História Recomeço - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Francisco "Isco" Suárez
Personagens Francisco Román Alarcón Suárez, Personagens Originais
Tags Espanha, Giovanna Vitale, Isco Alarcón, Real Madrid
Visualizações 44
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Capítulo cinco


Giovanna aceitou dar uma chance a Isco. E ele sabia que isso não ia acabar muito bem. Pedro não iria entregar Giovanna de benadeija para Isco.

Eles estavam se encontrando com muita frequência, Pedro estava desconfiando de quê os dois poderiam estar juntos. 

Eles foram acampar novamente, no mesmo lugar da primeira vez. Giovanna se apaixonava cada vez mais pelo jogador de futebol. E vice versa.

Eles tinham marcado de se encontrar na praça de sempre. Ela estava sentada em um banco mexendo em seu celular, quando Isco chegou atrás dela e depositou um beijo em sua nunca. Ele carregava um buquê de rosas vermelhas.

- Pensei que não viria mais! - Giovanna o beijou.

- E deixar você aqui sozinha? Nunca, meu amor! - ele deu um selinho nela e entregou buquê.

-Obrigada, são lindas.

Ele abraçou ela de lado e eles foram andando até o carro dele. Abriu a porta pra ela entrar. Eles foram até uma praia e se sentaram na areia.

- Eu passei a noite toda pensando, eu sou tão sortudo por ter você aqui comigo, sabe? Eu não queria esconder do Pedro que estamos juntos, porque eu quero muito me casar com você. Eu não vejo a hora de você ir morar comigo e termos uma família.

Giovanna olhava com os olhos cheios de água.

- Eu não sei o que dizer, você foi a melhor pessoa que já entrou na minha vida, Pedro me fazia acreditar que você era horrível, metido, arrogante entre outros, mas você é maravilhoso. 

Isco sorriu e beijou Giovanna novamente. Duas horas depois Isco deixou Giovanna na praça porque segunda a mesma, ela achava melhor que ninguém visse. Ela foi andando até dobrar a esquina e entrar em sua rua.

Isco estava parado sorrindo, encostado na porta do carro, quando um carro freou bruscamente perto dele.

- Isco entra no carro.

Era Pedro. Ele estava apavorado. Mas na verdade ele tinha seguido Isco e Giovanna e tinha descoberto que eles estavam juntos.

- Por quê?

- Porque a mamãe está no hospital e é grave. Anda logo.

- Mamãe no hospital? Mas eu tinha falado com ela agora de pouco.

- Vai deixar ela morrer igual ao papai?

- Não! 

Isco entrou na picape de Pedro. 

Pedro estava acelerando demais, ele ultrapassava os carros. 

- Pedro o que você está fazendo?

- Você acha que eu não sei? Acha que não sei que vocês dois estão juntos. Mas eu vou te falar uma coisa, se ela não ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém. Você sempre atrapalhou minha vida, a partir de agora você nunca mais atrapalhará.

Isco ficou assustado, Pedro iria matar ele?

Pedro acelerava cada vez mais.

- Pedro você vai nos matar! - Isco segurou o volante, mas Pedro empurrava Isco.

Pedro perdeu o controle no carro, e eles capotaram. Isco abriu os olhos, Pedro estava desacordado no banco do motorista, sua roupa estava cheia de sangue. Isco passou sua mão na testa, estava sangrando.

Ele sentiu um cheiro de gasolina. 

- Eu tenho que sair daqui. 

Ele retirou o cinto de segurança, e chutou o vidro do carro duas vezes, para que o vidro quebrasse e ele pudesse sair de lá. Ele foi até a porta do motorista e puxou Pedro de dentro. Os dois caíram no chão, Pedro caiu do lado de Isco.

- Calma, não vou te deixar aqui - Isco falava para Pedro que estava desacordado.

Isco arrastava Pedro. Isco não tinha mais forças, seu corpo estava dolorido. Seus olhos iam se fechando. 

- Não! Eu tenho que ficar acordado. - ele sussurrava pra si mesmo.

O cansaço e as dores tomaram conta de seu corpo, fazendo com que ele desmaiasse.

...

Isco abriu os olhos devagar, ele estava num quarto branco, Giovanna estava sentada na beira da cama, esperando o mesmo acordar. Giovanna percebeu que Isco havia acordado. Ela foi até ele, segurou seu rosto e deu alguns beijos pela face toda.

- Eu fiquei com tanto medo de te perder!

- Eu não podia deixar você! -  ele encostou sua testa na testa de Giovanna.

Ela o abraçou com​ delicadeza para que não machucasse mais o corpo de Isco.

- Cadê o Pedro?

- Está em um quarto, ele teve que fazer uma cirurgia, ele teve uma hemorragia interna. Mas segundo os médicos ele está bem, mas minha opinião de médica é que hemorragia é um caso grave e pode causar algo pior.

- Eu quero vê-lo.

- Isco, você vai dar depoimento para o delegado. Me diz, o que houve dentro daquele carro?

- Foi um acidente. 

O delegado entrou e foi falar com Isco.

- Bom, você ou seu irmão será culpado  por tentativa de homicídio. Quem estava dirigindo?

Isco foi pego de surpresa, ele não deixaria o irmão ser preso. Então assumiu a culpa.

- Eu estava dirigindo, mas foi um acidente. 

- Me desculpe Sr. Alarcon, mas o senhor terá que me acompanhar até a delegacia.

- Mas antes, eu quero ver meu irmão.

Isco foi até o quarto de Pedro. Pedro se sentou.

- Você está bem? - Isco perguntou ao irmão, esperando uma resposta grosseira.

- Eu quero te pedir desculpas por tudo que eu já te fiz, papai não morreu porque caiu da escada, ele morreu porque teve um ataque cardíaco, e eu sempre culpei você. Eu tinha inveja de você, Isco. Você sempre teve uma habilidade insana com a bola, e eu sempre te critiquei. Eu nunca fui aquele irmão que você terá orgulho, eu sei! Mas eu tenho muito orgulho de quem você se tornou.

Isco escutava tudo em silêncio.

- Eu vou ser preso, eu contei tudo. Tinha dois delegados aqui no hospital para coletar os depoimentos, eu tentei matar você. Me desculpa!




Notas Finais


😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...