História Rebels Forever - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Personagens Originais, Simón
Tags Gastina, Jazmón, Lumón, Lutteo, Nijim
Exibições 130
Palavras 1.675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong, gente sinto muito pela demora, por algum motivo eu não estava conseguindo entrar na minha conta no spirit pelo o notebook, mas eu resolvi tudo e aqui esta o capitulo. E por favor, leiam as notas finais.
Bjs e Boa Leitura

Capítulo 10 - Capitulo X


Fanfic / Fanfiction Rebels Forever - Capítulo 10 - Capitulo X

     Nina Simonetti

    2 Meses depois...

 

Já se passaram dois meses desde que eu reencontrei o Xavi, e eu admito, foi um susto e tanto rever meu ex-namorado. Eu e o Xavi namoramos por um ano e meio, mas eu terminei com ele, pois ele tinha voltado pro Brasil, na época eu fiquei bem triste, mas o sentimento foi indo embora, e logo eu me apaixonei pelo Gaston e...tudo se complicou. Esses meses que eu estou saindo com o Xavi estão até me fazendo bem, ainda é difícil ver o Gaston com a Eduarda, mas eu vou superar isso...

-Nina você esta me escutando?

-Hum, o que?- Perguntei saindo de meus pensamentos- Ai, desculpa amiga, é que eu estava pensando no...

-Gaston? –Deduziu Luna.

-Sim...- Suspirei- Mas eu tenho que esquecer-lo, ele já tem uma namorada incrível, e eu não quero interferir em nada.

-Eu ainda acho que você tem que lutar pelo Gaston, pois ainda acho que ele gosta de você.

-Se ele gostasse ele não estaria com a Eduarda- Falei- Mas vamos parar de falar de mim, e vamos falar de você.

-C-como assim de mim?- Perguntou corando.

-Vai Luna...me diz...- Falei com um sorriso malicioso e me aproximando dela- Como estão as coisas com você e o Matteo?

-Pra ser sincera Nina...estão péssimas- Suspirou- Ele esta muito próximo da Sol, e mal nos falamos, nem parece que estamos tentando ficar juntos.

-Eu ainda não fui com a cara dessa Sol...

-Qual é Nina...a Sol é linda, boa em tudo o que faz, e sabe ter uma conversa direta com um garoto- Disse desnimada- Eu acho que...não vai dar certo entre a gente e...

-Nem pensar Luna Valente Benson- A interrompi- Você não demorou tanto tempo pra desenrolar as coisas com o Matteo para depois ficar se fazendo de cu doce.

-Cu doce, eu?! Diz a garota que não luta por quem ama e...

-Luna- Escutamos alguém falar atrás de nós- Podemos conversar?

 

       Sol Castilho

-MATTEO BALSANO, É TÃO DIFICIL ENTENDER ISSO?- Gritei para a ANTA que estava do outro lado da linha.

-Se acalme Sunny eu não sou o Flash, e existe muitos Matteos por ai- Respondeu- Achei!

-Gloria a Deus- Falei me jogando na cama- E ai o que diz?

-Deixa eu ver...bem, ele tem 21 anos, esta prestes a fazer 22. Esta em seu penúltimo ano na Blake South University e...

-EU JÁ SEI DISSO PORRA, EU QUERO SABER DE COISAS PESSOAIS SUA IDIOTA- Gritei para o telefone.

-Ah desculpe fofis, mas coisas pessoais não se pode falar por telefone, você conhece as regras amore- Falou tranqüila. E eu me pergunto, por que eu ainda não matei essa desgraça? Claro! Ela é sua prima! “E não pode matar membros de sua família”. As vezes essas regras me irrita.

-COMO ASSIM EU VOU TER QUE IR ATE AI?.

-Sim querida, e você já sabe o caminho. Vou deixar o arquivo com o Rey, até mais Sunny...

-Espera eu...

-.....................

Ela já tinha desligado, na minha cara...de novo.

-Que merda Claudia- Resmunguei jogando o celular na cama- Vou ter que voltar naquele inferno.

-Sol?- Eu me virei para ver quem era, e era a tonta da Jazmin.

-Ah, oi Jaz...- Falei com o sorriso mais falso que consegui fazer- Algum problema?

-Eu escutei vc falando com alguém...com quem era?

