História Red Light House - Mark Tuan + Bambam - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Lemon, Markbam, Marktuan, Yaoi
Visualizações 78
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Teoria do caos


Sirenes altas chamaram a atenção de Youngjae e Jaebum. O mais velho nem ligou, ele estava quase em seu ápice e não queria parar, mas o sexto sentido – Lê-se curiosidade – de Youngjae fez os dois pararem e irem ver o que acontecia. O casal quase teve um infarto. Um pouco à frente da Red Light House, o carro de Mark estava capotado e vários bombeiros estavam em volta do acidente. Jaebum viu de longe Jinyoung se aproximar da confusão desesperado.
Jae ligou para Jackson e, claro, que ele não atendeu. Afito, ligou para a casa de Namjoon, avisando à Min Jee. Aquela cena era um horror! Os bombeiros tentavam tirar Bambam, que sangrava e chorava pedindo pra ajudarem Mark primeiro, que estava desacordado, prensado entre o banco e o volante.
Às pressas, levaram Mark para a ambulância, assim que o tiraram do carro.
- Moço por favor – Jinyoung implorava ao paramédico – Eu sou quase irmão dele!
- Quase não me serve pra nada! Só familiares na ambulância – Antes de Jinyoung argumentar novamente, o paramédico acrescentou – Senhor, enquanto toma o meu tempo, seu quase-irmão morre, quer que ele morra?
Então, Jinyoung se calou e abraçou Yugyeom, que parecia o único ainda são naquele lugar, , tanto é que ele era o único capaz de dirigir. Ao chegar no hospital, todos ficaram há muito tempo esperando notícias. O caso mais grave, era de Mark, já que as suas pernas haviam sido prensadas e os seus órgãos na área do abdômen estavam comprometidos. Bambam havia quebrado algumas costelas e um braço, mas ficaria em observação por estar muito fragilizado.
Jackson mal se aguentava em pé de tanta preocupação, seu melhor amigo podia morrer e tudo por causa de alguns copos de bebida. Ele devia ter o impedido, mas estava ocupado, louco para transar e não pode cuidar do loiro. Namjoon também estava abalado, principalmente por estar bêbado e ter visto apenas muito sangue no local do acidente. Já era quase de manhã quando o médico permitiu visitas à Bambam. O pobre não falava coisa com coisa, chorava muito, mesmo dopado por conta dos remédios ele estava agitado e, a cada 5 palavras que dizia, três eram o nome de Mark.
- Se acalme meu amor, ele vai ficar bem huh? - Youngjae acariciou seus cabelos bagunçados - Você tem que se acalmar para ficar bom também, certo?
Bambam permaneceu assim por bons dias, mas aos poucos ele foi voltando ao normal, mas continuava preocupado com Mark. O médico avisou que ele ficaria algum tempo em coma e havia possibilidade dele não acordar, mas, se acordasse, ficaria paraplégico pro resto da vida. Durante meses, Bambam esperou, um maldito sinal de que Mark estivesse vivo e bem, mas nada aconteceu. Mark continuava em coma.
Durante esses meses, as coisas mudaram bastante. Bambam havia se afogado em trabalho. Quando não estava no trabalho, estava no hospital. Ele havia virado praticamente o príncipe daquele hospital, sempre cuidando do seu amor.
Jinyoung não tocava no assunto. Yugyeom tentou conversar com ele sobre isso, mas ele se recusava. Ao contrário de desabafar, o moreno descontava toda as suas frustrações em outra coisa: Sexo. Yugyeom era solicitado várias vezes ao dia, durante o trabalho, em todo lugar. Yugyeom não se cansava de sexo, ele já havia sido o garoto de programa mais famoso da Red Light House, mas ele se cansava de Jinyoung escondendo os seus sentimentos.
- Calma Jinyoungie, quer me quebrar no meio? – Yugyeom reclamou do jeito em que Jinyoung arrancava as suas roupas e beijava seu corpo
-Sei que aguenta mais que isso... – Naquele dia, Jinyoung descontava toda a saudade de Mark no corpo do namorado
- Por que? Porque eu sou sua puta Jinyoung? – O mais novo se afastou brutalmente
- Não disse isso...
- Mas foi exatamente o que quis dizer não é? – Os olhos do garoto se encheram de lagrimas – Eu não sou sua puta, sou seu namorado e, se vai me tratar assim, sugiro que comece a me pagar pelas minhas horas perdidas aqui...
- Yugie... Eu não... – Jinyoung se sentiu ainda pior
- Eu vou voltar para a Red Light House... – Abotoou os botões da camisa soluçando
Jinyoung não teve tempo de se desculpar. O menino saiu correndo e, para falar a verdade, o mais velho desabou em choro sem ter a possibilidade de correr atrás do namorado. Estava cansado de tudo. De levar a empresa sozinho, de passar meses sem ver o lindo sorriso de Mark, de Yugyeom sempre querer que revelasse suas fraquezas, estava cansado de estar ali.
O moreno se encolheu no canto da sala e chorou tudo o que havia segurado em meses. Quebrou todo escritório e gritou em meio a sua dor. Jinyoung nunca se sentiu tão destruído. Estava tudo errado.
Entre Jaebum e Youngjae as coisas haviam ficado um tanto... Explosivas. As únicas frases que trocavam eram ofensas e gritos, sempre discutindo, brigando, machucando um ao outro. Todos os dias, dormiam na mesma cama, sem nem tocarem os braços, magoados. Youngjae acabava por visitar Mark todos os dias de manhã o culpando por ter desgraçado a vida de todos com aquele maldito acidente e depois chorava implorando para que voltasse logo.
- ESTÁ ATRASADO! – Jaebum gritou furioso com o namorado – Ei você está chorando? O que aconteceu?
- Eu fui visitar nosso amigo no hospital! Se lembra dele ainda Jaebum? – Youngjae gritou soluçando – Aquele que pode nunca mais acordar!
- Jae... – Bummie suspirou
- Não me venha com essa de Jae! – Youngjae gritava – Mark está naquele maldito hospital, Bambam está vivendo uma vida desgraçada e você não liga mais pra nada! Ele tá destruindo tudo!
Sem que nem soubesse de onde veio, Jae recebeu um tapa no rosto e logo pode ver Bambam com lágrimas escorrendo pelo rosto delicado. Yugyeom e Jaebum assistiam a cena estáticos.
- Não se aproxime, nem de mim, nem de Mark! – Gritou com toda a sua fúria – Eu quero que morra... Podia ser você no lugar dele...
Youngjae chorou ainda mais. Mark havia desencadeado uma serie de desgraças na vida de todos e restava apenas enfrentar tudo.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...