História (Re)Começo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Min Yoongi, Recomeço
Visualizações 16
Palavras 1.874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá \o voltei como disse que voltaria e não estou atrasada dessa vez (eu acho 🤔)
Bem, espero que gostem do capítulo, sinceramente ele não me agradou muito, mas bem, boa leitura ❤❤

Capítulo 8 - Oitavo Capítulo:


Fanfic / Fanfiction (Re)Começo - Capítulo 8 - Oitavo Capítulo:

Yoongi tinha os olhos fixos em mim, pela diferença de altura quem visse de fora teria a impressão de que estava fitando seus lábios, abri minha boca procurando algo que pudesse ser dito, até que ele sorriu e encerrou nosso abraço.

– Foi um ótimo jogo e é bom saber que tenho alguém para assistir os próximos comigo.

– Sim, também… fico feliz com isso – Dei as costas e tirei algumas pipoca que estavam no estofado.

– Ellen.

– Sim? – Assim que me virei para ele fui surpreendida com uma luz forte, Yoongi havia tirado uma foto minha – O que… o que estava fazendo?

– Tirando uma foto sua.

– Eu sei, mas por que?

–Gosto de registrar os momentos.

– Poderia ter avisado, não estava preparada e também estou toda desarrumada.

– Essas são as melhores fotos e ficou linda. – Ele se levantou com a câmera em suas mãos e me mostrou a imagem na tela, na foto parecia que estava assustada e nem vou comentar nada sobre meu cabelo, iria pedir para que à apagasse, mas ele desligou o aparelho. – Viu só? Você é linda.  – Sentia até minhas orelhas quentes​.

– O-Obrigada – Bosta de gagueira. – Melhor eu levar isso… – Apontei para o recipiente vazio sobre a mesa, então o peguei e joguei dentro algumas pipocas que estavam na minha mão seguindo para a cozinha.

– Ellen.

– Chega de fotos…

– Não, não é isso – Ele riu e eu olhei para ele.

– O que é?

– É… eu queria te pedir desculpa por ontem. – Depois de toda a agitação com o jogo, já havia me esquecido daquilo.

– Imagina, não foi nada, você apenas estava preocupado, não estava? – Essa foi a deixa que eu lhe dei caso houvesse​ algo a mais que ele quisesse compartilhar

– Sim… eu estava preocupado. – Após isso ele se retirou da cozinha alegando estar cansado e que iria deitar.

Foi naquela noite que percebi que mesmo estudando psicologia há três anos, ainda havia muito o que desenvolver, como por exemplo o poder de ler as pessoas por meio das suas ações, mas mesmo ainda não pertencendo essa habilidade podia perceber que algo acontecia, todavia deixaria ele a vontade para falar quando quisesse.

A manhã daquela terça foi totalmente o oposto do dia anterior, Yoongi acordou um pouco mais cedo do que eu, nós tomamos café e fomos para a faculdade juntos, o caminho foi rápido, mas interessante, conversando sobre várias coisas, entre elas, claro, basquete. Yoongi me contou que quando era mais novo haviam sido chamado para outra faculdade por causa das suas habilidades no esporte, mas sem me explicar muito bem o porquê, acabou desistindo da bolsa e entrou na nossa atual universidade, nós separamos portão a dentro, já que frequentamos prédios diferentes, assim que me separei dele foi recepcionada por Anne e seu sorriso pouco travesso em seus lábios.

– Olha quem veio acompanhada hoje…

– Normal, nós moramos juntos, estudando no mesmo lugar …

– Adoro o jeito como você sempre tenta desfazer minhas insinuações.

– Se você parasse com isso iria adorar ainda mais – Consegui tirar uma risada dela, nós cumprimentamos direito e fomos para nossas salas, como nosso primeiro intervalo não seria junto, resolvi permanecer na sala, para a alegria de Jimin, que teve a mesma ideia pelo jeito.

– Bom dia Ellen.

– Bom dia Jimin, como você está?

– E-Estou bem e você? – Ele gaguejou, aquilo realmente pareceu muito fofo para mim.

– Estou bem também, obrigada. Precisamos nos organizar para aquele trabalho.

