História Ready, set, go! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Jinkook, J-kook, Kookmon, Nanseok, Nansuga, No-sense, Sugamon, Vkook, Vkookmin, Vmin, Yaoi, Yoonjin, Yoonkook
Exibições 293
Palavras 1.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Fantasia, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Genteeeee minha vida deu uma reviravolta digna de um pião ( antiquado ? Talvez) hehehe me mudei e na casa nova n tenho internet por isso sorry se eu acabar demorando pra postar de novo. 60 favoritos com dois caps ?!? Vou surtar ! Amo oces e adoro ainda mais quando comentam💙💚💛💜 e antes de vcs lerem o cap em si quero agradecer de novo a Duda Nogueira, pq sim :v

Capítulo 3 - O ataque do professor taradão


Fanfic / Fanfiction Ready, set, go! - Capítulo 3 - O ataque do professor taradão

Às vezes acho que o santo G dragon me odeia! Porque não é possível! Quando finalmente termino o inferno, vulgo ensino médio, tenho que voltar a frequentá-lo. Claro que com meus queridos personagens favoritos, vai ser tudo mais legal, mas aqueles três anos foram tão torturantes que só de pisar em uma escola já fico com calafrios. Pensem em todas as formas de exclusão social possíveis, então, era isso o que eu passava naquele lugar.

 

Desci do carro cabisbaixo, já com a mochila nas costas, tinha achado ela do meu lado no banco do passageiro, percebi que as coisas gostam de surgir do nada por aqui… Deve ter sido a tal de Hye Min que colocou aqui. “Quem será que é meu irmão?” faço um bico enquanto pensava em quem se encaixaria melhor, estava tão  concentrado que nem percebi quando comecei a andar e bati por acidente numa árvore.



-Da onde surgiu essa árvore!?- passei a mão pela testa para ver se tinha me machucado e suspiro aliviado ao perceber que a dor foi apenas momentânea. Olhei para cima com raiva, tinha a intenção de chutar a árvore, mas parei o ato ao perceber que tinha algo escrito na copa.

 

“Missão 1- Encontre seu professor e se informe sobre sua turma”



-Realmente um lugar completamente aleatório … Pelo menos não é uma missão difícil - ajeito meus óculos no rosto, seguro ambas as alças de minha bolsa e tento a ficar mais animado “Vamos Kook, você consegue. Não é nada demais, é só entrar nessa escola. Vamos lá!” com passos firmes andei até o portão de entrada, como não tinha ninguém por perto, deduzi que eu estava atrasado. Engoli seco, por que? Lembram quando eu disse que minha casa parecia uma mansão? Então, essa escola parece um castelo! …. Malditos riquinhos.

Com passos lentos, ando pelos corredores luxuosos, aproveito para bisbilhotar algumas salas e ver se achava a minha, porém foi meio inútil e o máximo que consegui foi xingamentos do zelador que me seguia… Acho que pra ver se eu estava cabulando aula. Depois de tanto andar, meus pés já doíam, joguei minhas coisas no chão e me sentei no mesmo. “Parece que já perdi uma missão” suspiro alto.



 -Hora, o que vemos por aqui - escuto uma voz desconhecida pronunciar. Levanto o rosto e encontro com um homem alto, platinado e com um charme exótico - O que faz no corredor a essa hora?



-É que…- penso um pouco -  Sou novato e não sei pra onde ir.



-Novato? Se me lembro bem alguém ia entrar no segundo ano C… Sou seu professor então, pode me chamar de  Kim Namjoon- sorri meigamente.

-Mesmo? Pode me levar até minha sala? - me levanto animado “uhuu vou conseguir cumprir a missão!”, abro um sorriso alegre, mas assim que sou prensado na parede pelo loiro, começo a ficar com medo.



-Se eu te levar, o que eu ganho? - me encolho com seu tom de voz “ que eu me lembre o mon nunca foi malvado em nenhum dos jogos… Mas ele mete medo muito bem!”.



-C-como assim? - engulo seco e ele se aproxima mais um pouco. Eu ia começar a sair correndo, mas por sorte alguém intervem.

-O menino mal chegou e você já está molestando o rapaz, novato aprenda uma coisa: Nunca confie no Nanjoom - o professor se afasta com um bico nos lábios, assim que ele fez isso eu pude ver o dono da voz. Um jovem de cabelo loiros, cortes em diversas partes do rosto e um sorriso quadrado peculiar- E cuidado, porque com certeza, ele vai te mandar pra diretoria por birra.



-Kim Taehyung, eu não te mandei pra diretoria por birra. Você que dormiu na minha aula - fala alto, mas o garoto mais novo não pareceu se importar. Kim deu de ombros e continuou a andar pelos corredores.

