História Ready? - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Brigas, Cantores, Drama, Jungkook, Romance
Exibições 37
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei mais cedo, o próximo capítulo já esta pronto, ele esta curto porque só fiz a Nana e eu nao sei se eu posto ele hoje, mas fiquem com esse aqui.

Capítulo 28 - Processo?


Fanfic / Fanfiction Ready? - Capítulo 28 - Processo?


  (Nana ON)

  Depois de passar horas e horas dentro de um avião eu finalmente cheguei em casa, me ver sozinha num apartamento se tornou um pouco estranho, sem aquela gritaria e agitação dos meninos. Como previsto, meu apartamento estava um caos, empoeirado e com um cheiro ruim de passar muito tempo fechado.

  Fui para o meu quarto e deixei a mala em cima da cama, troquei de roupa e desfiz a mala. Depois disso, resolvi arrumar esse lugar mesmo contra a minha vontade, odiava arrumar a casa. Abri as janelas deixando a luz entrar, varri o chão e passei um pano tirando toda a poeira.

  Assim que terminei minha pequena faxina, me joguei no sofá e fechei os olhos. Nem acredito que voltei, estava muito cansada. Logo lembrei que tinha que mandar uma mensagem para Tom, o celular havia ficado no quarto e com muita luta consegui levantar do sofá e ir até lá. Assim que abri o celular dei de cara com 5 mensagens do Jungkook, sorri.

  está no avião?

  Nana? aí?

  Me ligue quando chegar.

  Ainda estou na delegacia.

Tenho que ir, Shin está nos chamando. Não esquece de me ligar.

  Deitei na cama e logo tratei de ligar para ele  antes que eu adormecesse. Liguei duas vezes e ele não atendia, resolvi ligar para Tom e deu na caixa postal. Comecei a ficar preocupada.

  (Jungkook ON)

  -Como assim ela está nos processando? - falei surpreso. Quando finalmente essa confusão parecia que iria acabar vem uma notícia dessas.

  -Estarei acompanhado de perto - o advogado falou - Por agora, tentem manter a calma. Ligarei assim que tiver notícias

  Sabia que ter a presença do advogado aqui era estranho. Mais essa agora, não iria contar a Nana, não queria que ficasse preocupada. Saímos da delegacia e fomos para a empresa, assim que chegamos fui para o meu quarto, olhei o celular e vi duas chamadas perdidas dela, não havia ouvido o celular. Liguei para ela mas a mesma não atendia, ótimo. Não consigo falar com ela e ela não conseguiu falar comigo.

  Passei a mão do rosto tentando conter o nervosismo, liguei mais uma vez e nada de novo. Ouvi alguém bater na porta e abri, era Jin, deixei o entrar e deitei na cama.

  -Tudo bem? - perguntou sentando na cama

  -Mais ou menos - respondi

  -Tirando o fato daquela menina doida estar nos processando, o que houve? - perguntou

  -Não consigo falar com ela, não sei se está bem, se já chegou - falei

  -Ela te ligou?

  -Ligou, duas vezes. Mas eu não ouvi o celular

  -Ela deve ter chegado, relaxa. - falou calmo

  Ficamos conversando um pouco mais e logo ele saiu, olhei as horas e já estava um pouco tarde. Tomei banho e coloquei uma roupa mais confortável do que calça jeans e jaqueta, desci para sala e não tinha ninguém então resolvi ligar a televisão, mesmo assim, eu não conseguia prestar atenção no que aquele programa idiota estava falando. Peguei o celular e liguei mais uma vez.

  O número que você ligou não está dispo...

  -Ah, fala sério - bufei jogando o celular para longe

  -Tá tudo bem? - Tom apareceu na sala

  -Está sim - falei e ele sentou do meu lado

  -Tem certeza? - me encarou e eu assenti - Bom, se quer saber se ela já chegou, eu realmente não sei.

  Me assustei com o que ele disse, ele já sabia? Ela havia contado para ele?
 
  -Eu sei o que está pensando - me olhou - na verdade, eu descobri, ela não me contou.

  -Ah - suspirei

  -Ligou para ela? - perguntou

  -Sim, várias vezes e ela também não me atende - falei

  Ouvi o celular tocar e vi que era uma ligação, comecei a torcer para que fosse ela até pegar o mesmo, comecei a torcer cada vez mais. Assim que li no visor atendi rápido.

  -Alô?

  -É ela? - Tom perguntou vendo tudo e assenti - Ela já chegou?

  Coloque no viva voz.

  Fiz o que ela pediu e sentei de novo ao lado de Tom, ela havia chegado bem e não me atendeu porque estava dormindo, típico dela. Conversamos com ela mais alguns minutos e ela desligou.

  Parecia que um peso saiu das minhas costas, não bem um peso e sim a preocupação, não falamos sobre o processo a ela e seria melhor assim.

   


Notas Finais


Se vcs quiserem que eu poste hoje, deixe nos comentários. Se não, vou att só amanhã.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...