História Rebeldes - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Festas, Musica, Romance, Zuera
Exibições 97
Palavras 1.694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Comédia, Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente, estão chegando as férias e eu tô doida pra poder ficar de férias, só espero passar de ano, bom eu não falar disso, eu vim falar que... que quê eu ia falar? Ah lembrei, não, não lembrei... agora eu lembrei, eu queria dizer que agora eu vou postar uma vez na semana, por quê? Porque eu sou preguiçosa. Bom era isso espero que gostem. ♡ ♥

Capítulo 6 - Se aproximando - parte 2 - lágrimas.


Pov's Carol on


Assim que eu terminei de falar com o Davi, eu fui até as meninas. 


Carol: gente, posso pedir uma coisa? - falei fazendo uma carinha fofa que ninguém resiste. 


Bianca: claro - fala sorrindo. 


Carol: eu queria pedir que vocês sentassem comigo, com o Davi e os meninos no refeitório - fiz a carinha do gato de botas. 


Chloe: *suspira* tudo bem - ISSO!!! - mas só dessa vez - fala autoritária.


Carol: ok, VAMOS! - sai arrastando elas. 


Chegando no refeitório eu vi o Davi e ele também estava arrastando os meninos, nos sentamos e ficamos todos em silêncio, até que eu e o Davi perdemos a paciência e falamos: 


Davi e Carol: dá pra vocês falarem alguma coisa?! - falamos muito irritados. 


Chloe: tudo bem. Meninas, amanhã temos uma corrida agendada, então temos que treinar muito - os menino ficaram surpresos, porque assim, é bem difícil achar garotas que são corredoras. 


Bianca: eu soube que o prêmio é uma fazenda incrível - fala sorrindo - nessa fazenda tem vários cavalos muito bem cuidados, além uma cachoeira de água cristalina - fala sorrindo. Ela não cansa de sorrir não.


Elisa: a gente tem dar uma olhada pra ver se os carros e as motos estão em boas condições. 


Chloe: tem, além do mais é sempre bom dar uma checada - fala e sorri. 


Bianca: Carol, logo, logo nossos irmãos vão vir, então se aparecer quatro lesados lá em casa é porque três são meus primos e um é meu irmão - fala sorrindo nervosa. 


Carol: sem problema - falei simplesmente. 


Bianca: gente eu fiz um novo rap hoje e... - Lucas a interrompe. 


Lucas: você fazendo rap? Duvido muito que saiba cantar um rap - quando ele falou isso Chloe e Elisa arregalaram os olhos e Bianca o olhou com frieza e indiferença. 


Elisa: pegou pesado - fala.


Chloe: não devia ter falado isso - fala o olhando com raiva. 


Bianca: chega! - todos nós nos assustamos com o tom que ela usou - Lucas, se você não sabe não fala, porque você não sabe o que eu passei pra chegar onde eu cheguei, eu não fasso rap pra aumentar o meu ego e dizer que eu sou a fodona, ok? Eu fasso rap porque eu gosto - fala com tanta frieza que assustou todos - eu vou te mostrar que eu sei sim cantar um rap, sabe aquele rap do Suga, que nem o Rap Monster conseguiu cantar? - ele assentiu com a cabeça - é esse que eu vou cantar - fala, eu e os menino nos assustamos porque esse é o rap mais difícil de se cantar do mundo, somente o Suga conseguiu canta-lo, as meninas não ficaram surpresas, vai ver elas já sabiam da capacidade da Bianca. ela se levanta e liga o som e começa a cantar.


Agust D - Agust D


Eles me chamam de coisa nova, aqui estão as coisas de um novo recruta, então pegue-as

O mundo inteiro, nós voamos bastante na Asiana Ásia

Você poderia ser minha coisa nova

nada como aqueles manos preguiçosos

A revolta de uma celebridade, merda

apenas os fortes podem mexer comigo


Alguns dizem que eu fiz isso de forma muito fácil

Vá se fuder, eu sou uma dor na sua bunda

muito longe de açucar

Para ser honesto "Ssaihanuwar" é vergonhoso

agora eu vendo meio milhão por ano

Essa categoria do K-pop

não tem tamanho suficiente para mim, whoo


Yeah, se você quer ir mais rápido então faça uma reserva na primeira classe

O meu assento é na classe executiva, o seu na econômica

sempre atrás de mim beijando a minha bunda

A próxima é a Billboard

Do Brasil até Nova York

eu estou prestes a queimar esse passaporte


Do A para o G para o U para o Std

Eu sou um garoto D porque eu sou de D

Eu sou um lunático esquisito na batida

Eu faço Rap e todos vocês ficam ligados

na tecnologia da minha língua


Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Todos vocês ficam ligados na tecnologia da minha língua


Eu persigo aqueles que copiam, os copiadores

eu os derrubo não importa que porra eles são

Um vagabundo ou um louco

eu fodo, e eu entalho a história nesse chão

Rappers tão batidos

eu sempre consigo fodê-los

Eu sou tão foda que os manos estão morrendo de inveja

ficam choramingando

e fazendo todos esses barulhos


Hey ho, eu estou pouco me fodendo quando você fode por aí

Você simplismente cava um buraco

para enterrar a si mesmo vivo

Hey ho, você não pode me levar

Todos vocês, rappers fritos

deveriam ser gratos por eu ser um idol


Porque eu estou ocupado, eu estou ocupado 24/7 horas por dia, eu não preciso de descanso

