História Red Eyes... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kagerou Project (Kagerou Daze) (Mekakucity Actors)
Personagens Hibiya Amamiya, Kano Shuuya, Kido Tsubomi, Marry Kozakura, Momo Kisaragi, Personagens Originais, Seto Kousuke, Shintarou Kisaragi
Exibições 11
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


"Foi Tudo tão rápido"..."Perdi tudo que eu tinha"..."E nem levou 1 minuto"..."E Cada vez mais...meu mundo sumia"

"Nome do Paciente:Itsuki Kurin

Idade:10

Condição/emocional/psicologia: Perturbado,Depressivo,Pessimista,Inseguro e Tímido

Caso da Sua Condição:Se recusa a dizer

Parentesco: Desconhecido

Recomendações:Ser Adotado..."

O Garoto Lia o Relatório do Psicólogo sem nehuma expressão no rosto como se não se importasse com nada...apesar de possuir 10 anos sabia muito mais da vida do que muitos... coisas que ele não queria saber...

???:Ser Adotado Né?-Um policial de aparentemente 35 anos chegou perto dele-Vou te colocar no orfanato então... espero que consiga-disse mexendo cabelo do garoto que ficou envergonhado

Logo ele e o policial saíram da delegacia e entraram na viatura e partiram em direção ao Orfanato que o policial conhecia muito bem afinal foi de lá que veio...

15 minutos depois eles chegaram no seu destino então o policial se dirigiu para a porta da grande casa e tocou a campainha entao uma moça de aparentemente 36 anos atendeu a porta

???:No que posso ajudar Shiro?"

Shiro:Eh...bem eu tenho um garotinho aqui que gostaria de saber se você podia cuidar dele-disse mostrando o garoto que estava atrás do policial escondido

???:Claro que podemos oras quem ia recusar cuidar dessa coisinha adorável

Shiro:Foi mais fácil do que eu pensei... Então-entrou na viatura preparado para sair -Boa sorte Kurin-Logo saiu dirigindo

???:Bom Me chamo Sophia e você?"

Kurin:Ku...rin-disse muito baixo

Sophia:Espero que se divirta Kurin"Disse com um sorriso no rosto dando espaço para o garoto entrar

O Orfanato nunca teve muitas crianças e nisso favoreceu ao dono de fazer em uma casa não tão grande onde várias crianças já ficaram

Kurin ficou impressionado com o tamanho da casa ele entrou e viu várias crianças correndo e pulando de um lado para o outro se divertindo muito mais seu forte nunca foi se enturmar

Sophia:Bom agora vou fazer algumas coisas até mais

Kurin se viro para ela e ela estava indo embora ele estava como*porfavo não me deixe aqui* mas não tinha coragem de dizer...Então ele sem falar com ninguém passou pela sala e quando ele ia sair dali um garoto chamou ele

???:Ei você quer brincar?

Ele não respondeu nada apenas entrou em modo de choque e ficou parado olhando para trás

Kurin: ...

???:Vem vamos-ele pegou a mão dele e correu para direção dos outros eles começaram a brincar de pique pega e várias outras coisas de criança Kurin por incrível que pareça sorriu e se sentiu feliz como se estivesse em família não sentia isso a muito tempo...

Os dias se passaram crianças iam e chegavam ele fazia mais amigos mas não mudava sua personalidade sua vida estava "perfeita"...mas nem tudo que é bom dura pra sempre...Um dia mais especificamente no dia 14 foi o dia que sua vida morreu de novo...

Era Inverno...lá fora não se via nada pois a a neblina e a neve fez ninguém sair de casa...No Orfanato Kurin estava envolta de seus amigos quando o garoto confusão do orfanato apareceu

???:Ei seus pirralhos saim do meu canto

???:Cadê seu nome nele?-um dos amigos de Kurin respondeu

???:Você quer arrumar problema comigo?...sai logo!

???:E oque você vai fazer se eu não sair?

???:Isso-Ele preparou um soco para dar no garoto mais Kurin se botou na frente e acabou levando o soco caiu e bateu a cabeça em algo de ferro e desmaiou...

Enquanto estava desmaiado teve algumas visões

Uma Mulher de Cabelos Pretos...

Uma Sala...

Uma Ponte...

Uma Floresta...

Uma garoto no chão com cabelos azuis e...

Ele acordou em um pulo e começou a chorar todos estavam perto dele e começaram a olhar pra ele e depois disso se distanciavam ele não se importou só chorava mais e mais depois ele começou a olhar envolta e viu todos olhando pra ele com alguma tipo de Desprezo...

Kurin: Não.... Não me olhem assim...Parem!

O garoto após o grito saiu da cama correndo para atrás da casa onde adiante havia uma floresta adentrou rapidamente chorando e uma hora tropeçou e caiu no chão perto de um lado congelado ficou de joelhos apoiando a mão no chão chorando

Kirin: Porque... Porque isso acontece comigo?Eu só queria viver feliz com meus amigos...

Chorava mais e mais até quando viu seu reflexo no lago e seus olhos estavam....

Vermelhos....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...