História Rebel Heart - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Veil Brides (BVB)
Personagens Andrew "Andy" Biersack
Tags Andy Biersack, Elizabeth Lowell
Exibições 122
Palavras 1.616
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey cap novoo!
Boa leitura ^^

Capítulo 18 - First Time


Fanfic / Fanfiction Rebel Heart - Capítulo 18 - First Time

Elizabeth Lowell

Depois de dar um ultimo suspiro pesado eu resolvi acabar com essa situação tensa onde o Andy e eu nos encontrava, limpei a garganta criando coragem, mas logo mordi o lábio inferior sem saber o que fazer, eu estava chateada com o Andy por ter brigado com meu amigo e mais chateada ainda por ele ter sido um babaca comigo antes de tudo. 

-Liz, será que podemos conversar, por favor? ele se aproxima cautelosamente 

-tudo bem! por fim consegui falar, ele apenas assentiu com a cabeça pros meninos que ainda estavam ao nosso redor e então pegou na minha mão delicadamente e me conduziu pra mais longe, próximo ao seu carro 

-me desculpe! ele começa

-eu não queria ter feito aquilo, eu só perdi a cabeça... acho que fiquei com ciúmes... ele pausa e me olha atentamente, quer dizer que ele sente ciúmes? de mim?

-você não precisa sentir ciúme de mim com o Hale! repliquei 

-eu sei que ele é seu amigo, mas ver vocês dois tão próximos daquela forma fez meu sangue ferver!

-Andy, não é só porque você sentiu ciúmes que deveria ter provocado aquilo, se eu fosse sempre agir assim quando eu estou com ciúmes, você não teria mais fãs! rolei os olhos 

-mas... ah me desculpe, você tem razão, eu fui um idiota de ter agido com você daquele jeito! ele murmura pegando no meu braço e analisando onde estavam as marcas dos seus dedos que haviam ficado quando ele apertou com força 

-seu amigo estava certo, eu sou um otário... olha o que eu fiz, eu nunca tinha feito isso antes com alguma garota! sua voz agora é de descrença 

-está tudo bem Andy, não tá doendo e logo essas marcas vão sair, só tá assim porque minha pele é clara... já você precisa de um curativo aqui! falei tocando perto da sua sobrancelha onde havia uma pequeno rasgão e um pouco de sangue

-seu amigo é forte! ele faz careta 

-sim, ele fez aulas de luta! sorri agora aliviada por essa situação ter se resolvido

-me desculpe, eu te amo! ele segura meu rosto e deposita um beijo suave nos meus lábios

-eu também te amo, agora temos que dar um jeito nisso! falei apontando pro seu machucado

-oh bem, mas será que podemos ir pra minha casa? Essa festa já deu pra mim! sua voz é de tedio 

-claro... eu também não quero mais ficar aqui! concordei sorrindo

Depois de algum tempo no carro do Andy, finalmente havíamos chegado na casa dele, ele disse que precisava tomar um banho e então me deixou na sala com um pote de sorvete assistindo tv enquanto isso, institivamente coloquei em algum programa qualquer e tirei minhas sandálias cruzando as pernas no sofá, me afundei mais um pouquinho no estofado que é uma delicia de confortável e tentei prestar atenção no programa que eu havia colocado 

-sentiu minha falta? de repente ouço a voz do Andy perto da minha orelha me assustando 

-ai que susto! reclamei com um sorriso

-nossa eu não sou tão feio assim! ele brinca se jogando no sofá ficando ao meu lado

-até parece né senhor convencido! falei olhando pra ele que estava absurdamente sexy com o cabelo um pouco molhado ainda meio bagunçado, eu duvido que exista maior perfeição que essa

-convencido eu? ele arqueia a sobrancelha 

-não, eu! respondi rolando os olhos

-bem, você é metidinha mesmo! ele sorri

-e você é irritante! estreitei os olhos brincalhona

-minha especialidade! ele dá um sorriso sacana e se aproxima mais grudando nossos lábios, sorri com isso e ele apenas sorriu também colocando uma mão na minha nuca aprofundando mais o beijo, não pude evitar de enrolar meus braços ao redor do seu pescoço enquanto sua outra mão apertava minha cintura, hum ele estava com um cheiro divino, senti ele me empurrar levemente contra o sofá enquanto seu corpo se chocava contra o meu, depois de alguns minutos senti sua boca trilhar vários beijos em toda a extensão do meu pescoço me causando leve arrepios, sua mão acariciava minha coxa sutilmente chegando na barra do meu vestido, seus dentes agora estavam na minha orelha me fazendo praticamente arfar, quando notei que a mão dele pretendia  subir além da barra do meu vestido travei na mesma hora, eu sabia o que iria acontecer dentro de alguns minutos, meu corpo estava queimando e isso devia ser um sinal, mas o único problema é que eu nunca fiquei com ninguém, isso definitivamente é constrangedor pra um garota de 21 anos quando ela está com um cara como o Andy que provavelmente deve ser expert no assunto...

