos...

Disse sorridente e então Rebekah se sentou.

- Nem me fale eu não vejo a hora de ver o Damon.

- Então o namoro de vocês é sério?

- Sim, seríssimo...Ele é tão fofo e romântico acredita que ele me mandou flores? 

-Aiii que tudoo.

Disse batendo palmas me sentando e então olhei para Selina ela parecia estar triste.

- O que há com você My Dear?

Perguntei me apoiando no ombro de Bekah.

- Minha mãe disse que eu devia fazer uma dieta ao invés de ir no colegio, disse que vou passar vergonha por que entre nós três eu sou a mais gorda...Acham que ela tem razão?

- Aiii claro que não amiga, que pergunta boba...não fique assim...Ela não deve ter dito por mal...Esquece isso...

Eu não gostava quando a mão dela falava essas coisas deixava Selina deprimida mas eu sabia que eu e a Bekah podíamos anima-la.

- Olha esta semana nós podemos fazer uma dieta eu também estou acima do peso talvez seja bom para nós, o que acha Seli?

Após ouvir isso que Rebekah disse eu levantei sorrindo.

- É e nós podemos arranjar um namorado bem bonito para você, aposto que os garotos vão ficar babando...

Ela fez uma careta.

- Quem vai gostar de uma gorda como eu ? 

Eu revirei os olhos e a abracei.

- Não repita nunca mais isso Selina. Você é linda e tenho certeza que você vai arranjar um garoto muito lindo e ele vai te amar do jeito que você é por que você é maravilhosa...

Ela sorriu e então Rebekah se aproximou e nós abraçamos em grupo. 

- Agora chega pois vão bagunçar todo meu cabelo e vocês sabem como é difícil arrumar tudo de novo.

-Ok, acho melhor nós irmos eu queria ser a primeira a chegar para poder receber o amor da minha vida.

Rebekah disse entre suspiro sorrindo apaixonadamente, nós rimos e então nos olhamos no espelho novamente e eu saí com elas.


🔵Casa dos Salvatores, México, 10:25...

Pov's Damon Salvatore:

Estava em meu quarto conversando com Matt enquanto esperava o motorista chegar.

- E então cara, está ansioso para voltar ao colégio?

Ele perguntou me jogando uma almofada na cara e eu dei um sorriso revirando os olhos.

- Você não imagina o quanto, odeio ficar em casa meu pai não para de me perturbar e jogar na minha cara o quanto meus irmãos são melhores do que eu. 

- Eu estou falando da Rebekah cara, é verdade que estão namorando ?

- Sim, sim...Embora eu prefira a Caroline a Rebekah é uma delícia e é o que temos para hoje certo...Estou louco para ver as alunas novas fiquei sabendo que entrou várias hoje...Rebekah é muito facil eu pedi pra alguém mandar flores pra ela e ela se derreteu toda...

Ele riu e então ouvimos um barulho de buzina e então me levantei terminando de me arrumar.

- Damon, você não vai levar nada?

- Não, a maioria das minhas coisas eu deixei lá nas férias e sabe que se faltar algo é só eu pedir pro meu pai e eu consigo tudo...

- Então vamos...

Sai do quarto com ele e fomos direto para o carro enquanto conversávamos sobre as alunas novas.


🔴Casa dos Gilbert, México, 10:30...

Pov's Elena:

Estava trancada em meu quarto enquanto ouvia minha mãe berrando do outro lado batendo na porta.

- Elena, minha princesa, bonequinha, amor da minha vida abra a porta por favor filha estamos atrasadas e seu pai vai me matar se você não entrar em um colégio. Elena é sério saía desse quarto agora...

Revirei os olhos e tampei os ouvidos pondo um dedo em cada lado.

- Blablablabla.

Disse alto para ela ouvir e então vi que ela se calou ergui as mãos para cima como se estivesse agradecendo e então me joguei na cama e peguei uma tesoura cortando minhas calças e fazendo decotes em meus vestidos. Percebi que ela não tentou mais entrar no quarto e me levantei caminhando até a porta onde pude ouvir meu "pai" discutindo com ela. Abri a porta e fui até a sala correndo.

- Não grite com ela seu idiota, me entendeu? Não grite com ela...

Disse irritada ficando ao lado de minha mãe.

- Elena meu amor não fale assim ele é seu pai...

Ela disse me abraçando de lado e então ele se aproximou de nós.

- É disso que estou falando, está vendo? Essa menina não tem respeito, não sabe se comportar e a culpa é sua você a ensinou isso não sabe educar sua filha então eu vou educar.

- Cale sua boca seu velho idiota.

Gritei irritada e então minha mãe me puxou pedindo para mim não piorar as coisas.

