História Real - segunda temporada de Dream - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Dream, Justin Bieber
Visualizações 325
Palavras 1.229
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey angel's, espero que gostem! 💙

Capítulo 5 - End


Me encontrava deitado na cama, minha cabeça enterrada no travesseiro, enquanto suas palavras ainda rodeavam minha cabeça. Já havia se passado dois dias, hoje pela manhã quando foi a seu consultório, somente ela falou, poucas palavras. Tinha somente mais uma consulta com ela, antes de terminar todo o meu tratamento. Tenho mais um dia para vê-la antes de ir para Atlanta. As imagens do meu sonho ficavam se repetindo na minha cabeça. Conseguia sentir seu toque na minha pele, o gosto de seus beijo, a sua voz, sua risada. Dois dias o qual eu não sabia o que estava fazendo vivo. Ficar sem ela era como não viver, ela é minha vida.

-Justin você precisa reagir - não me movi, mas pude ouvir a porta do quarto se fechar - cara você tem luta daqui três semanas e precisa treinar.

-Eu sou um bosta Forbes, nem a garota que eu amo, me quer. - tirei minha cabeça do travesseiro, para olhar para ele.

- cara você fez o que pudia, você tentou conquistar ela, só que você não pode parar sua vida por causa dela. Tem várias outras mulheres no mundo Dark. - neguei com a cabeça, me jogando na cama novamente.

- nenhuma é ela. - não sentia vontade de comer, nem de fazer qualquer outra coisa, só queria pensar em Aliya, em o que ela estava fazendo, os pensamentos dela com o seu namorado me torturavam mais do que levar vários socos.

- Vamos Justin, você está indo bem - soquei mais uma vez a mão de Forbes, imaginando ser aquele merda que a roubou de mim, cada soco era como se fosse nele, por ele estar a tocando. Forbes tinha me convencido a treinar, e já estavamos fazendo isso a mais de quatro horas, a fina camada de suor não me incomodava. A academia do hotel estava movimentada e eu conseguia sentir o olhar de muitas mulheres em mim, mas nenhuma delas seria a minha.

- Vamos parar por aqui, tome um banho e almoce - concordei com a cabeça, tomando água é a jogando em mim, para tirar a sensação de quentura do meu corpo. Bela havia saído então teria que comer no restaurante do hotel.

- Um homem como você não se vê todos os dias, comendo sozinho - levantei meu olhar. Morena olhos negros cabelos longos, seu corpo marcado pelo vestido vermelho chamativo demais para aquela hora do dia.

-Esta esperando alguém? - neguei com a cabeça, eu realmente não estava interessado - se importa? - dei de ombros, a mesma se sentou a minha frente - então você não é muito de falar, não é?

- depende - dei de ombros, vendo seu rosto ficar confuso - quando a algo interessante para falar.

- você, me parece um assunto interessante - seus braços se apoiaram na mesa, deixando seus seios espremidos, no grande decote de seu vestido. Não eram naturais igual os de Aliya. 

- Acredito que você saiba tudo sobre mim - encostei meu corpo na cadeira a olhando diretamente pela primeira vez.

- Sim, mas acredito que tenha algo que os sites não saibam - olhei ao redor, antes de voltar meu olhar para ela.

- Sim, provavelmente eles não dizem que estou em um relacionamento - ergui uma das minhas sobrancelhas, ela abriu a boca para falar, mas algo me chamou mais atenção.

- Me desculpe - a encarei confuso, Aliya estava pedindo desculpa a um dos garçons.

- Aliya - me levantei, caminhando em sua direção - o que faz aqui? - seus grandes olhos azuis me encararam.

- vim avisar que sua consulta de amanhã foi remarcada - ela estava tensa.

- Podia ter ligado para o hotel - foi seco, vendo sua expressão mudar para confusa.

- Eu...me desculpe, não queria incomodar - dei de ombros - bom eu já vou - ela disse mas continuou parada,me olhando.

- Ahm... ok, tchau - disse, ela me olhou por alguns segundos e depois saiu andando. Sei que fui grosso com ela, mas ela escolheu assim. Estava sofrendo com meus pensamentos sobre amanhã ser o último dia que a veria, e poderia ter seu cheiro por perto.

- Quem é a morena? - olhei para Ryan, que encarava a garota da mesa, que me olhava confusa.

- Não sei - dei de ombros, caminhando para fora do restaurante - toda sua dude. - gritei, não estava mais com nenhum ânimo, só queria morrer.

- Você vai mesmo desistir? - soltei o ar de modo forte, olhando para Ryan, já era a quarta vez que ele me perguntava isso.

- Ja falei Ryan - fechei minha mala, a colocando do lado da cama.

- Cara … - o interrompi.

- Ela quis assim Ryan, eu fiz o meu possível, mas ela escolheu ele. A amo demais para vê-la infeliz - soltei um suspiro - mesmo que eu não seja sua felicidade. - ele iria responder mas o deixei falando sozinho, já estava atrasado para minha última consulta com minha garota.

- Você deveria levar flores a ela - encarei Bela, podendo ver seu olhar de pena sobre mim.

- Estou bem - afirmei, mesmo não estando, ela caminhou até mim, tocando meu rosto.

- meu menino - dei um leve sorriso - se ela não te ama, é porque não é a garota certa para você - beijei sua bochecha.

- Ou talvez eu não seja o certo para ela - sussurrei antes de sair do quarto.

- Justin - assim que ela me chamou, repeti o mesmo processo dos outros dias, caminhando para dentro de sua sala em silêncio. Me sentei na maca, assistindo ela caminhar até mim - como está?

- Normal - me referi a perna, dando de ombros, ela soltou um suspiro alto, concordando com a cabeça. Ela analisou meu joelho, e logo se afastou anotando algo.

- Acabou? - perguntei, fazendo ela me olhar.

- Esta com pressa diferente das outras vezes - coloquei minhas mãos dentro do bolsa da bermuda que usava, a olhando, tentando gravar em minha mente o quão linda ela é.

- Não tenho muito o que fazer aqui - pude ver seus olhos perderem o brilho.

- Aquela...mulher hum é algo sua? - ela não me encarava mas podia ver seu nervosismo.

- Não acho que minha vida pessoal seja de sua conta - fui grosso. Vendo seus olhos vacilarem. Eu precisa sair dali o mais rápido possível dali, se não cometeria uma loucura.

- Certo, me desculpe - ela se levantou. Não, por favor só mais uns segundos. - aqui está - peguei o papel de sua mão - pode deixar com a Lana ali na frente - concordei com a cabeça, a seguindo até a porta - então...hum, boa sorte na temporada - assenti novamente.

- Seja feliz com ele - ela me encarou por alguns segundos e assentiu. Não merda, você tem que ser feliz comigo e não com ele. - eu te amo - sussurrei, antes de lhe dar as costas, sentindo meu coração se partindo em mais pedidos do que já estava.

- Justin - parei me virando para ela, que vinha em minha direção. Senti minhas pernas bambearem quando seu cheiro invadiu meu nariz - você esqueceu isso - ela me entregou a chave do carro, deixei meus ombros caírem, peguei a chave de sua mão, saindo o mais rápido dali. Eu a perdi de novo, tudo não passou de um sonho. O melhor sonho que já tive, meu pedacinho de paz. O qual estava deixando para trás.





Notas Finais


Aaaaaáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que raiva dela. Podem me matar eu deixou.

Comentem angel's 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...