-o que foi? ele perguntou me analisando com uma expressão confusa 

-não foi nada... é que eu... mordi meu lábio com força e escorreguei pra fora dos braços do Andy tentando pensar em como dizer isso, droga 

-o que? ele também levanta e se aproxima 

-é que... eu... eu nunca fiquei assim com um cara antes! gaguejei ridiculamente tímida olhando pros meus pés 

-oh... mas hey você não precisa sentir vergonha! depois de alguns segundos ele levanta minha cabeça pra encara-lo, apenas sorri sem graça pra ele me sentindo uma verdadeira idiota 

-eu entendo que você queira que esse momento seja especial! ele continua agora acariciando meu rosto 

-sim... mas eu só estava esperando o cara certo aparecer! falei ainda me sentindo envergonhada

-e esse cara poderia ser eu? ele pergunta com um breve sorriso, o olhei por uns instantes e era obvio que ele era a pessoa certa, eu o amava e confiava nele, me estiquei nas pontas dos pés e dei um beijo rápido em seus lábios

-isso responde sua pergunta? sorri 

-com toda certeza! ele responde e me envolve num abraço apertado

-você realmente quer isso? ele sussurra perto da minha orelha

-sim! assenti certa do que eu queria, eu não precisava esperar mais, eu sempre quis que esse momento acontecesse com a pessoa por quem eu estaria apaixonada, e o Andy definitivamente é essa pessoa, sem contar que eu sinto que ele me ama da mesma forma 

-prometo não te decepcionar! ele sorri e me beija antes que eu pudesse falar algo. 

Em poucos minutos estávamos envolvidos na mesma intensidade do beijo de antes, sua língua agora era urgente explorando cada canto da minha boca me cortando o ar, senti suas mãos deslizando atrás das minhas coxas até que em um movimento único ele me levantou me fazendo enlaçar as pernas em volta sua cintura, só pude deduzir que ele estava caminhando quando ele subiu os degraus com cuidado nos direcionando até seu quarto, ao chegar ele me deitou na cama devagar ficando em cima de mim, logo senti seus lábios na minha mão a beijando delicadamente e então seus beijos foram subindo por todo meu braço até chegar em meu ombro, nesse momento fez um pouco de cocegas e sorri silenciosamente, ele deu alguns beijinhos perto da minha clavícula quando senti sua mão descendo a alça do meu vestido, seus lábios quentes agora pairavam sobre meu sutiã de renda me causando diversos arrepios, ele me olhou por uns instantes maliciosamente quando por fim retirou meu vestido me deixando apenas de peças intimas, não pude evitar de corar violentamente enquanto seus olhos percorriam meu corpo minuciosamente

-não precisa ficar com vergonha, você é tão linda! ele murmura pacientemente logo se livrando de suas roupas também, eu o olhei por uns minutos e foi impossível não corar novamente ao ver o volume que se acumulava em sua boxer. Sua boca dessa vez se encaixou perfeitamente na minha enquanto suas mãos deslizavam por todo meu corpo, eu estava começando a me sentir extremamente quente e por impulso agarrei seu cabelo levemente me concentrando a cada toque dele na minha pele... Eu estava aproveitando cada minuto que se passava, seus beijos lentos , seus toques precisos em meu seios descobertos, o calor que irradiava de seu corpo constatando com o meu, seus carinhos convidativos em minha barriga, tudo me causava uma sensação diferente, mas nada pareceu tão maravilhoso quando o senti entrar dentro de mim, no começo uma incômoda dor se juntou a sensação de prazer que eu estava sentindo a cada estocada sua, mas ele estava sendo divinamente gentil quanto a seus movimentos assim fazendo com que a dor não fosse tão desconfortável e que após algum tempo a mesma se dissipou totalmente dando lugar apenas ao prazer, eu estava prestes a gritar em meio a essa sensação que me deixava louca, minhas unhas se afundaram lentamente nas costas do Andy quando a melhor das sensações invadiu todo meu corpo, eu havia chegado ao meu limite, e logo depois o Andy chegou a seu também, ele me beijou calmamente e então caiu ao meu lado na cama. 

Após minha respiração voltar ao normal, senti o Andy ficar mais próximo me envolvendo nos seus braços, quando ele fez isso senti algo em meu corpo, era como se estivesse totalmente sensível a qualquer movimento que eu fizesse agora

-está tudo bem? ele pergunta puxando o fino lençol sobre nós

-sim... só me sinto diferente! respondi fazendo uma careta

-isso é normal... mas foi bom pra você? sua voz é rouca me deixando hipnotizada olhando em seus olhos 

-acho que melhor impossível... obrigada! assenti passando a mão em seu cabelo que estava uma verdadeira bagunça 

-eu que agradeço... ele da aquele sorriso te tirar o folego 

-é normal ficar com sono depois disso? perguntei abrindo a boca em forma de bocejo, eu estava me sentindo exausta 

-depende! ele me fita com uma expressão divertida 

-humm... murmurei fechando os olhos

-descanse Liz, eu te amo! foi apenas o que pude ouvir dele, antes de apagar totalmente. 

 


Notas Finais


Uiui, as coisas ficaram quentes hein ^^
*vergonha on aqui*
Mas espero que tenham gostado mores e digam o q acharam plys!
Até o prox!
Beijinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...