História Reality - Suga BTS - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga, Yoongi
Exibições 639
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Se Deus te der o Kookie e o Yoongi, pegue os dois não seja boba
alok

Capítulo 20 - Brigas e beijos.


Fanfic / Fanfiction Reality - Suga BTS - Capítulo 20 - Brigas e beijos.

— O mesmo que você, veio me ver — Falei e ele deu um suspiro rápido.

— É, já vi que não está sozinha — Ele apertou meu ombro e deu as costas — Tchau.

— YOONGI — Falei segurando seu braço — Não, né. Porque quer ir embora?

— Achei que estivesse chateada e precisava de companhia. Mas pelo visto não está sozinha.

— Suga hyung apenas vim conversar. Ela é importante pra mim assim como é pra você, e pra todos nós — Jungkook disse um pouco aflito.

— É, mas vocês se beijaram.

— Eu não...

— Já te expliquei que fui eu que beijei ela.

— A ta né, vão brigar agora? — Falei e eles me ignoraram.

— Então não deveria nem ter vindo sozinho. Você não viria sozinho só pra conversar, não é?

— Você é tão ciumento, hyung — Ele disse com um sorriso travesso. Sorri junto.

— Ciumento? HAHA Eu não, ta louco?

— O que é então? — Perguntei o olhando. Ele ficou sério.

— Jungkook-ssi...Somente...Saia daqui — Ele disse a Jungkook.

— Mas ele chegou a pouco — Falei e Jungkook veio até mim, pegando em minha mão.

— Deixa, Angel. Voltarei depois — Ele beijou minha bochecha — Vou te deixar sozinha com o açúcar azedo.

— Aish — Yoongi soltou — Você é um piralho abusado.

— Tchau — Ele deu um peteleco no Yoongi e saiu do quarto.

— Tchau, Jungkook... — Falei.

— Esse moleque — Ele entrou pelo quarto e foi até o sofá, se jogando ali e se espichando. Cruzei os braços e fiquei o olhando — Você vai ficar aí? — Ele falou e eu fui sem vontade. Me sentei ao seu lado meio que por cima das minhas pernas e fiz cara feia, ele bocejou e me olhou  — Que foi?

 — Você expulsou o Kookie,

— Era melhor, nós três no mesmo quarto não ia ser muito bom...

— Por sua culpa né, que briga com ele.

— Você ficar assim? Me reclamando? — Ele disse e eu fechei a cara — Está com beicinho — Ele disse rindo fraco. Não ri junto — Que foi, heim? Fala logo.

— Como assim o que foi? Você não tem nada pra falar, não? — Falei e ele deu de ombros.

— Teria?

— É. Tipo desculpas por tudo o que você falou, dizendo que era melhor eu ir embora e

— Eu...

— E também por achar que eu trairia você, achando que eu o beijei pra valer. Eu não faria isso!

— Mas você queria que eu pensasse o que? — Fiquei em silêncio — Se você visse um vídeo meu com uma garota me beijando, o que você faria? — Ele disse e eu suspirei.

— Arrancaria o nariz dela com uma faca e furaria seus olhos — Falei e ele concordou.

— No meu caso não posso fazer isso até porque pra contar o nariz do Jungkook só com uma serra elétrica — Ele disse me fazendo rir. Lembrei que estava de mal e fiquei séria de novo.

— Você me deixou muito triste... — Falei sincera. Ele se arrumou melhor e me olhou, com o rosto próximo o suficiente pra sua respiração bater em meu rosto.

— Me desculpe — Ele disse me olhando nos olhos, me fazendo ficar um pouco perdida.

Yoongi, você é um ser muito bonito. Queria poder elogiar seu cabelo novo.

— Ok...— Falei desconcertada, vulnerável.

— Falei aquilo porque fiquei abalado. Não quero te ver com outro.

— Yoongi...

— Eu gosto de você.

— Eu também gosto de você, mas precisa confiar em mim.

— Não confio nos outros.

— Desse jeito nunca vai dar certo — Falei e me afastei um pouco, revirando os olhos. Ele bufou se afastando também.

— Tanto faz, você vai embora mesmo — Ele disse e eu o olhei.

— Grosso.

Ficamos em silêncio. Respirei fundo e encostei minhas costas no sofá, colocando a mão no rosto.

— Você... Vai embora mesmo? — Ele me olhou, com um olhar um pouco...Triste?

— Eu preciso ir... Não tenho mais motivo pra ficar aqui — Falei olhando pra baixo.

— Se você não fosse tão louca ainda estaria lá em casa.

— VOCÊ NÃO VAI PARAR DE BRIGAR?

— Não, porque você precisa de alguém pra te falar algumas coisinhas.

— Você é insuportável.

— E você é muito fresca.

— Chato, parece um velho.

— Birrenta, parece criança — Ficamos nos olhando.

— Quer saber? Pode ir embora, não te quero mais aqui — Apontei pra porta.

— Vou mesmo, assim você aproveita e chama seu amigo, Jungkook.

— Vai logo — Falei emburrada. Ele se levantou e foi até a porta,

Ele pegou na maçaneta e olhou pra mim. Sério, porque nós dois tínhamos que ter o gênio tão difícil? Eu só queria puxar ele pra mim e dizer pra gente tentar ficar junto, mesmo longe um do outro.

Se ele fosse embora, era o fim.

E eu não queria aquilo.

— Yoongi.

— Angel — Falamos juntos. Ele fechou a porta novamente e veio apressado até mim — Quer saber, garota? Você disse que não tinha motivo pra ficar, certo? — Ele se sentou ao meu lado e pegou em meu braço, me puxando. Arregalei os olhos, um pouco surpresa — Mas eu sou o motivo pra você ficar.

Ele me puxou e selou os lábios nos meus. Toquei em seu rosto e retribui, acelerando um pouco o beijo. Sua língua adentrou minha boca e eu subi um pouco por cima dele.

Suas mãos acariciavam minha cintura enquanto nos beijávamos de forma lenta, sentindo o gosto da boca um do outro. Sua mão subiu por minhas costas e ele tcou minha nuca, me afastando um pouco, deixando apenas nossos rostos próximos novamente.

— Eu e você...Não é...Um bom motivo? — Ele disse ofegante devido ao beijo, meu rosto estava quente e o dele também, já que estava um pouco corado.

— É...É sim. Mas como posso abandonar tudo, Yoongi? — Falei baixo.

— Qual é, você é louquinha o suficiente pra fazer isso — Ele disse e eu ri, fazendo ele rir também. Ele segurou meu queixo e me fez olhá-lo de novo — Fica aqui comigo, por favor.

Segurei seu pescoço e voltei a beijá-lo. Porra, eu amava ele demais.

Ele apertou minha coxa e me puxou para seu colo, me colando em seu corpo. Começamos a aumentar a intensidade do beijo e já nos beijamos de forma desesperada, enquanto ele apertada minha bunda com suas mãos firmes.

— Yoongi... — Agarrei seu cabelo e falei entre o beijo.

— O-O que?

— Por você, eu fico. Eu vou até o inferno — Falei e ele sorriu, me dando um selinho.

— Então vamos juntos — Ele me jogou no sofá, subindo em cima de mim — Vou te deixar tão quente, que vai parecer que estamos lá.

Ele voltou a me beijar, dessa vez um pouco mais aliviado, assim como eu.

E me fez dele, ali, novamente, me mostrando claramente que tinha motivos óbvios para não querer ir embora. Seus beijos, seus toques, seus carinhos, era tudo que eu precisava ter.


Notas Finais


hj to poeta
aloka


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...