História Rebel Without a Cause-Temporada 2 - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Caitbeadles, Chazsommers, Chistianbeadles, Harrystyles, Justinbieber, Liampayne, Louistomlinson, Niallhoran, Ryanbutler, Selenagomez
Visualizações 17
Palavras 1.789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIOI POVO LINDO. NOTAS FINAIS POR FAVOR!

Capítulo 8 - 8-Reencounter


Fanfic / Fanfiction Rebel Without a Cause-Temporada 2 - Capítulo 8 - 8-Reencounter

"—Sofia?"


Pov. Luana 


—Sou eu-falou sorrindo convencida. Eu não sabia o que falar, eu estava tão abismada que minha boca abria e fechava mas não saia uma palavra. Não acredito que ele agora está com ela. Logo com ela.

Hello It's me
(Olá, sou eu)

I was wondering if after all these months 
(Eu estava imaginando se depois de todos esses meses)

You'd like to meet
(Você gostaria que nos encontrassemos)

To go over
(Pra superarmos)

Everything
(Tudo)

They say that time's supposed to heal ya
(Dizem que o tempo supostamente lhe cura)

But I ain't done much healing
(Mas eu ainda não fui completamente curada)

—O que você está fazendo aqui? Não tinha fugido?-falou Justin frio olhando para todos os lugares menos para mim


—Eu vinha aqui falar com você mas já vi que está muito ocupado-falei no mesmo tom que ele

Hello from the outside
(Olá do lado de fora)

At least I can say that I've tried
(Pelo menos posso dizer que eu tentei)

To tell you I'm sorry

(Lhe dizer que sinto muito)

For breaking your heart
(Por partir o seu coração)

But it don't matter, it clearly
(Mas isso não importa, isso claramente)

Doesn't tear you apart anymore
(Não lhe deixa mais em pedaços)

—Não temos nada pra falar-falou grosso


—Ah jura? 3 meses se passaram e não temos nada pra falar-falei sarcástica 


—O que há pra dizer? Você me abandonou, foi não sei pra onde e não se importou com ninguém-falou quase gritando mas tentou se controlar. Eu estava quase no meu limite de paciência também 


—Justin não foi bem assim....eu não-falei mas ele me interrompeu


—EU NÃO QUERO OUVIR NADA. SAI DAQUI, NUNCA MAIS OLHA NA MINHA CARA OUVIU? VADIA-gritou e eu o olhei incrédula. Quem é este Justin?


—VADIA EU? TU ME RESPEITA QUE EU NÃO ANDEI FODENDO COM MEIO MUNDO QUE NEM VOCÊ 


—CLARO QUE NÃO. DO JEITO QUE É FUDEU COM O MUNDO INTEIRO MESMO. VAZA


—Eu não acredito que eu to ouvindo isso de você. Deve ser a convivência com a capivara aí atrás de você-falei. Fodasse, já que é pra brigar brigo mesmo


—Olha aqui garota você me respeita-falou Sofia me fazendo frente e eu ri


—Quer respeito? Vai para a Índia pk lá a vaca é sagrada mas aqui não é-falei cínica e ela me olhou incrédula e me empurrou perto da barriga. Senti uma dor mas mantive a postura a empurrando também


—Sofia vem pra dentro-falou Justin-E você não aparece mais aqui sua traidora 


—É Justin. Eu sou a traidora. Eu sou a pior pessoa do mundo mas um dia tu vai ver que eu não fiz nada e quando vir isso vai ver tarde-falei me virando e andando até casa. Comecei a chorar no caminho. Como ele foi capaz de fazer isso comigo?

It's no secret
 (Não é segredo)

That the both of us
(Que nos dois)

Are running out of time
(Estamos correndo contra o tempo)

Eu fui lá, na humildade, falar pra ele tudo o que aconteceu e ele nem me deixou falar. Que ódio daquele garoto. Ainda por cima aquela filha da puta estava lá. Fodasse, eu tentei por isso minha consciência está tranquila.

