História Red Circle - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol
Exibições 18
Palavras 527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem e comentem por favor.
Kisses doces
😘😘😘😘😘😘

Capítulo 2 - Minha Personalidade.


Fanfic / Fanfiction Red Circle - Capítulo 2 - Minha Personalidade.

"Seus olhos imploravam para que eu não fizesse aquilo,mas meus movimentos não eram controlados por mim e sim pela loucura.

-Por favor não faça isso comigo.

Sussurrou desesperada em um fio de voz.Seu corpo estava preso na cadeira e seu rosto estava roxo pelo os socos.Uma linda garota que eu nunca tinha visto,mas mesmo assim tinha uma vontade enorme de mata-la.Eu a odiava pelo simples fato de estar viva.

Puxei sua cabeça com violência para trás,deixando seu pescoço a mostra.Sorri e susurrei no seu ouvido.

-Não adianta pedir para um Monstro que não vai parar-Minha voz estava sombria e rouca,mas eu adorava quando ela ficava assim.

Seu choro cessou quando passei a faca pelo seu pescoço,cortando o mesmo.Sorri ao ver o sangue escorrer e melhor:A luz deixar seus olhos e seu coração parar de bater.Outro círculo preto.

Desenhei olhando para aquele corpo e minhas mãos ainda estavam sujas pelo sangue oque me fez sorrir.A cada dia ficava mais divertido"

-Senhor Beakhyun?-Pisquei meus olhos lentamente e encarei a mulher de óculos que estava ao meu lado com uma prancheta no colo.Minha psicóloga-Poderia responder a pergunta?

-Qual seria?Não estava prestando atenção-Olhei para o teto branco.

-Na sua opinião,acha que está melhorando da esquizofrenia?

Sorri com aquela palavra tão comprida para explicar uma única coisa: Loucura.Eu sou louco,mas acho que colocam uma palavra dessas para de alguma forma nós sentimos melhores e pensar que isso é menos pior que imaginar mortes,matar e ficar a beira da loucura,mas acaba sendo a mesma coisa.

-Se eu disser que sim eu vou poder ter uma vida normal e feliz?Não, então porque minha opinião importa?-Sorri irônico e encarei ela que sorriu gentil.Detesto isso.

Gentileza me incomoda.

-Porque com sua opinião eu posso te ajudar-O barulho da caneta se fez presente.Outra anotação sobre mim-Acha que um dia constituirá família e terá uma vida normal?

-Quem gostaria de se casar com um Monstro psicopata?-Olhei para ela com uma cara de aquilo era óbvio.Pergunta idiota.

-Você não é um Monstro Beakhyun, sua doença não te faz assim,você é apenas especial-Gargalhei.

Especial?Serio isso?

Aquela era minha quarta psicóloga em apenas um ano e parece que acada vez mais elas vão ficando mais ridículas.

-Esta de brincadeira com a minha cara? Especial?Está sem criatividade hoje Senhora Anderson?-Ela suspirou e coçou as têmporas.Consegui deixa-la sem paciência.Sorri malvado.Um recorde.

-Senhor Beakhyun apenas me responda uma coisa está bem e depois a sessão termina.

Concordei e voltei a olhar para o teto.

-Porque se acha um Monstro?

-Porque eu fiz coisas que nem uma psicóloga formada como você compreenderia.Penso coisas que um adolescente de 17 anos nunca pensaria.Alem do fato que eu gosto de ser chamado de Monstro.

Me levantei e me aproximei dela que se encolheu.Assustava todas as psicólogas.Sorri demoníaco e maluco ficando frente a frente para ela.

-Mais alguma pergunta vadia?

Seus olhos se encheram de lágrimas e ela se encolheu mais ainda.

-Você é um Monstro.

-Eu sei disso e não vou mentir...Eu adoro ver gente ridícula como você tentando ajudar,mas coloca na sua cabeça que eu não tenho salvação.Me entendeu Senhora Anderson?-Sorri malvado e ela assentiou com medo e devo admitir que eu amava ver as pessoas com medo de mim.

Aquilo não era loucura,era minha personalidade.Eu amava matar as pessoas,amava ver coisas que ninguém mais via,amava ser chamado de louco e ainda melhor...de Monstro.


Notas Finais


Desculpem qualquer erro e até o próximo capítulo.
😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...