História Red Riding Hood - Incesto - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chapeuzinho Vermelho, João e Maria
Personagens Chapeuzinho Vermelho, João, Lobo Mau, Maria, Personagens Originais, Vovó (Granny)
Tags Chapeuzinho Vermelho, Incesto, Lemon, Shotacon, Yaoi
Exibições 408
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabble, Ecchi, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Senhor, brotay!!! LEIAM AS NOTAS FINAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Que saudade, [choro de felicidade]
OK, estou de volta, e mais capítulos viram(se eu não tirei notas ruins em português e historia)
New Favorites.
~tia_zizi
~DoceDoYoongi (somos dois)
~MayuuuSan2108
~Mariana980
~SweetFuck
~K_ARMY123
~karinysherazade
~bomerxbuble
~Lady-hina
~SaphiQZ_Azul
~WindyAngel (espero que atualize logo: Um novo sentimento(yaoi))
~KandyKid
~Shunssei1994
~baixinhafofa
~ThaySantos123
~lixo-idiota
~MayuSawako
~Kasuidasa
~AyaAkemi
~lylio
~davevolturi
~Uma_panda_army
~Sweetie-Pie
~cath-oliv
~Alyssa_Ariadne
~Neko_Dark
~yasmincris
~mily1961004
~Damassaclan_Hg
~Baby-_Girl
~RedAlex
~Lady-Hades
~Kirokeiko
~Leehtyh
~sunnybunnyanacf
~Light-Angel23
~kessy-nii
~Simetrix
~lis-kin
~coolgirlzz
~night2019

Se esquece ou errei o nome de alguém, me avisa nos comentários, ok?

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction Red Riding Hood - Incesto - Capítulo 3 - Capítulo III

Yuki ON

Estava bastante atordoado com o que Haru acabara de dizer, estou um pouco desesperado. Eu o amava, mas não sabia com responder. Se dissesse “sim”, resultariam em problemas, e “não”, não sei o que a raiva do Haru faria comigo, ou pior, as pessoas da cidade vizinha.

Mas tem uma coisa que eu ainda posso tentar. Mamãe me disse que a família dela tem uma habilidade hereditária. Um beijo que inibe os sentidos humanos serve para praticamente nada, só deixar as pessoas fazerem tudo o que você quiser. Posso fazer o Haru esquecer que disse isso.

-Haru... Eu... –Ele olha-me com desejo, mas... Acabo dando o beijo especial nele.

-Yuki... Safadinho. –E começou a rir, mas não normalmente, uma gargalhada histérica.

-Está se sentindo bem Nii? –Esta ficando com medo, ele não parava de rir. –Nii? Escuta-me! –Decidi gritar, mas algo está acontecendo com o Haru. Os seus olhos cerúleos vivos estão ficando rosa-choque, em forma de... Espera aí, corações!

-Ótimo, pequenino, e delicioso, otōto.

-Delicioso... Haru! Do que você esta falando?

-Nunca havia percebido o quão você é lindo. –Vermelho, confere! Mas lisonjeado.

-Haru, é você mesmo que está aí? –Comecei a chorar, forte, as lagrimas que escorriam na agua, tinham uma leve diferenciação de tonalidade. E estava bem quente, talvez seja por que eu tenha estado um pouco estressado ultimamente, e por isso me trouxe aqui. –Volta por-oor favor.

-... –E seus olhos voltaram ao normal. –Uh? Yuki, por que esta chorando? –Ele me olhava confuso como se nada tivesse acontecido.

-Você havia mudado. –Disse entre soluços do final do meu choro.

-Mudado como?

-Bom, não, esquece. Vamos sair dessa gruta agora, ah, e, eu aceito, se for para provar a você que eu te amo. –Ele havia corado fofo.

Então saímos nadando da piscina daquela gruta. A agua era salgada, mas, conseguia abrir os olhos sem problemas, enquanto Haru sofria e ficava com os olhos mais vermelhos do mundo. Quando emergimos, vejo Haru coçando os olhos lindamente parecendo uma criancinha.

-Own.

-O que foi?

-Você fica fofo coçando os olhos.