– Sim, era sobre isso que queria falar com você… – Ele se sentou à minha frente e aproveitamos todo a tempo livre para discutir os pontos desse projeto, teríamos que elaborar uma proposta para certos transtornos e apresentar para a sala. Logo todos entraram na sala novamente e Jimin precisou voltar para sua mesa.

– Então hoje a tarde na minha casa?

– Sim Jimin, me espere na saída.

– Certo

As aulas se arrastaram naquela manhã, algumas tiveram seus momentos interessantes, enquanto outras simplesmente passaram, aquele período do dia parecia ter se estendido para que eu pudesse pensar nas coisas que faria a tarde, ao final dos estudos encontrei Anne que me acompanhou até a saída.

– Essa manhã não parecia ter fim.

– Sim, pelo menos você tem o trabalho de meio período para te distrair.

– Mas acho que você também terá algo para se distrair hoje… – Não entendi o que ela disse então olhei para seu rosto, mas Anne tinha sua atenção em algo a frente, quando olhei do que se tratava, encontrei Jimin e Yoongi, os dois no lado de fora do portão, um ao lado do outro, Yoongi me olhava enquanto Jimin acenava para mim, eles pareciam não notar a presença um do outro, mas sem saber, estavam fazendo a mesma coisa, me esperando.

Estava me sentindo naqueles programas de TV onde tinha que escolher um porta para entrar, virei para o lado procurando alguma ajuda de Anne, mas ela não estava mais lá, meus passos foram diminuindo de velocidade, pensei em falar primeiro com Yoongi já havia me esquecido de avisá-lo que iria para a casa de Jimin, mas antes que pudesse executar meus pensamentos os dois vieram ao meu encontro.

– Ellen – Pela primeira vez tive meu nome pronunciado em uníssono. Yoongi olhou de lado para Jimin, mas o ruivo tinha seu olhar em mim.

– É… Yoongi, desculpe, me esqueci de avisar que iria iniciar um projeto junto a Jimin hoje, então vou para a casa dele agora. – Ele olhou rapidamente para o rosto ao seu lado e em seguida​ assentiu para mim com um leve movimento de cabeça e com um sorriso simples em seu rosto se despediu de nós, talvez fosse coisa da minha cabeça, mas Yoongi me pareceu um pouco incomodado com Jimin.

A casa do ruivo não era muito longe de lá, então chegamos rápido, Jimin e eu não éramos muito próximos, então não fazia ideia de onde ele morava, com quem morava ou coisas assim, o imóvel era bonito e grande, por tanto não era possível que ele morasse sozinho, então o perguntei sobre sua família.

– Meus pais não ficam muito em casa por causa do trabalho e nesse horário meu irmão está a caminho da escola, tenho a casa toda para mim na maioria do tempo.

– Entendo, é muito bonita – Falei enquanto olhava ao redor.

– Obrigado, podemos fazer as coisas na sala ou se preferir tem meu quarto, lá tem uma mesa e …

– Vamos para a sala – O interrompi indo em direção a sala. Aquela casa era realmente grande, então durante o processo das coisas um silêncio incômodo se instalou no cômodo e quando palavras eram trocadas, causavam eco nas paredes, já iria dar três da tarde, eu ainda não havia comido nada e minha barriga sabia muito bem disso, então de repente ela reclamou, alto, tão alto que pode ser ouvido por Jimin que riu de um jeito amável que fez minhas bochechas ganharem uma coloração avermelhada.

– Acho melhor fazermos uma pausa, vou preparar uns sanduíches para a gente. – Ele concluiu já se levantando.

– Espera, vou te ajudar.

– Não precisa…

– Precisa sim – Me levantei e o acompanhei até a cozinha, que como todos os lugares daquela casa, era um cômodo bem amplo. Jimin estava muito atencioso, ele ficava me perguntando do que eu gostava enquanto fazíamos os sanduíches, apenas o respondia educadamente, mas como a fome que estava, comeria qualquer coisa, ele queria voltar para sala e terminar as coisas enquanto estávamos comendo, mas consegui convence-lo de ficar na cozinha para não fazer bagunça, comemos em silêncio e depois de lavar a louça voltamos para a sala.

– Não deveria ter lavado a louça, assim a empregada não terá o que fazer.

