História Red Circle - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol
Exibições 12
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem porque esse capítulo eu me dediquei muito para faze-lo.
Desculpem qualquer erro e até o próximo capítulo.
Kisses de unicórnio😘😘😘

Capítulo 7 - Círculo Vermelho.


Fanfic / Fanfiction Red Circle - Capítulo 7 - Círculo Vermelho.

O manicômio acabou sendo igual ao colégio.Cada um pertencia a grupos de amizade,eu continuava a andar sozinho e como sempre todos sentiam medo de mim.

Os psicopatas e sociopatas malucos sentiam medo de mim.

Aquilo de alguma forma me deu orgulho de mim mesmo,mas ao mesmo tempo eu consegui ficar magoado.Poxa!Eu não consigo fazer amizade nem com pessoas que tinham os mesmos problemas que o meu.

Então durante duas semanas que estava aqui só conversava com o meu caderno.A única coisa boa desse lugar é que cada um respeita a loucura do outro.A cada segundo alguém tinha um ataque,mas ninguém se importava tanto que isso estava acontecendo agora.

Estava na hora do almoço e eu era o único que encarava com raiva o homem que gritava e se debatia nos braços dos seguranças.Que irritante!Vai gritar assim na puta que pariu louco psicopata idiota.

Quando eu percebo que não tinha amigos eu ficava ao mesmo tempo feliz já que sinceramente nenhum dali era digno da minha amizade alémm do fato de mim fazer coisas inimagináveis até para esses loucos.

-Você é patético-Olhei para o homem que se sentou ao meu lado.

Olhei em volta,mas realmente ele estava falando comigo.O gordo barbudo queria morrer.

-Não sou você,desgraçado!Agora me deixa em paz-Voltei a olhar para meu caderno.

-A bichinha sabe responder que meigo-Riu alto e todo mundo do refeitório olhou para nós.Amava uma plateia,mas eu não podia bater nele,se não na certa seria 4 dias na solitária e sem nenhum tipo de comunicação ou divertimento.

Ele começou a me cutucar e eu com raiva perfurei o papel com a caneta.Eu odiava me controlar.

Minhas veias do pescoço saltavam de tanto ódio daquele homem repugnante até que eu vi uma frase com sangue encima da mesa:Não se controle Beakhyun.

Sorri maluco e logo dei o soco mais forte que eu já dei em alguém.Ele caiu no chão e eu aproveitei para bater ainda mais no seu corpo.

Transferi socos por todo o seu rosto gordo até sair sangue e os guardas me segurarem.Olhei vitorioso para aquele desgraçado que não tinha mais rosto.Estava desfigurado.Todos me olhavam com medo enquanto os médicos do hospício davam os primeiros atendimentos aquele saco de estrume.Sorri vitorioso e logo senti apos um tempo meu corpo sendo jogado em um quarto.A solitária.

Olhei em volta.Tudo branco.Sentei no chão e fiquei olhando o vazio.

O vazio que tinha cor:Branco.

O sangue ainda estava nas minhas mãos e roupas,me deixando feliz.

Pelo menos destruí aquela merda que ele chama de rosto.

Eu me sentia sufocado naquele lugar e mandar uma pessoa esquizofrênica que tem mente psicopata ficar nos pensamentos não era uma boa opção.

Arregalei os olhos ao ver que o meu caderno não estava comigo.Eles não podiam ver.Não podiam.Aquele caderno era a coisa mais importante para mim.Eles não podiam ver meus círculos,apenas eu.

- Devolvam o meu caderno!

Comecei a gritar essa frase até minha garganta doer.

Cai no chão e com o sangue ainda fresco daquele desgraçado comecei a desenhar um círculo enorme no acolchoado branco.

Aquilo de alguma forma me aliviou, mas aquele círculo foi de uma cor diferente: Vermelho.

Sorri com aquela cor.Aquele círculo está reservado para quem pegou meu caderno.Eu irei mata-lo de todas as piores formas possíveis.

Fiquei encostado naquela macia parede por um bom tempo até a porta se abrir.

-Senhor Baekhyun queremos que vá para o seu quarto para trocar de roupa.

Sorri irônico para aqueles dois homens que mais pareciam armários.

-Porque?A minha roupa não está apresentável?-Me levantei.

-Apenas no siga.

Sem escolha segui eles por vários corredores brancos e cinzas.Cores deprimentes.Se aqui é um lugar para "Melhorarmos" porque não colocam um rosa ou amarelo,cores que nós de esperança.Ah é....Aqui não tem isso.

Entrei no meu quarto que tinha uma cama,uma porta que levava para o banheiro e uma escrivaninha. Ainda bem que minha mãe tinha dinheiro para me internar num lugar de "Classe".

Tomei banho e coloquei a roupa deprimente daquele lugar.Me pareço mais com um enfermeiro do que com um paciente.

Deitei na cama e fiquei olhando o teto.Estava pensando em todas as formas de matar que pegou meu caderno.

E com todos esse pensamentos de uma possível morte o fim da tarde chegou e dois seguranças no meu quarto também,além da coordenadora que cuidava dos jovens que eram internados aqui que acredite ou não,são muitos.

-Baekhyun achamos seu caderno no refeitório.

Me levantei desesperado e fui para cima dela,mas antes que eu fizesse isso,me seguraram.

-Me devolve!-Gritei.

-Ele não está comigo senhor Baekhyun,mas sim com o nosso psicológo -Eu mato esse homem e não será difícil já que eu tenho uma ótima tendência a assustar e até matar meus psicológos.Eu matei uma quando eu tinha 15 anos.Vai ser moleza.

-Quando eu vou poder pegar meu caderno?

-Amanhã de manhã depois que tiver uma sessão com ele,o mesmo quer conversar sobre esse peculiar caderno-Falou e logo saiu do meu quarto,junto com os seguranças.

-Posso saber o nome do homem que está com o meu caderno?-Falei sorrindo irônico.

-Chanyeol,Park Chanyeol.Um dos melhores psicólogos de  Seul.

Assim que falou isso a porta se fechou e atrás da mesma apareceu:Matar Park Chanyeol.

Me aguarde porque amanhã eu vou tirar sua vida,meu caro círculo vermelho.


Notas Finais


Até o próximo capítulo.
Comentem por favor.
Bjsss😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...