História Recomeço {JK} - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jungkook
Exibições 77
Palavras 594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEEEY! Primeiro que: Eu não ia postas hj, já que é meu aniversário... Mas pensei melhor e resolvi dar esse "presente" à vocês.

Segundo que: Vou atualizar a outra fanfic do JK também, então é isso...

Boa leitura! ^^

Capítulo 22 - O Que Pretende Fazer?


•Narrador


    Na sala do apartamento das garotas, estavam todos reunidos esperando vir uma explicação convincente das mesmas.


- Vamos começar então, quem explica primeiro? - perguntou JungKook encarando as mais novas.


- Começou quando saímos da empresa. Eu estava cheia de coisas pra fazer, então fiquei até mais tarde. - Hee tomou a frente e foi logo dizendo tudo o que de fato aconteceu. - Eu e Yun decidimos vir embora, no caminho conversamos sobre o casamento de Yoora e Jimin, até que a Yun escutou um choro vindo de um beco, eu fui ver o que era...

- Sempre tão curiosa. - JungKook resmungou baixo, porém sua namorada ouviu.

- Quando entrei nesse beco eu vi o Jeongmin em um caixote, Mayumi estava no chão, quando ela me viu pediu para mim não bater nela ou algo do tipo... - o rosto da garota estava molhado devido as pequenas lágrimas que caia de seus olhos. - Eu perguntei se eles estavam perdidos, e ela respondeu que havia fugido do orfanato a alguns meses atrás...

- Por quê ela fugiu? - EunBi pergunta não entendo, Yun decide falar enquanto segurava a mão de sua unnie que estava de cabeça baixa.

- May disse que as crianças mais velhas maltratavam eles, ouve dias em que ela apanhava para proteger o irmão, foi por isso que a Hee quis traze-los pra casa, com tão pouca idade eles já sofreram muito, o lado maternal dela falou mais alto. - Yun diz encarando o corredor, logo ela viu uma estrutura baixinha vindo em direção a sala onde estavam. Mayumi foi até Hee e pegou em sua mão fazendo a mais velha lhe encarar.

- Que foi pequena? - perguntou limpando seu rosto, a garotinha não lhe respondeu. - Não consegue dormir? - negou. - Gosta de música?

- Gosto. - a voz doce da pequena ecoou pela sala, EunBi encarou aquela cena tão linda, por dentro ela estava muito orgulhosa.

- Então vem, vou cantar uma música pra você. - Hee a pegou no colo e voltou até seu quarto.
- Se eu pudesse voar, eu estaria vindo direto para casa por você
Eu acho que eu poderia desistir de tudo, é só me pedir
Preste atenção, eu espero que você escute porque eu abaixei a guarda
Agora eu estou completamente indefeso
Somente para seus olhos, eu vou mostrar meu coração
Para quando você estiver sozinha e esquecer quem você é
Eu estou sem metade de mim quando nós estamos separados
Agora você me conhece, apenas para os seus olhos
Somente para seus olhos
Eu tenho cicatrizes, mesmo que nem sempre elas possam ser vistas
E a dor fica difícil, mas agora você está aqui e eu não sinto nada
Preste atenção, eu espero que você escute porque eu abaixei a guarda
Agora eu estou completamente indefeso

Logo Mayumi dormiu, Hee a colocou na cama e a embrulhou, deu um beijo na testa da pequena e deixou a luz do abajur ligado, saiu do quarto e fechou a porta.

Voltou pra sala e todos a encaravam, ela se jogou no sofá e deixou a cabeça no colo de Yun, elas encaravam o teto pensando no que fazer.

- Você quer ficar com eles né? - a voz calma de JungKook quebrou o silêncio que estava no local.

- Sim, mas vou fazer isso da forma certa. - responde indo pra cozinha, ela preparou uma mamadeira pra JeongMin, caso ele acordasse no meio da noite.

- E isso seria de que forma? -Eunbi pergunta.

- Adotando eles.


Notas Finais


Xoxo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...