História Recently Divorced - Capítulo 22


Escrita por: ~

Exibições 152
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores ♥

Espero que gostem do capítulo de hoje.. ♥

Lembre-se de olhar as notas finais.. ♥

Boa Noite

Boa Leitura ♥

Capítulo 22 - We Need You


                 Justin P.O.V

Acordei com uma perna sobre a minha e achei super estranho até olhar pro lado e ver a Lucy dormindo como um anjo, seus traços serenos me fizeram pensar o porquê eu tinha raiva dela na época em que éramos casados.

Sai dos meus pensamentos com sua voz rouca e baixa.

- tira uma foto que dura mais Bieber.

- já tentei mais todas as câmeras queimaram. Respondi e ganhei um tapa como resposta.

- eu sou linda querido aceite que é melhor. Afinal suas filhas vão puxar a mim.

Ai eu te pergunto como uma pessoa consegue ser convencida assim? A essa hora da manhã.

- quem te ensinou a se achar assim? Perguntei e me sentei.

- aprendi com um tal de Justin, conhece? Ela falou tentando sentar.

Era engraçado ver a dificuldade que ela em tento pra fazer algumas coisas tipo se levantar, descer as escadas até mesmo para dirigir parece que sua barriga está querendo dirigir por ela. Sem perceber acabei rindo.

- ta rindo de que seu idiota?

- da sua pequena dificuldade pra algumas coisas. Quer ajuda pra levantar gordinha?

- saiba que isso é tudo sua culpa, se você tivesse se lembrado da camisinha nada disso teria acontecido, mas eu agradeço pelas filhas. E não, não quero ajuda.

- ok nervosinha vou pro meu quarto tomar banho e vou descer, faça o mesmo iremos pro hospital. Falei e sai do quarto.

Por um instante eu havia esquecido dos meus amigos no hospital era incrível como a gordinha conseguia me distrair.

Alguns minutos depois..

Assim que desci encontrei todos na cozinha tomando o café em um completo silêncio e isso me deixava ainda mais agoniado.

- bom dia. Gente eu sei que o momento não está pra brincadeira mais não precisamos ficar nesse clima de velório, eles vão sair dessa e Cait não se culpe. Falei e todos abriram um meio sorriso.

Tomamos o café e rapidamente todos já estavam a minha espera para irmos ao hospital.

Já no hospital.

Assim que chegamos ao hospital fomos direto até a sala de espera onde possivelmente veríamos o médico dos meninos, Lucy assim que viu uma cadeira se sentou e a Mia logo se sentou ao seu lado achado que ela já estava passando mal mais graças a Deus era só cansaço mesmo.

- Bom dia. Vejo que vieram cedo. Tenho uma notícia ótima pra vocês. O Christian acordou e seu quadro está do mesmo jeito que eu disse, não dei a notícia da paraplegia a ele quero que os amigos e familiares façam isso.

- podemos vê-lo? Todos juntos assim será mais fácil de contar. Lucy perguntou calma.

- claro, contem com calma. O quarto dele e o 115 no final do corredor, qualquer coisa só me chamar, sou o doutor Simon.

- doutor e o Ryan? Alguma melhora? Perguntei com esperança de que meu amigo estaria acordado também.

- infelizmente o Ryan ainda está em coma, caso queiram vê-lo avisem a enfermeira que ela os levará até lá.

 Assentimos e seguimos para o quarto do Chris de certa forma isso me da mais esperança de que o Ryan também vai sair dessa.

                      Lucy P.O.V

Entramos no quarto do Chris e encontramos o mesmo olhando para o tento como se estivesse confuso.

- e ai mano. Chaz como sempre tentando fazer graça.

- até que fim alguém que eu conheço oque eu estou fazendo aqui?

- não se lembra do que aconteceu? Cait perguntou confusa.

- claro que me lembro de que estavamos na boate, o Ryan saiu bolado com você e depois do carro capotando depois disso não me lembro de mais nada. Chris falou de forma confusa.

- vamos te explicar. Depois que vocês capotaram com o carro por sorte Chaz e a Mia estavam logo atrás de você então a Mia ligou pra ambulância e socorreram vocês, Ryan está em coma infelizmente e você graças a Deus acordou. Justin falou calmo e bem resumido.

