História Recovery - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cara Delevingne, Gigi Hadid, Justin Bieber, Pattie Mallette
Personagens Barbara Palvin, Cara Delevingne, Gigi Hadid, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Visualizações 172
Palavras 1.040
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hahahahaha voltei, amores ❤ obrigada por todos os comentários anteriores❤ e essa na foto, é a nossa Jullie Bieber ❤❤ fofura total, bichas ❤ menina linda

Capítulo 10 - Seja Bem-Vinda, Jullie Bieber


Fanfic / Fanfiction Recovery - Capítulo 10 - Seja Bem-Vinda, Jullie Bieber

           Pov's Bárbara Bieber

Passo minhas mãos pela barriga enorme de nove meses. Justin dormia calmamente do meu lado, enrolado em uma manta felpuda, e com um bico fofo nos lábios. Eu sorri, com uma mão na barriga e a outra acariciando os cabelos de Justin, me abaixo e beijo seu bico.

Justin resmunga e vira de barriga pra baixo, ainda com o bico e com a bundona dele pra cima. Ri fraco, e volto a acariciar a minha barriga, minha bebê estava agitada, e não me deixava dormir. Sinto um pezinho em minha costela, gemi de dor, fazendo Justin levantar.

— Que foi, Amor ? — Pergunta, com uma mão na minha barriga e a outra no meu rosto.

— Julian não me deixa dormir, ela está com os pés na minha costela, o que me deixa sem ar — Falo, com os olhos marejados. Ele suspira, e beija os meus lábios e se abaixa perto da minha barriga.

— Hey, Jullie. Deixe a mamãe dormir, ela e o papai precisam descansar. Então fica quieta, bebê — Ele falava com a boca grudada na minha barriga, e passava as mãos — Eu te amo muito, assim como amo sua mãe. Eu amo a minha rainha e a minha princesa — e ela parou.

Era instantâneo, assim que ela escutava a voz do pai, ela parava. Acho que é porque Justin vive falando com a minha barriga, beijando e cantando pra ela. Isso de certo modo me deixava relaxada, ela seria obediente. Espero pelo menos.

— Obrigada, Bibs — Ele riu, eu beijei ele.

— Eu amo você, meu amor — Eu sorri ao ouvir suas palavras.

— Eu amo você, Justin, amo muito mais — Ele me abraça, me deito sobre seu peito, com a barriga perto de seu abdômen, e dormi.

[ . . . ]

Me sento ao lado de Justin, que ria e conversava com Pattie. Eu não estava no melhor dos humores, estava com uma cólica no pé da barriga, e isso me incomodava demais.

Suspiro e passo as mãos na barriga, Justin me olha, e vê meu bico. Ele coloca a mão na minha barriga, e acaricia.

Pego o copo de suco e tomo um gole, sentindo o doce da laranja. Pego um cookie e mordi com vontade, sorri ao matar a minha vontade. Ponto pra Justin, de novo.

Estávamos a duas semanas no Canadá, ele queria que Jullie nascesse em um lugar calmo, e nada mais do que Stanford, sua cidade natal. Depois do anuncio da minha gravidez, eu e Justin desativamos todas as nossas contas pessoais no Twitter, Instagram, e Facebook. Agora era apenas pelo site oficial dele, e o meu. Eram muitos comentários hipócritas, ofensivos e horríveis. Justin viu todos e logo depois desativou a sua conta pessoal, e eu não tive escolha, eram muitas coisas, chegava a travar de tantos comentários, uns até legais, outros era horríveis. É a vida.

Semanas sendo perseguida por paparazzis, dias de torturas ficando em casa, ou na gravadora e no estúdio de fotografias. Eu acompanhava Justin com seu novo álbum, e ele me acompanhava a desfiles e eventos da L’Oréal e na instituição de caridade que nós dois beneficiávamos. Era lindo lembrar de cada sorriso feliz, ao ver uma boneca, um carro, uma roupa, um sapato. Aquilo me fez bem demais.

Justin amava fazer isso, ele adorava passar a tarde brincando com as crianças, ele se divertia. Ele seria o meu eterno bebê, era tão fofo.

E aqui estamos nós, Canadá, Ontário, London, Stamford.

Espero que tudo se saia bem, amém.

Pov's Justin Bieber.

Entro na piscina, com Jaxon nas minhas costas, Jazzy conversava com Baah e minha madrasta, Erin. Meu pai falava com uns amigos, e eu me divertia com Jax, Chaz, Ryan, Chris e Nolan. Eu senti saudades deles.

Era difícil você fazer amigos como eles, todos tinham suas qualidades. E eu adorava isso, Chaz era o palhaço, Ryan o sério, Chris o Nerds e Nolan o rancoroso. Era legal, eu sempre fui o que arrumava confusões, e brincava em situações estranhas. Era tão legal.

— Justin — Ouso um grito, me fazendo deixar de afogar Chaz e olhar a borda da piscina. Baah estava em pé, com as mãos na barriga e uma poça de água sobre os pés.

Porra, Jullie estava chegando.

Sai da piscina rápido, me seco e pego Baah no colo, Meu pai larga a churrasqueira, e os caras vão um pegar o carro e o outros me ajudavam, era engraçado.

— Jus — Choraminga, Baah — Porque a Jullie tem que ser apressada como você ?

Eu ri, e a coloquei no banco do passageiro.

— Vou te dar o benéfico da duvida, Bieber — Ela revira os olhos, e eu fecho a porta do carro. Vejo Chaz me Jogar uma blusa, uma calça, e meu adidas preto.

Entramos no carro e fomos em direção ao hospital. As coisas da minha bebê já estavam no porta malas da Ferrari preta, Entro no carro, jogo as roupas no banco de trás. E arranco com o carro, em alta velocidade.

Eu iria ver a minha filha.

[ . . . . ]

Nove horas de parto, Baah ficou com tanto medo e com receio de algo acontecer com a bebê. Mais deu tudo certo, Jullie nasceu com 3.600 Kg, Saudável, E a minha cara.

Minha família estava toda aqui, assim como a da Barbara, e nossos amigos. Cara pulava e ansiava pra ver a afilhada.

O berçário estava cheio de bebês, lindos. Mais eu tinha logo reconhecido minha filha, Jullie Julian Bieber. Ela era tão linda, pequena e de cabelos escuros como o de Babi. Era incrível o que eu poderia fazer em apenas uma junção de corpos, óvulos, e genética boa.

Baah estava dormindo, depois que deu a luz a Jullie, ela beijou a filha e dormiu. Cara, eu amava aquela mulher.

E agora, eu estava aqui. Olhando a mais nova integrante da família Bieber. Jullie, a minha bebê, minha princesa tão linda. Ela era fantástica, assim como Baah.

Mais tarde, naquele dia. Eu e Baah estamos no quarto do hospital, com Jullie no colo, e babando em nossa filha. Era um momento perfeito demais.

     Seja Bem-vinda, Jullie Bieber.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤ próximo capítulo vou libarar a foto da Jullie já grande, e vamos ter uma surpresa super linda de olhos azuis e cabelos escuros❤❤ dei um Spoiler básico ❤❤ hahah bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...