-Yuki... Para de sacanagem. –Ele veio me abraçar.

-Hahahaha. –Já havíamos saído da agua, e riamos juntos. –Haru... Estamos sem roupas. –Ele olhou para mim com espanto, e ficou vermelho.

-É mesmo... –Ele fez como se fosse uma pergunta.

-Sim, mas... Eu gosto.

-Ah. –Ele se surpreendeu com o gêmeo certinho, eu. –Delicioso... –Seus olhos mudavam mais uma vez.

-Haru? Não faça aquilo de novo, por fav... –Ele havia me empurrado numa pequena duna de areia que havia na borda da piscina natural.

-O que pequenino? Ah, é, lembre que isso é culpa sua.

-Culpa minha? –O beijo. –Ok, foi o beijo, mas então... –O beijei de novo.

Depois comecei a adormecer, e lembro-me de ter visto Haru em cima de mim, chorando, o que será que está acontecendo agora. Que sono.

Yuki OFF

Haru ON

Há pouco tempo estava abraçando Yuki, mas agora... O vejo no chão dormindo, mas não esta acordando por nada. Não sei o que eu faço, estou assustado e com medo. Não posso chegar com ele assim em casa, mamãe e papai iriam ficar com muita raiva de mim, não era esse o combinado que fiz com meu pai. Yuki não devia ficar nesse estado, bom... Talvez não andar direito, mas pelo menos não iria desmaiar.

Até que vejo ele se acordar, mas, o que? Rosa. Cadê os lindos olhos castanhos do meu irmãozinho.

-Haru... –Ele começa a cantarolar meu nome. –Vem cá. Deixa eu te contar um segredo. –Faço como o pedido. –Me... Fode. –E logo em seguida, uma lambida na orelha.

-Yuki, esse não é você?

-Então quem eu sou? Mas veja pelo lado bom, ele te salvou. –Salvou? –Mas quero algo em troca... Mais especificamente você.

-Nunca, eu só quero meu irmão de volta!

-Então com vai explicar que seu irmão esta com olhos rosa, e que a sua personalidade gentil e recatada sumiu?

-Eu penso em algo...

-O que, por exemplo? –Ele era irritante, mas não conseguia fazer nada, é meu irmão.

-Grrrrr!

-Ok. Eu serei seu agora.

-Hum. –Fez-se no seu rosto, um sorriso, maléfico, estava me deixando apavorado. –Então, me deixa começar...

Ele começa me beijando docemente, parece o Yuki, mas logo após isso, seus beijos se tornam quentes. Ele passa a pequena língua do meu irmãozinho por todos os lugares possíveis da minha boca. Mas para, ele está ofegante, e seu rosto exprime desejo, e não mais maldade, ele parece gostar do que está fazendo.

Ele agora está rebolando no meu colo, bem em cima do meu membro. Estou muito excitado, ele de novo está me beijando. A cada rebolada, ele saiu e entre em um novo beijo. A língua dele é quente, será assim a boca do meu verdadeiro Yuki. Ele desceu uma das mãos para a costa bem perto da sua entrada.

Ele gemia mais que antes, me fazia pulsar como uma pedra estava quase o fazendo levantar com o meu membro. Então ele continuou os movimentos de vai e vem na própria entrada, mas iniciou o movimento de lamber meus mamilos. Estava gemendo um pouco rouco, estava muito bom. Ele lambia, chupava e mordia meus mamilos de uma forma bem sexy, olhando para mim com luxuria.

-Agora você me quer não quer? –Disse ele descendo para o meu membro.

-Anh, quero... Yuki. –Ele olhou com espanto, e os olhos cor rosa de Yuki despareceram, restando-lhe seus fofos olhos castanhos. E um sono que o fez roncar. Mas apenas comecei a rir.

Haru OFF


Notas Finais


Gente, andei pensando, e se... Eu colocasse no próximo capitulo, um jogo de perguntas e respostas sobre mim.
Lembrando, podem perguntar qualquer coisa, sério, qualquer coisa.
Se apoiam a ideia, digam sim, e coloque sua(s) pergunta(s) nos comentários.
Kissus de quase lemon completo à vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...