-Vai me seguir ou vai ficar aí com o Nam?- rapidamente peguei minhas coisas e comecei a ir atrás dele, afinal… Encontrei um dos meus crushes! Isso não é algo que aconteça todos os dias “uwaa ele está tão lindo e esses machucados… Como será que ele conseguiu?”. Comecei a suspeitar que ele estava me levando para o caminho errado quando subimos algumas escadas, mas para minha surpresa, a primeira sala daquele andar era a que o tal professor tinha dito. Tentei dizer obrigado, porém ele não me deixou agradecer.

 

 -Não precisa disso, apenas não converse e nem chegue perto de mim. Ok? - assenti com a cabeça mesmo achando essa atitude estranha. Uma mulher de óculos abriu a porta da sala e nos olhou com raiva “vão ficar aí cabulando aula ou vão entrar?” engoli seco, já entendendo que aquela era a professora, entrei no lugar de cabeça baixa para não ter que encarar aqueles pares de olhos curiosos na minha direção, me reverenciei rapidamente e assim que a mais velha do cômodo mandou, fui para uma carteira vazia no fundo.

A sala estava bem cheia, pessoas bem arrumadas e que ou me encaravam ou cochichavam sobre assuntos aleatórios, uma sensação horrível de vergonha me consumiu, mas tudo o que pude fazer foi me encolher na cadeira acolchoada e tentar ignorar. Achei que por ser um jogo, não teriam aulas de verdade, mas me enganei. A professora realmente deu aula e o pior era o fato de ser sobre álgebra.

Tive que me segurar ao máximo para não acabar dormindo, mesmo apenas tendo passado cinco minutos parecia ter sido uma eternidade. Para passar o tédio, comecei a mexer na minha bolsa e tirei de dentro o caderno (nem um pouco chamativo) que eu tinha ganhado como guia, o abri para desenhar em alguma das folhas em branco, mas tinha uma coisa lá que não havia antes : Duas imagens não estavam mais embaçadas e embaixo tinham poucas palavras. Fiquei primeiro no platinado, pois ele estava realmente muito excêntrico e isso despertou minha curiosidade.

“Kim Nanjoom:

     Professor de música. Tarado que faz sexo com seus estudantes, na maioria das vezes, estes aceitam para ganhar nota, mas nada é comprovado.

  Amizade:0

  Paixão: -3

  Amor: -10”

Ok… Olhei para frente para ter certeza de que a professora não iria me pegar no flagra, quando notei que ela estava de costas, anotando algo na lousa continuei, dessa vez vendo a do V.

 “Kim Taehyung

  Legal, de personalidade e história de vida complicadas. Bad boy adorado pelas garotas, mas que não é realmente mal, apenas … Vamos  dizer que está sempre na hora errada e no lugar errado. Para ter cem por cento com ele em amor e paixão, é preciso que todos os outros personagens tenham o nível abaixo de 50.

 Amor:0

 Amizade: 2

 Paixão:0”

-Parece que tenho mais chances com o projeto de alien - sussurro para mim mesmo. Antes de fechar, percebo mais um textinho. Na primeira folha mesmo, mas que ao contrário dos outros parecia se tratar de algo mais sério.

“AVISO: Não se pode ter qualquer tipo de relação ou interação física (além de coisas básicas como segurar as mãos) sem ter os níveis de paixão e amor no máximo, estes aumentam ou diminuem de acordo com suas escolhas feitas no jogo”

Ahhh mancada, quer dizer que pra eu pegar o Taehyung tenho que abandonar os outros ? Pensando bem, ele não entrou na sala comigo, quer dizer que ele é de outra turma? Fecho o caderno e jogo de qualquer jeito na mala “Mas…. e os demais personagens?... Bom, vou decidir isso depois, nem deu tempo de ver todos eles ainda!”

 Por eu ter chegado extremamente atrasado, as aulas não demoraram para acabar, mas em compensação tive que escutar a professora (que descobri se chamar Ga In) me dar um sermão sobre responsabilidade e pontualidade por uma hora! Pois é, lá se vai meu plano de caçar o povo pela escola. Assim que a mulher parou de falar, me curvei e fui em direção a saída, fiquei contente por ter um carro me esperando para me levar até em casa, afinal, se eu mal havia decorado o caminho para minha sala, imagina ir para uma casa numa cidade que eu não fazia ideia aonde era.

Me permiti sentar no banco traseiro, joguei a mochila extremamente pesada ao meu lado e fechei os olhos, tentando processar tudo o que tinha acontecido. Apesar de ser confuso e estranho estar nesse “novo mundo”, eu estava gostando muito, nunca me diverti tanto na minha vida inteira! Sorrio, deito no banco e uso a bolsa como travesseiro. O caminho seria longo e eu queria usar essa oportunidade para descansar um pouco, ainda tinha metade do dia pela frente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...