Hello from the outside
(Olá do lado de fora)

At least I can say that I've tried
(Pelo menos posso dizer que eu tentei)

To tell you I'm sorry
(Lhe dizer que sinto muito)

For breaking your heart
(Por partir o seu coração)

But it don't matter, it clearly
(Mas isso não importa, isso claramente)

Doesn't tear you apart anymore
(Não lhe deixa mais em pedaços)

—AIIIII-gritei sentindo uma grande dor na barriga. Estava perto de casa de cait e eu só queria chegar lá mas não estava conseguindo andar devido á dor imensa-ALGUEM ME AJUDA POR FAVOR. MEU FILHO. AAAAIII-gritei chorando. Peguei no celular e liguei pra Chaz


—Oi irmã. Que foi?


—CHAZ VEM AQUI Á PORTA DE CASA DE CAIT AAAAIII.  VEM AGORA-falei e desliguei pois não consegui falar mais. 

Me sentei no chão e fiquei esperando Chaz. Até que ele me vê e corre para mim junto com todo o mundo que estava em casa de cait 


—Meus deus irmã. CAIT CHAMA UMA AMBULÂNCIA JÁ-gritou nervoso 


—NÃO TEMOS TEMPO PRA ISSO CHAZ. VAMOS DE CARRO JÁ PARA O HOSPITAL-gritou Jess e Chaz me pegou no colo me levando até ao carro. Jess foi a dirigir e ela cantava pneu.


—Calma mãe vai ficar tudo bem-falou Chris chorando um pouco 

Até que sinto uma tontura muito grande e apago.

Pov. Chris 


—AI MEU DEUS. JESS ACELERA QUE ELA DESMAIOU-gritou Cait desesperada  e eu só sabia chorar. Chegamos ao hospital e eu peguei nela correndo para dentro do hospital

 
—EMERGÊNCIA. ESTA GAROTA ESTÁ GRÁVIDA POR FAVOR FAÇAM ALGUMA COISA-gritei chorando e logo chegaram uns médicos e a colocaram em uma maca e a levaram para um quarto. 

Depois todo o mundo entrou no hospital e eu estava chorando até que eles olham para mim e arregalam os olhos. Não entendi, até que olho para a minha regata e ela está manchada de sangue. Arregalo os olhos também. Será que ela perdeu o bêbê? Ai mds calma Chris. Você é forte. Não vamos ter mais ataques de pânico. Respirei fundo e me sentei tremendo junto dos outros 


—O que será que aconteceu?-perguntou Jess preocupada


—Aposto que foi o desgraçado do Justin-falou Cait com raiva


—Pode ter sido até porque no Brasil o médico falou para a Luana que a gravidez era de alto risco e que qualquer estresse a fazia perder o bêbê. E...Bom, mais uma coisa mas deixa pra lá-falou Jess com raiva e triste


—Fala-falamos todos


—É que a gravidez é de alto risco mesmo. Tanto para ela como para o nênê. Como ela é muito nova o organismo dela ainda não estava pronto pra ter filho por isso se qualquer coisa acontecer ela pode não sobreviver. E na hora do parto tem 50% de chances de um dos dois morrer-falou e nesse momento meu mundo caiu. Não, não pode. Eu acabo com esse Justin e é agora 


—Vou sair-falei saindo do hospital-Me dêem noticias de como ela está 


—Onde vai?-perguntou Chaz


—Falar umas coisas pra uma pessoa-falei e saí a pé mesmo. Não é muito longe.

 Cheguei na casa de Pattie e já fui batendo na porta puto. Até que Pattie abre a porta


—Bom dia Chris. Que bom te ver-falou e sorriu. Eu não consegui responder, apenas entrei pela casa dentro e fui chamando o desgraçado 


—Justin? JUSTIN CADÊ VOCÊ?-gritei e ele logo desceu as escadas


—O que você quer?-perguntou grosso e eu não falei nada. Apenas acertei um soco no meio de seu rosto com tanta força que eu ate fiquei com pena dele. Pattie começou a gritar desesperada 


—PAREM DE BRIGAR MEU DEUS-gritou e me segurou. Eu, por respeito a pattie, parei de bater em Justin 


—SEU DESGRAÇADO. COMO FOI CAPAZ DE FALAR DAQUELE JEITO COM ELA? O QUE VOCÊ FALOU PRA ELA FILHO DA PUTA? EU TE MATO DESGRAÇA-gritei puto e ele me olhou raivoso ainda com a mão na cara estancando o sangue  


—EU FALEI O QUE AQUELA VADIA DEVIA OUVIR. VEM AQUI A MINHA CASA DEPOIS DE 3 MESES COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO 


—ELA ESTÁ GRÁVIDA SEU IDIOTA. VOCÊ PODE TER MATADO O SEU FILHO-gritei ainda mais puto e parti pra cima dele de novo


—CHRIS NÃO FAZ ISSO POR RESPEITO A MIM POR FAVOR-falou Pattie suplicando e eu assenti parando 


—COMO ASSIM ELA ESTÁ GRÁVIDA? 