- Do que você está falando? Não tem o direito de falar assim comigo me ouviu ? Eu sou a mãe dela e ela só estava tentando me defender de você seu idiota.

Eu concordei com ela e então ele pegou seu palito sobre a mesa.

- Estou cansado disso. Você não tem condições de criar esta menina eu vou pedir a guarda dela na justiça está me ouvindo? E então você nunca mais irá ve-la pois eu faço questão de a por em um internato.

Após dizer isso minha mãe balançou a cabeça negativamente.

- Não pode fazer isso. Não pode tirar minha filha de mim.

- Eu posso sim e eu vou a não ser que você a coloque em um colégio interno, pois se não fizer isso ainda hoje eu faço questão de a buscar esta noite. Para sua sorte eu conheço um colégio muito bom que está com vagas, Elite Way School. Você tem até o final da noite para a por neste colégio ou você já sabe.

Antes que ela pudesse dizer algo ele saiu irritado e eu me virei para ela.

- Ele é um idiota está blefando mamãe, está louco é a idade...

- Não eu conheço seu pai Elena...Ele vai querer te tirar de mim...Não posso deixar...

Eu revirei os olhos e corri para meu quarto me trancando novamente enquanto gritava dizendo que não iria sair dali. Ela ficou ali por alguns minutos insistindo sem parar até que eu "aceitei" eu tinha um plano... Iria entrar na escola e depois ser expulsa e pronto o velho não teria do que reclamar...Eu arrumei minhas coisas e sai do quarto vendo minha mãe comemorar e logo fomos para a limousine. 


🔵Casa dos Walkers, Mystic Falls, 10:20...

Pov's Stefan:

-Tem certeza que não quer que a gente vá com você meu bebê?

Minha mãe perguntou enquanto arrumava umas caixas com comida para mim e colocava no carro, eu revirei os olhos.

- Não não quero e também não quero que vocês venham me visitar ok? Eu irei vim quando puder mas pelo amor de Deus não vão me visitar.

- Mas e se a gente precisa falar com você Steban.

Meu pai perguntou e eu ignorei.

-Se acontecer algo liguem para mim, ouviram? Para mim não para a escola. E meu nome é STEFAN pai.

Eu guardei minhas malas no porta-mala 

- Você está com vergonha de nós? 

- Não é isso é por que é muito perigoso para vocês irem até uma cidade que mal conhecem...

Disse enrolando eles até que finalmente consegui ir embora. Eu não aguentava mais ficar nessa cidadezinha com essa gente pobre. Meus pais ganharam na loteria mas continuaram nessa vidazinha medíocre. Eu mereço algo melhor eu só precisava de uma chance...


🔴Casa das Bennet/ México,10:20...

Pov's Bonnie:

Estava no meu quarto arrumando minhas coisas com a ajuda da minha tia enquanto conversávamos sobre o colégio.

-Eu não sei se devo ir tia...Quem vai cuidar da Dulce? 

Disse fechando minha mala.

- Você não é a mãe dela Bonnie você é a irmã não é sua obrigação cuidar dela ela tem mãe pra isso você tem que ir estudar ok? Eu falo com a louca da sua mãe.

Eu não podia discutir com ela afinal por um lado ela tinha razão mas eu amava minha irmãzinha e eu queria ficar ali e cuidar dela. Minha tia disse que estamos atrasadas e então eu saí e fui até o quarto de Dulce me despedir.

- Mamãe.

Ela gritou correndo em minha direção e eu me abaixei e abracei ela. 

- Está na hora de ir embora princesa...

-Você vai me levar com você?

Eu senti as lágrimas escorrendo meu rosto e então me sentei no chão com ela em meu colo.

- Eu não posso...Mas sabe de uma coisa ? Eu vou levar um caderno e vou escrever tudinho nele e aí quando eu voltar eu vou poder ficar com você e ler tudinho como se fosse uma história.

Ela sorriu e bateu palmas

 -Eu gosto de histórias...Mas não quero que você vá...Fique comigo mamãe...

Ela me abraçou novamente fazendo meu coração se despedaçar.

- Eu também não quero ir...

Disse chorando.

- Mas eu tenho que ir...Por que se eu for eu vou poder estudar e aí eu vou ser médica e vou poder cuidar de um monte de menininhas especiais como você...

Ela fez uma cara triste e abraçou seu ursinho e então eu peguei uma foto no meu bolso.

- Essa é uma foto de nós duas juntas e eu vou deixar ela com você mas eu tenho uma igualzinha que vou levar comigo e aí quando eu estiver com saudades vou abraçar ela bem forte e aí você faz o mesmo aí vamos estar sempre juntas...

Ela sorriu e guardou a foto e então eu me despedi  e após chorar muito e insistir para ficar eu fui com a minha tia para o carro.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...