História Red Light House - Mark Tuan + Bambam - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Rap Monster, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Lemon, Markbam, Marktuan, Yaoi
Visualizações 373
Palavras 810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI

Capítulo 13 - I love you too


Fanfic / Fanfiction Red Light House - Mark Tuan + Bambam - Capítulo 13 - I love you too

Bambam mordeu o lábio inseguro em relação á sua roupa, ao olhar no espelho. Ele não acreditava que estava fazendo aquilo. Já havia mandado uma mensagem para Mark, pedindo para que ele não demorasse, pois ele tinha uma surpresa para ele. Por um lado, se sentia orgulhoso, por montar aquilo tudo sem a ajuda de Youngjae, mas por outro se sentia envergonhado.
- Bambam? - Mark entrou no apartamento, ficando boquiaberto com a casa cheia de velas, arramada de um jeito sensual
- Eu to aqui... - Bambam tentou dizer de um jeito sensual, o máximo que conseguiu e os olhos de Mark rolaram sobre o garoto
- Meu Deus - Mark sentiu o membro pulsar ao ver seu pequeno garoto com uma camisa social sua, branca quase transparente e uma box da mesma cor - Você não pode fazer isso comigo...
- Oh você não gostou da minha roupa? - Começou a desabotoar a camisa - Eu devia tirar, Mark?
- Você... Você... - Mark não conseguia tirar os olhos dele, já com o membro duro dentro da calça ao ver Bambam já nu
- Ou seria as velas? - Bambam foi apagando uma até ficar tudo escuro - Você gosta de tudo escuro, Mark?
- Eu gosto Bambam - Fechou os olhos com força, se sentindo um virgem
- Uh eu também gosto Mark - Sem que Mark ao menos percebesse ele se aproximando, Bambam já sussurrava no seu ouvido - Tire a camisa pra mim amor...
Sem pestanejar, Mark começou a tirar a camiseta e pretendia tirar a calça, mas o loiro lhe impediu, alegando que queria tirar aquela peça com as próprias mãos. O frio na barriga do mais velho aumentou ao sentir os lábios carnudos e úmidos de Bambam descendo por suas costas tão bonitas, na visão do outro. Era um arrepio gostoso, a vontade de agarrar de Bambam era enorme, mas queria ver até aonde ele ia. Bambam estava gostando. Ele gostou de explorar mais seu lado sexy, já que nunca tinha feito isso, sempre Mark que o deixava maluco para o ter, mas não essa noite. Pegou a mão do loiro e o puxou até quarto, o sentando na cama e beijando seu pescoço e clavícula.
- Você tá tão sexy assim... - Bambam sussurrava, como um segredo - Eu te quero tanto...
Bambam começou a rebolar lentamente no seu colo, enquanto soltava alguns arfares sensuais. O beijando sem pressa, o mais novo buscou o fecho da calça do loiro, que ajudou de bom grado a localizar o botão. Bambam cortou o beijo, deixando um bico descontente nos lábios de Mark, mas logo abrindo um sorriso ao ver o outro ajoelhado a sua frente, tirando a calça de seu corpo. O sorriso safado nunca visto no rosto de Bambam, excitava o mais velho, as mãos quentes passando na suas coxas o deixavam ansioso demais, o suficiente para implorar.
- Por favor Bambam, dói... - Choramingou fazendo o pequeno sorrir satisfeito e arrancar a única peça que restava do seu corpo, não fazendo cerimônia em colocar seu membro na boca - Oh...
A boca de Bambam trabalhava no pênis de Mark, que gemia igual uma virgem. Por que Bambam o deixava daquele jeito tão entregue? Antes que Mark pudesse atingir o se ápice, Bambam tirou a boca de seu pênis, fazendo Mark formar um biquinho nos lábios. Antes que ele pudesse protestar, Bambam o deitou, pegando seu membro novamente e colocando dentro de si. O mais novo se arrependeu consideravelmente por não ter se preparado antes, mas agora não podia voltar atrás, então apenas fechou os olhos e se movimentou calmamente até que a dor passasse. Mark o abraçou, lhe dando um beijo calmo, que foi cortado pelo gemido de Bambam. Quando viram, já estavam igual loucos gemendo alto e suados. Bambam estava tão perto que ele sentia as pernas ficando moles e Mark não se sentia diferente. Cada vez mais rápido e fundo, sentindo que estavam tão extasiados que o mundo podia acabar ali mesmo.
- Bambam... Eu... Ah! - Mark não conseguiu falar porque antes disso ele gozou
Bambam não parou, ele não conseguiu parar, apenas queria chegar ao seu ápice logo, coisa que não demorou. O mais novo se deitou por cima de Mark, que acariciou-lhe os cabelos suados.
- Mark... - Chamou baixinho, se sentindo cansado - Eu te amo também...
Mark não podia se sentir mais feliz. Sentia que o sorriso lhe rasgaria os lábios. Não conseguiu dizer nada, apenas deu vários beijos no rosto. Queria pular de alegria, queria chorar, gritar e se espernear. Queria acordar todo o prédio gritando que Bambam o amava tanto quanto ele o amava. Também se sentia culpado por não contar a ele o que ele fez, mas, Deus, ele era o Bambam, não o julgaria certo? Pelo menos Mark esperava que não.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...