História Recomeço - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Originais
Tags Amor, Amor Doce, Drama, Romance
Visualizações 4
Palavras 985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aproveitem! Adoraria se me dessem a opinião de vocês

Capítulo 4 - Capítulo 4


Hoje é o último dia de aula dessa semana. Marquei da Rosa me encontrar na frente de casa, para irmos juntas pra escola. Estamos realmente próximas, e nos conhecemos essa semana.

Ela tocou a campainha. Desci as escadas e encontre ela na calçada. Ela me abraçou e disse:

- E aí garota, tudo bem?

- Tô ótima, e você?

- Estou bem também - Ela respondeu com um sorriso no rosto.

- Escuta, o Lys foi convidado para uma festa. Vai ser numa casa de praia bem legal. Ele pediu pra eu te convidar. Eu topei na hora. O que você acha?

- Rosa... - Eu respondi - Eu não sou muito de festa, não sei dançar, nem tenho roupa pra isso.

- Vih, roupa não é problema, eu posso te emprestar alguma coisa, ou podemos ir fazer umas compras hoje a tarde - Ela tentou me convencer - E eu te ensino uns passos básicos de dança. Com as minhas técnicas de dança, você vai descer até o chão.

Nós duas rimos muito, só de me imaginar descendo até o chão. Mas ela me convenceu.

- Ok. Ok. Você ganhou. Eu vou na festa. Mas se eu não estiver confortável lá, vou embora - Respondi.

Ela abriu um sorriso tão grande eu me surpreendi. Rosa ficou muito feliz. Espero que dê tudo certo nessa festa.

Chegamos na escola, Lys estava com Castiel. Cumprimentei o Lys e ignorei o Castiel, ele não estava prestando atenção mesmo.

A aula foi muito divertida, todos estavam falando sobre essa festa, diziam que ia ser muito grande. Depois da aula, nós quatro fomos até uma lanchonete almoçar, combinamos de nos encontrarmos na minha casa, as 19 horas, eu ia dar uma carona para o pessoal. 

Pelo visto eu também esqueci de comentar que tinha um carro, pois quando falei que os levaria, eles ficaram surpresos. A Lize disse:

- Você já tem carteira de motorista?

- Não, eu faço dezoito esse ano, mas eu ganhei o carro dos meus pais, de herança. E ninguém precisa saber que eu não tenho carteira.

- Concordo, seu segredo está seguro comigo - Lys falou.

Castiel como sempre não falava nada. Só ficava no canto dele, depois que acabava de comer ia logo embora. Nem tentava conversar. Acho que eu nunca vi ele rir, nem mesmo o Lys fazia ele rir, e olha que o Lys é muito bom em fazer a sua pessoas rirem.

Eu e a Rosa terminando de comer e fomos direto para o shopping, que fica a dez minutos da minha casa (indo a pé). Entramos na loja favorita da Rosa, ela separou um bolo de roupas pra mim provar. Lá fui eu pro provador.

Depois de muitas roupas, coloquei um cropped preto, com bordados embaixo e detalhes no ombro. E uma saia, que deixava a minha cintura maravilhosa, ela não era curta demais. Quando sai do provar a Rosa me olhou boquiaberta e disse:

- MEU DEUS! Onde voce escondia esse corpo esse tempo todo. Eu já te achava linda, mas agora você está maravilhosa. Nem sei o que dizer. A festa toda vai olhar pra você essa noite!

Ela falou isso tão feliz. Não sei se quero ser o centro das atenções. Não sou muita fã disso. Mas acho que essa festa vai ser legal, já estou ficando ansiosa.

Depia que eu paguei minhas roupas, Rosa falou:

- Então... Eu disse que queria vir cedo, porque tinha uma surpresa. Eu vou pintar meu cabelo, e você vai me ajudar a escolher a cor.

Fiquei um pouco chocada quando ela me contou isso, os cabelos loiros dela eram tão bonitos, tinhas cachos nas pontas, mas eram lisos.

- Porque voce quer pintar o cabelo? - Perguntei.

- Quero mudar. Você não gostou da ideia? Acha que vai ficar ruim? - Ela estava ficando triste.

- Claro que não! Seu cabelo é lindo! Não vai ficar ruim. Vamos lá! Vamos escolher a melhor cor, você vai ficar incrível - Falei para animar ela novamente, e funcionou.

- VAMOS! 

Ela gritou no meio da shopping, estava realmente feliz com a idéia, depois de um tempo, escolhendo a cor roxa, ela vai pintar só as pontas.

Horas depois, voltamos pra casa, colocamos nossas roupas, eu com minha roupa nova e um tênis branco, tive que colocar um short preto curto embaixo da saia.

Rosa ia com um vestido degradê, começava rosa e terminava branco, bem justo no busto e na cintura, e mais solto nas coxas. Era muito bonito e combina com o cabelo.

Nos maquiamos. Até que ela disse:

- Muito bem senhorita, está na hora de eu te ensinar minhas técnicas de dança.

Ela começou a me ensinar alguns passos, achei que eu estava fazendo tudo errado até que ela falou:

- Você só me surpreende, primeiro vem com esse corpo maravilhoso, depois diz que não sabe dançar, mas na verdade rebola mais que qualquer um que eu já tenha visto! - Ela parecia feliz em ver que eu tinha jeito.

- Obrigada?! - Eu não sabia bem o que responder.

Fui até o meu quarto para passar o meu perfume. A campainha tocou, devem ser os meninos. Olhei no relógio, já eram 19 horas. Fui até a porta, eles já estavam lá dentro conversando, mas tinha um menino que eu não conhecia ainda. De repente todos olham pra mim. O Lys ficou boquiaberto, até o Castiel estava surpreso. Lys disse:

- Uau! Você está muito bonita!

- Obrigada! - Falei um pouco envergonhada.

- Esse é o Armin. Espero que não se importe, ele não tinha carona e ainda tinha espaço pra um no carro.

- Sem problemas! Sou a Vih.

Mandei eles esperarem na calçada enquanto eu tiro o carro da garagem. A Rosa veio comigo. Eu perguntei:

- Você já conhecia esse Armin?

- Não. Mas ele é muito bonito! - Falou interessada.

Eu só ri. Já vi que ela ia dar em cima dele. Eu e Rosa fomos na frente, e os meninos no banco de trás. O Lys colocou o endereço no GPS do celular dele e foi me guiando. Aiden parecia surpreso que eu dirigia bem.



Notas Finais


Espero que tenham gostado, a parte da festa só no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...