História Red - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Exibições 6
Palavras 1.927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - State of grace


Fanfic / Fanfiction Red - Capítulo 1 - State of grace

Estou andando rápido pelos semáforos 

Ruas lotadas e vidas ocupadas

 E tudo o que sabemos é viver rapidamente

 Estamos a sós com nossas mudanças de ideias 

Nos apaixonamos até doer ou sangrar, ou desaparecer com o tempo

 Ino andava com presa pelas ruas movimentadas de Tokyo,o coração estava tão acelerado por causa dele. Apenas pelo motivo de ter visto ele, queria chorar se derramar em lágrima porem era orgulhosa demais para isso. O fato de estar fugindo de Naruto era simples, na noite de ontem os dois haviam brigado pelo mesmo motivo. Sakura e Sasuke, era sempre a mesma coisa, sempre os mesmo motivis estúpidos que desencadeava uma briga.  

Ela e Naruto haviam começado a se encontrar a 5 messes, não era pra ser nada serio, não pelo contrário. No começo eles estavam apenas usando um ao outro para suprir a dor, a dor de ver as pessoas pelas quais amavam juntas. A dor de saber que perdeu aquela pessoa. 

 Mas então veio as brigas, brigas causadas por ciúmes. Ciúmes idiotas, Naruto odiava tanto quando Ino falava de Sasuke e o mesmo acontecia com ela. Ela odiava ouvir ele falar de Sakura, sim as duas eram amigas, mas quem disse que isso era motivo para não ter ciúmes?

 Estava tão perdida em seus pensamentos que não viu o sinal abrir, foi então que ele apareceu como o perfeito heroi que era. Natuto puxou Ino para si, e mesmo que eles tivesse brigado ele a abraçou. Abraçou ela com força, aquele pequeno corpo contra o seu. O coração do loiro batia tão forte que chegava a doer. 

 E eu nunca previ você chegando E eu nunca mais serei a mesma

 Ela arfou, se separando devagar do corpo musculoso dele. Aqueles belos olhos azuis, então ele havia visto ela também. Pensou rindo. Naruto passou as pontas dos dedos pelo belo rosto da loira, poderia beijá-la mas não achava que séria uma hora própria para isso. 

_Sempre desastrada hein Loira._Ela revirou os olhos irritada. 

 _Sei me cuidar, Uzumaki._Naruto sorriu de lado, Ino era tão imprevisível. Tão durona.

 Mas ele ainda estava com raiva, por que simplesmente não entendia. Não entendia o motivo de Ino dizer o como Sasuke era incrível,  droga pra que ela tinha que ter falado aqui? Ok que ele também não estava certo, longe disso. Aliás não foi ele que disse que sakura era maravilhosa? 

 Como eles estavam errados, tão errados. Com um suspirou ele a guiou até o restaurante onde estava, e ela foi, foi sem reclamar foi sendo guiada pelas mãos fortes dele em suas costas. Aquela sensação era tão boa, tão quente e acolhedora. Ino sempre foi o tipo de pessoa que não se deixava levar por alguem, sempre foi forte. Mas ele sempre estava ali, com as mãos quentes sobre ela. 

 Você chega e a armadura cai 

Atravessa o quarto como uma bala de canhão

 Agora tudo que sabemos é não soltar 

Estamos sozinhos, só você e eu 

No seu quarto e nossas fichas estão limpas

 Só signos de fogo iguais, quatro olhos azuis

 Estavam sentados em uma mesa do restaurante. E Ino ria, ria das besteiras que Naruto dizia e das piadas que ele falava. Somente Naruto tinha o dom de fazer Ino rir e sorrir quando tudo que queria era chorar, ou quando estava com raiva.

 E ela queria chorar,  chorar ao ver as olheiras pela falta de sono dele e os olhos vermelhos pelo choro. Ela sabia e ele também,a briga de ontem machucou os dois. Machucou demais, mas Naruto não tinha a opção de esconder as marcas com maquiagem. 

 E ele continou a falar, mesmo sabendo que ela não ouvia. Por que Ino estava presa em seus pensamento, pensamentos que torturavam sua mente. Ela se odiou por fazer Naruto sofrer, mas eles eram assim. Uma bomba relógio prestes a explodir. 