-Ah...era a minha prima- Respondi naturalmente me dirigindo ao meu closet.

-Você fala daquele jeito com a sua prima?

-Sim...ela é um pouco idiota as vezes- As vezes é pouco.

-Você estava falando do Matteo?- Perguntou ainda mais curiosa do que antes.

-Não...eu...estava...- Fiquei pensando em uma desculpa rápida, e falei a primeira coisa que veio em mente- Eu estava falando de Ateu, o meu tio Bal...dano...é...Ateu. Isso! E agente estava falando dele.

-Ata...e pra onde você vai?- Perguntou entrando no closet junto comigo.

-Visitar eles, e acho melhor eu ir rápido por que eu estou atrasada- Falei vestindo uma blusa regata branca e em seguida coloquei uma jaqueta de couro, e calcei minha bota cano alto preta, e permaneci com a minha legue preta. E antes que perguntem, sim, eu estava somente com minha legue e sutiã na frente da Jazmin, e não eu não tenho vergonha e nem constrangimento.

-Tchau Jaz- Falei ao pegar as chaves da minha moto e capacete.

-Tchau.

Eu abri a porta do quarto e fui em direção ao corredor principal do segundo andar, ate que ouvi uma voz familiar vinda do quarto da Luna e da Nina.

-Eu não quero mais esconder isso Luna- Falou uma voz familiar.

_Matteo..._ Pensei.

Aproveitei que a porta estava entreaberta e me aproximei para ouvir melhor a conversa.

-Temos que esperar mais um pouco, ainda acho que não é uma boa idéia oficializar tudo Matteo, acho isso é uma decisão muito precipitada- Falou Luna, e eu me pergunto se essa garota pode ficar mais idiota do que já é.

-Esta bem...mas quando eu fizer besteira não venha me culpar depois- Pelo o tom de voz do Matteo, parecia que estava com raiva. Logo escutei passos vindo ate a porta, rapidamente me distanciei, e fingi que estava somente andando pelo corredor. Quando Matteo abriu a porta, eu parei e olhei para ele com um sorriso simpático...e sincero.

-Oi Matteo- Cumprimentei ele, como se estivesse ali a pouco tempo.

-Oi Sol- Ele disse ainda com raiva, mas tentou forçar um sorriso e desceu as escadas cabisbaixo, e eu fui logo em seguida. Ao chegarmos no primeiro piso, vi ele pegando um casaco e abrindo a porta principal e saindo.

-Sol!!

-Pois não?- Falei me virando para ver quem era.

-Sabe onde o Matteo esta?- Perguntou Luna descendo as escadas rapidamente.

-Ele saiu falando que ia dar uma volta pela cidade- Menti.

-Ai meu Deus- Falou angustiada passando a mão entre seus longos cabelos marrons- Do mesmo jeito obrigada.

Eu assenti e a vi subir as escadas novamente. Eu dei um sorriso vitorioso e sai da casa.

Hora de voltar pro inferno.

 

       Gaston Perida

A minha relação com a Duda não podia estar melhor, nesses últimos dois meses ela tem sido bastante atenciosa comigo, e o melhor é que temos varias coisas em comum, bem...tirando o fato de as vezes ela só falar de grupos coreanos e cantores coreanos, pelo o que ela fala, perece que sente bastante falta da Coréia e de seus outros familiares.

Mas algo esta me incomodando bastante esses dias, e o nome desse problema é um tal de Xavi...Nina me apresentou ele a algumas semanas atrás, e eu não fui com a cara dele, ele tem a uma cara de bobo, parece que é o maior idiota. O Matteo diz que eu estou com ciúmes, mas eu acho que é só uma intuição, já que eu conheço a Nina já faz um bom tempo, e eu a vejo como uma irmã, admito que já senti atração por ela, mas nada que o tempo não cure.

Eu estava ouvindo musica no meu quarto, ate que ouvi Matteo entrar no quarto batendo a porta com força.

-Ei!- O adverti mas o mesmo ignorou e entrou no banheiro, batendo a porta novamente- Matteo!!
 

-Me deixa- Ele falou de dentro do banheiro. Eu tirei meus fones e deixei em cima do criado-mudo, e bati de leve na porta do banheiro.