– Pelo jeito essa foi a primeira vez que você mexeu em uma louça.

– Quem disse? – Fiquei parada olhando para ele. – Está bem, você está certa. Mas agora acho melhor terminarmos o trabalho.

– Sim. – Voltamos para o sofá. Ao contrário do que pensava, Jimin era muito inteligente, ele deu várias idéias enquanto estávamos elaborando tudo, sem contar que também era muito sorridente, sorria para quase tudo que era dito por mim, confesso que seu sorriso era muito bonito, na verdade naquela tarde e começo de noite, Jimin parecia diferente para mim, talvez nunca havia lhe olhado realmente. Ele lia alguns artigos que iríamos usar como referência, talvez fosse o cansaço acumulado do dia, mas no meio da sua leitura confesso que já não ouvia o que era lido, sem segundas intenções minha atenção estava em seus lábios e Jimin pareceu perceber, aos poucos foi parando sua leitura e sem muita pressa se aproximou de mim, não deu tempo de pensar em muita coisa, em um piscar de olhos senti o calor dos lábios macios de Jimin nos meus​, minha cabeça não parecia funcionar muito bem, mas assim que me dei conta do que acontecia, me afastei e levantei rapidamente.

– Acho melhor ir para casa...

– Ellen, me desculpa, se você não gostou…

– Jimin! Não fala nada, eu apenas preciso ir para casa. – Comecei a me organizar para ir embora, mesmo insistindo que poderia iria sozinha, ele quis me acompanhar.

O caminho foi acompanhado da nossa conversa sobre como iríamos​ finalizar o projeto, ninguém citou o que havia acontecido a pouco tempo atrás, como não havíamos terminado o trabalho teríamos que nos reunir novamente. Em pouco tempo chegamos a portaria do meu prédio.

– Obrigada por me acompanhar, amanhã podemos finalizar na…

– Na minha casa – Ele concluiu a frase antes de mim.

– Ok… Bem, até amanhã! – Ele parecia um tanto inquieto.

– Sim, até… – Me afastei e abri o portão para entrar, antes de fechar vi dois rapazes saindo do prédio, então segurei o portão para eles.

– Obrigado Senhorita e boa noite.

– Boa noite. – Os dois não pareciam estranhos para mim, tinha quase certeza que já havia visto esses caras. Ainda tentando lembrar de onde os vi entrei no elevador.

No silêncio daquela caixa veio a imagem do beijo em minha mente, realmente não esperava que algo assim fosse acontecer, claro, eu sei do interesse de Jimin em mim, mas mesmo assim.

O elevador parou no meu andar e segui para o apartamento, mesmo do corredor conseguia ouvir certa agitação dentro do apartamento, entrei e deixei minhas chaves ao lado da porta.

– Yoongi? – Ele deveria estar em seu quarto, mas o barulho de coisas sendo reviradas continuava. Reuni o resquício de coragem que tinha e fui até o final do corredor, pensei em entrar de uma vez, mas pelo barulho, talvez tivesse saído do banho e estava procurando alguma roupa para se trocar.

Me posicionei a frente da porta, mas antes que pudesse tocar a superfície lisa, Yoongi abriu a porta de supetão.

– Ellen?

– Sim, está tudo… – Não pude terminar minha frase pois ao analisá-lo melhor percebi um corte acima de sua sobrancelha. – O que foi isso?

– Nada, apenas bati.

– Como assim bateu? Está sangrando… – Ele fechou a porta do seu quarto e seguiu para a cozinha. Eu fui atrás dele. – Isso precisa de um curativo!

– Eu sei… – Tentei segurar seu braço para que ele parasse, mas recebi um tapa em minha mão. – Eu cuido disso!

Na cozinha ele pegou algum vidro que continha um tipo de líquido transparente, passou por mim e se trancou no banheiro. Permaneci no mesmo lugar do corredor, tinha certeza que aquele corte não tinha sido nenhum acidente, mas nada lhe dava direito de me tratar daquele jeito.


Notas Finais


É isso, até mês que vem. Aaaaaahhh antes que esqueça, dia 29 desse mês é meu niver, quem quiser me mandar um presentinho 🌚 Obrigada por ler ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...