 Ela tocou a mão dele com delicadeza e Naruto soube que ela tocaria na noite passada. Ele sabia que Ino nunca deixava uma discussão aberta. Então a loira mordeu os lábios, passou as mãos nos longos cabelos loiros. Naruto seguiu cada movimento da loira, Deus ela era tão divina. Eles estavam olhando nos olhos um do outro, eram quatro bolas de fogo como olhos azuis.

 Então você nunca foi santo 

E eu amei em tons errados 

Nós aprendemos a viver com a dor 

Mosaico de corações partidos

 Mas este amor é valente e selvagem 

 _Naruto... Olha sobre ontem. Eu sinto muito. Não deveria ter tocado no nome do Sasuke, mas ele é meu amigo também._Seus belos olhos azul brilhavam em tristeza. 

 _Ino..._Ele suspirou, estava tão cansado. _Eu só não entendo, ok. Sasuke é seu amigo ele também é meu amigo, então pra que implicar com a Sakura? 

 _Por que...Eu não sei._Ela mordeu os lábios novamente, o que deixava claro que estava nervosa._Eu e a Sakura nos conhecemos a anos, fomos amigas Naruto. Então viramos rivais amigáveis por causa do.... 

 Naruto rosnou com raiva e olhou a loira, então era isso? Ciúmes dos dois? Como ele era idiota, Ino ainda amava o Sasuke ela sempre amaria. 

__Não é o que você esta pensando._Ela bufou._Eu tenho ciumes sim, mas de você Naruto. 

 Ele levantou o olhar e sorriu pra ela, Ino estava mesmo dizendo aquilo? Estava admitindo que sentia ciumes dele?

 _Você... Ah Ino, eu também sinto de você. Mais entenda eu e sakura somos amigos._Ele sorriu docemente para ela._Conheço ela a anos e sim eu me apaixonei, mas isso passou. 

 Ela bufou raivosa, por que ela não confiava em Sakura. Mesmo que tendase ela via, Sakura poderia amar Sasuke. Porem ela via que a rosada sempre ficava tentada a ficar com Naruto a qualquer instante. 

 Deus, eles tinham os corações quebrados e aprenderam a viver com a dor. Estavam tão exaustos e magoados.  

E eu nunca previ você chegando E eu nunca mais serei a mesma

 _Eu me sinto culpada por essa situação._A loira apertou as mãos envolta do copo de suco._Sinto-me tão culpada por tudo.

 _Ah, me desculpe dizer, mas sim você é culpada._Ela levantou a sombrancelha indignada._foi você que começou com esse papo: Ah, o Sasuke é tão incrível, o Sasuke isso o Sasuke aquilo. 

 Ino riu da imitação do loiro da sua voz, e Naruto sorriu. Ela ficava mil vezes mais bonita quando sorria.

 _E você continou, falando o como Sasuka era maravilhosa._Revirou os olhos._Deus, eu só tiinha elogiado um amigo.

 Bem, talvez a intenção dela realmente tenha sido aquela. Eles dois era tão pateticos, brigando por coisas idiotas. Por motivos bobos que nem deveriam ser importantes, mas que parecia ser tão importante na vida deles no calor da briga. Mas Naruto era estúpido, era tão idiota e vivia fazendo coisas idiotas. Foi por isso que ele falou o que falou naquele momento.

 _E eu falei a verdade, Sakura é realmente maravilhosa. 

 Isso é um estado de graça 

Esta é uma briga que vale a pena 

O amor é um jogo cruel A não ser que você o jogue bem e direito 

Estas são as mãos do destino 

Você é meu calcanhar de Aquiles Esta é a era de ouro de algo bom E certo e real 

 Ele só percebeu a merda que fez quando viu Ino se levantar e ir embora. Se amaldiçoou por isso, ele se odiava por falar tanta besteira. Ino caminhou pelas ruas até chegar ao seu carro que estava estacionado ali perto. Ela entrou então desabou, Ino chorou como uma criança ferida. Seu peito doía, Deus como doía. A loira deitou a cabeça no banco e chorou, soluços altos e sôfregos saíam de sua garganta. E para piorar sua situação começou a chover, chovia tão forte como se até mesmo os céus chorassem. 