-Amigão, quer conversar?- Perguntei, e sem respostar- Qual é Matteo, você ficou fora por umas 2 horas, a Luna veio de procurar aqui dentro um milhão de vezes, fala ai o que aconteceu...

Esperei uns 30 segundos até que ele abriu a porta.

-Terminei tudo o que eu tinha com a Luna.

 

       Sol Castilho

 

Eu encarei aquela mansão no meio do nada. Aquele lugar de onde eu passei os piores e os melhores momentos da minha vida, o lugar onde eu aprendi coisas ruins, e onde eu vi minha família morrer...

-Não acredito que estou voltando aqui- Suspirei tirando o capacete e descendo da moto. Caminhei levemente até aqueles enormes portões de ferro e olhei para a câmera a cima de mim. Neste mesmo momento os portões se abriram, dando para ver aquele enorme jardim daquela enorme mansão, eu segui em frente olhando tudo ao meu redor, todas as lembranças vieram a tona, todos aqueles momentos que eu tinha vivido ali voltaram, e agora aquela enorme dor em meu peito voltou.

-Se lembrou que tinha casa?- Perguntou uma figura feminina em minha frente.

-É difícil quando sua casa na verdade é uma escola para assassinos- Falei dando ênfase na palavra casa.

-Até que eu estava com saudades dessa sua ironia- Respondeu cruzando os braços- O meu pai esta te esperando.

-Eu já sei disso- Respondi andando em direção a porta principal- Cadê os alunos?

-Estão todos no subterrâneo- Respondeu me acompanhando- Assim que soubemos que você viria tratamos de deixar todos treinando no subterrâneo, já que você sempre acaba causando problemas com eles.

-Não é culpa minha se eu sou a melhor nesse departamento, e já que todos tem que ficar aqui nesse inferno, morrem de inveja por eu poder sair- Respondi andando aquele corredores, e as lembranças só vinham a tona- Por que você acha que o Rey confia em mim nas missões de fora?

-Meu pai sempre confiou em você Sol, sempre te tratou como uma filha- Falou friamente- Se brincar ele gosta mais de você do que mim.

-Não é minha culpa se sou a melhor no que faço- Me gabei parando em frente a porta do escritório do Rey.

-Boa Sorte.

-Por...?

-Sua prima esta ai dentro- Respondeu se virando para se retirar.

-Merda- Xinguei, mas logo me virei para ela- Foi bom te rever Ada.

-Digo mesmo Sol- Respondeu com um sorriso e seguiu seu caminho.

Eu logo abri a porta sem hesitar e lá estava ele, sentado naquela cadeira de couro, com mesmo ar de superioridade, e ao lado dele estava a praga da minha prima.

-Que bom que você voltou...estava com saudades- Disse ele com aquele sorriso maldoso de sempre- É sempre bom ter um membro da família de volta.

-Pena que não digo o mesmo...

 


Notas Finais


Em primeiro lugar, quero pedir desculpas novamente por essa demora, e por eu não ter cumprido minha promessa sobre os dois capitulos, mas gente é serio, não deu mesmo pra mim postar, alem do meu notebook estar uma bosta, eu não estava conseguindo entrar no spirit.
E em segundo, eu queria falar sobre a nova personagem Sol, vi que muitos não gostaram dela atrapalhar lutteo, e para ser honesta, este era o objetivo, e respondendo a pergunta de vcs, ela vai sim atrapalhar lutteo, por que não teria graça, e ela é uma peça muito importante para a historia, e vai continuar ate e o final, e eu estou pensando em fazer um especial sobre 3 personagens, e todos vilões.
Esses especiais, vão ser 3 capitulos, contando a historia de 3 vilões, uma eu já estava em mente, e é a Sol, vai contar sobre tudo o que ela passou até os dias de hoje, e esse especial vai ser somente quando chegarmos em 100 favoritos, assim como os outros, e serão 1 a cada 2 capitulos. E vcs coloquem ai nos comentarios, quais dos vilões vcs querem um especial, contando a historia deles, e sim, eu vou colocar bastante drama, e quando eu digo drama, eu quero dizer de tragedia mesmo, pq eu amo isso, ashuashuashuashuashua. Ent foi isso, espero que tenham gostando do capitulo. Bjs na bunda, e ate o proximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...