- certo. O Ryan tá muito mal?

- digamos que sim, estamos na torcida para que ele acorde logo. Temos que te contar algo que pode ser um pouco dolorido de se ouvir. Dessa vez Mia falou com a voz embargada.

- conte oras, já estou doido pra sair daqui e ir ver meu irmão. Chris falou animado.

Me cortava o coração vê-lo cheio de esperança de levantar daquela cama e poder ir ver o Ryan, poder vê-lo ele até vai só que não com suas próprias pernas.

- Chris nesse acidente você ficou preso nas ferragens e ouve um pequeno acidente com a sua coluna. Cait começou mais não conseguiu terminar.

- e infelizmente você está paraplégico ainda há uma esperança de você sair dessa. Justin terminou e as lágrimas começaram a escorrer pelo rosto do Chris sendo seguido por todos presente naquele quarto..

Eu não consigo olhar pro Chris e ver o desespero presente em sua face, ele não sabe oque falar.

- então quer dizer que eu agora sou um inútil, um cara que vai ficar dependente de alguém pro resto da vida?

- nunca repita essas palavras Christian, você não é nada disso. Não escutou as palavras do Justin? Você tem esperança de voltar a andar não seja egoísta com você mesmo. Falei me aproximando da sua cama e me sentando ao seu lado.

- mais Lucy é isso que eu acabei me tornando um inútil. Ele falou chorando ainda mais.

Pedi educadamente que todos se retirassem do quarto e fossem ver o Ryan que eu conversaria com ele.

- Chris, você não pode se colocar pra baixo assim. Você tem a esperança de voltar a andar, para pra olhar a sua volta e veja as pessoas que te amam, veja também as pessoas que nascem sem andar e são super felizes.

Ele parou pra pensar e viu que eu estava falando a verdade e sorriu o sorriso mais sincero que eu já vi na minha vida.

- Obrigado por me fazer enxergar a verdade e por ter ficado aqui do meu lado me dando apoio.

- mesmo com a barriga pesando eu sempre vou te apoiar Chris, se eu não conseguir os outros irão. Falei pra descontrair e conseguir.

Aos poucos o pessoal foi voltando e chegou a minha vez de ir ver o Ryan, me despedi do Chris e fui até o quarto onde o Ryan estava.

O triste de vê-lo deitado ali e o fato de imaginar que infelizmente ele corre um grande risco de não acordar, só de pensar nisso meus olhos se enchem de lágrimas.

O Ryan foi um dos primeiros meninos a se aproximar de mim depois do meu casamento com o Bieber e nossa amizade cresceu de tal maneira que eu me sinto a sua irmã mais nova, ele me protegia das brigas com o Bieber, me acolhia em seu quarto só pra deixar o Justin com mais raiva ainda mesmo nosso casamento sendo um contrato nenhum de nós podíamos ficar com ninguém oque da minha parte foi fácil.

- Ei Butler, você pode me ouvir? Sabe está sendo complicado ver você assim e o Chris daquele jeito eu sei que tudo vai ficar bem  mais é dificil ver duas pessoas importantes pra mim nesse estado.

Respirei e me sentei na cadeira ao seu lado irei conversar um pouco com meu amigo.

- você tem que reagir Ry, preciso te contar uma coisa. Na noite em que vocês foram pra boate o Justin apareceu lá em casa e escolhemos os nomes das meninas, elas se chamaram Jessie e Lilian uma delas é a sua afilhada, alem disso, nós nos beijamos, foi algo tão magico e gostoso sabe? Só estou te contando que você é meu melhor amigo tem o direito de saber. Volta logo Ry precisamos de você aqui, eu, Justin, os meninos e as meninas precisamos de você. Eu te amo Ry.

Depositei um beijo em su testa com muito cuidado para não encostar em nada ali e logo me retirei do seu quarto encontrando o pessoal já a minha espera.

Voltamos pro carro eparamos em um restaurante para almoçar eu nem havia me tocando que as horas se passaram voando.

 

Continua..


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...