 Por que o amor tinha que ser tã cruel? Ela estava sempre se machucando, o tempo inteiro Ino estava se machucando. E o pior ela se permitia a isso, se permetia sofrer daquela maneira. Não conseguia mudar isso, era um jogo cruel demais. E mesmo sofrendo Ino soube, aquele era um estado de graça e ela queria preserva aquilo. Por que Naruto era seu calcanhar de Aquiles, ele era aquele que fazia ela sorrir, aquele que dava a ela o que ela queria. Deus, Naruto era ouro. Ele era sua era de ouro, mas não poderia deixar ele ser tudo para si. Um calcanhar de aquiles, era sua fraqueza e sua imortalidade. 

Grunhiu de dor e raiva, Naruto idiota. Tomava seu coração e sua mente e fazia com eles o que bem entendesse. O pior Ino queria Naruto, com suas piadinhas e provocações, com suas brigas e tudo mais. Ino o queria, queria muito aquele loiro imbecil. Porem Ino era orgulhosa e não deixaria que o loiro fosse seu calcanhar de aquiles. Enxugou as lagrimas e segurou o volante.

 Naruto sabia que foi idiota, mas ele só se deu conta disso minutos depois. Levantou do restaurante pagando a comida intocada dos dois, saiu do restaurante e correu pelas ruas procurando a loura. Não demorou muito e viu o carro dela parado no sinal vermelho, um belo carro com uma flor selvagem desenhada na janela de trás. Correu entre os carros e bateu na janela Ino suspirou e mandou ele entrar. Naruto entrou no carro e suspirou. Ino estava com a maquiagem borrada, o que mostrava que sua loira andou chorando. Porem não disse nada, Ino dirigiu até seu apartamento. Estacionou e saiu do carro com Naruto ao seu lado. 

Ao adentra o prédio passou por kiba e Gaara, os dois se assustaram ao ver o rosto inchado da loira. Ninguém nunca viu a loira chorar, Naruto os lançou um pequeno sorriso. Mostrando que as coisas ficariam bem. Ao adentra o apartamento ele tomou um susto, Ino nunca foi organizada. Mas também nunca foi desorganizada demais. O apartamento da loira estava um grande desastre. 

 _Isso aqui parece um campo de batalha. 

 E eu nunca previ você chegando. 

E eu nunca mais serei a mesma

 E eu nunca previ você chegando 

E eu nunca mais serei a mesma

 Ino apenas ignorou caminhando até seu quarto, a loira tirou a blusa jogando em cima da cama. Naruto se sentou na cama olhando Ino se despir e caminhar até o banheiro. Suspirou, não sabia o que fazer. Sua cabeça doía com um milhão de pensamentos, a única certeza que tinha era a de que precisava se rosolver com ela. 

 Por isso quando Ino saiu do Banheiro Naruto a beijou. Beijou Ino com desespero notável, ele precisava muito dela, ele queria muito ela. Aquela loira bipolar era a única que deixava ele louco, que fazia ele querer esganar ela so pra depois beijá-la. E Ino com toda sua bipolaridade beijou o loiro de volta, beijou ele com força empurrando Naruto pra cama. Se sentou no colo do loiro e grunhiu, queria sentir ele mais próximo de si. Porem se separou dele. 

 _Por favor, por favor Naruto._sua voz baixa o machucou. 

 _Eu prometo loirinha, prometo ser apenas seu._ele sorriu._Me deixa te amar Ino. 

é um estado de graça 

Esta é uma briga que vale a pena 

O amor é um jogo cruel A não ser que você o jogue bem e direito 

 _Apenas se prometer parar de ser idiota._Ela sorriu. 

 _Eu prometo Ino, sabe por que?_Ela negou com a cabeça._porque eu te amo.

 _Também amo você babaca.

 E Ino o beijou de novo, porque Deus era impossível não ama-lo. Ino e Naruto eram estáveis, eles iriam brigar novamente pelo mesmo motivo. Sim eles sabiam, mas iriam voltar a ficar juntos novamente. Por que eles eram assim, e sabiam que o amor era um jogo cruel.


Notas Finais


É isso pessoal, espero que gostem e comentem o que acharam.
Qual casal vocês gostariam que fosse o nosso casal "Red"?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...