—É-falei-PARABENS BABACA. VOCÊ ACABA DE BOTAR A VIDA DO SEU FILHO EM PERIGO

 
 —EU SEI LÁ SE O FILHO É MEU. VADIA DO JEITO QUE É FUDEU COM TODO O MUNDO-gritou 


—MULEKE EU SO NÃO TE ARREBENTO POR RESPEITO Á TUA MÃE PORQUE SE NÃO EU TE MATAVA AGORA. VOCÊ NÃO A OUVIU. VOCÊ NÃO SABE O QUE ACONTECEU. ELA NÃO MERECE VOCÊ. SEU IDIOTA ESCROTO DE MERDA


—SAI DA MINHA CASA-gritou


—Saio mesmo. Espero que vc esteja feliz por saber que é um assassino. Me desculpa tia Pattie. Eu te amo mas ele precisava ouvir-falei


—Tudo bem Chris. Eu ainda estou chocada com essa notícia. É coisa demais pra mim. 

—Entendo. Até tia Pattie


—Até Chris-falou e eu saí voltando para o hospital

Pov. Justin 


Quando Luana chegou aqui em casa eu quase tive um infarto. Foi como ir ao inferno e voltar em 10 segundos. Eu fiquei tão feliz, revoltado, e com raiva que eu não sabia o que sentia. Minha vontade era de chorar agarrado a ela e falar como tudo foi difícil sem ela mas meu orgulho é muito maior que tudo isso e eu acabei falando coisas exageradas. 

Quando Chris veio aqui e me falou que Luana estava grávida um sentimento de culpa se apoderou de mim e eu fiquei pensando se ele seria mesmo meu. Ela pode ter transado com outro cara depois de mim. Eu não sei. Mesmo assim é um nênê e se acontecer alguma coisa eu vou me sentir muito mal


—Você vai me explicar agora que história é essa da Luana ter vindo aqui. O que tu falou pra ela Justin?-falou minha mãe brava 


—Ela chegou aqui e falou que queria falar comigo mas eu disse que não queria ouvir ela aí começamos a discutir e eu chamei ela de vadia. Depois disso ela começou a brigar com a Sofia e depois no final ela falou que eu ainda ia me arrepender de tudo o que estava fazendo e que nessa hora iria ser tarde demais-falei e minha mãe deu um tapa na minha cara-Au. Pra que isso?


—Isso é pra você aprender a respeitar as mulheres. Eu já falei pra você que não existe mulher vadia. A mulher pode fazer o que quiser com o seu corpo, o corpo é dela ela que sabe entendeu?-falou e eu assenti-Em segundo lugar, tu foi idiota filho. Nem ouviu a justificação dela pra tudo isso. E terceiro, vocês já transaram?


—MÃE-falei envergonhado


—Eu estou falando sério Justin 


—Sim, já transamos


—Sem camisinha?


—Ela tomava a pílula do dia seguinte 


—Afs Justin. Vai que ela esqueceu de tomar? Tu não tem cuidado nenhum. Se esse filho for teu tu vai assumir e vai trabalhar para o sustentar


—Eu sei mãe. Eu vou assumir-falei 


—Ótimo. Agora vem cá que eu vou te curar isso e depois tu vai no hospital ver ela-falou decidida


—QUE? TÁ DOIDA? 


—ME RESPEITA MENINO. ELE É SEU FILHO, VOCÊ QUE PROVOCOU ISSO, VOCÊ TEM QUE IR VER ELA. ENTENDEU?


—Afs. Ta-falei e ela curou meu ferimento. Depois disso saí de casa e fui de skate até ao hospital. Respirei fundo e entrei lá logo recebendo os olhares de todos os do grupo pra mim


—O que você está fazendo aqui? 


Notas Finais


Dona Pattie achava que o Justin era santo kkkk. Aham, senta lá Cláudia kkkk. Bom gente e foi isso. Beijos de luz da tia Lu xoxo. Link da música com tradução:
https://youtu.be/vlqdZYOGKsA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...