Vá se divertir um pouco

entre os seus retardatários

Infantil e com inveja, você grita, no entanto você não sabe de porra nenhuma

De Paris até Nova York, merda, eu não tenho um espaço vazio no meu calendário


Do A para o G para o U para o Std

Eu sou um garoto D porque eu sou de D

Eu sou um lunático esquisito na batida

Eu faço Rap e todos vocês ficam ligados

na tecnologia da minha língua


Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Todos vocês ficam ligados na tecnologia da minha língua


Me desculpe, eu falo sério, eu sou

Sou eu quem levou sua merda, me desculpe garoto

Me desculpe, veja a raiva

Uma boa saúde é tudo o que você tem

e sua mãe irá ficar chateada quando você a perder


Me desculpe, mas mude a sua carreira

O jeito que você fode as coisas, tenha um pouco de classe garoto

Me desculpe, eu falo sério, eu sou

Como o seu rapper não é tão bom quanto eu


Do A para o G para o U para o Std

Eu sou um garoto D porque eu sou de D

Eu sou um lunático esquisito na batida

Eu faço Rap e todos vocês ficam ligados

na tecnologia da minha língua


Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Todos vocês ficam ligados na tecnologia da minha língua


Do A para o G para o U para o Std

Eu sou um garoto D porque eu sou de D

Eu sou um lunático esquisito na batida

Eu faço Rap e todos vocês ficam ligados

na tecnologia da minha língua


Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Do A para o G para o U para o Std

Todos vocês ficam ligados na tecnologia da minha língua


Quando ela terminou de cantar, todos ficamos surpresos, não só a gente, como também todos que estavam no refeitório, ela cantou o rap perfeitamente, não errou nenhuma parte. Depois disso ela se sentou e ficou um clima pesado.


Lucas: Bianca... eu...- ela o interrompeu. 


Bianca: PARA! EU NÃO QUERO ESCUTAR A SUA VOZ! FICAR PERTO DE VOCÊ ME FAZ MAU! EU SÓ QUERIA SABER POR QUE VOCÊS FIZERAM AQUELA MALDITA APOSTA?! ME DIZ, FOI DIVERTIDO NOS HUMILHAR NA FRENTE DE TODO MUNDO?! FOI DIVERTIDO NOS MAGOAR?! - pergunta/grita com lágrimas nos olhos, ele, o Caio e o Pedro abaixaram a cabeça, eu e o Davi ficamos de olhos arregalados enquanto as meninas tentavam acalmar a Bianca.


Lucas: Bianca me des...- ela interrompe ele de novo


Bianca: CHEGA! PARA DE MENTIR... NÃO VÊ QUE ME FAZ MAU! ESTAR PERTO DE VOCÊ ME FAZ MAU! TE AMAR ME FAZ MAU- ele arregalou os olhos, ela tava soluçando muito por causa do choro.


Chloe: Bianca, fica calma - ela tenta acalmar a Bianca, mas não dá certo.


Bianca: EU NÃO QUERO FICAR CALMA! Eu... eu só queria não ter que sentir isso - ela ainda tava chorando muito. (Carol: Desisto, autora pede pra outra pessoa narrar, eu não vou conseguir narrar sem entender o que tá acontecendo. /Mhaayi: tudo bem, eu vou pedir pro Lucas narrar. /Carol: ok)


Pov's Carol off


Pov's Lucas on


Quando ela falou que me amar fazia mau pra ela, eu arregalei os olhos, eu estava surpreso por ela ainda me amar depois de tudo o que eu fiz, mas quando ela disse que isso a fazia mau eu senti uma dor inimaginável no peito, eu sei que fiz muito mau pra ela, mas não vou dizer que me arrependo disso, porque não ia adiantar eu me arrepender de algo que já está feito.


Bianca: eu quero ir pra casa - fala com a voz falha.


Elisa: Carol a gente vai levar a Bianca em casa, você vem? - pergunta. 


Carol: vou - fala.


Elas vão embora, a gente ficou em silêncio por alguns minutos até que o Davi se manifesta: 


Davi: o que aconteceu entre vocês e as meninas? - pergunta com a sombrasselha arqueada. 


Caio: nós fizemos uma aposta - fala tranquilamente. Como ele consegue falar com tanta tranquilidade? as vezes eu me pergunto se ele realmente tem sentimentos.


Davi: como assim "uma aposta"? - o Caio já ia responder, mas eu fui mais rápido. 


Lucas: a quatro anos, nós fizemos uma aposta, era simples, tínhamos que humilhar as nerds da escola, nós fizemos e isso acabo causando uma dor enorme pra elas, mas uma dor ainda maior pra gente - falei sem expressão alguma, eu estava me controlando pra não desabar e eles sabem disso, eles são os único que sabem o que está acontecendo comigo, eles sabem que eu estou me controlando pra não chorar. 


Davi: *suspira*... entendi - se nós estávamos tristes? Sim, nós estávamos - vocês as amam - a gente assentiu com a cabeça - entendo, bom... a Carol teve uma idéia. 


Lucas - Pedro - Caio: que idéia?!


Davi: ela quer juntar vocês seis - nós arregalamos os olhos na hora - e então, topam nos ajudar a fazer elas perdoarem vocês? - pergunta.


Lucas - Pedro - Caio: topamos. 


Só sei de uma coisa... vai dar merda. 


Lucas: eu vou no banheiro - não esperei eleles responderem e fui em direção do banheiro, entrei no banheiro fechei a porta. Encostei as costas na parede e deslizei até me sentar no chão, apoiei os braços nos meus joelhos, não consegui me controlar e acabei chorando - será que você vai me perdoar?




CONTINUA...


Notas Finais


Eu sei que tá meio bugado mas tudo bem.
Bom espero que vocês tenham gostado.
Beijos e até o próximo capítulo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...