História RECOVERY - BTS - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Doenças Mentais, Original
Visualizações 4
Palavras 467
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Shake it out by Glee


 Está tudo escuro. Consigo sentir meu sangue gelar, se é que isto é possível. Sei que não estou sozinha, algo ali anseia por mim, com o se eu fosse sua força vital. Eu definitivamente não queria alimentar aquela coisa com o que quer que fosse. Não era palpável apesar de lutar para tal. Aquilo me parecia familiar, parecia... eu. Nem vem me perguntar como um monte de escuridão poderia de alguma maneira ser eu. Tem razão eu brilho demais para ser algo tão preto e cinza.
 Eu não posso toca-lá. Mas ela me abraça.
 Acordo com o lençol cheio de sangue assim como minhas mãos. Eu já havia me acostumado a isso, já era parte da minha rotina noturna.
 Se eles fossem simples pesadelos tudo bem, mas eles eram tão vívidos quanto o azul do céu e do mar. Mirei minhas mãos e percebi que havia esquecido do sangue que pingava delas, como se elas chorassem. Não era incomum os pesadelos virem acompanhados de machucados. O medo é uma arma que apontamos para nós mesmos. Suicídio.  Levanto meio tonta da cama, ainda atordoada e fraca tanto mentalmente quanto fisicamente. A mente acompanha o corpo mesmo apesar de todas as guerras ocorridas e que ocorrerão entre esses dois. Nem menciono o coração, ô coisinha que não sabe o que faz.
 Ando um pouco até achar o interruptor e ligar a luz. Volto em direção a cama e recolho o lençol. Sento um pouco para respirar e não consigo evitar não baixar a cabeça e suspirar por alguns minutos até criar coragem para enfrentar a vida.
 Antes de ir a lavanderia passo na salinha de enfermagem. Já me deram uma chave por causa disso. Pego as ataduras, limpo minhas mãos e faço o curativo com a agilidade de alguém já experiente no assunto.
 Ao fazer meu caminho de volta ao quarto resolvi passar na recepção e ver se sobrou alguma bala ou chocolate lá. A moça que fica lá sempre esquece alguns.
 Reparo ao chegar que as luzes estão ligadas. Olho no relógio e percebo que é 4:20 da manhã.
Vejo sentado em uma das cadeiras aveludadas  um menino de cabelos azuis. Não o reconheço. Decido me virar e ir embora, mas a curiosidade grita mais alto então me aproximo. Sua expressão antes calma se modifica quando me vê, se torna alerta. Talvez ele estivesse roubando alguma coisa.
- Então agora ladrões atacam clínicas psiquiátricas também é?
 Acho que demorou uns 60 segundos para eu obter uma resposta:
- O quê? Não. - Diz tentando se manter sereno. - Eu... eu vim consultar.
- A esse horário? - Questiono.
 Ele não responde.
- Mirela? Venha, deixe o Yoongi esperar em paz. - Fala Hoseok.
 É esse mundo é bem louco mesmo. E é por isso que eu tô nele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...